Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

TV digital interativa - UCL Innovation Party 2010

1,088 views

Published on

Apresentação realizada em 18/09/2010 na UCL Innovation Party em Vitória/ES sobre TV digital interativa.

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

TV digital interativa - UCL Innovation Party 2010

  1. 1. TV digitalinterativa Por Maurilio Alberone UCL Innovation Party 2010 Vitória/ES – 18/09/2010
  2. 2. O que é TV digital?
  3. 3. Alta qualidade de áudio e vídeo
  4. 4. Mobilidadee portabilidade
  5. 5. Multiprogramação
  6. 6. Interatividade
  7. 7. Alta definiçãoMobilidade e portabilidade CommodityMultiprogramaçãoInteratividade Conteúdo
  8. 8. Vamos voltar no tempo pradefinirmos TV interativa
  9. 9. Winky Dink and YouCBS Television – EUA Entre 1953 e 1957
  10. 10. TvPowww!KABC-TV – EUA – 1978 SBT – Brasil – 1984
  11. 11. Hugo GameDinamarca – 1990CNT – Brasil – 1995
  12. 12. Você decideGlobo – Brasil – Entre 1992 e 2000
  13. 13. Diversos outros
  14. 14. Mas se já temos TVinterativa, o queganhamos emconteúdo com aTV digital ?
  15. 15. TV digitalinterativa
  16. 16. O telespectadorpassa a consumirTV e não apenasassisti-la
  17. 17. A Web no sofá
  18. 18. A TV já foi social
  19. 19. Hoje a atenção écompartilhada
  20. 20. Mas não pode ser apenas web dentro datelevisão!
  21. 21. at en çã o TV interativa é diferente deInteratividade na TV
  22. 22. Experiência do telespectador
  23. 23. Alguns exemplosem operaçãono exterior
  24. 24. Mais emwww.broadbandbananas.com
  25. 25. Algunsprotótiposda Peta5
  26. 26. Engajamento socialCompartilhando o programa que está assistindoVeja o vídeo em http://migre.me/13IX9
  27. 27. Conhecendo seu públicoO telespectador avalia a programação em tempo realVeja o vídeo em http://migre.me/13IWk
  28. 28. Debateinterativo
  29. 29. Conteúdo do telespectadorAlém da sinopse básica, o telespectador comenta o que assisteVeja o vídeo em http://migre.me/13ITz
  30. 30. Acesso às redes sociaisA TV sendo apenas um terminal de acesso a estes serviçosVeja o vídeo em http://migre.me/13IRs
  31. 31. Vídeos disponíveis em:www.videolog.tv/peta5
  32. 32. Segmentaçãode propaganda + Social TV
  33. 33. Plataforma para veiculação depropagandadirecionadaao perfil do telespectador
  34. 34. Cada telespectador éúnico
  35. 35. Vídeo demonstrativo em:www.videolog.tv/peta5
  36. 36. Propaganda mais relevante
  37. 37. Algunsquestionamentospara aTV interativa
  38. 38. As emissoras estãopreparadas paraesta nova forma deconsumir e ofertarconteúdo?
  39. 39. E os telespectadoresserão realmenteconquistados por estanova forma deinteração?
  40. 40. Conseguiremosproporcionar estaexperiência para anova geração deconsumidores?
  41. 41. Novostelespectadoresserão atraídospara a TV?
  42. 42. Conseguiremosaumentar o tempode exposição aoconteúdo?
  43. 43. Como não espantar ostelespectadores maisconservadores e ao mesmotempo não frustrar os maisinovadores?
  44. 44. Qual modelo dereceitas deveráser utilizado paraestes produtos?
  45. 45. ? ? ? ? ? ?? ? ? ? ? ?
  46. 46. Atuaisdesafios
  47. 47. 1. Oferta de conversores2. Modelos de negócio3. Profissionais capacitados
  48. 48. Maurilio Alberone m contato@mau rilioalberone.co ne (21) 8527-3600 | @malberowww.maurili oalberone.com

×