Feudalismo 2

5,176 views

Published on

0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
5,176
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2,698
Actions
Shares
0
Downloads
65
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Feudalismo 2

  1. 1. O feudalismo foi um sistema econômico, social político e culturalpredominantemente na Idade Média. ORIGEM e CARACTERÍSTICAS:• O processo de decadência do Império Romano, a partir do século III, estána origem do feudalismo.• Os bárbaros, ao ocuparem vastas regiões da Europa Ocidental,estabeleceram um clima de insegurança na população que levougradativamente a uma drástica redução da atividade comercial e da vidaurbana.• Assim, o ocidente europeu passou a contar com uma populaçãopredominantemente rural, concentrada em torno de poderosos proprietáriosde terra, capazes de lhe oferecer proteção, e vivendo à base de umaagricultura de subsistência.• As invasões árabes dos séculos VII e VIII, intensificaram a ruralização.• Após os árabes a Europa foi invadida por outros povos, destacando-se osnormandos (vikings) e os magiares (húngaros). Esse fato tornou a vida agrária nos feudos com seus castelos a única formade organização social significativa da Europa medieval.
  2. 2. CARACTERÍSTICAS :Ruralização da Sociedade Sociedade; hierarquizada;Enfraquecimento Dependência pessoal; comercial;  Defesa Privada; Sistema de Supremacia da Igreja produção feudal Católica; Fragmentação do Clericalização da poder Central sociedade;
  3. 3. A SOCIEDADE FEUDALSociedade estamental – ísto é, composta de estamentos (camadas), posiçõessociais rígidas. A mobilidade social era reduzida.Como regra, se o indivíduo nascia na camada servil, nela permanecia até ofim de seus dias, o mesmo ocorrendo para aquele que pertencesse àcamada senhorial. Clero e Nobreza – decisões, direção e direitos. Classe Formado pelos senhores feudais e o alto clero. dominante Servos, vilões – deveres e obrigações em Camada produtiva, troca da proteção dos senhores dominada pelos senhores
  4. 4. Sociedade Feudal : SOCIEDADETRINITÁRIA ORAM CLERO LUTAM NOBREZATRABALHAM SERVOS
  5. 5. IDADE MÉDIA A Igreja deteve um poder extraordinário em função da posse sobre grande parte das propriedades rurais, as quais eram obtidas através de doações, heranças e tributos pagos pelos cristãos.
  6. 6. SUSERANOS E VASSALOSEtapas do contrato:• Homenagem – o vassalo, ajoelhado e sem armas, declarava avontade de entrar para a clientela do senhor.• fidelidade – era o juramento de manter-se fiel ao suserano.• Investidura – entregava-se ao vassalo um objeto quesimbolizava o feudo.Havia uma relação de dependência entre os nobres, com a doação dobenefício, ou feudo, que quase sempre era a concessão de uma propriedade,mas também podia ser o direito de explorar rendas ou cobrar pedágios emestradas.
  7. 7. PROTEÇÃO SUSTENTOAUXÍLIOCONSELHO
  8. 8. • SUSERANO – quem doava o benefício• VASSALO – recebia o benefício. PRINCIPAIS TRIBUTOS PAGOS PELOS SERVOSTALHA – porcentagem da produção das terras trabalhadas;correspondia, em geral, a mais da metade da produção.CORVÉIA – trabalho gratuito nas terras do senhor, de 2 a 3dias por semana. BANALIDADES – pagamento pelo uso de instrumentos de trabalho pertencentes ao senhor e das dependências comuns do feudo, como moinhos, fornos, celeiros, pontes, etc.
  9. 9. Deveres dos Servos Trabalho gratuito de 3 a 5 dias por Corvéia Semana no Manso Senhorial. Dar parte da produção (3/4 dia) ao Talha Suserano. Pagamento, em espécie, pela utilizaçãoBanalidades de instrumentos do Feudo. Tostão Dar 10 por cento da produção feudalDe Pedro para a Igreja Católica. Imposto anual pago pelo simples fatoCaptação De estar vivo.
  10. 10. ORGANIZAÇÃO DOS FEUDOS Domínio senhorial – onde ficava o castelo com terras de uso exclusivo do senhor Feudo SenhorialFeudo comunal Terras servil – composto por vários lotes, arrendados aos servos Feudo Servil Terras comuns – composto por bosques e pastos usados tanto pelo senhor como pelos servos
  11. 11. As terras dos feudos • Reserva senhorial: terras que pertenciam exclusivamente ao senhor feudal. . • Manso servil ou tenência: terras utilizadas pelos• Campos abertos: terras de servos, das quais eles uso comum. compreendiam retiravam seu próprio bosques e pastos, havia uma sustento e recursos para posse coletiva da terra cumprir as obrigações feudais."
  12. 12. ECONOMIA DE SUBSISTÊNCIAObrigados a pagar diversos tributos aos seus senhores, emprodutos ou em serviços, os servos não estavam estimulados aproduzir mais, pois, quanto mais produzissem, maisacabavam pagando. Dessa forma, não tinham interesse deaperfeiçoar as técnicas.Para evitar, contudo o rápido esgotamento da terra, fonte desobrevivência dos feudos, adotou-se o sistema de rotação dasculturas.
  13. 13. ECONOMIA MEDIEVAL• A economia agrícola.• Existiam moedas na Idade Média, porém eram pouco utilizadas.• As trocas de produtos e mercadorias eram comuns• Rural• auto-suficiente
  14. 14. PODER LOCALOs senhores feudais tinham mais forças do que o rei.Cada feudo possuía seu próprio exército, compostoprincipalmente pelos cavaleiros nobres, que eram guerreirosregulares, e por servos convocados, se houvesse necessidade.A cavalaria medieval, constituía um verdadeiro exércitoparticular, fundada nos ideais de honra, lealdade e heroísmo. Sercavaleiro era ambição de todos os jovens nobres.O treinamento começa a partir dos sete anos de idade, quandoserviam de pajens de um senhor, momento em que aprendiammontaria e manejo de armas. Em seguida, tornavam-seescudeiros, acompanhando os senhores cavaleiros nas guerras enas caçadas.
  15. 15. Finalmente, perto dos 20anos, depois dedemonstrar habilidades evirtudes guerreiras, eramsagrados cavaleiros numagrandiosa festa no casteloreal, cumprindo umminucioso ritual.
  16. 16. Assim, econômica e militarmente fortes, os senhores feudais detinham também o controle político local, constituindo-se no único poder efetivo durante a Idade Média, garantindo seus interesses e privilégios e anulando quase inteiramente o poder do rei.Fim.

×