Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Salazar e os judeus

1,268 views

Published on

Portugal, Salazar, o holocausto e os judeus,

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Salazar e os judeus

  1. 1. Salazar, o Holocausto e os judeus a política de duas caras
  2. 2. Refugiados rumando a Lisboa.
  3. 3. Rota dos refugiados judeus passa por Lisboa
  4. 4. • Refugiados
  5. 5. Atmosfera quotidiana nas chegadas e partidas de comboios em Lisboa.
  6. 6. Prato único utilizado nos institutos alemães do Porto e de Lisboa.
  7. 7. Refugiada judia, em Lisboa
  8. 8. Criança refugiada em Lisboa
  9. 9. Parte da lista de Sousa Mendes, onde figura o ator, Robert Montgomery
  10. 10. À espera de embarque para os EUA (janeiro de 1941)
  11. 11. Refugiada. Os refugiados acham Portugal um país atrasado, mas uma escala necessária para um país melhor.
  12. 12. Refugiados na Cozinha Económica Israeliata. Pedindo discrição, Salazar deixa as organizações de auxílio judaico instalarem-se em Portugal.
  13. 13. Aguardando a partida para o Novo Mundo, no cais de Lisboa, em junho de 1941.
  14. 14. Crianças judias instaladas na colónia balnear “O Século” (junho de 1941)
  15. 15. Celebração da vitória Aliada, em frente da embaixada britânica. Os paus nus simbolizam a bandeira soviética, cuja exibição é proibida em Portugal.
  16. 16. Lisboa fica escandalizada com o porte das mulheres refugiadas, à vontade, sem chapéu, enrolando cigarros.
  17. 17. Restaurantes e casas de chá onde já não escandaliza encontrar mulheres sozinhas.
  18. 18. Uma francesa sem chapéu mas com o seu cãozinho
  19. 19. Uma turista no Estoril
  20. 20. Espalanada na Avenida da Liberdade, quando chegam os primeiros refugiados no verão de 1940.
  21. 21. Gelataria na Rua dos refugiados enchiam as esplanadas da baixa de Lisboa, mas isso não era sinal de alegria.
  22. 22. Mulheres sem chapéu, sozinhas no café a transformar os costumes.
  23. 23. Andriesse, importante industrial e colecionador de obras de arte. Nascido na Holanda e radicado na Bélgica, seria um dos muitos judeus que passaram por Lisboa depois do avanço alemão sobre a Bélgica e sobre a França em 1940. Com mais de setenta anos, conseguiu visto para os EUA. Deixou, protegida nos abrigos antiaéreos do Museu Nacional da Bélgica - “Musee Cinquantenaire” -, toda a sua coleção de pinturas e outras peças artísticas. “A rapariga com o Papagaio", de Caspar Netscher, é um dos quadros da coleção de Hugo Andriess que nunca foi recuperado. No Von der Heydt Museum, na cidade de Wupertal, na Alemanha, está exposta uma pintura muito semelhante, mas o facto de existirem diversas cópias tem impedido as autoridades de o reclamar.
  24. 24. Revista "Olíssipo", Julho de 1942
  25. 25. "Um trecho de Lisboa-Praia à hora do banho". "Século Ilustrado" de 22 Julho de 1944, com o título "As praias da margem sul do Tejo/ Cova do Vapor e Lisboa Praia".
  26. 26. Um dos quadros da Circular do Ministério da Guerra que mostra a diferença entre o número de estrangeiros em Portugal em 1 de Janeiro de 1939 e 1 de Janeiro de 1940.
  27. 27. Dirigível americano nos Açores em 1944
  28. 28. • As ações dos Cônsules portugueses Veiga Simões, em 1939, Sousa Mendes, em 1940, e Teixeira Branquinho e Sampaio Garrido, em 1944.
  29. 29. Aristides Sousa Mendes
  30. 30. Sampaio Garrido
  31. 31. Carreira que em Roma, como responsável pelo Colégio Pontifício Português, escondeu várias dezenas de pessoas – entre Judeus e outros perseguidos do Nazismo – durante a 2ª Guerra Mundial.
  32. 32. Diário de Lisboa, 20 de Dezembro de 1940
  33. 33. Gazeta dos Caminhos de Ferro, 16 de Dezembro de 1943
  34. 34. Partida do navio Niassa do porto de Lisboa.
  35. 35. Uma refugiada entrando num navio no porto de Lisboa, a porta para liberdade. Imagem do filme "Fantasia Lusitana".
  36. 36. A notícia é do jornal “Açoriano Oriental” e refere a apresentação, em antestreia de um documentário sobre o Aeroporto de Santa Maria que, foi construído pelos americanos durante a II Guerra Mundial…
  37. 37. Celebração da vitória dos Aliados.
  38. 38. Celebração da vitória dos Aliados.
  39. 39. Celebração da vitória dos Aliados. As bandeiras soviéticas, proibidas em Portugal, são substituídas por paus nus.
  40. 40. Bibliografia e webrafia • http://aterrememportugal.blogspot.pt/ - 21.07.16 • Vieira Joaquim, Portugal século X – Crónica em Imagens, Círculo de Leitores, 2000

×