Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Balada do louco

644 views

Published on

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Balada do louco

  1. 1. Prof.ª Ms. Letícia da Silva Santos ticia_santos@yahoo.com.br Prof.ª Esp. Mariana Correia mari.literatura@gmail.com http://profmarianacorreia.blogspot.com.br
  2. 2. Para se embelezarem, as árvores trocam as folhas, e as pessoas, as ideias. LOPES, 2012
  3. 3. Fatores desmotivadores Sociedade indecisa: qual o papel da escola e dos professores? Transformações da atualidade: sociais, tecnológicas, místicas/espirituais.
  4. 4. Fatores desmotivadores Público atendido Distância entre vivência, prazer e lazer entre professores e alunos.
  5. 5. Fatores desmotivadores  Educação para todos: Aumento do número de pessoas atendidas pela educação.  Controle do Estado sobre a frequência escolar: Ficai, Conselho Tutelar, Bolsa Família.
  6. 6. Fatores desmotivadores Salvem a professorinha!
  7. 7. Fatores desmotivadores  Remuneração  Desânimo contagioso  Visão social dualista da profissão  Coitadinho x Importantíssimo
  8. 8. Antídotos ou como não perder a cabeça
  9. 9. Eu não sou seu amigo!
  10. 10. Professor: o adulto da relação  Não se leve tão a sério.  Professores são adultos responsáveis por suas escolhas.  O respeito é constituído na relação entre as partes e não obtido pela simples solicitação ou presença.
  11. 11. Perfil do professor contemporâneo
  12. 12. Desenvolvimento humano: de 6 a 11 anos  Deslocamento da libido da sexualidade para atividades socialmente aceitas, ou seja, a criança passa a gastar sua energia em atividades sociais e escolares. É o investimento no outro, em coisas do exterior.
  13. 13. Desenvolvimento humano: A partir de 11 anos  Retomada dos impulsos sexuais, o adolescente passa a buscar, em pessoas fora de seu grupo familiar, um objeto de amor. A adolescência é um período de mudanças no qual o jovem tem que elaborar a perda da identidade infantil e dos pais, da infância, para que pouco a pouco possa assumir uma identidade adulta. Ele procura se diferenciar do outro, ao mesmo tempo em que procura se inserir num grupo com estilos e gostos próprios.
  14. 14. Dicas de trabalho As palavra não são divertidas para todas as pessoas, apenas para nós que as amamos!!!!!!
  15. 15. Dicas de trabalho  Valorize seu tempo.  Preencha a chamada e as informações sobre o     conteúdo na hora da aula. Não acumule serviços. Não leve serviço para casa. Organize atividades em que os alunos tenham “trabalho” e não você. Tenha reações inesperadas.
  16. 16. Dicas de trabalho  Leve em consideração a comunidade/idade/vivência dos alunos.  Lembre que educação e delicadeza têm diferentes graus de acordo com a criação ou formação da pessoa, ou seja, nem sempre seu aluno está sendo grosseiro de verdade.
  17. 17. Dicas de trabalho  Forneça orientações claras e precisas;  Seja fiel às suas palavras;  Controle suas emoções;  Não finja calma, expresse suas emoções de forma clara e educada;
  18. 18. Dicas de trabalho  Se estiver quase saindo do sério, saia da sala.  Incentive o trabalho em grupo e a colaboração entre os alunos.  Estabeleça parcerias.  Livre-se da culpa docente.
  19. 19. Dicas de trabalho  Negocie situações: Reconheça o momento de recuar.  Reconheça suas limitações, dificuldades e situações pessoais.  Valorize os conhecimentos da própria turma,
  20. 20. Dicas de trabalho  Estabeleça uma relação de parceria com os alunos, dificilmente chamar os pais é realmente uma forma de resolver os problemas como os alunos.  Autoritarismo X Autoridade  Imposto X Conquistado
  21. 21. Ferramentas: facilitando a vida
  22. 22. Sugestões de atividades: EF  Pipoqueiro: sequência pedagógica completa
  23. 23. Sugestões de atividades: EM  Projeto Curta-Metragem
  24. 24. Sugestões de atividades: EF  Localização nos livros didáticos  Ditados  Elaboração de perguntas com resposta
  25. 25. Sugestões de atividades: EM  Elaboração de perguntas com resposta  Cruzadinha Habilidades
  26. 26. Sugestão AMORIM, V. e MAGALHÃES, V. Cem Aulas Sem Tédio. 4ª edição. Editora Instituto Padre Réus, 1999.
  27. 27. Referências  CARAM, Patrícia. Freud - Os Estágio do desenvolvimento humano. Disponível em: http://liberdadeparaexpressao.blogspot.com.br/2009/10/freud-os-estagios-dedesenvolvimento.html Acessado em: 19/10/2013  BAZARRA, Lourdes. CASANOVA, Olga. UGARDE, Jerónimo García. Ser professor e dirigir professores em tempos de mudança. 5ª Ed. - São Paulo: Paulinas, 2012  LOPES, Lourival. Ânimo!. Brasília: Editora Otimismo, 2012. p.107  MARCHESI, Álvaro. O bem-estar dos professores. In: Revista Pátio-Ensino Médio, profissional e Tecnológico. Ano V, n.º 18. Setembro/Novembro 2013. p.45-47 Disponível em: http://www.slideshare.net/marianacorreiail/o-bem-estar-dos-professores

×