Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Vigotsky letras 6 semestre aula de 03042013

Related Audiobooks

Free with a 30 day trial from Scribd

See all
  • Be the first to comment

Vigotsky letras 6 semestre aula de 03042013

  1. 1. VIGOTSKYURCACampos Sales abril 2013Prof Msc Marney Cruz
  2. 2. SÓCIO-HISTÓRICA Uma vertente teórica que nasceu na ex-União Soviética, embalada pela Revolução de 1917 e pela teoria marxista. No Ocidente, a teoria Sócio- Histórica ganharia importância nos anos 70, tornando-se referência para a Psicologia do Desenvolvimento, a Psicologia Social e para a Educação.
  3. 3. LEV SEMENOVITCH VYGOTSKY (Orsha, 17 de Novembro de 1896, — Moscou, 11 de Junho de 1934), foi um psicólogo bielo-russo. Graças a uma conferência proferida no "II Congresso de Psicologia" em Lenigrado, foi convidado a trabalhar no Instituto de Psicologia de Moscou. O seu interesse simultâneo pelas funções mentais superiores, cultura, linguagem e processos orgânicos cerebrais pesquisados por neurofisiologistas russos com quem conviveu, especialmente Luria e Leotiev, em diversas contribuições no "Instituto de Deficiências de Moscou", na direção do departamento de Educação (especial) de Narcompros.
  4. 4. VYGOTSKY É o grande fundador da escola soviética de psicologia histórico-cultural. Com base em sua experiência na formação de professores, dedicou-se a estudar os distúrbios de aprendizagem e de linguagem, incluindo tanto as deficiências congênitas como as adquiridas. O interesse pela etiologia destes distúrbios e as pesquisas que vinha desenvolvendo no âmbito da neuropsicologia, ao lado de Alexander Luria e Alexei Nikolaievich Leontiev, fez com que se graduasse em medicina.
  5. 5. A compreensão das funções superiores do homem não pode ser alcançada pela psicologia animal, pois os animais não têm vida social e cultural. As funções superiores do homem não podem ser vistas apenas como resultado da maturação de um organismo que já possui, em potencial, tais capacidades.
  6. 6. A linguagem e o pensamento humano têm origem social. A cultura faz parte do desenvolvimento humano e deve ser integrada ao estudo e à explicação das funções superiores. A consciência e o comportamento são aspectos integrados de uma unidade, não podendo ser isolados pela Psicologia.
  7. 7. O PAPEL DO ADULTO (NOVA ESCOLA) ―Todo aprendizado é necessariamente mediado – e isso torna o papel do ensino e do professor mais ativo e determinante do que o previsto por Piaget e outros pensadores da educação, para quem cabe à escola facilitar um processo que só pode ser conduzido pelo próprio aluno.‖
  8. 8. O PAPEL DO ADULTO (NOVA ESCOLA)―Segundo Vygotsky, ao contrário, o primeiro contato da criança com novas atividades, habilidades ou informações deve ter a participação de um adulto. Ao internalizar um procedimento, a criança ―se apropria‖ dele, tornando-o voluntário e
  9. 9. O PAPEL DO ADULTO (NOVA ESCOLA) ―O aprendizado não se subordina totalmente ao desenvolvimento das estruturas intelectuais da criança, mas um se alimenta do outro, provocando saltos de nível de conhecimento. O ensino, para Vygotsky, deve se antecipar ao que o aluno ainda não sabe nem é capaz de aprender sozinho, porque, na relação entre aprendizado e desenvolvimento, o primeiro vem antes.‖ http://educarparacrescer.abril.com.br/aprendizag
  10. 10. EXPANSÃO DOS HORIZONTES MENTAIS Como Piaget, Vygotsky não formulou uma teoria pedagógica, embora o pensamento do psicólogo bielo- russo, com sua ênfase no aprendizado, ressalte a importância da instituição escolar na formação do conhecimento. Para ele, a intervenção pedagógica provoca avanços que não ocorreriam espontaneamente.
  11. 11. APRENDIZAGEM Para Vygotsky, a aprendizagem é um processo social e, por isso, deve ser mediada. Nessa concepção, o papel da escola é orientar o trabalho educativo para estágios de desenvolvimento ainda não alcançados pelo aluno, impulsionando novos conhecimentos e novas conquistas a partir do que já sabe, constituindo uma ação colaborativa entre o educador e o aluno.
  12. 12. SOBRE A APRENDIZAGEMA concepção de aprendizagem que posta nas obras de Vygotsky, instaura como conceito fundamental o de ZONA DE DESENVOLVIMENTO PROXIMAL. Sobre isto, Oliveira (1995) esclarece: ―A zona de desenvolvimento proximal refere-se, assim, ao caminho que o indivíduo vai percorrer para desenvolver funções que estão em processo de amadurecimento e que se tornarão funções consolidadas, estabelecidas no seu nível de desenvolvimento real. ―
  13. 13. ZONA DE DESENVOLVIMENTO PROXIMAL “Azona de desenvolvimento proximal é, pois, um domínio psicológico em constante transformação; aquilo que uma criança é capaz de fazer com a ajuda de alguém hoje, ela conseguirá fazer sozinha amanhã. É como se o processo de desenvolvimento progredisse mais lentamente que o processo de aprendizado; o aprendizado desperta processos de desenvolvimento que, aos poucos, vão tornar-se parte das funções psicológicas consolidadas do indivíduo (p.60).”
  14. 14. ZONA DE DESENVOLVIMENTO PROXIMAL Este conceito está fundamentado na ideia da diferença entre o que a criança consegue realizar sozinha e aquilo que, apesar de não conseguir realizar sozinha, é capaz de aprender e fazer com a ajuda de uma outra pessoa, seja um adulto ou mesmo uma outra criança que tenha mais facilidade ou domínio naquele âmbito. Enfim, a Zona de Desenvolvimento Proximal corresponde às possibilidades da criança de aquisição intelectual, face ao estímulo e suporte adequado.
  15. 15. EDUCAÇÃO Vygotsky particulariza o processo de ensino e aprendizagem na expressão obuchenie, uma expressão própria da língua russa que coloca aquele que aprende e aquele que ensina numa relação interligada. A ênfase em situar quem aprende e, aquele que ensina como partícipes de um mesmo processo corrobora com outro conceito chave na teoria de Vygotsky, a mediação, como um pressuposto da relação eu-outro social.
  16. 16. HOMEM A relação mediatizada não se dá necessariamente pelo outro corpóreo, mas pela possibilidade de interação com signos, símbolos culturais e objetos. Um dos pressupostos básicos desse autor é que o ser humano constitui-se enquanto tal na sua relação com o outro. Para Vygotsky a aprendizagem relaciona-se ao desenvolvimento desde o nascimento, sendo a principal causa para o desabrochar do desenvolvimento do ser.
  17. 17. PARA PENSAR Vygotsky atribuiu muita importância ao papel do professor como impulsionador do desenvolvimento psíquico das crianças. A idéia de um maior desenvolvimento conforme um maior aprendizado não quer dizer, porém, que se deve apresentar uma quantidade enciclopédica de conteúdos aos alunos. O importante, para o pensador, é apresentar às crianças formas de pensamento, não sem antes detectar que condições elas têm de absorvê-las.
  18. 18. E você? Já pensou em elaborar critérios para avaliar as habilidades que seus alunos já têm e aquelas que eles poderão adquirir? Percebe que certas atividades estimulam as crianças a pensar de um modo novo e que outras não despertam o mesmo entusiasmo?

×