Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
A fase em que uma substância se encontra depende das
condições de pressão e de temperatura a que está submetida.
 O estad...
Cada um dos diagramas de fases é composto de três curvas e representa as
fases da matéria termodinamicamente em função da ...
Cada um dos diagramas de fases é composto de três curvas e representa as
fases da matéria termodinamicamente em função da ...
Cada um dos diagramas de fases é composto de três curvas e representa as
fases da matéria termodinamicamente em função da ...
Cada um dos diagramas de fases é composto de três curvas e representa as
fases da matéria termodinamicamente em função da ...
Cada um dos diagramas de fases é composto de três curvas e representa as
fases da matéria termodinamicamente em função da ...
Cada um dos diagramas de fases é composto de três curvas e representa as
fases da matéria termodinamicamente em função da ...
Anote ai: o ponto crítico C determina uma temperatura θC, denominada
temperatura crítica:
 acima da temperatura crítica, ...
Observações:
• Vapor é a substância na fase gasosa a uma temperatura igual ou inferior à
temperatura crítica. O vapor pode...
Nas figuras, apresentamos, fora de escala, o diagrama de fases para o dióxido de
carbono (CO2) e o diagrama de fases para ...
Observe que o diagrama da água corresponde a uma exceção:
ADILSONSECCO
Curva a: Curva da sublimação-sublimação inversa
Cur...
Observe que para a maioria das substâncias, um aumento da pressão exercida
sobre a substância implica um aumento da temper...
Entretanto, algumas substâncias diminuem de volume ao sofrer fusão.
 nesse caso um aumento de pressão favorece a mudança ...
Ficha Resumo:
R.35 É dado o diagrama de fases de uma substância.
a) O que representam os pontos X, Y, W e Z assinalados no gráfico?
b) S...
O Regelo é um fenômeno segundo o qual algumas substâncias, quando
submetidas a determinada pressão, fundem-se e voltam a s...
Porém, o regelo é um dos motivos de haver deslizamento de neve
acumulada no alto das montanhas: o peso aumenta a pressão n...
Evaporação: processo espontâneo e lento que ocorre na superfície do líquido,
independente da temperatura.
Por exemplo, ro...
Evaporação: processo espontâneo e lento que ocorre na superfície do líquido,
independente da temperatura.
Ebulição: processo no qual há formação tumultuosa de bolhas, ocorrendo em
toda massa líquida. A ebulição se verifica a um...
Calefação: é uma vaporização forçada, pois realiza-se a uma temperatura
acima do ponto de ebulição.
Nesses casos, o líqui...
A transformação inversa da
vaporização é a liquefação
ou condensação.
É a passagem de uma fase
sólida para líquida. A
transformação inversa da
fusão é a solidificação.
Sublimação é a passagem diretamente da fase sólida para a gasosa. Exemplos:
naftalina e gelo seco (CO2).
A sublimação inve...
Quando um corpo se funde, de modo geral, ele aumenta de volume. Para uma
substância que tenha esse comportamento, observa...
Lei da mudança de fase: Sob pressão constante, durante
a mudança de fase a temperatura permanece constante.
Calor latent...
Diagrama de fases
Diagrama de fases
Diagrama de fases
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Diagrama de fases

460 views

Published on

Aula sobre Diagrama de Fases

Published in: Education
  • Be the first to comment

Diagrama de fases

  1. 1. A fase em que uma substância se encontra depende das condições de pressão e de temperatura a que está submetida.  O estado de determinada substância se caracteriza pelos valores de sua temperatura, de sua pressão e de seu volume em dado instante.  Uma substância também pode estar num estado que corresponda ao equilíbrio entre duas fases ou mesmo entre as três fases.
  2. 2. Cada um dos diagramas de fases é composto de três curvas e representa as fases da matéria termodinamicamente em função da pressão e da temperatura. Trecho 1 - Curva de fusão ou solidificação: é a curva que separa o estado sólido do líquido. Cada ponto dela corresponde ao estado de coexistência das fases sólida e líquida.
  3. 3. Cada um dos diagramas de fases é composto de três curvas e representa as fases da matéria termodinamicamente em função da pressão e da temperatura. Trecho 2 - Curva de vaporização ou condensação: é a curva que separa os estados líquido e gasoso. Em cada ponto dela coexistem as fases líquida e gasosa.
  4. 4. Cada um dos diagramas de fases é composto de três curvas e representa as fases da matéria termodinamicamente em função da pressão e da temperatura. Trecho 3 - Curva de sublimação ou ressublimação (sublimação inversa): é a curva que separa diretamente o estado sólido do gasoso, sem passar pelo estado líquido, na qual coexistem as fases sólida e gasosa da substância.
  5. 5. Cada um dos diagramas de fases é composto de três curvas e representa as fases da matéria termodinamicamente em função da pressão e da temperatura. Os dois pontos destacados no diagrama de fases representam, respectivamente:  o ponto triplo (T), que indica a pressão pT e temperatura θT da substância em que coexistem os três estados físicos em equilíbrio.
  6. 6. Cada um dos diagramas de fases é composto de três curvas e representa as fases da matéria termodinamicamente em função da pressão e da temperatura. Os dois pontos destacados no diagrama de fases representam, respectivamente:  o ponto crítico (C), que indica a temperatura crítica θC de uma substância além da qual o estado gasoso é chamado de gás e não mais de vapor.
  7. 7. Cada um dos diagramas de fases é composto de três curvas e representa as fases da matéria termodinamicamente em função da pressão e da temperatura. Os dois pontos destacados no diagrama de fases representam, respectivamente:  A pressão correspondente à temperatura crítica é a pressão de vapor do ponto crítico, também chamada pressão crítica (pc).
  8. 8. Anote ai: o ponto crítico C determina uma temperatura θC, denominada temperatura crítica:  acima da temperatura crítica, a substância no estado gasoso é denominada gás.  abaixo da temperatura crítica, a substância no estado gasoso é chamada vapor. Observe que, diferentemente de um gás, o vapor de uma substância pode ser convertido em líquido apenas aumentando a pressão exercida sobre ele.
  9. 9. Observações: • Vapor é a substância na fase gasosa a uma temperatura igual ou inferior à temperatura crítica. O vapor pode ser condensado (transformado em líquido) ou cristalizado (transformado em sólido) por aumento de pressão, mantida constante a temperatura; • Gás é a substância na fase gasosa a uma temperatura superior à temperatura crítica. Mantida constante a temperatura, o gás não pode ser condensado por aumento de pressão.
  10. 10. Nas figuras, apresentamos, fora de escala, o diagrama de fases para o dióxido de carbono (CO2) e o diagrama de fases para a água (H2O).
  11. 11. Observe que o diagrama da água corresponde a uma exceção: ADILSONSECCO Curva a: Curva da sublimação-sublimação inversa Curva b: Curva da fusão-solidificação Curva c: Curva da vaporização-condensação Ponto T: ponto triplo Ponto C: ponto crítico
  12. 12. Observe que para a maioria das substâncias, um aumento da pressão exercida sobre a substância implica um aumento da temperatura de mudança de estado físico. ADILSONSECCO Essas substâncias aumentam seu volume durante a fusão, ou seja, se dilatam!!
  13. 13. Entretanto, algumas substâncias diminuem de volume ao sofrer fusão.  nesse caso um aumento de pressão favorece a mudança de estado.  a mudança de estado passa a ocorrer em uma temperatura mais baixa. Isso ocorre com a água, o ferro, o bismuto e do antimônio, por exemplo ADILSONSECCO
  14. 14. Ficha Resumo:
  15. 15. R.35 É dado o diagrama de fases de uma substância. a) O que representam os pontos X, Y, W e Z assinalados no gráfico? b) Sob pressão normal (1 atm) e à temperatura ambiente (20 °C), em que fase a substância está? c) Identifique no diagrama as regiões correspondentes às fases sólida, líquida e de vapor.
  16. 16. O Regelo é um fenômeno segundo o qual algumas substâncias, quando submetidas a determinada pressão, fundem-se e voltam a solidificar-se quando a pressão extra é removida. Mais do que devido à pressão exercida pelos patins, o gelo da pista derrete à passagem dos patinadores por efeito do atrito que aquece a região de contato com a lâmina do patim.
  17. 17. Porém, o regelo é um dos motivos de haver deslizamento de neve acumulada no alto das montanhas: o peso aumenta a pressão na base, provocando a fusão da massa de gelo.
  18. 18. Evaporação: processo espontâneo e lento que ocorre na superfície do líquido, independente da temperatura. Por exemplo, roupas estendidas em um varal, suor do corpo, superfícies de lagos.
  19. 19. Evaporação: processo espontâneo e lento que ocorre na superfície do líquido, independente da temperatura.
  20. 20. Ebulição: processo no qual há formação tumultuosa de bolhas, ocorrendo em toda massa líquida. A ebulição se verifica a uma determinada temperatura (temperatura de ebulição) que depende da pressão exercida sobre a superfície do líquido. Por exemplo, a água entra em ebulição a 100ºC, sob pressão normal (1 atmosfera).
  21. 21. Calefação: é uma vaporização forçada, pois realiza-se a uma temperatura acima do ponto de ebulição. Nesses casos, o líquido vaporiza antes de atingir a superfície da chapa.
  22. 22. A transformação inversa da vaporização é a liquefação ou condensação.
  23. 23. É a passagem de uma fase sólida para líquida. A transformação inversa da fusão é a solidificação.
  24. 24. Sublimação é a passagem diretamente da fase sólida para a gasosa. Exemplos: naftalina e gelo seco (CO2). A sublimação inversa é também denominada cristalização e acontece quando uma substância passa diretamente da fase gasosa para a sólida.
  25. 25. Quando um corpo se funde, de modo geral, ele aumenta de volume. Para uma substância que tenha esse comportamento, observa-se que um aumento na pressão exercida sobre ela acarreta um aumento em sua temperatura de fusão (e, consequentemente, em sua temperatura de solidificação). A vaporização ocorre graças à fuga de partículas através da fronteira líquido- gás; assim, um aumento na pressão acarreta um aumento na temperatura de ebulição, pois uma pressão mais elevada tende a dificultar a vaporização, literalmente empurrando as partículas de volta à superfície do líquido. E por conta desse fenômeno que foram desenvolvidas as panelas de pressão.
  26. 26. Lei da mudança de fase: Sob pressão constante, durante a mudança de fase a temperatura permanece constante. Calor latente (L): Numericamente é a quantidade de calor que a substância troca (ganha ou perde), por unidade de massa, durante a mudança de estado, mantendo-se constante a temperatura. Experimentalmente, verificamos que a fusão e a vaporização são processos endotérmicos, ou seja, consomem calor. Já a liquefação e a solidificação são processos exotérmicos, ou seja, cedem calor.

×