Successfully reported this slideshow.
Your SlideShare is downloading. ×

Conteudos visuais a revolucao do conteudo

Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Upcoming SlideShare
As tic e as neurociencias
As tic e as neurociencias
Loading in …3
×

Check these out next

1 of 24 Ad

More Related Content

Viewers also liked (17)

Similar to Conteudos visuais a revolucao do conteudo (20)

Advertisement

More from marcelosilveirazero1 (20)

Recently uploaded (20)

Advertisement

Conteudos visuais a revolucao do conteudo

  1. 1. REVOLUÇÃO DO CONTEÚDO 1
  2. 2. REVOLUÇÃO DO CONTEÚDO 2 O QUE É REVOLUÇÃO DO CONTEÚDO? A evolução da internet não para. A cada ano as mudanças só aceleram, resultando tanto em maiores desafios quanto em melhores oportunidades. Novas possibilidades de gerar renda, formas de trabalho inéditas e a realidade de viver uma vida alinhada com o seu propósito. Nesse cenário, a importância da produção de conteúdo só cresce e se torna o centro da estratégia de marketing digital de diversos profissionais das mais variadas áreas de atuação. Gerar audiência talvez seja o maior desafio nesta nova realidade. E é justamente essa a premissa da revolução do conteúdo: trazer para você o método comprovado para alcançar milhões de visitas mesmo que você esteja começando do absoluto zero. Preparados para o futuro do Marketing Digital?
  3. 3. REVOLUÇÃO DO CONTEÚDO 3 Idealizador: Revolução do Conteúdo CAPÍTULO 1: Por que amamos conteúdos visuais Cerca de 65% das pessoas têm mais facilidade para entender uma informação se ela estiver acompanhada de uma explicação visual, ou seja, uma imagem, desenho, foto, mapa, e assim por diante. Mas, surpreendentemente, nem só as pessoas que afirmam preferir materiais visuais são beneficiadas quando a informação está em um desses formatos acima. Ou seja, sua mente, mesmo que você nem reconheça, aprende e entende melhor com conteúdos como infográficos, ilustrações e vídeos. Porque ela foi feita para processar o mundo de forma visual. Por isso todos nós amamos conteúdos visuais!
  4. 4. REVOLUÇÃO DO CONTEÚDO 4 Você tem apenas 8 segundos para causar uma primeira boa impressão na internet. Como conseguir captar a atenção tão rapidamente se não com conteúdos visuais? Em 2018, 84% de todo conteúdo on- line será disponibilizado em forma- to visual, sendo que os vídeos serão responsáveis por 79% do tráfego na internet. Conteúdos visuais são muito mais atraentes. Informações valiosas alia- das a um poderoso design chamam a atenção antes que o conteúdo seja entendido pelo cérebro. Artigos que incluem imagens che- gam a apresentar uma taxa de en- gajamento 650% maior do que aque- les que contém apenas textos. 81% das pessoas apenas escaneam os textos na internet. O especialis- ta em usabilidade, Jakob Nielsen, afirma que lemos apenas entre 20 a 28% de um conteúdo publicado em formato de texto. Redes sociais focadas em conteúdos visuais só crescem. A base de usuá- rios do Instagram cresceu 64%, en- quanto o Pinterest teve 111% e o Tum- blr´s apresentou 120% de crescimento. 01 02 03 04 05 06 Por que investir em conteúdos visuais 84% das pessoas apenas escaneam os textos na internet. sendo que os vídeos serão responsáveis por 79% do tráfego na inter- net.
  5. 5. REVOLUÇÃO DO CONTEÚDO 5 74%dosprofissionaisquetrabalham com Mídias Sociais afirmam usar conteúdos visuaisemsua estratégia de marketing de conteúdo. Nós demoramos somente 150 metros para processar um símbolo e mais 100 metros para associar um signifi- cado a ele. O uso de informação visual aumentou: 400% na literatura (desde 1990), 9900% na internet (desde 2007) e 142% em jor- nais (entre 1985 e 1994). Nós podemos capturar o significado de uma cena visual rapidamente, em menos de 1/10 de um segundo. 37% dos profissionais de marketing afirmam que o conteúdo visual é a forma mais importante de conteúdo para seus negócios, perdendo ape- nas para os blogs (38%). 70% de todos os seus receptores sen- soriais estão nos seus olhos e quase 50% do seu cérebro está envolvido em processamento visual. 07 08 09 10 11 12 Por que amamos conteúdos visuais
  6. 6. REVOLUÇÃO DO CONTEÚDO 6 Nosso sistema visual é capaz de fazer conexões de forma rápida com informações previamente armazenadas em nosso cérebro, ajudando no processo de memorização. 90% de toda a comunicação huma- na é não-verbal e cerca de 30% de nosso cérebro fica focado em pro- cessar informações visuais. Um design com belo visual e apelo emocional também proporciona uma rápida conexão e faz com que a re- tenção da informação seja mais pro- vável. Usuários prestam mais atenção em imagens e fotos com informações relevantes associadas e 67% dos consumidores consideram imagens auto-explicativas bastante impor- tantes. As pessoas lembram de: 80% do que elas fazem ou vêem, 20% do que elas lêem e apenas 10% do que elas ou- vem. Seres humanos são biologicamente adaptados para processar o mundo visualmente, sendo essa a razão pela qual conteúdos visuais são tão bem aceitos pelas pessoas. 13 14 15 16 17 18 do que elas ouvem do que elas leem 80% 20% 10%do que elas fazem ou veem As pessoas lembram de:
  7. 7. REVOLUÇÃO DO CONTEÚDO 7 Idealizador: Revolução do Conteúdo CAPÍTULO 2: Poder do conteúdo visual no aprendizado Nós fomos feitos para receber as informações a nossa volta em formato visual. Não é à toa que a visão é o sentido mais desenvolvido nos seres humanos. Ou seja, o processo de aprendizado só tem a ganhar se oferecer um misto de informações relevantes e conteúdos visuais para turbinar a memorização daquilo que está sendo ensinado. Especialmente em um mundo tão conectado, onde chegamos a sofrer com o excesso de informações que recebemos todos os dias. Curioso(a) para entender melhor como o cérebro processa todas as imagens, cores, e formatos com os quais entramos em contato e com isso aproveitar infinitamente mais seu potencial de memorização e retenção?
  8. 8. REVOLUÇÃO DO CONTEÚDO 8 Nosso cérebro consegue processar informações em formato visual até 60 mil vezes mais rápido que se estes mesmos dados estivessem em texto. 01 02 03 04 05 06 Ao ouvir uma informação, a maio- ria tende a lembrar cerca de 10% do conteúdo após 3 dias. No entanto, quando há uma imagem associada, a retenção sobe para 65% da infor- mação. Pessoas seguindo instruções que contém texto e ilustrações se saem 323% melhor que pessoas seguindo instruções sem ilustrações. Uma informação pode ser encon- trada até 70% mais rápido se esti- ver colorida e o reconhecimento de uma marca sobe para 80% se cores forem utilizadas. Pesquisadores descobriram que vi- suais coloridos aumentam a vonta- de das pessoas de ler em 80%. 40% das pessoas irá responder me- lhor a imagens do que textos. +323% Pessoas seguindo instruções que contém texto e ilustrações se saem 323% melhor que pessoas seguindo instruções sem ilustrações.
  9. 9. REVOLUÇÃO DO CONTEÚDO 9 07 08 09 10 11 12 Palavras são processadas por nossa memória de curto prazo. Por outro lado, imagens são pro- cessadas pela memória de longo prazo, resultando em uma maior retenção. O uso do Storytelling associado à imagens e vídeos relevantes pode triplicar o aprendizado pois ajuda os alunos a criarem experiências em suas mentes. O poder do conteúdo visual é tão grande que já foi atestado que au- menta o processo de aprendizado em até 400%. Ao contrário do texto, elementos visuais têm o poder de enriquecer a forma de comunicação através do estímulo das emoções. Até mesmo conceitos abstratos podem se beneficiar do poder das imagens. Uma boa forma de fazer isso seria usar metáforas visuais para explicar o conceito. O conteúdo visual tem a “obriga- ção” de simplificar conceitos difí- ceis, tornar um conceito abstrato em informação concreta e facili- tar as conexões com memórias já existentes. vs. Fique atento e diminua a veloci- dade porque aqui é uma área esco- lar e atravessam crianças O poder do conteúdo visual aumenta o processo de aprendizado em até 400%.
  10. 10. REVOLUÇÃO DO CONTEÚDO 10 Idealizador: Revolução do Conteúdo CAPÍTULO 3: Como nosso cérebro processa conteúdos visuais Nem sempre é tarefa fácil decidir qual tipo de conteúdo usar para compor sua estratégia de marketing de conteúdo. A resposta pode estar justamente na maneira como o seu cérebro usa cada um dos tipos existentes de conteúdo para aprender. Como vimos até aqui, o poder do conteúdo visual é incontestável e não investir neste tipo de material pode atrasar seus resultados. Se você ainda está em dúvida se os conteúdos visuais como imagens, infográficos e vídeos são adequados para sua estratégia, veja como nosso cérebro processa esses conteúdos e ateste se essa é a melhor maneira de se comunicar com a sua audiência.
  11. 11. REVOLUÇÃO DO CONTEÚDO 11 Conteúdos visuais são indicados para simplificar informações e dados complexos, tornar o conteúdo mais fácil de ser memorizado e atrair mais atenção e interesse. Se o conteúdo for visual e interativo, como quizzes, aplicativos e jogos, pode ser usado para ativar várias regiões do cérebro melhorando a memorização. Conteúdos visuais interativos são indicados para aumentar o engajamento e o compartilhamento nas redes sociais Já vídeos são registrados 60 mil vezes mais rápido que textos, pois nossos olhos processam 36 mil mensagens visuais por hora, sem falar na conexão emocional que conseguem criar. Os vídeos são bastante utilizados para ensinar conceitos complexos ou a “como fazer algo”, contar uma história ou falar de produtos. Duranteumaconversa,aimportância das palavras é de apenas 7%, enquanto o tom de voz chega a 38% e a linguagem corporal a 55%, mostrando que realmente somos seres visuais. 01 02 03 04 05 06 Recebemos 5X mais informação hoje do que em 1986. Consumimos 34 gigabytes ou 100.500 palavras, em média, diariamente, fora do trabalho. Nós sofremos de excesso de informações! 5x mais informações
  12. 12. REVOLUÇÃO DO CONTEÚDO 12 Idealizador: Revolução do Conteúdo CAPÍTULO 4 Infográfico: nosso conteúdo visual preferido Quem acompanha o Viver de Blog mais de perto sabe que somos reconhecidos pela publicação de infográficos memoráveis, tanto no conteúdo quanto no visual. A razão pela qual investimos tanto esforço na produção de infográficos é porque eles são muito bem aceitos por nossa audiência. Tamanha popularidade e altos números de compartilhamentos em redes sociais são resultado de um conteúdo claro e conciso, informações organizadas e um visual agradável, que estimula a leitura. Infográficos são 3 vezes mais compartilhados que qualquer outro tipo de conteúdo visual, sendo que o uso desse formato cresceu 800% nos últimos anos. Excelente incentivo para começar a produzir os seus próprios infográficos, não?
  13. 13. REVOLUÇÃO DO CONTEÚDO 13 +80% Pesquisadores descobriram que visuais coloridos aumentam a vontade de ler em 80%. Listas Passo a passo, regras ou motivos citados na lista- gem. Fluxogramas Responde uma questão específi- ca através de uma rede de pergun- tas. Linha do tempo Conta uma histó- ria em ordem cro- nológica. Mapas Utiliza mapas para mostrar os dados dos locais abordados. Comparações Compara dois as- suntos, produtos ou pessoas. Números e dados Passa informação com foco em dados e estatísti- cas. Infográficos combatem o excesso de informação
  14. 14. REVOLUÇÃO DO CONTEÚDO 14 Tema: o tema do seu infográfico pode ser para atender ao interesse dos seus leitores, ou com o propósito de divulgar ou compor um produto ou serviço Qual será o tipo de infográfico: a escolha do estilo do infográfico é como escolher uma roupa, depende da ocasião e do propósito. Não usamos um terno na praia, certo? Pesquisa: busque fontes confiáveis! Você não quer colocar todo seu trabalho a perder porque suas informações não tem credibilidade. Produçãodotexto: umtextoparainfográficoprecisasercurto e objetivo, deixando as informações claras e em harmonia com a parte visual. Defina a hierarquia de informação. Palavra-chave: para o interesse do público, os dados de busca definem a palavra-chave, para um produto, você a encaixa da melhor forma dentro do tema. Inspiração: fica mais fácil desenvolver sua ideias se você puder se inspirar no tema. Busque referência em sites como Pinterest, Piktochart, Buzzsumo e Google. Esboço Visual: blocos de texto não pertencem a um infográfico, então decida como será a estrutura visual para distribuir as informações da forma mais efetiva. Produção do visual: o visual de um infográfico não é somente uma ilustração para um texto. Ele traz informações relevantes que não seriam tão bem explicadas em formato de texto. Divulgação: você pode usar diversos tipos de divulgação: e-mail, redes sociais, contato com pessoas interessadas no seu tema, contato com as referências que você utilizou. 01 03 05 07 02 04 06 08 09 Os 9 passos fundamentais para a criação de um infográfico Tema Palavra-chave Estilo Inspiração PesquisaEsboço Visual Produção de Texto Produção de Visual Divulgação
  15. 15. REVOLUÇÃO DO CONTEÚDO 15 Idealizador: Revolução do Conteúdo CAPÍTULO 5 Por que fazer vídeos Cada vez mais pessoas estão preferindo assistir vídeos online ao invés de gastar seu tempo assistindo TV. Um dos maiores motivos para essa mudança está na flexibilidade na hora de consumir este tipo de conteúdo. Você assiste quando e onde quiser. Outro fator determinante para o constante crescimento, está no simples fato das pessoas se sentirem atraídas por vídeos. Pessoas se conectam através das emoções, expressões faciais e linguagem corporal, elementos que nenhum outro tipo de conteúdo consegue reproduzir com tanta fidelidade, tornando os vídeos essenciais para uma estratégia completa de marketing de conteúdo.
  16. 16. REVOLUÇÃO DO CONTEÚDO 16 Segundo o próprio YouTube, seus usuários assistem a mais de 3 bilhões de horas de vídeos todos os meses. E mais, 40% das pessoas afirmam que as chances de comprar um pro- duto pelo celular após assistir um vídeo são maiores. No Facebook são mais de 100 milhões de horas de vídeos assistidos todos os dias. Sem contar o Instagram Sto- ries e o Snapchat. Atualmente, 62% das pesquisas fei- tas no Google incluem procura por vídeos e o número só cresce com o passar dos anos. Um minuto de vídeo vale mais que 1.8 milhões de palavras! Faz parte da nossa natureza dar preferência à conteúdos visuais ao invés de enor- mes blocos de texto. Apesar da natureza de consumo passiva, 92% dos espectadores de vídeos pelo celular tendem a com- partilhar se o conteúdo for interes- sante e bem feito. Você pode chegar a atrair até 157% mais tráfego orgânico para seu blog ou site com vídeos que ranqueam no Google ou no YouTube. Vídeos conseguem atrair mais a aten- ção das pessoas também em emails. As taxas de cliques chegam a aumen- tar em até 96% se você anexar um ví- deo em seu email. 01 02 03 04 05 07 06 08 A força dos vídeos na internet 62% das pesquisas no Google incluem vídeo
  17. 17. REVOLUÇÃO DO CONTEÚDO 17 Se a palavra “vídeo” for usada no título do email, as taxas de aberturas podem aumentar em até 13%. 96% das organizações que atuam no mercado B2B usam vídeos em suas campanhas de marketing e 73% de- las já sentiu algum impacto positi- vo em seu ROI. Os usuários do YouTube assistem aos vídeos de anunciantes, apesar de tudo. Em média, as pessoas passam 16 minutos por mês assistindo anún- cios. Você sabia que pode aumentar a conversão de sua página de vendas em até 80% se utilizar um único ví- deo de vendas? A receita de empresas que apostam em fazer vídeos para divulgar seus produtos pode crescer em até 49%, já que este tipo de conteúdo ajuda a vender mais. Por se assemelhar muito mais a uma conversa olho no olho, fazer vídeos pode ser uma ótima maneira de acabar com as principais obje- ções da sua audiência. 76% das pessoas compartilham con- teúdos institucionais se for divertido e 69% estão dispostos a compartilhar se trouxer informação e gerar valor. 55% dos usuários compartilham um vídeo inspiracional e 31% compar- tilham um vídeo apenas porque se identificam com a marca. 09 13 10 14 11 12 15 16 A força dos vídeos na internet
  18. 18. REVOLUÇÃO DO CONTEÚDO 18 Idealizador: Revolução do Conteúdo CAPÍTULO 6 Tipos de aprendizado Cada um de nós é um ser único, com sua própria história de vida, diversas maneiras de enxergar e sentir o mundo. Se somos diferentes em tantos aspectos, como podemos padronizar as formas de aprendizagem para todos? Para proporcionar a melhor experiência possível para você, a revolução do conteúdo chega para quebrar velhos paradigmas e unir os 4 tipos de aprendizado em um só lugar para você montar seu próprio método. Descubra qual desses estilos mais têm a ver com seu estilo: • Auditivo • Cinestésico • Textual • Visual
  19. 19. REVOLUÇÃO DO CONTEÚDO 19 Gostam de estudar ouvindo algum tipo de música ou som para acompanhar e também possuem um bom senso de ritmo e batida. Atividades que usem o corpo, como exercícios físicos são as preferidas. Os cinestésicos prefe- rem sair para correr na rua do que sentar no sofá para assistir TV. Possuem dificuldade de concen- tração e não conseguem ficar sen- tados e parados por longos perío- dos de tempo para estudar. Associações de palavras para me- morização, audiobooks e repeti- ção em voz alta de instruções re- cebidas são ferramentas usadas pelos auditivos para aprender. Repete o que está lendo em voz alta e, por vezes, com os olhos fe- chados. Chega até a gravar áudios de suas próprias anotações. Comunicam-se através da fala acompanhada de gestos e gostam de aprender colocando o conheci- mento em prática ao invés de ape- nas teorizar. 01 02 03 04 05 06 AUDITIVO CINESTÉSICO
  20. 20. REVOLUÇÃO DO CONTEÚDO 20 Não possuem dificuldade nenhuma de se comunicar com outras pessoas tanto pela escrita quanto pela fala e gostam muito de ler e escrever. Recorre a artifícios visuais para a memorização como escrever usando cores diferentes, grifar passagens importantes do texto e transformar texto em imagens. Prefere usar imagens, desenhos, mapas mentais, para organizar a in- formação aprendida e também para se comunicar com outras pessoas. Mistura bem as técnicas de aprendizado usadas tanto pelos auditivos quanto pelos visuais pois possui um talento especial com as palavras. Possui um vasto vocabulário (maior que a média das pessoas) e procura sempre maneiras de aprender novas palavras e seus significados. Possui bom senso especial e de di- reção, lê mapas com facilidade e consegue visualizar na sua imagi- nação aquilo que ouve ou lê. 07 08 09 10 11 12 VISUAL TEXTUAL
  21. 21. REVOLUÇÃO DO CONTEÚDO 21 Idealizador: Revolução do Conteúdo Descobriu qual seu estilo de aprendizagem? Geralmente um deles é predominante, mas acabamos por usar um pouco dos outros também. Não deixe de acompanhar o 1º Workshop da Revolução do Conteúdo, onde vamos detalhar um pouco mais sobre o assunto. Gostou dessa pequena amostra de como produzir conteúdos memoráveis? Então se prepare porque vem muito mais por aí no 1º Workshop da Revolução do Conteúdo! Para que eu possa trazer para você um conteúdo ainda mais personalizado durante nosso Workshop, preciso da sua ajuda. Só preciso de 2 minutos do seu tempo para responder essa pequena pesquisa sobre as suas dificuldades atuais com a produção de conteúdo. Sim, eu tenho 2 minutos para responder a pesquisa » Conto com a sua ajuda para responder a pesquisa e fazer desse workshop o maior e melhor evento online sobre o produção de conteúdo! Vamos juntos nessa revolução.
  22. 22. REVOLUÇÃO DO CONTEÚDO 22 • Referências • https://www.nngroup.com/articles/how-little-do-users-read/ • http://nymag.com/scienceofus/2014/04/even-a-3-second-distraction-can- screw-you-up.html • https://webdam.com/blog/brand-marketing-infographic • https://www.emarketer.com/Article/Photos-Cluttering-Your-Facebook- Feed-Herersquos-Why/1010777 • https://www.socialmediaexaminer.com/wp-content/uploads/2016/05/ SocialMediaMarketingIndustryReport2016.pdf • http://www.brainrules.net/vision • https://br.pinterest.com/pin/197243658654799625/ • http://neomam.com/interactive/13reasons/ http://neomam.com/blog/ wp-content/uploads/2015/06/NeoMams-12-Types-of-Infographic.pdf?__ s=z6fnzai3ossfsh3zhdza https://br.pinterest.com/pin/152137293641351526/ http://blog.hubspot.com/marketing/visual-content-marketing-strateg y#sm.00001jjpy99bkffkfvxxtnnayknpn http://unbounce.com/content- marketing/why-do-infographics-make-great-marketing-tools/ http://info. shiftelearning.com/blog/bid/350326/Studies-Confirm-the-Power-of-Visuals- in-eLearning
  23. 23. REVOLUÇÃO DO CONTEÚDO 23 “O Henrique é minha referência absoluta no que se diz respeito a criação de audiências e receita através de um blog”. - Érico Rocha Livro negócios digitais atingiu a quarta posição entre os mais vendidos no ranking da Veja. Viver de Blog é um dos 1.000 sites mais influentes do Brasil segunda ranking Alexa. Eleito um dos melhores blogs de marketing digital do Brasil pela Hubspot. O QUE DIZEM SOBRE O HENRIQUE?
  24. 24. REVOLUÇÃO DO CONTEÚDO 24

×