Epilação temporária

6,671 views

Published on

Published in: Education, Travel, Technology
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
6,671
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
142
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Epilação temporária

  1. 1. Epilação Temporária Cera de baixa temperatura Menos susceptível de causar queimaduras, desde que a temperatura e a aplicação sejam as correctas. É aplicada em camadas muito finas, com uma espátula metálica ou com roll-on e é retirada com bandas de papel. Cera Quente Mais utilizado no buço, rosto, axilas e virilhas. É aplicada com espátula, fazendo placas espessas. Produz uma ligeira vasodilatação, o que facilita o processo de retirar o pêlo. Estética O conceito de beleza e de bem-estar e a importância crescente da estética fazem parte do nosso quotidiano.
  2. 2. A constante exposição da pele a diversos factores agressivos torna-a vulnerável e mais susceptível de envelhecimento precoce. Porém, tratar e proteger não é apenas uma questão de beleza. Associar a saúde ao que é belo é uma necessidade. Aconselhe-se com os nossos profissionais de estética cujas capacidades de diagnóstico, aconselhamento e intervenção vão ajudar a valorizar o seu aspecto físico contribuindo para o aumento da sua auto-estima. Destacamos alguns tratamentos que permitem manter uma excelente silhueta e uma boa forma física ao longo de todo o ano. Consulte-os. Mantenha um rosto sadio e um corpo cheio de vitalidade. DOMINGO, 15 DE NOVEMBRO DE 2009 Epilação/depilação-Conheça os procedimentos rigorosos de um bom profissional EPILAÇÃO ÍNTIMA Biologicamente, o pêlo é uma proteção da pele, mas dentro dos conceitos atuais de beleza, sobretudo num país tropical como o Brasil, espera-se que a mulher tenha a pele sempre lisa e macia. Para atender a essa exigência, existe hoje uma série de processos depilatórios que diferem em grau de praticidade, higiene e eficiência. DEPILAÇÃO - São métodos em que o talo piloso é cortado. Entre eles, podemos citar: lâminas ou aparelhos de barbear, lixas, pedra-pomes e líqüidos ou cremes depilatórios. EPILAÇÃO – São métodos que removem o pêlo com a raiz. Entre eles podemos citar: pinças, ceras quente ou fria, eletrocoagulação (aparelho de agulha e corrente galvânica) e Diatermocoagulação (aparelho com pinça de corrente elétrica). Alguns problemas devem ser do conhecimento da profissional de epilação para evitar transtornos durante e após o trabalho: • FOLICULITE - É a inflamação do folículo piloso conseqüente à contaminação por
  3. 3. uma bactéria (em geral stafilococcus). Observa-se uma elevação avermelhada ao redor do pêlo, com um ponto de pus no centro. É muito comum em região de barba no homem e de virilha na mulher. Por se tratar de um processo infeccioso, pode ser transmitido não só para outras regiões do corpo, como também de pessoa para pessoa. É necessário o conhecimento do problema pelo profissional depilador, para que este faça uma orientação adequada ao cliente e para que tome medidas de assepsia, evitando assim contaminações. • FURÚNCULO - É uma lesão de pele caracterizada por um nódulo vermelho, quente e doloroso com mais de 1 cm de diâmetro. Ocorre por uma infecção do folículo piloso e da glândula sebácea correspondente pela mesma bactéria causadora da foliculite, o stafilococcus. Muitas vezes, o furúnculo aparece em um local da pele com várias lesões de foliculite, por isso a importância do tratamento adequado. É contagioso. Não podemos fazer epilação nesta área. A depilação completa nas áreas íntimas é criticada pela maioria dos profissionais da área médica, por considerar o risco de contaminações e infecções urinárias devido à alteração na flora vaginal . Outros perigos são as queimaduras, machucados e até mesmo hematomas. Sabemos também que, algumas clientes vão optar em algumas ocasiões, por este tipo de epilação e não vão abrir mão de uma virilha mais cavada. Afinal, nossas profissionais são solicitadas no mundo inteiro, por sua habilidade e criatividade na epilação íntima.É conhecida até como “depilação brasileira”. São utilizados moldes especiais, tatuagens de henna, tatuagens de cristais colados à pele, gel e cola com glitter, etc. Nestes casos, a profissional deve estar preparada. Alguns procedimentos devem ser rigorosamente respeitados,preste atenção se o profissional que vc confia cumpre as regras básicas de higiene para uma boa epilação: 1- Usar luvas descartáveis de vinil, que protegem a profissional e não limitam os movimentos.Toca e mácara descartável. 2- Aparar os pêlos com pente e tesoura antes da epilação. 3- Examinar a pele, onde será feita a depilação. Deve estar íntegra, isenta de lesões. 4- Higienizar a área a ser epilada e as mãos da profissional para que a mesma não contamine a área ao tocá-la. 5- A cera deve ser descartável. 6- A espátula com que se aplicou a cera nas regiões íntimas não pode em hipótese alguma voltar à cera. Deve ser descartável também. 7- Deve-se utilizar cera de alta aderência ao pêlo, mas que tenha na composição gorduras vegetais que protegem a superfície cutânea. 8- Após a epilação, é necessário aplicar um gel bactericida e fungicida e, se a pele apresentar eritema, uma loção calmante. 9- A cliente deve usar roupas mais folgadas,com menos atrito na pele e arejadas no dia
  4. 4. da epilação íntima, para evitar vergões e avermelhamento. 10-A profissional deve avisar a cliente para evitar sol durante 72 hrs. Como fazer depilação com cera quente? De igual forma que a cera fria, a depilação com cera quente retira os pêlos pela raiz, o que permite uma durabilidade de pelo menos 20 dias. Mas por abrir os poros com o calor, quanto mais natural for a composição da cera, melhor será para a sua saúde. Por outro lado, para poder ser feita a depilação, é necessário deixar os pêlos crescer, pelo menos, por algum tempo até adquirirem o tamanho suficiente para a remoção. As ceras feitas em casa podem ser aplicadas com a mão, papel celofane ou folhas plásticas prontas para esse fim. Podem ser derretidas em banho-maria ou com aquecedores especiais para cera. Este método também tem as suas especificações para cada parte do corpo, de acordo com a sensibilidade de cada área. Vale a pena acrescentar que a barba corresponde a uma área extremamente sensível, devendo ser depilada somente com cera quente. Este tipo de depilação deve ser somente realizada por profissionais se não quiser passar por maus bocados. Uma vez escolhida a área de depilação, desinfete o local com um algodão com álcool para evitar riscos de infecção. É indispensável secar a área antes da depilação. Caso contrário, a cera não terá a aderência necessária e os pêlos não serão bem removidos. Por isso, evite utilizar óleos ou cremes hidratantes horas antes da depilação. A seguir, aqueça em banho-maria a cera até que ela fique com a temperatura aproximada do corpo. Verifique a temperatura da cera numa área pequena da pele para não se queimar. Aplique a cera sobre a região que será depilada com uma espátula, sempre em sentido do crescimento dos pêlos. Deixe arrefecer por alguns segundos, até que endureça um pouco para poder puxar de uma só vez sempre no sentido contrário ao do crescimento dos pêlos. Uma vez concluída a operação, desinfete bem a área depilada. O processo é doloroso e deve ser feito por outra pessoa para ter um bom resultado. Algumas barbas podem ser problemáticas, por isso, é muito importante ter a assistência de um profissional competente. No fim ,deve sempre desinfetar a área depilada e de pôr um creme hidratante Como fazer depliação com cera fria? Este tipo de depilação é muito eficaz, pois retira o pêlo desde a raiz, o que deixa a pele lisa pelo menos por uns 20 dias. Existem vários tipos de cera: para pêlos finos, como aqueles que surgem nos braços e corpo; para pêlos mais grossos, como aqueles da virilha, da axila e alguns tipos de barbas. No caso de você ter algum problema de má circulação, varizes ou sensibilidade capilar, você não deve usar nenhum tipo de cera. Você deve sim, consultar um médico e ele lhe indicará um tratamento adequado ao seu caso.
  5. 5. Para a depilação com cera fria, basta espalhar a cera na superfície de um plástico ou de papel celofane apropriado para isso. Existem também folhas já prontas com cera, para aplicação imediata. Depois que você escolher o local onde vai depilar, desinfete-o com um algodão embebido em álcool, para assim evitar riscos de infecção. Lembre-se também de secar o local depois de passar o álcool, senão a cera não grudar nos pêlos. A seguir, coloque o papel ou pano com cera e puxe de uma só vez no sentido contrário ao do crescimento dos pêlos. Ou então faça o contrário, coloque a cera na perna e depois coloque o papel por cima.
  6. 6. Para manter uma boa aparência das unhas você não precisa de gastar necessariamente dinheiro a ir a um salão de estética Pode tratar delas em casa: Para fortalecer as suas unhas: Use oleo de amêndoas doces. Como pintar as unhas em casa:
  7. 7. 1. Retire o esmalte com removedor (nunca com acetona, pois esta resseca as unhas, além de ser proibida). 2. Lixe as unhas com uma lixa de papel ou de metal. 3. Lave bem as mãos, escolha um creme hidratante específico para as mãos e espalhe bem. 4. Com a parte chata do palito de madeira, empurre suavemente a cutícula com um algodão embebido em acetona e remova apenas o excesso. 5. Passe uma camada de base antes de passar o esmalte. Ela é fundamental para proteger as unhas de possíveis mudanças de tonalidade dos esmaltes que vai colocando 6. Escolha o esmalte de sua preferência, pincele no meio da unha e depois nas partes laterais 7. Deixe secar as unhas ou se está com pressa use um secador(ponha no botão frio com vento mais fraco) Cor que pode usar todos os dias: esmaltes claros, “branquinhos”, rosa bebé Deve fazer as unhas: uma vez por semana Deve ter sempre as mão hidratadas para evitar que as suas unhas fiquem danificad
  8. 8. É muito importante que sua manicure utilize objetos esterilizados, ou você pode levar seus objetos pessoais quando for pintar as unhas, saiba que a micose de unha (onicomicose) é uma doença provocada por fungos que se alimentam de queratina, e é a queratina que forma a unha, o fungo deve ser eliminado totalmente da unha, e isso acarretara na retirada da unha, pois a unha doente deve ser totalmente substituída pela unha saudável e livre do fungo. Esse processo requer tempo, pois o crescimento da unha é lento, a doença pode se manifestar de diversas formas como: formação de manchas, descolamento e você logo percebem que a unha está oca, espessamento e até mesmo a destruição e deformação da unha, as unhas dos pés sofrem mais porque se forem retiradas levam até um ano para crescer e a mulher é vaidosa como vai ficar sem sua unha e terá que esperar todo esse tempo para que ela cresça, por isso é fundamental cuidar e tratar das unhas. Os medicamentos para o tratamento devem ser orientados pelo seu dermatologista, pois é possível se obter bons resultados seguindo o tratamento corretamente, em alguns casos é necessário o uso de medicação via oral, medicamentos de uso local, a unha é de difícil penetração dos produtos para aplicação tópica, você precisa ter muita perseverança e determinação, passar os produtos na unha todos os dias. Os medicamentos de via oral são utilizados por aproximadamente quatro meses e a medicação que deve ser passada sobre as unhas devem permanecer até seu completo restabelecimento, pois você deve cuidar muito bem das unhas dos pés e das mãos, elas estão expostas a fungos que podem causar infecções como a micose de unha, que causa constrangimentos e compromete sua aparência. A contaminação por fungos está relacionada a fatores externos como: uso contínuo de sapatos fechados, situações que impedem a respiração das unhas, você pode ter o contato com os fungos em piscinas, praias, vestiários, são situações que podem ser favoráveis ao aparecimento da micose de unha, a higiene inadequada também pode ser a causa, algumas doenças também podem contribuir para o surgimento da micose, doenças crônicas, diabetes, pessoas com problemas circulatórios que tem diminuição no fluxo de sangue nos dedos dos pés, onde irá surgir a micose. A observação das unhas é muito importante, pois elas ficam marrom ou amarela, de tamanho aumentado e grosso, com mau cheiro que é proveniente dos resíduos que ficam acumulados debaixo da unha, principalmente nas laterais e bordas. A atenção com lixas e alicates deve ser redobrada, pois a micose de unha pode se espalhar, utilize apenas acessórios esterilizados ao freqüentar a pedicure ou manicure, não permaneça muito tempo com o mesmo calçado, coloque os calçados para arejar após o uso, mantenha as unhas dos pés sempre aparadas, não divida luvas, calçados e toalhas com outras pessoas, é muito importante seguir essas dicas e cuidar da saúde de suas unhas, procure trocar de meia diariamente e evite andar descalço em pisos úmidos e vestiários, o dermatologista é o profissional mais indicado para lhe orientar e fazer o tratamento adequado. unhas encravadas A unha faz parte dos fâneros cutâneos, como os cabelos, e, é muito peculiar na raça humana, ajudando-nos a pegar e manipular objetos pequenos que seria difícil pegar sem elas presentes. Elas ainda refletem o estado de saúde dos indivíduos assim como poderão demonstrar os hábitos, bons ou ruins, das pessoas. Sendo uma janela para a saúde pessoal, teremos de observar o seguinte : - Doenças do do Rim : Unhas Brancas na Metade e outra metade é Vermelha, chamada 1/2 e 1/2 - Doenças Cardíacas : Leito Ungueal é Vermelho - Doenças do Pulmão : Unhas Amareladas com Espessamento e crescimento lento - Doenças do Fígado : Unhas Brancas - Diabetes : Unhas Amareladas e com Discreta Coloração Arroxeada na Base. - Anemia : Leito Ungueal Pálido Além destas funções acima, elas tem importante efeito cosmético nas pessoas, sendo mais importante no nosso meio entre as mulheres, mas progressivamente está se tornando mais importante nos homens, dentro da estética, já tomando bom tempo nos seus cuidados. Por causa de seu crescimento lento e dificuldades de penetrar medicamento na lâmina ungueal, sempre esta unha curará
  9. 9. lentamente. Tratamentos sempre serão clínicos e/ou cirúrgicos, dependendo da opinião de seu médico. Antes de pincelar-mos sobre algumas doenças, escreveremos sobre alguns cuidados no seu tratamento, devendo ser sempre seguido : - Manter unhas limpas e secas. Impede que cresçam microorganismos sob as unhas. - Unhas grossas e difíceis de cortar. Deixe-as em banho de imersão em água salgada e com sabonete de 5-10 minutos e após aplique creme de uréia a 10 %. Limpe-as normalmente. - Forma de corte. Cortar as unhas acompanhando a forma do dedo, com uso de tesouras apropriadas a isto. - Não roer as unhas. - Lixa fina. Usar para deixar a unha sem espículas e lisas. - Unhas encravadas. Evitar manuseá-las, principalmente se estiverem infectadas. - Dermatologistas. Descrever qualquer alteração nas suas unhas quando procurar este profissional. Doenças Comuns nas Unhas As unhas compreendem cerca de 10% das afecções da pele. Por sua localização tão exposta, sofre repetidos traumas. Todo teremos em algum tempo, alguma afecção da unha. Pequenos trauma curam sozinhos, mas, aos grandes poderá ser necessário que tenhamos que recorrer aos serviços profissionais do dermatologista. Quais ? dor, eritema persistente ao redor, mudança de cor e forma, edema ao redor também. Manchas Brancas São muito comuns e usualmente se repetem e resultariam de trauma repetido na matriz da unha, onde a unha é produzida em 90%. Nota-se que eles vem para frente e saem, lentamente. Não é necessário cuidados exceto evitar os traumas. Manchas de Sangue Pequenos traumas na unha podem fazer com que se rompam finos vasos de sangue embaixo da unha e surgiriam pequenos pontos de hemorragia abaixo da unha. Algumas drogas poderiam provocar isto, como a aspirina, mas a grande maioria é provocada por traumas. Unha encravada É um problema comum, e, mais comum é existir no hálux, que é o dedão do pé e a causa mais comum disto ocorre é o corte errado das unhas, junto com sapatos apertados e cuidados ruins, podendo fazer que o canto da unha se curve para baixo, crescendo para dentro da pele. Poderá ser doloroso e infeccionar. com a infecção poderá surgir o Granuloma Piogênico, que é aquela carne que cresce ao lado da unha. Infecção Bacteriana Os maus cuidados, mas não só eles, poderão fazer que ocorra infecção redor da unha e ficará vermelho, inchado e com dor ao toque. Poderá ocorrer pelo contato freqüente com água e/ou químicos. Infecção por Fungos É responsável pela metade das doenças das unhas. também será mais comum nos artelhos (dedo do pé) por eles ficarem sempre em local inapropriado (úmido e quente) e mais difícil para tratar quando ocorre na unha do pé. Afeta mais embaixo da unha, e poderá ocorrer na parte de cima e mesmo pela área da raiz. As unhas se tornam sem brilho, mais espessas e acabam por se soltar da pele abaixo. Tem descamação soba a unha (massa branca) e terá varias cores : branca, verde, amarela, ou mesmo negra. Tumores e Verrugas Poderão ser achados em qualquer local da unha e forma da placa ungueal poderá deforma em muito pela presença de tumores e/ou verrugas existentes. Os tumores da unha são classificados como benignos e malignos (Câncer). Os tumores benignos mais comuns são os provocados por um vírus, a verruga ungueal. Na terapia é usado o "freezing" ou químicos que serão aplicados, e, se estas invadem abaixo da dobra ungueal ou sob a unha, poderá ser necessário a cirurgia para remoção. Psoriase É doença crônica da pele podendo acometer articulações e unhas, caracterizada por vermelhidão e descamação onde ela acomete, na pele normal, mas na unha teremos pitting (pequenas depressões
  10. 10. nas unhas), rugosidade, descoloração da unha podendo se tornar vermelha-acastanhada a coloração sob a unha e haver descolamento da unha. Teremos ainda o vermelho e descamação nas dobras ungueais e outras alterações, que são mais notdas nos quirodáctilos (dedos das mãos). Trauma Repetido Roer as unhas é hábito comum em crianças que os vai perdendo com a idade, e, quando não os perde tem associação com a ansiedade. O fato de morder as unhas não só as torna feia mas pode transmitir doenças ao praticante deste hábito. Poderá ainda danificar a pele circunjacente à unha. É importante que as doenças que alteram as unhas poderão impedir que o indivíduo pegue pequenos objetos já que a unha é necessário a este ato fino. Fornecido estas orientações pela American Academy of Dermatology, da qual sou sócio. http://www.aad.orge lá poderá encontrar mais orientações. www.archer.med.br Cuidados com a pele do rosto janeiro 20, 2009 | admin Categoria: Beleza | Estética 9 Comentários Não importa se sua pele é oleosa, seca ou mista, se é criança, adolescente ou adulta. Basta saber que não existe época para começar a cuidar da sua pele. Cuidar da pele do seu rosto não é trabalhoso. Veja só: Encontre o produto específico para seu tipo de pele. Se você tem pele seca, utilize produtos para pele seca. Utilizando outros produtos, sua pele pode ficar mais oleosa, por exemplo. Sempre aplicar utilizando movimentos circulares. Evite o contato com os olhos. Caso esteja com maquiagem nos olhos, remova antes de aplicar. Essa remoção pode ser feita com sabão neutro ou óleo para bêbes. Remova suavemente o produto utilizando água morna. Após a remoção completa, seque suavemente seu rosto com uma toalha limpa. Utilize hidratantes, não importando se sua pele é seca, oleosa ou mista. A aplicação deve ser feita também em movimentos circulares, podendo ser aplicado no pescoço também. Seguindo estes passos regularmente, notará que sua pele se torna mais lisa e terá mais facilidade para se maquiar.
  11. 11. Usar hidratante após a remoção da maquiagem e antes de dormir. Cuidar da pele do seu rosto é muito fácil e todos notarão a diferença. Comece agora mesmo

×