Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

TCF sobre Esquistossomose: uma doença negligenciada

Trabalho de Conclusão do Fundamental/PE

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

TCF sobre Esquistossomose: uma doença negligenciada

  1. 1. 1 CAMILA MARIA SIQUEIRA DA SILVA ELIEL DE SANTANA AMARANTE FERNANDA KAROLYNE LIMEIRA SANTOS LUÍZ MATEUS SILVA NASCIMENTO ROSIANE MARIA DA SILVA SHIRLEIDE LUANA DOS SANTOS BARROS ESQUISTOSSOMOSE: UMA DOENÇA NEGLIGENCIADA Trabalho de Conclusão do Ensino Fundamental apresentado à EREM Dr. Jaime Monteiro como requisito parcial para aprovação, sob a orientação da Professora Márcia Oliveira da Silva. GAMELEIRA – PE 2016
  2. 2. 2 Dedicamos este trabalho a nossa família e aos nossos professores, pois eles nos incentivam diariamente a consquistar um futuro digno.
  3. 3. 3 “O mundo é um lugar perigoso de se viver, não por causa daqueles que fazem o mal, mas sim por causa daqueles que observam e deixam o mal acontecer.” (Albert Einstein)
  4. 4. 4 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO............................................................................................... 05 JUSTIFICATIVA................................................................................................. 06 PROBLEMA MOBILIZADOR.......................................................................... 07 OBJETIVOS......................................................................................................... 08 CAPÍTULO I CONSTRUINDO REFERÊNCIAS.................................................................... 09 1.1 Esquistossomose: uma doença negligenciada................................................ 09 1.2 A Esquistossomose e o ciclo de vida ............................................................. 09 1.3 Sintomas e tratamento da Esquistossomose................................................... 10 1.4 Como prevenir a Esquistossomose................................................................. 11 ETAPAS..................................................................................................... ......... 12 RECURSOS............................................................................................... ......... 13 CRONOGRAMA......................................................................................... ........ 14 CONSIDERAÇÕES FINAIS.............................................................................. 15 REFERÊNCIAS ........................................................................................ ......... 16 ANEXOS................................................................................................................ 17
  5. 5. 5 APRESENTAÇÃO Segundo dados do portalsaude.saude.gov.br, a Esquistossomose é encontrada em 54 países, principalmente na África, Egito e Sudão. Também se faz presente na América do Sul, destacando-se a região do Caribe, Venezuela e Brasil. Aqui, os estados das regiões Nordeste e Sudeste são os mais afetados sendo que a ocorrência está diretamente ligada à presença dos caramujos transmissores. Conforme afirmou a gerente do programa de controle de esquistossomose em Pernambuco, Bárbara Silva, em uma reportagem publicada em 27/08/2016, no Jornal do Commercio (jconline), Pernambuco é o estado com o maior número de casos, óbitos, internações hospitalares e formas graves da doença. Diante desse parecer, buscamos esclarecimentos sobre as formas de contágio, tratamento e prevenção da doença a fim de evitá-la.
  6. 6. 6 JUSTIFICATIVA A esquistossomose é considerada um problema de saúde pública pela Organização Mundial da Saúde (OMS), principalmente por afetar pessoas de área muitos pobres nas quais os direitos básicos não são respeitados pela administração pública. São localidades que faltam água encanada, banheiros e fossas sépticas. A escolha do tema: “ESQUISTOSSOMOSE: UMA DOENÇA NEGLIGENCIADA”, surgiu da necessidade de entender a doença que vitima muitas pessoas também em Pernambuco.
  7. 7. 7 PROBLEMA MOBILIZADOR A esquistossomose ou barriga d’água é uma doença parasitária que tem cura através de tratamento medicamentoso e de políticas públicas eficazes. Sendo esse o modo de erradicar a doença, por que Pernambuco apresenta os maiores índices de casos, óbitos, internações hospitalares e formas graves da doença?
  8. 8. 8 OBJETIVOS Objetivo Geral  Aprofundar o conhecimento sobre a Esquistossomose e sobre os motivos pelos quais ela é uma doença negligenciada. Objetivos Específicos  Identificar as formas de contágio da esquistossomose;  Reconhecer os sintomas e os danos causados pela Esquistossomose;  Estimular hábitos de higiene para a conservação da saúde;  Compreender a importância do saneamento básico e dos programas de saúde no combate a esquistossomose.
  9. 9. 9 CAPÍTULO I CONSTRUINDO REFERÊNCIAS 1.1 Esquistossomose: uma doença negligenciada Doenças negligenciadas são aquelas causadas por agentes infecciosos ou parasitas, consideradas endêmicas, isto é, típicas de determinada região - no caso do Brasil, a região Nordeste – onde a população não tem os principais serviços públicos de qualidade, como água tratada, coleta de lixo, saneamento básico, assistência médica, entre outros. Essas enfermidades também apresentam indicadores inaceitáveis e investimentos reduzidos em pesquisas, produção de medicamentos e em seu controle. A esquistossomose está na lista das doenças negligenciadas junto com a doença de Chagas, a doença do sono, a leishmaniose, a filariose linfática e, até 2015, as causadas pelo Aedes Aegypti. Está última deixou de ser negligenciada por causa dos inúmeros casos de microcefalia em recém-nascido. As enfermidades conhecidas como negligenciadas incapacitam ou matam milhões de pessoas e representam uma necessidade médica importante que permanece sem a assistência devida. 1.2 A Esquistossomose e seu ciclo de vida A Esquistossomose, também conhecida como Barriga d’água ou Doença do caramujo, é uma doença parasitária causada pelo Schistosoma mansoni, que tem o homem como hospedeiro definitivo, mas usa os caramujos de água doce como hospedeiros intermediários para desenvolver seu ciclo evolutivo. Esses moluscos hospedeiros vivem em valas, canais de irrigação, tanques, açúdes, água parada com vegetação, margens de rios e lagoas, evitando as correntezas. Esses locais são muito usados por habitantes de áreas mais pobres e sem saneamento básico.
  10. 10. 10 Ao defecar próximo a rios e lagos, o homem libera os ovos. Esses eclodem na água e liberam uma larva chamada de miracídio, que nada ativamente até encontrar um caramujo do gênero Biomphalaria. Quando os miracídios entram no caramujo, eles sofrem modificações, tornando-se cercárias, e deixam o corpo do caramujo. Se alguma pessoa entrar em contato com a água contaminada, a cercária poderá entrar ativamente pela pele, reiniciando o ciclo. Figura 1 Ciclo do Schistosoma mansoni 1.3 Sintomas, diagnóstico e tratamento da Esquistossomose A doença tem duas fases: uma aguda, na qual o infectado pode apresentar coceiras e dermatites, febre, falta de apetite, tosse, diarréia, enjôos, vômitos e emagrecimento; e outra crônica, sem apresentar tais sintomas. a diarréia pode alternar-se com períodos de prisão de ventre. Quando o caso torna-se mais grave, há aumento do fígado e,consequentemente, a cirrose; hemorragias provocadas por rompimento de veias do esôfago e ascite ou barriga d’água. Os primeiros sintomas da infecção podem ocorrer imediatamente nas pernas e pés, porém nem todas as pessoas infectadas pelas cercárias apresentam estas lesões na pele. Após seis meses de infecção, o indivíduo desenvolve a forma crônica da esquistossomose.
  11. 11. 11 Para diagnosticar a esquistossomose é importante conhecer o histórico do paciente, saber se ele esteve presente em áreas consideradas endêmicas da doença, além dos sintomas e do quadro clínico apresentado por este paciente. Para se ter um diagnóstico seguro, pode ser realizado exames de fezes e urina, onde se evidenciam ovos no material em questão, além de biópsia de órgãos, como da mucosa do final do intestino. Hoje em dia, existem exames indiretos que detectam a presença de anticorpos no sangue contra o Schistosoma. O tratamento é feito com medicamentos que combatem este parasita. Existem três substâncias capazes de eliminar o Schistosoma mansoni, mas a droga de eleição é o Praziquantel. Quando a doença apresenta lesões avançadas nos órgãos e veias, a única forma de cura é o transplante 1.4 Como prevenir a esquistossomose Pernambuco é o estado do Nordeste com o maior número de mortes por esquistossomose. Isso ocorre porque o tratamento oferecido aos pacientes é centrado apenas no uso de medicamentos e as condições ambientais são insalubres, ou seja, o paciente é tratado, mas volta ao ambiente e às práticas que os levam novamente a adoecer. Então, não basta tratar, é necessário prevenir a contaminação através de uma boa educação sanitária, saneamento básico, abastecimento de água tratada, controle dos hospedeiros intermediários (caramujos) e informações sobre o modo de transmissão.
  12. 12. 12 ETAPAS Inicialmente, recebemos um folheto com informações sobre o trabalho a ser realizado e, numa aula no contra-turno, as orientações necessárias para a realização do TCF com a professora Joselma Costa e Márcia Oliveira. Procuramos material e informações na Secretaria Municipal de Saúde, mas não conseguimos muita coisa. Um funcionário nos deu apenas uma xeroz de um folder. Em outro momento, realizamos uma consulta na biblioteca da escola. O material foi encontrado em livros de Ciências e em sites específicos. Com o material em mãos, elaboramos um sumário provisório e dê-mos início as leituras e as produções textuais.
  13. 13. 13 RECURSOS Para a realização dessa pesquisa foram utilizados os seguintes materiais:  Pesquisa em livros de Ciências e de Biologia;  Pesquisa em sites específicos;  Orientações pelas professoras Joselma, Márcia, Marília e Malu.
  14. 14. 14 CRONOGRAMA Atividades AGO SET OUT NOV DEZ Orientação sobre TCF X X X X X Formação da equipe X Escolha do tema X Definição do produto final X Pesquisa bibliográfica X X Análise dos dados pesquisados X X Elaboração do sumário provisório X Produção dos textos X X X Revisão dos textos X X Produção de slide X Entrega do TCF X Apresentação do TCF X
  15. 15. 15 CONSIDERAÇÕES FINAIS Pelo exposto neste trabalho, percebe-se a esquistossomose é uma doença causada não apenas pelo caramujo hospedeiro do Schistosoma mansoni, mas também pelo descaso público. Priorizar à saúde e à educação da população deveria ser regras. É inaceitável famílias brasileiras, em pleno século XXI, não terem água encanada, usarem o rio para lavar roupas, tomar banho e fazer as necessidades fisiológicas. Portanto, cabe a cada indivíduo que sofre com esse descaso exigir que seus direitos sejam respeitados. Por outro lado, as pessoas devem dar uma atenção maior as questões de higiene, tanto pessoal como do ambiente onde vivem. Dessa forma, não só a Esquistossomose será evitada como também outras doenças negligenciadas.
  16. 16. 16 REFERÊNCIAS http://jconline.ne10.uol.com.br/canal/cidades/saude/noticia/2013/04/20/entregues-a- esquistossomose-80452.php http://portalsaude.saude.gov.br/index.php/oministerio/principal/secretarias/svs/esquistossomo se http://www.brasil.gov.br/saude/2012/05/eliminacao-da-esquistossomose-e-o-novo-desafio-da- oms http://jconline.ne10.uol.com.br/canal/cidades/saude/noticia/2013/04/20/entregues-a- esquistossomose-80452.php https://drauziovarella.com.br/letras/e/esquistossomose
  17. 17. 17 ANEXOS
  18. 18. 18 MOMENTOS DE PESQUISA COM A PROFESSORA MALU

×