Aula 1 - Gestão de Marcas em Mídias Sociais e Redes Sociais - 13/11/2010

1,952 views

Published on

Aula 1 - Gestão de Marcas em Mídias Sociais e Redes Sociais, com o prof.º Alexandre João Munhoz - 13/11/2010

Published in: Education
  • Be the first to comment

Aula 1 - Gestão de Marcas em Mídias Sociais e Redes Sociais - 13/11/2010

  1. 1. GESTÃO DE MARCAS EM MIDIAS SOCIAIS E REDES SOCIAIS Prof. Ms. Alexandre João Munhoz
  2. 2. Internet e Marketing Prof. Alexandre Munhoz www.paraleloz.com.br
  3. 3. Dinheiro! Dinheiro! Dinheiro??? A bolha de expectativas.
  4. 4. A busca pelo conteúdo Nossos links serviços de diretório indexadores blogs redes sociais
  5. 5. Internet como mídia?
  6. 6. CRISE nas mídias convencionais.
  7. 7. CRISE nas mídias convencionais. Pulverização do poder sobre a atenção do usuário. Geração de conteúdo na mão de qualquer um com capacidade de gravar um vídeo ou escrever algo útil ou engraçado.
  8. 8. Panorama Número gigantesco de canais de comunicação! Porém existe uma tendência à concentração em certas àreas. Resistência do usuário a alguns tipos de comunicação intrusivas. Grande concorrência pela atenção do usuário
  9. 9. Tendências Melhor filtragem do público-alvo ou Crise de privacidade? Mídia seletiva, os usuários passarão a escolher quais empresas podem se comunicar com eles.
  10. 10. Varejo A movimentação do varejo para o E-Commerce. Até que ponto?
  11. 11. Concorrência antes • Loja da esquina • Centro da cidade • Viajar e visitar as lojas da cidade
  12. 12. • Loja da esquina • Centro da cidade • Viajar e visitar as lojas da cidade • Americanas.com.br (Nacional) • Amazon.com (EUA) • DealExtreme.com (China) Concorrência depois
  13. 13. Potencial dos nichos Moda para anões?
  14. 14. Varejo físico A internet oferece novos canais de comuni- cação para empresas físicas e pode aumen- tar a área de atendimento. Já pediu marmita pelo MSN?
  15. 15. Rede social física é bom!
  16. 16. é bom! Rede social virtual
  17. 17. Blogs, twitter, redes sociais, fóruns, sites especializados...
  18. 18. Carros Carros na WEB - Opinião do dono Informática Clube do Hardware / Baboo Moda Diversos blogs
  19. 19. Marketing
  20. 20. Marketing não é exatamente propaganda.
  21. 21. Marketing não é exatamente o ato de vender.
  22. 22. Marketing é “coisa-ruim”?
  23. 23. Marketing é “manipulação”?
  24. 24. O consumidor quer comprar Os empresários atendem a essa necessidade
  25. 25. O marketing é uma espécie de relação so- cial de troca entre pessoas que precisam de determinados produtos e empresários que se propôem a oferecer. No entanto, como toda relação social, e pior, envolvendo dinheiro, pode haver muitos desvios de ética. A teoria de marketing não estimula a falta de ética. São as pes- soas que cometem graves “pecados” ao tentar vender seu produto. Marketing é uma relação social
  26. 26. O lucro vem das vendas O marketing aumenta as vendas As empresas investem em marketing O consumidor fica satisfeito A empresa aumenta seus lucros As empresas buscam lucro RESUMINDO...
  27. 27. fazer bem feito já um diferencial. Infelizmente, ultimamente...
  28. 28. O QUE vender? ONDE vender? POR QUANTO vender? COMO divulgar? Marketing $ PARA QUEM vender?
  29. 29. PONTO PRODUTO PREÇO PROMOÇÃO 4 PsFoco geográfico, Webstore, Sistemas de entrega... Gestão do Mix de produtos, embalagem... Gestão das margens de lucro, facilidades de pagamento, modo de cobrança... Divulgação virtual e física, gestão das mí- dias sociais (RP virtual), merchandising...
  30. 30. Serviços??? PESSOAS CENÁRIO PROCESSOS PREÇO PROMOÇÃO Capacidade técnica, treinamento, uni- forme, cordialidade... Website e evidências de qualidade em todos os pontos de contato... O processo da prestação de serviço (otimizado, descomplicado...) Mesmo do produto + estratégias para di- minuir ociosidade e baixas temporadas. Mesmo do produto
  31. 31. FIM - parte 1
  32. 32. Posicionamento
  33. 33. Onde está o novo negócio?
  34. 34. Você é um lemming?
  35. 35. O mercado tem necessidades diferentes!
  36. 36. Diferencie-se!!!
  37. 37. Novo sabão em pó!
  38. 38. R$4,50 R$4,50 R$5,50 Qual desses você escolheria?
  39. 39. Quem é o consumidor? Como usa o produto?? Existe uma brecha???
  40. 40. Posicionamento é... é o ato de fazer o projeto da oferta e imagem da empresa de forma que ela ocupe uma posição competitiva significativa e distrital nas mentes dos clientes alvo. (Kotler,1997)
  41. 41. Do ponto de vista ESTRATÉGICO é: 1 • Escolher do público-alvo 2 • Escolher o campo de concorrência 3 • Diferenciar a empresa, marca ou pro- duto. Do ponto de vista de BRANDING é: Entrar em um espaço na cabeça do consumidor Agregar a marca à um conceito, habilidade, público, etc...
  42. 42. Lavrador ficou rico com posicionamento! Estratégico
  43. 43. 1º Disseminação 2º Buscar formas de lucro Estratégico
  44. 44. BOA ESTRATÉGIA + ÓTIMO BRANDING
  45. 45. Um bom posicionamento deve ser: 1 • Importante Deve ter um benefício valorizado pelo consumi- dor. 2 • Distinto e disponível Não pode ser imitada ou melhor desempenhada pelos concorrentes. 3 • Comunicável Deve ser facilmente explicada e entendida. 4 • Acessível Seu público alvo deve ter poder aquisitivo para ela. 5 • Rentável Deve ser lucrativo para a empresa.
  46. 46. Diferenciação! Estabeleça uma
  47. 47. Diferenciar? video bob
  48. 48. Tipos de diferenciação • Voltado para um determinado público • Produto/serviço diferenciado • Modo de comercialização • Pelo Preço/Qualidade • Com uma identidade específica • Entre outros...
  49. 49. Preço e Qualidade
  50. 50. Foco no público
  51. 51. Produto diferenciado
  52. 52. Modo de comercialização
  53. 53. Identidade associada
  54. 54. Cada produto pode ou deve ter Pocisionamento individual Geralmente é coerente com o posicionamento central.
  55. 55. Magic Mouse Ipad Macbook Air Pense diferente
  56. 56. Creme hidratante depois Beleza real Anti Trasnpirante Dermo Aclarant Promove a renovação celular diminuindo as células escuras Condicionador Damage Therapy Creme de tratamento + condicionador
  57. 57. Cuidado!!!! Alguns produtos podem ser incoerentes com seu posicionamento!
  58. 58. ANÁLISE DE CASO Uma loja de roupas para mulher, com nome de mulher, slogan de mulher e cor de mulher está achando que consegue vender roupas para homens.
  59. 59. Quais não misturar? No final das contas, o limite está na cabeça do consumidor. Geralmente produtos de alta e baixa qualidade juntos ou com qualidades muito diferentes, que não são transferidas conceitualmente para o outro produto.
  60. 60. Apenas um apelo!
  61. 61. Quem chega primeiro tem uma grande vantagem em relação aos outros. Continue enquanto o posicionamento funcionar. Primeiríssimo
  62. 62. A saida é diferenciar-se! Atender a um segmento ignorado pelos grandes. Busque uma demanda latente. Não sou primeiro
  63. 63. Tentar fazer o mesmo que os grandes pode ser um erro! A existencia de uma diferenciação irá gerar mais resultados para os esforços da empresa. Talvez fazer a mesma coisa que os grandes mais barato seja interessante. Pequenos negócios
  64. 64. Mexer no time??? • Tem público suficiente? • Está bem concebido? • Está funcionando? • Não perde muita coisa? • Poucos ainda conhecem?
  65. 65. CUIDADO! Quando reposicionar incorra na mudança de público-alvo. Pode-se perder a clientela já conquistada. Se estiver ruim de qualquer maneira, ou não incorra na mudança de público... é menos arriscado. Reposicionamento
  66. 66. ANÁLISE DE CASO • Uma loja de roupas, cama, mesa, banho e eletrodomésticos achou podia ser uma RENNER ou C&A.
  67. 67. Reposicionamento da empresa Descer é fácil... Subir é difícil!!!
  68. 68. ERROS COMUNS!
  69. 69. Subposicionamento Consumidor não compra a IDÉIA
  70. 70. Posicionamento Duvidoso Ninguém acredita
  71. 71. SUPRA Posicionamento Consumidor acha que não pode comprar ou é mais do que ele gostaria.
  72. 72. Posicionamento Confuso Empresa muda a mensa- gem constantemente.
  73. 73. A ESTRATÉGIA Posicionamento
  74. 74. Sua Empresa: Quais são seus potenciais? Qual o principal habilidade da empresa? Qual a capacidade mudar e melhorar elementos? Qual o FOCO da sua em- presa?
  75. 75. Público-Alvo: Existe um público que não está sendo bem atendido? Qual é o público mais lucra- tivo para a empresa? Qual o comportamento des- te público? Qual público será seu FOCO?
  76. 76. Segmentos: É dividir o mercado pelas suas características mais significati- vas? Sugestão de Bases para segmentação: • Localização, porte, setor... • Nível de conhecimento do decisor • Necessidade de uso • entre outras...
  77. 77. Segmento Pequena empresa Usuário leigo Necessita imprimir NFe Segmento Grande empresa Usuário técnico sistema de CRM Segmento Pequena empresa Usuário leigo Frente de caixa Segmento Média empresa Usuário técnico Frente de caixa Segmento Usuário doméstico Usuário leigo Contas pessoais
  78. 78. Pesquisa de mercado? • Pesquisa formal • Pesquisa informal • Pesquisas prontas • Quali ou Quanti?
  79. 79. Concorrência: Em que grupo de concorrên- cia irei entrar? Como são os concorrentes? Pontos fortes e fracos?
  80. 80. Pesquisa de concorrência? • Análise de pontos fortes e fracos • Como é visto pelo consumidor • Orçamentos • Visitas • Propaganda
  81. 81. Diferenciação: Observando as necessidades do PÚBLICO-ALVO e a oferta da CONCORRÊNCIA... Existe uma ‘BRECHA’ para diferenciação? Como posso me destacar na concorrência de modo atrati- vo ao meu consumidor?
  82. 82. O Caso do pastel Diferenciação
  83. 83. Diferenciação A diferenciação pela interface com o usuário!
  84. 84. Diferenciação Rede social com diferenciação.
  85. 85. O posicionamento competitivo é resultado de uma estratégia de MÉDIO E LONGO PRAZO executado com COERÊNCIA E CONSISTÊNCIA
  86. 86. A MARCA Posicionamento
  87. 87. A empresa é como uma pessoa! Todos criam uma imagem dela, como se fosse um vizinho, amigo, etc. Como você se lembra das pessoas que você conheceu???
  88. 88. Pocisionamento de marca Associar a marca à um determinado valor na cabeça do consumidor.
  89. 89. As vezes não tão óbvio Toda a estratégia e comu- nicação da empresa devem caminhar na mesma direção que a marca.
  90. 90. LONGO PRAZO Lembre-se que é no Tudo vira uma inércia que fixa sua marca na mente das pessoas e atrai novos consumidores interessados no seu diferencial.
  91. 91. NÃO MUDE!!!! Mudar a estratégia de posicionamento (principalmente a comunicação) não fixa nada na mente do consumidor.EVOLUA!
  92. 92. LONGO PRAZO Um caso muito bom de e evolução de conceito. video skol
  93. 93. FIM - parte 2

×