Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
MONITORAMENTO EM MÍDIAS SOCIAIS:  POR ONDE EU COMEÇO?     MARIANA OLIVEIRA  SUPERVISORA DE MONITORAMENTO                  ...
OBJETIVO
OBJETIVOO QUE É MONITORAMENTO DE MÍDIAS SOCIAIS?  É a coleta, classificação e análise de menções públicas em sites de mídi...
OBJETIVOTIPOS DE MONITORAMENTO:•   Marca;•   Concorrência;          Temático   Pontual•   SAC;•   Influenciadores;        ...
OBJETIVO     PÚBLICOS:     • Cliente;     • Atendimento;     • Pesquisa/Planejamento;     • Criação;     • Mídia;     • Pe...
OBJETIVOPLANEJAMENTO
PLANEJAMENTO      Fase 1:                  Fase 2:    Fase 3:   Planejamento                Gestão    Avaliação- Quem é o ...
PLANEJAMENTO   Fase 1:              Fase 2:                    Fase 3:Planejamento            Gestão                    Av...
PLANEJAMENTO   Fase 1:     Fase 2:          Fase 3:Planejamento   Gestão          Avaliação                         - Revi...
PLANEJAMENTOPASSO-A-PASSO:                                   1. Briefing:                                  objetivo do    ...
PLANEJAMENTOPLANO DE MONITORAMENTO:• Apresentação da conta;• Objetivos de negócio do cliente e KPIs;• Objetivo do monitora...
OBJETIVOPLANEJAMENTOPALAVRA-CHAVE
PALAVRA-CHAVEA ARTE DA PALAVRA-CHAVE• A seleção das palavras-chave deve ser planejada a partir dos objetivos já  definidos...
PALAVRA-CHAVEEXEMPLOS PARA MARCAS:• SIMPLES:   palavras-chave que estão diretamente ligadas ao universo do cliente;   Ex: ...
OBJETIVOPLANEJAMENTOPALAVRA-CHAVE   ANÁLISE
ANÁLISEO QUE OBSERVAR?• Reclamações e possíveis indícios de crise;• Oportunidades de interação com ativadores, detratores ...
ANÁLISEUM BOM RELATÓRIO DEVE...• Ser objetivo e responder a perguntas;• Estar integrado com outras fontes válidas de dados...
ANÁLISE EXEMPLOS DE GRÁFICOS:                                Produto x SentimentoSentimento       70                      ...
ANÁLISEANÁLISE QUALITATIVA:     INSIGHT PARA     PROMOÇÕES: QUE     TAL UM COMBO?              INSIGHT PARA             DE...
ANÁLISEALÔ, VIDA REAL?• O monitoramento não substitui outras ferramentas de pesquisa tradicionais nem  deve ser assumido c...
OBJETIVOPLANEJAMENTOPALAVRAS-CHAVE   ANÁLISE      +
http://www.slideshare.net/jeremiah_owyang/evolution-the-eight-stages-of-listening
OBRIGADA! ;) MARIANA OLIVEIRASUPERVISORA DE MONITORAMENTO        @ OGILVY BRASIL             marianarrpp@gmail.com        ...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

"Monitoramento de Mídias Sociais - Por onde eu começo?" _ Metrics Summit 2012

3,394 views

Published on

Published in: Technology

"Monitoramento de Mídias Sociais - Por onde eu começo?" _ Metrics Summit 2012

  1. 1. MONITORAMENTO EM MÍDIAS SOCIAIS: POR ONDE EU COMEÇO? MARIANA OLIVEIRA SUPERVISORA DE MONITORAMENTO @ OGILVY BRASIL
  2. 2. OBJETIVO
  3. 3. OBJETIVOO QUE É MONITORAMENTO DE MÍDIAS SOCIAIS? É a coleta, classificação e análise de menções públicas em sites de mídias sociais, em relação a determinados termos previamente definidos.POR QUE MONITORAR? Para transformar o montante de dados que está disponível nas redes sociais em conhecimento útil, relevante e que traga possibilidade de ação.FOCA NO BRIEFING! Qual o objetivo? Qual a demanda por informação? O que estamos buscando saber? Faça perguntas. Várias! EXEMPLOS DE OBJETIVOS: • Identificação e análise de reações, sentimentos e desejos relativos a produtos, campanhas e personagens – para marcas, concorrentes, segmentos e públicos; • Identificação de oportunidades de ações reativas e proativas nas redes sociais; • Melhor conhecimento dos públicos relacionados ao cliente; METRICS SUMMIT – NOV/12
  4. 4. OBJETIVOTIPOS DE MONITORAMENTO:• Marca;• Concorrência; Temático Pontual• SAC;• Influenciadores; Marca• Mercado;• Campanhas e eventos;• Público;• Crises;• Território de Marca; METRICS SUMMIT – NOV/12
  5. 5. OBJETIVO PÚBLICOS: • Cliente; • Atendimento; • Pesquisa/Planejamento; • Criação; • Mídia; • Performance e SEO; • Conteúdo; A análise de monitoramento pode acompanhar a nova jornada de decisão do consumidor: na pré- • SAC; compra, na navegação do site institucional, com a campanha de mídia, através das buscas orgânicas do • Assessoria de imprensa; Google. Sendo assim, o monitoramento pode gerar • Diretoria; insumo para os públicos envolvidos nestes pontos de contato.http://www.hbrbr.com.br/materia/branding-na-era-digital-verba-de-marketing-esta-indo-para-o-lugar-errado METRICS SUMMIT – NOV/12
  6. 6. OBJETIVOPLANEJAMENTO
  7. 7. PLANEJAMENTO Fase 1: Fase 2: Fase 3: Planejamento Gestão Avaliação- Quem é o cliente;- Propriedades da marca;- Objetivo do monitoramento;- Tipo de monitoramento;- Dicionário;- Plano de Classificação;- Escopo;- Amostra;- Equipe;- Ferramentas;- Processos;- Entregas; METRICS SUMMIT – NOV/12
  8. 8. PLANEJAMENTO Fase 1: Fase 2: Fase 3:Planejamento Gestão Avaliação - Setup; - Testes; - Alocação de equipe; - Classificação; - Alterações e adaptações do Plano de Classificação; - Alertas estratégicos; - Calendário de entregas (mensais/pontuais) - Integração com outras áreas; - Suporte; - QA; METRICS SUMMIT – NOV/12
  9. 9. PLANEJAMENTO Fase 1: Fase 2: Fase 3:Planejamento Gestão Avaliação - Revisão dos objetivos do monitoramento; - Revisão do Plano de Classificação; - Avaliação quanto à qualidade e utilidade da informação; - Revisão de palavras-chave e categorias; - Revisão de equipe; - Revisão de ferramentas; - Revisão de escopo e amostra; - Revisão de formato e período das entregas; METRICS SUMMIT – NOV/12
  10. 10. PLANEJAMENTOPASSO-A-PASSO: 1. Briefing: objetivo do monitoramento 6. Considerações: 2. Plano de insights e monitoramento: recomendações buscas e critérios 5. Visualização: 3. Classificação: disposição visual das informações polaridade e tagueamento 4. Dados: análise e cruzamento dos dados obtidos METRICS SUMMIT – NOV/12
  11. 11. PLANEJAMENTOPLANO DE MONITORAMENTO:• Apresentação da conta;• Objetivos de negócio do cliente e KPIs;• Objetivo do monitoramento;• Tipos de Monitoramento;• Volume e amostragem;• Critérios para análise de sentimento (dependem do objetivo do cliente);• Critérios para categorias e níveis de subcategorias (também dependem do cliente, da granularidade necessária e da maturidade da conta);• Assuntos, tendências e comportamentos que mereçam maior atenção;• Dúvidas e possíveis dificuldades da equipe;• Exemplos. METRICS SUMMIT – NOV/12
  12. 12. OBJETIVOPLANEJAMENTOPALAVRA-CHAVE
  13. 13. PALAVRA-CHAVEA ARTE DA PALAVRA-CHAVE• A seleção das palavras-chave deve ser planejada a partir dos objetivos já definidos. O dicionário poderá ser diferente de acordo com o tipo de monitoramento: Marca, Universo, Campanha, etc.• É necessário um refinamento dinâmico e constante, através de testes e listas de exclusão;• Novos termos podem ser incorporados ao dicionário à medida que haja alteração no briefing;• Possíveis fontes, além das informações internas: Google Trends, Google Keyword Tool, propriedades da marca, associações comuns; METRICS SUMMIT – NOV/12
  14. 14. PALAVRA-CHAVEEXEMPLOS PARA MARCAS:• SIMPLES: palavras-chave que estão diretamente ligadas ao universo do cliente; Ex: Burger King, Skol, Microsoft, Embratel, Del Valle, Coca-Cola.• INTERMEDIÁRIO: palavras-chave que devem ser combinadas com outras para gerar umaqualidade maior da informação; Ex: Telefonica, Feel Good, JAC Motors,• AVANÇADO : palavras-chave extremamente genéricas, em que só é possível trabalhar comassociação entre termos; Ex: Vivo, Oi, Always, NET, GOL, Extra, Época, Porto Seguro. METRICS SUMMIT – NOV/12
  15. 15. OBJETIVOPLANEJAMENTOPALAVRA-CHAVE ANÁLISE
  16. 16. ANÁLISEO QUE OBSERVAR?• Reclamações e possíveis indícios de crise;• Oportunidades de interação com ativadores, detratores e influenciadores relacionados à sua marca;• Identificação de linhas de tendência e insights que envolvam comportamentos;• Alertas sobre campanhas e lançamentos da concorrência ou segmento;• Contribuições para a estratégia de conteúdo da marca;• Memes, piadas, virais sobre sua marca, concorrência ou segmento. METRICS SUMMIT – NOV/12
  17. 17. ANÁLISEUM BOM RELATÓRIO DEVE...• Ser objetivo e responder a perguntas;• Estar integrado com outras fontes válidas de dados;• Estar alinhado com os objetivos de negócio do cliente;• Contar com insights contextuais e sugestões embasadas em dados;• Contar com uma disposição visual da informação que facilite a leitura e o entendimento do conteúdo;• Ser autoexplicativo;• Gerar tomada de decisão; METRICS SUMMIT – NOV/12
  18. 18. ANÁLISE EXEMPLOS DE GRÁFICOS: Produto x SentimentoSentimento 70 8% 60 15% 50 15% 40 13% 3054% 31% 77% 57% 20 74% 10 14% 29% 13% 0 Uva Laranja Morango Assuntos Desdobramento de Categorias Institucional 3% 14% 26% Produtos Campanhas 11% Outros Concorrentes 46% METRICS SUMMIT – NOV/12
  19. 19. ANÁLISEANÁLISE QUALITATIVA: INSIGHT PARA PROMOÇÕES: QUE TAL UM COMBO? INSIGHT PARA DEPARTAMENTO DE PRODUTOS METRICS SUMMIT – NOV/12
  20. 20. ANÁLISEALÔ, VIDA REAL?• O monitoramento não substitui outras ferramentas de pesquisa tradicionais nem deve ser assumido como “verdade absoluta”, muito menos revoluciona a estratégia de marketing. Contexto e combinação dos dados é fundamental.• O monitoramento sempre será um recorte de uma realidade. Períodos de amostragem, definição de palavras-chave e outras variáveis podem alterar a lógica dos resultados. Portanto, é um ponto de partida, não de chegada.• É um trabalho contínuo e valioso de “backstage”, que fornece insumo para tomada de decisões e para que uma hipótese possa ser confirmada/confrontada e transformada em informação útil para a marca;• A maior parte das informações levantadas pelo monitoramento são estratégicas – e confidenciais -, por isso é pouco provável que cases se tornem públicos; METRICS SUMMIT – NOV/12
  21. 21. OBJETIVOPLANEJAMENTOPALAVRAS-CHAVE ANÁLISE +
  22. 22. http://www.slideshare.net/jeremiah_owyang/evolution-the-eight-stages-of-listening
  23. 23. OBRIGADA! ;) MARIANA OLIVEIRASUPERVISORA DE MONITORAMENTO @ OGILVY BRASIL marianarrpp@gmail.com mariana.oliveira@ogilvy.com Twitter: @marianarrpp Blog: marianarrpp.com

×