Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

ApresentaçãO Gestar Ii

2,543 views

Published on

Published in: Education, Technology
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

ApresentaçãO Gestar Ii

  1. 2. PROGRAMA GESTÃO DA APRENDIZAGEM ESCOLAR - GESTAR II <ul><li>Formação Continuada de Professores dos </li></ul><ul><li>Anos/Séries Finais do Ensino Fundamental </li></ul>
  2. 3. Língua Portuguesa
  3. 4. Cachoeira Dourada, com aproximadamente 3.000 habitantes, Cachoeira, também conhecida como “Cidade das Águas”, é uma das mais prósperas cidades do Triângulo Mineiro.
  4. 5. Secretaria Municipal de Educação e Cultura
  5. 6. Escola Municipal “Marechal Rondon”
  6. 7. Coordenadora: Cirlene Ferreira da Silva Guedes Formadora: Marluce Alves Gama de Andrade Cursistas: Aliandre Ferreira da Silva Lunamar Pereira de Araújo Santos Núbia Luciana Pereira de Araújo
  7. 8. Formação em Uberlândia
  8. 9. Caderno de Teoria e Pratica – TP3 Gêneros e tipos textuais Tema transversal: O trabalho Unidade 9 Gêneros textuais: do intuitivo ao sistematizado Gêneros textuais: maneiras de organizar as informações lingüísticas conforme finalidade, papel de interlocutor e características da situação Como os diversos gêneros textuais se relacionam com a situação de produção Reconhecimento das diferenças e semelhanças entre os textos, que nos levam a classificação de um gênero textual. Unidade 10 Trabalhando com gêneros textuais Gênero literário e não literário O gênero poético – exploração estética da linguagem Uma das formas de realização do gênero poético
  9. 10. Caderno de Teoria e Pratica – TP3 Gêneros e tipos textuais Tema transversal: O trabalho Unidade 9 Gêneros textuais: do intuitivo ao sistematizado Gêneros textuais: maneiras de organizar as informações lingüísticas conforme finalidade, papel de interlocutor e características da situação Como os diversos gêneros textuais se relacionam com a situação de produção Reconhecimento das diferenças e semelhanças entre os textos, que nos levam a classificação de um gênero textual. Unidade 10 Trabalhando com gêneros textuais Gênero literário e não literário O gênero poético – exploração estética da linguagem Uma das formas de realização do gênero poético
  10. 11. O cordel Unidade 11 – TP3 Tipos textuais Descritivo e narrativo: mais freqüentes na pratica escolar Injuntivo e preditivo: menos freqüentes na pratica escolar Dissertativo: expositivo e argumentativo: freqüentemente estudado e canalizado em sala de aula. Unidade 12 A inter-relação entre gêneros e tipos textuais Articulação entre gêneros e tipos textuais Analise das seqüencias tipológicas em gêneros textuais Intertextualidade entre gêneros textuais
  11. 12. Caderno de Teoria e Pratica – TP4 Leitura e Processos de Escrita I Tema Transversal: Cidade Unidade 13 Leitura, escrita e cultura O letramento: reflexão sobre os usos e as funções da escrita no cotidiano Letramento e diversidade cultural: relação entre letramento e as praticas de cultura local (matéria prima para compreensão, interpretação e produção de escrita). Conhecimento prévio e a atividade de leitura e escrita Unidade 14 O processo da leitura Onde esta o significado do texto: o texto e o leitor como criadores de significados Os objetivos da leitura: expectativas e escolhas de textos: a importância da definição dos objetivos de cada leitura Conhecimentos prévios interferem na produção de significado do texto
  12. 13. Unidade 15 - TP4 Mergulho no texto Conhecer as varias funções e formas das perguntas na ajuda à leitura do aluno Como chegar a estrutura do texto?: procedimentos que ajudam a determinar a estrutura do texto. Quando queremos aprender: procedimentos para atingir o objetivo de ler para aprender. Unidade 16 A produção textual – crenças, teorias e fazeres na produção textual Escritas, crenças e teorias O ensino da escrita como pratica comunicativa: A escrita e seu desenvolvimento comunicativo:
  13. 14. Caderno de Teoria e Pratica – TP5 Estilo, Coerência e Coesão Unidade 17 Estilística Tema Transversal: Mídia de comunicação de massa tecnológica Noção de estilo e objetivo da estilística Estilística no nível fonético (valores expressivos de natureza sonora; e no nível léxico (aspectos expressivos das palavras ligadas ao campo semântico, morfológico e estilística ligada a sintaxe Estilística da frase e da enunciação Unidade 18 Coerência Textual Tema Transversal: Meio Ambiente Continuidade de sentidos (coerência na inter-relação entre textos verbais e não verbais A construção da coerência textual: como se constrói a coerência nos textos As partes do todo: como se estabelece a unidade de sentidos em um texto
  14. 15. Unidade 19 – TP5 Coesão Textual Marcas de coesão: elementos lingüísticos responsáveis pela continuidade de sentidos em um texto Os elos coesivos: mecanismos de coesão referencial A progressão textual: mecanismos de coesão seqüencial Unidade 20 Relações lógicas no texto A lógica do texto (relação de temporalidade, e de identidade na construção de sentidos A negação (efeitos de sentido decorrentes da negação Significados implícitos (relações biológicas de construção de significados implícitos na leitura e na produção de textos
  15. 16. Caderno de Teoria e Pratica – TP6 Leitura e Processos de Escrita II Tema Transversal: Corpo e Saúde Unidade 21 – Argumentação e Linguagem Argumentatividade na organização dos textos Finalidade: Convencer ou persuadir o interlocutor a respeito de uma idéia ou comportamento Diversidade de argumentos Defeitos mais freqüentes e as soluções Unidade 22 – Planejamento da escrita Unidade 23 – O processo de produção textual: Revisão e Edição Pratica de escrita de textos Etapa de produção textual Estratégias de planejamento, escrita, revisão e edição textual Unidade 24 – Literatura para adolescentes Envolvimento do professor com o que os adolescentes lêem Critérios de seleção Atividades capazes de despertar o aluno para o prazer e o valor da literatura
  16. 17. Linguagem e Cultura - TP1 Tema Transversal – família e escola Variantes lingüísticas: dialetos e registros Unidade 1 Aborda o Elo entre língua e cultura: Língua – e dinâmica, é a melhor forma de expressão da cultura, é um elemento de transformação Cultura: conjunto de formas, maneiras de pensar e sentir um povo, construção histórica que muda no tempo e no espaço Dialeto: cada variante da língua usada por um grupo Idioleto: conjunto de marcas pessoais da língua Registro: variante escolhida pelo sujeito em cada ato de comunicação (formal ou informal) Unidade 2 – Variantes Lingüísticas: Desfazendo equívocos Norma culta – dialetos definidos por critérios sócio-culturais, caracterizados pela correção gramatical O texto literário: apresenta liberdade no uso das variantes da língua, dependendo das intenções do autor. Modalidades da língua: a oral e a escrita, igualmente importantes. Assim ouvir e falar, ler e escrever devem ser atividades constantes na sala de aula.
  17. 18. Unidade 3 – TP1 O texto como centro das experiências do ensino da língua Afinal, o que é texto? Qualquer unidade de informação: verbal, oral ou escrita, não verbal, literário ou não literário. Todas as nossas interações se processam por meio de textos. Porque trabalhar com textos: o estudo apoiado em textos ajuda nossos alunos a desenvolver sua competência no uso da língua. Os pactos de leitura: contrato implícito entre locutor e interlocutor quanto a expectativa que cada um põe no texto. Unidade 4 – A intertextualidade O dialogo entre textos – a intertextualidade Nenhum texto surge do nada portanto os textos que produzimos são o resultado quase imperceptível de outros textos. Nada mais é que a presença de outras vozes no texto. As varias formas de intertextualidade Paráfrase, parodia, pastiche, citação, epigrafe, referencia, referencia, bibliográfica, alusão O ponto de vista – foco narrativo: Ângulo de onde o interlocutor participa do processo de interação.
  18. 19. Caderno de Teoria e Pratica – TP2 Tema transversal: escola Análise lingüística e analise literária Unidade 5 A gramática e seus vários sentidos: As três formas de conceber a gramática A gramática interna e o ensino produtivo A gramática descritiva e o ensino reflexivo A gramática normativa e o ensino prescritivo Unidade 6 A frase e sua organização O que é frase – conceito e relação com o texto O período e a oração – relação e diferença entre frase, período e oração As varias possibilidades de organização da frase e do período
  19. 20. Unidade 7 – TP2 A arte: formas e função A arte na vida cotidiana Formas e características da arte Funções da arte Unidade 8 Linguagem figurada A expressividade da linguagem cotidiana: como usamos e abusamos das figuras de linguagem Figuras e linguagem literária: as varias figuras filiadas a duas figuras – matrizes – metáfora Elementos sonoros e sintáticos da expressividade – figuras ligadas ao sons e à sintaxe
  20. 21. Seminário de Avaliação do Gestar II Língua Portuguesa <ul><li>Apresentação: </li></ul><ul><li>O GESTAR II é um programa de formação continuada semipresencial, orientado para a formação de professores, com um diferencial: em serviço. </li></ul><ul><li>Da forma como foi estruturado proporciona espaços sistemáticos de reflexão conjunta e de investigação, além de proporcionar também espaços para compartilhar experiências,construir conhecimentos, saberes e competências. </li></ul>
  21. 22. <ul><li>Diante da necessidade constante de atualização, aderimos ao Gestar II para proporcionar espaços para o aperfeiçoamento do desempenho pessoal e acadêmico dos professores de Língua Portuguesa para promover a melhoria do ensino-aprendizagem. </li></ul>
  22. 23. Objetivos: <ul><li>Atualizar saberes inerentes à </li></ul><ul><li>profissionalização; </li></ul><ul><li>Elevar a competência dos professores e seus alunos </li></ul><ul><li>Melhorar a capacidade de compreensão e intervenção sobre a realidade social; </li></ul><ul><li>Proporcionar aos professores cursistas a oportunidade de conhecer novas estratégias de atuação e adequá-las à sua realidade </li></ul><ul><li>Promover aos professores e alunos, condições para que desenvolvam de forma harmoniosa as atividades de sala de aula. </li></ul>
  23. 24. Atividades Realizadas: <ul><li>Estudos individuais </li></ul><ul><li>Construção coletiva dos conhecimentos </li></ul><ul><li>Experiências aplicadas e compartilhadas </li></ul><ul><li>Planejamento, elaboração e execução de situações didáticas </li></ul><ul><li>Análise crítica da prática de sala de aula e das atividades dos alunos </li></ul><ul><li>Replanejamento e intervenção </li></ul>
  24. 34. Resultados: <ul><li>Houve uma valorização geral dos professores em relação aos conhecimentos e prática. </li></ul><ul><li>Articulação da teoria com a prática. </li></ul><ul><li>Melhorou consideravelmente a segurança e a auto-estima dos professores porque na formação acadêmica a teoria está muito distante da prática. </li></ul>
  25. 35. Avaliação do Programa: <ul><li>Avaliação do desempenho escolar dos alunos no processo por meio de produções orais, escritas e expressas também por desenhos, músicas, poesias, recitação, dramatização etc. </li></ul><ul><li>O gestar II proporcionou uma estreita relação com a prática de sala de aula, não foi somente mais um curso de aperfeiçoamento. </li></ul>
  26. 36. O Programa Gestar II proporcionou às cursistas uma grande bagagem de conhecimentos e competência lingüística. Possibilitou condições de aprendizagem e alternativas de trabalho para com os discentes. Também tem proporcionado situações de interação entre professor/aluno num processo dialógico da construção do saber Como disse Rubem Alves “Educar não é ensinar respostas é ensinar a pensar’. Assim, propôs o Gestar para toda a comunidade escolar. Adquirimos um novo olhar uma nova postura diante da prática pedagógica apresentada pelo programa. Aliandre Ferreira da Silva Fernandes, professora de Língua Portuguesa e cursista do Programa Gestar II.
  27. 37. <ul><li>A sensação que eu tenho hoje, após ter </li></ul><ul><li>participado do GESTAR é a de que escrevi história </li></ul><ul><li>de um livro de sucesso. Como um escritor, tive </li></ul><ul><li>dificuldade em iniciar o trabalho, em escrever as </li></ul><ul><li>primeiras palavras. Mas, depois que comecei, </li></ul><ul><li>apaixonei-me e cheguei ao término do livro com a </li></ul><ul><li>certeza de que ele foi e será um Best-seller. </li></ul><ul><li>Núbia Luciana Pereira de Araújo, professora de Língua Portuguesa e cursista do Programa Gestar II. </li></ul>
  28. 38. <ul><li>No dia 18/11/09, tivemos o nosso último encontro, </li></ul><ul><li>onde fizemos a entrega do projeto de leitura e do </li></ul><ul><li>portfólio e tivemos a oportunidade de relatar o </li></ul><ul><li>quanto o curso foi válido para a nossa prática </li></ul><ul><li>pedagógica. Quando mudar? Já mudei! </li></ul><ul><li>Aos ver meus alunos tão entusiasmados com as </li></ul><ul><li>atividades que levei para aplicar pude então </li></ul><ul><li>perceber que valeu a pena. </li></ul><ul><li>Tivemos momentos de dificuldades, mas as glórias </li></ul><ul><li>foram maiores! </li></ul><ul><li>Lunamar Pereira de Araújo Santos, professora de Língua Portuguesa e cursista do Programa Gestar II. </li></ul>

×