Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Mulheres carreiratecnica

168 views

Published on

Apresentação TDC 2017 - TDC4Women.

Published in: Technology
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Mulheres carreiratecnica

  1. 1. Globalcode – Open4education Trilha – TDC4Women Vamos falar sobre mulheres na carreira técnica Maria Ane Dias Software Engineer and Architect – Ventura Enterprise Risk Management Certificações Java Programmer I e II (1Z0-803 e IZ0-804) Linkedin: Maria Ane Dias Twitter: @maria_ane_dias e-mail: mariaane16@gmail.com
  2. 2. Globalcode – Open4education Agenda Mulheres influentes na história da TI Ada Lovelace, a primeira programadora Mulheres influentes hoje na TI Nossas colegas, mulheres incríveis, na TI Por que as mulheres sairam da TI? Desafios que enfrentamos hoje Sheryl Sandberg e seu livro Lean In O que as empresas podem fazer? O que nós, mulheres, podemos fazer? Mensagem Final Links Perguntas
  3. 3. Globalcode – Open4education Mulheres influentes na história da TI Garotas ENIAC Betty Snyder, Marlyn Wescoff, Fran Bilas, Kay McNulty, Ruth Lichterman e Adele Goldstine, primeiras computadoras da história. Responsáveis pela configuração do ENIAC (primeiro computador digital eletrônico) e instruções dos cálculos. Lidavam, diariamente, com mais de três mil interruptores e botões que ligavam um hardware de 80 toneladas, tudo manualmente. Irmã Mary Kenneth Keller Primeira mulher a receber um doutorado em ciências da computação. Margaret Heafield Hamilton Diretora da Divisão de Software no Laboratório de Instrumentação do MIT. Seu departamento desenvolveu o programa de voo usado no projeto Apollo 11, a primeira missão tripulada à Lua. O software de Hamilton impediu que o pouso na Lua fosse abortado.
  4. 4. Globalcode – Open4education Mulheres influentes na história da TI Hedy Lamarr A ideia do aparelho de frequência de Lamarr serviu de base para a moderna tecnologia de comunicação usada em telefones celulares. Hidden Figures: Katherine Johnson: fez os cálculos para que o astronauta John Glenn se tornasse o primeiro norte-americano a orbitar a Terra. Dorothy Vaughn: primeira supervisora negra da história da Nasa Mary Jackson: primeira engenheira mulher e negra da Nasa. Grace Hopper Uma das criadoras do COBOL. “Bug/debug“, e “é mais fácil pedir perdão do que permissão”. Criou linguagens de programação para o UNIVAC, o primeiro computador comercial fabricado nos Estados Unidos.
  5. 5. Globalcode – Open4education Ada Lovelace - 1815 Uma das precursoras das ciências da computação. Escreveu o primeiro algoritmo para ser processado por uma máquina (máquina analítica de Charles Babbage – computador mecânico). Desenvolveu os algoritmos que permitiriam à máquina computar os valores de funcões matemáticas. Publicou uma coleção de notas sobre a máquina analítica . É considerada a primeira programadora de toda a história.
  6. 6. Globalcode – Open4education Mulheres influentes hoje na TI Sheryl Sandberg Diretora de Operações do Facebook. Já havia se destacado anteriormente pelo seu trabalho no Google. 8º lugar entre as mulheres mais poderosas do mundo. Virginia Rometty Engenheira de informática. Tornou-se CEO da IBM em 2012. Revolucionou a área de negócios e permitindo que a IBM permanecesse sempre na linha de frente no quesito inovação Dra. Fei Fei Li Stanford Assotiate Professor, Mentor of ImageNet Google AI Chief Architect
  7. 7. Globalcode – Open4education Mulheres influentes hoje na TI Marissa Mayer Cientista da computação, ocupou posições estratégicas de liderança no Google. Atualmente é CEO do Yahoo! Mariana Costa Checa Peruana criadora do Laboratoria: levar tecnologia para mulheres com poucos recursos. Premiada pelo MIT: pessoa mais inovadora com menos de 35 anos. Thais Weiller Produtora e game designer - JoyMasher.
  8. 8. Globalcode – Open4education Nossas colegas, mulheres incríveis, na TI Yara senger Yvone Mascarenhas UPAC-2017 Distinguished Women in Chemistry or Chemical Engineering Awards. Annelise Grip Gedeane Kenshima Vitória Carolina Cíntia Citton Ana Abrantes Marcela Santos Tatiane Aguirres Nogueira Loiane Groner Alessandra Rosa Priscila Parodi Marcia Golfieri Thais Weiller VOCÊ que está assistindo esta palestra!
  9. 9. Globalcode – Open4education Por que as mulheres saíram da TI? Em 1984 cerca de 37% dos cargos em ciência da computação eram ocupados por mulheres. Em 2011, esse número caiu para 12 %... Sendo que destes 12% boa parte não atua em desenvolvimento, arquitetura, infra e outras áreas mais técnicas ou cargos de liderança/liderança técnica. Os pesquisadores Caitlin Kenney e Steve Henn tentaram desvendar o que aconteceu. E...
  10. 10. Globalcode – Open4education Por que as mulheres saíram da TI? Estereótipos de gênero: brinquedos infantis e o marketing que os envolve. 1980: surge narrativa de que computadores são itens masculinos. Os primeiros PCs foram comercializados com foco no público masculino. Popularização dos computadores, cultura geek: TV, filmes, videogames, etc passaram a reafirmar o domínio masculino no campo da ciência da computação. 1984: primeira geração de alunos que poderia ter um PC em casa entrou no colégio. Pesquisas da época: pais eram mais propensos a comprar computadores para os garotos. Ao chegar na faculdade, os rapazes já haviam tido mais experiência de programação.
  11. 11. Globalcode – Open4education Por que as mulheres saíram da TI? Patricia Ordóñez não tinha computador em casa, mas era um gênio da matemática na escola. “Lembro de uma vez que eu fiz uma pergunta e o professor parou e olhou para mim e disse: ‘Você já devia saber isso'”, ela lembra. “E eu pensei ‘Eu nunca vou me destacar’”. Ordóñez se dedicou na aula, mas ganhou o primeiro C de sua vida. Abandonou a grade e se formou em Línguas Estrangeiras. Mais de uma década depois, ela retornou para os computadores. Agora ela é professora assistente de ciência da computação na Universidade de Porto Rico. Não podemos negar a influência social que, como consequência, acabou desestimulando o interesse por acadêmicas na área de ciência da computação, assim como formou-se um estereótipo social da cultura tech.
  12. 12. Globalcode – Open4education Por que as mulheres saíram da TI? O desânimo foi o grande responsável pelas desistências femininas nesta área de estudo. Levantamento do PNAD: 79% das mulheres que ingressam em cursos relacionados à área de TI abandonam a faculdade ainda no primeiro ano.
  13. 13. Globalcode – Open4education Desafios que enfrentamos hoje Preconceito na universidade Meninos tem maior incentivo desde cedo, então acumulam maior bagagem na área. Alguns professores consideram alguns assuntos muito puxado para mulheres. Alguns professores e colegas duvidam da capacidade técnica das mulheres. Preconceito no trabalho Perder promoções para colegas homens menos qualificados. Ouvir piadas machistas. Receber propostas para ser deslocada para áreas “menos técnicas”. Assédios e ameaças. Contratação Pessoa Jurídica (PJ) é comum no setor. Ela não garante estabilidade nem licença-maternidade para as grávidas. Muitos contratantes dispensam a funcionária nesse momento, sem indenização ou exigem que elas retornem ao trabalho antecipadamente. Não ser convidada para happy hours. Serem mais cobradas quando falham ou cometem um erro (percepção).
  14. 14. Globalcode – Open4education Desafios que enfrentamos hoje Auto Preconceito Se cobrar demais, ser muito perfeccionista. Só se candidatar para algo se cumprir 100% dos requisitos. Levar os feedbacks ruins ou situações de conflito para o lado pessoal. Se abalar ao receber um feedback ruim (mesmo sabendo injusto). Achar que não são boas o suficiente para áreas mais técnicas. Arriscar menos, ou ter mais receio/medo de começar e/ou falhar. “Foi aí que eles fizeram uma descoberta perturbadora: o trabalho das mulheres tinha mais chance de ser aceito do que o dos homens apenas quando o gênero não era identificável. Se fosse, a taxa de aceitação era pior do que a dos homens.” Programaria Trilhas mais técnicas do TDC (como arquitetura Java) e outros eventos técnicos tem poucas mulheres assistindo e palestrando. =(
  15. 15. Globalcode – Open4education Sheryl Sandberg e seu livro Lean In Não tive tempo de pensar em duvidar de mim mesma. Eu simplesmente tive que fazer - Jeena Bott. Diretora de Arte da Fundação da Sheryl, trabalhou na identidade visual do novo livro da Sheryl chamadoOpção B. O ideal seria que as mulheres pudessem comandar metade das empresas e metade dos países enquanto os homens assumissem os cuidados em metade das casas. Quando mais mulheres estiverem no poder e em cargos de liderança, poderão melhor representar o universo feminino, percebendo suas necessidades e ansiedades. As barreiras sociais limitam a chegada das mulheres aos cargos de liderança MAS a falta de autoconfiança e metas de acordo com valores pessoais, sonhos e propósito de vida também! (Autoconhecimento)
  16. 16. Globalcode – Open4education Sheryl Sandberg e seu livro Lean In Homens e mulheres devem reconhecer estereótipos, discriminações e o que leva a desigualdade para aceitar e superar as diferenças entre ambos. As mulheres devem se AJUDAR mutuamente, se aliando para a conquista de resultados e sentir-se felizes com suas escolhas, sendo profissionais ou donas de casa. Não antecipe problemas e situações. Prossiga e seja ousada! Se te oferecerem uma vaga em um foguete, vá e pegue!
  17. 17. Globalcode – Open4education O que as empresas podem fazer? 20% conta! Como diminuir o gap de pagamento? Conduzir auditorias. Analisar compensações por gênero e raça. Identificar como a organização determina compensação/pagamentos e ter isso claro para todos. Assegurar que as contratações e promoções são justas. Reduzir o viés de gênero nas decisões e revisões de performance. Assegurar que as mulheres tem oportunidade igual de promoção/carreira. Mulheres recebem menos feedback sobre a sua performance e menos atribuições desafiadoras/ de alto nível. Tornar uma norma para as mulheres negociarem. Mulheres que negociam tendem a ser mal vistas segundo estudos. Ter consciência é o primeiro passo para resolver um problema.
  18. 18. Globalcode – Open4education O que nós, mulheres, podemos fazer? Não desistir nem desanimar. Acreditar em nosso potencial! Ter e praticar autoconfiança! Investir em autoconhecimento. Saber quais são nossos valores, propósito e sonhos. Dar UM PASSO DE CADA VEZ, aprender e fazer um pouco por vez. Mas FAZER! Se organizar para estudar. Ter METAS! Ter um foco claro e ter um core/main skill que nos deixe confortável. Não nos cobrarmos tanto. Não levar feedbacks para o lado pessoal. Não dar ouvidos a preconceitos, ouvir os feedbacks e filtrar o que é para crescimento e o que é injustiça ou preconceito. Pedir ajuda a outros homens e mulheres de confiança. Ter mentoras/mentores. Ajudar outras mulheres. SEMPRE!!! Buscar empresas que apoiem/incentivem mulheres e tenham flexibilidade e Home Office. Dialogar, e se necessário denunciar. Vai. E se der medo, vai com medo mesmo. Just do it! Faça e aconteça, independente das críticas. Libere a “Ivete” dentro de você! “É mais fácil pedir perdão do que permissão”. – Grace Hopper
  19. 19. Globalcode – Open4education Mensagem Final “Nós amamos os homens, eles são nossos maridos, filhos, colegas de trabalho. Feminismo NÃO é sobre odiar os homens, é sobre buscar igualdade de gêneros.” Patricia Arquette no WITI Summit - Vale do Silício. FEMINISMO Não é uma guerra de sexos. Não é odiar os homens. É a luta por igualdade de direitos para a mulher (que historicamente teve menos direitos). Também liberta os homens para fazerem suas escolhas livres de julgamentos. Dá o direito de toda mulher e todo homem decidir fazer o que ama e ser valorizado e reconhecido por isto da MESMA maneira. É sobre amarmos uns aos outros dando ao outro o mesmo que daria a mim mesmo. Crie seus filhos de forma que eles entendam e respeitem a igualdade. NÓS SOMOS RESPONSÁVEIS PELAS MUDANÇAS! Apenas unidos pelo amor, liberdade, respeito e igualdade seremos prósperos e felizes!
  20. 20. Globalcode – Open4education Links https://mulheresnacomputacao.com/ https://canaltech.com.br/materia/personalidades/as-dez-mulheres-mais-importantes-da- historia-da-tecnologia-59485/ http://blog.siteblindado.com/2017/03/08/6-das-mulheres-mais-poderosas-na-tecnologia/ https://www.facebook.com/leanincommunity/ https://leanin.org/equalpay/companies https://www.programaria.org/mulheres-sao-consideradas-melhores-programadoras-mas- apenas-se-elas-escondem-o-seu-genero/ http://www.uolhost.uol.com.br/academia/noticias/tecnologia/2015/08/25/a-dificil-missao-de- ser-mulher-no-mercado-de-ti.html#rmcl https://leanin.org/news-inspiration/meet-mothercoders-excerpt-geek-girl-rising/ https://www.nytimes.com/2017/06/02/upshot/how-to-raise-a-feminist-son.html?_r=0 É o Nosso Tempo – discurso da Patricia Arquette no WITI Summit: https://www.youtube.com/watch?v=dcwjJy2g5fE https://www.ted.com/talks/amy_cuddy_your_body_language_shapes_who_you_are?langu age=pt-br (FAKE IT UNTIL YOU MAKE IT)
  21. 21. Globalcode – Open4education Perguntas?
  22. 22. Globalcode – Open4education YES, WE CAN!!! "Para ter sucesso, é preciso primeiro acreditar que podemos." Nikos Kazantzakis

×