Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Auto da viatura_da_lei

323 views

Published on

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Auto da viatura_da_lei

  1. 1. Auto Da Viatura Da Justiça<br />(O policia chega ao caís e traz consigo um graffiter algemado)<br />Diabo: Quem vem lá?<br />Policia: ·A lei,<br />e infelizmente vim morrer <br />pata tal desgosto de gente,<br />e trago comigo um rebelde <br />E você, identifique-se!!!!<br />Diabo: Se tu és a lei <br />eu sou o anjo!<br />Anjo: Hei! Não me insultes! <br />Policia:Para onde vai a viatura?<br />Diabo: Para onde a lei deve ir.<br />Policia:Especifique!<br />Diabo: (aborrecido) P’ró inferno. <br />Policia:E licença tem?<br />Diabo: Toda! Entrai, à vontade!<br />Policia: Ouviste? Pisga-te! (dirigindo-se ao graffiter que fica confuso) <br />Eu irei à outra viatura <br />que é lá que a justiça mora.<br />(Policia dirige-se à outra barca)<br />Policia: É aqui o lugar dos justos?<br />Anjo: Se é justiça que queres<br />justiça terás!<br />Pois justiça não tiveste <br />quando, inocentes prendeste <br />por dinheiro sujo.<br />Ou quando cobraste o teu suplemento <br />nas multas de estacionamento!<br />Diabo: (deslocando-se para a viatura do Anjo) E mais! <br /> Quantas vezes traiste a tua mulher<br /> com as rotundeiras que devias prender <br />e bateste nos que te aborreciam <br />abusando do poder?<br />Policia: Errar é Humano.<br />E quantas velhinhas ajudei<br />e quantas multas perdoei!<br />Anjo, Diabo e Graffiter: Nem uma!<br />Anjo: Excepto aquelas que não devias perdoar!<br />Policia: E o bem que fiz à sociedade, não conta?!<br />Graffiter: Bem! (fazendo aspas)<br />Anjo: No céu não conta!<br />Diabo: Nem no inferno! Hihihihi!<br />(Graffiter ri-se e é apontado pelo policia)<br />Policia: Ele, ele é que fez o mal!<br />Graffiter: Hein?!<br />Policia: Burguer!<br />Diabo: Bem me apetecia!<br />Anjo: O mal que fez, <br />foi por carência. <br />Tentou com a sua arte<br />mudar a sociedade.<br />Policia: Aquilo? Arte? Não! <br />Riscos ilegais nas paredes.<br />Graffiter:Mó, ó bofia! <br />Isso foram aquelas almas, coitadas,<br />que perderam namoradas <br />e não sabem graffitar!<br />Anjo: Sim!<br /> E é por isso que tu vens comigo, <br />Aproveitas e com o teu talento<br />à barca das outro alento.<br />(vira-se para o Diabo)<br />E tu tratas do lei!<br /> (O Diabo volta à sua barca, feliz e cantarolando, com o policia atrás indignado. O Anjo tira as algemas ao graffiter e convida-o a entrar na sua barca)<br />Trabalho realizado por:<br />Alicia Krisch Nº 1<br />Daniela Brito Nº5<br />Patrícia de Rooster Nº 14<br />Lídia Dias Nº18<br />

×