Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Apostila básica de kettlebell

477 views

Published on

Exercícios com Kettlebell

Published in: Sports
  • Hey guys! Who wants to chat with me? More photos with me here 👉 http://www.bit.ly/katekoxx
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here

Apostila básica de kettlebell

  1. 1. Apostila Básica de Kettlebell “Histórico e algo mais” Prof Claudio Novelli CREF 35.946-G/SP novelli.claudio@gmail.com www.kgb.pro.br KGB – Kettlebell Group of Studies Brazil
  2. 2. Terminologia e origem Kettle - chaleira; Bell – peso torneado
  3. 3. Terminologia e origem Confusão com nomes no Ocidente...Contrapeso para balanças de feirantes (gyria) Sr Nicola Bottoni, fruteiro, na Vila Mariana, março/2013, São Paulo, SP.
  4. 4. Terminologia e origem Bala de canhão com alça usada para treinos entre militares (gyria) Pood ~ 16kg 1,5 pood ~ 24kg 2 pood ~ 32kg
  5. 5. Melhoras funcionais ↑ força de preensão manual (grip) ↑ cardiovascular / respiratória ↑ coordenação neuromuscular Geral Olho-mão Olho-pé ↑ Mecanismos contra-inclinatórios m.e. Como em qualquer outra atividade física...
  6. 6. Aplicações conhecidas Condicionamento físico ou preparação física geral (General Physical Preparation - GPP) - saúde ↑ Capacidades funcionais Força / potência Flexibilidade Resistência
  7. 7. Aplicações conhecidas “Strongman” / demonstrações de força
  8. 8. Aplicações conhecidas “Juggling” ou malabarismo - demonstrações
  9. 9. Aplicações conhecidas Estudos em reabilitação osteomioarticular / saúde -Algesias por descompensação nos joelhos - Lombalgias posturais - Reeducação motora (controle neuromuscular) -Treinamento cruzado (preventivo) -Alteração da composição corporal Poucos estudos, mal elaborados na sua maioria.
  10. 10. Aplicações conhecidas Artes Marciais Conceito de “wave” = máxima transmissão de força (newtoniana) com o mínimo esforço fisiológico = máxima eficiência mecânica = máximo controle respiratório (recuperação ativa)
  11. 11. Aplicações conhecidas Preparação física específica (SPP) – esporte / rendimento MKS (“Modern Kettlebell Sport” = Girevoy) Máx de levantamentos em 10min Levantamentos únicos ou duplos Homens e mulheres Maratona e ½ Maratona Biathlo Pentathlo Revezamento
  12. 12. Escoriações nas mãos e calosidades nos dedos (erro manipulativo) Sintomas de progresso inadequado de sobrecarga (homens) Mecânica articular e postural inadequada Lesões associadas
  13. 13. Adequação mecânica Para iniciar o swing, dê um passo pequeno atrás do(s) KB(s) e puxe a carga por entre seus pés, lançando o quadril para trás com extensão simultânea dos joelhos, ficando em pé no retorno do peso à frente. Não erga o peso flexionando sua coluna!!
  14. 14. Adequação mecânica Aproximar o peso do tronco na vertical em fase aérea para não sobrecarregar a região lombar - retração escapular, sem flexão do punho e sem uso demasiado dos flexores do cotovelo
  15. 15. Adequação mecânica Buscar o alinhamento do punho com o antebraço na inserção da mão na alça em OH Não utilizar força excessiva de flexores de dedos e carpo, evitando efeito pump ou fadiga precoce da musculatura do antebraço.
  16. 16. Adequação mecânica Buscar o alinhamento do punho com o antebraço na inserção da mão na alça em rack Não utilizar força excessiva de flexores de dedos e carpo, evitando efeito pump ou fadiga precoce da musculatura do antebraço.
  17. 17. Adequação mecânica A postura de rack é obtida pelo apoio do cotovelo sobre a crista ilíaca. Flexionar o tronco lateralmente com um único kettlebell é aceitável com cargas baixas, mas pode evoluir em vício. Buscar mobilidade torácica.
  18. 18. Adequação mecânica Aproximar o braço e o peso da linha central do corpo em rack, para anular quaisquer forças de rotação externa no ombro
  19. 19. Adequação mecânica Aproximar o braço e o peso da linha central do corpo em OH, para minimizar forças de rotação externa e rotacionais no ombro
  20. 20. Adequação mecânica Buscar o alinhamento vertical da coluna em agachamento para não sobrecarregar a região lombar. Pés inteiros no chão
  21. 21. Adequação mecânica Utilizar força de torque no quadril acionando os glúteos durante ações de flexão e de extensão dos joelhos, mantendo-os sobre a linha central dos pés, respeitando o grau de liberdade articular.
  22. 22. Gestos associados ao KB 1 – Swing ou balanceio: gera a movimentação balística do peso ao nível do quadril e se insere no clean, long cycle e snatch.
  23. 23. Gestos associados ao KB 2 – Clean ou encaixe: Gesto de trazer o peso da linha do quadril à posição de apoio junto ao peito (rack).
  24. 24. Gestos associados ao KB 3 – Press, push press ou jerk: Elevação do peso da posição de rack até acima da cabeça, em extensão total do cotovelo (posição de fixação ou OH – Over Head).
  25. 25. Gestos associados ao KB 4 – Snatch: Movimento de elevação direta do peso da posição mais baixa no swing até o ponto de fixação acima da cabeça.
  26. 26. Gestos associados ao KB 5 – Front squat : agachamento completo, onde a coluna mantém-se na vertical, e o quadril desce abaixo da paralela ao solo, mantendo as solas dos pés em contato com o chão. Gesto compensatório.
  27. 27. Gestos associados ao KB 6 – Turkish get up (TGU): Partir da posição supina, chegar à vertical com o peso em OH e retornar à posição supina, passando por lateralizações do peso, pontes e trocas de apoio. Educativo para postura e estabilidade articular dos ombros.
  28. 28. Finalidades ou “estilos” - RussoClássico ou Softstyle – Esporte Girevoy - atende desde o público geral ao atleta (foco na excelência mecânica dos movimentos e na recuperação sob carga/estresse) – conceito da “suficiência” ou da “tensão suficiente” Caminha lado a lado com artes marciais eslavas, ou as chamadas “artes marciais internas” Aparentemente mais “solto”, mais “fluido”. Representado pela IUKL (International Union of Kettlebell Lifting - http://www.giri-iukl.com/ )
  29. 29. Finalidades ou “estilos” -Americano ou Hardstyle - roupagem criada por PavelTsatouline para atender ao público geral - máxima tensão muscular em todos os gestos = grande desgaste fisiológico. Deriva de artes marciais “hardstyle” como o Shotokan, ou artes marciais externas. Aparentemente mais “rígido” . Maior desgaste fisiológico. Não atende o esporte kettlebell. Representado pela Strong First (dissidência da RKC – www.strongfirst.com )
  30. 30. Finalidades ou “estilos” - Kettlebell Fitness Uso de ambas as técnicas empregadas no hardstyle e no Girevoy, para fins de condicionamento físico geral. GPP – General Physical Preparation. Propõe uma série de exercícios não necessariamente próprios do Esporte Kettlebell. Fortemente divulgado pela IKFF (International Kettlebell and Fitness Federation – www.ikff.net), fundada e dirigida por Steve P. Cotter.
  31. 31. Panorama mundial atual  EUA – pleno desenvolvimento do kettlebell fitness, consolidação do hardstyle – presente em todas as academias em uma forma ou outra.  URSS e Leste Europeu – esporte  Atualmente – troca bilateral Ocidente / Oriente  Brasil – ambos em desenvolvimento, com maior presença do KB fitness e hardstyle
  32. 32. Etimologia Gyria (pronuncia-se “guíria”) significa “peso” em russo. Plural: giri Levantador de pesos: girevik (guireiro) Esporte de levantamento de peso: girevoy Girevoy: modalidade de força-resistência (múltiplos levantamentos de peso em um intervalo pré-determinado – 5min ou 10min)
  33. 33. Código internacional de cores KBs Pro Grade – dimensões idênticas, pesos variados 8kg 12kg 16kg 20kg 24kg 28kg 32kg
  34. 34. Categorias de competição OGirevoy tem diversas categorias de peso (53; 58; 63; 68; 73; 78; 85; 95; 105; >105)kg, de idade (adolescente, adulto, sênior), mas o peso levantado é sempre o mesmo. Adulto e sênior: Homens – 32kg; Mulheres – 24kg Adolescente: Homens – 24kg; Mulheres – 16kg
  35. 35. Modalidades Levantamentos duplos: Jerk Long Cycle (Clean &Jerk) (H – 2 x 32kg; M – 2 x 24kg) Levantamento único: Snatch (troca única de mão) (H – 1 x 32kg; M – 1 x 24kg) Biathlon (Jerk+Snatch) Revezamentos
  36. 36. Critérios de pontuação 1 Snatch – 0,5 ponto 1 Double Jerk – 1,0 ponto 1 Double Long Cycle – 1,0 ponto Quesitos: Fixação do peso em OH Não mover os pés durante a execução e OH Extensão total de joelhos e cotovelos em OH 1 troca de mão em 5min (amador) ou 10min (pro)
  37. 37. Critérios de desempate Vitória do competidor mais leve (relação de peso levantado versus peso corporal) Vitória do competidor mais velho Vitória do competidor que perdeu mais peso corporal (pesagem final – pesagem inicial) Este último item, um tanto inusitado, reflete um aparente “maior esforço fisiológico” do competidor que perde mais peso em suor na plataforma de levantamento.
  38. 38. Arsenij Zhernakov – 2x32kg/65kg Double Jerk – 104 reps, 2001 WC LC – 60 reps, 2002 RU LC – 64 reps, 2002 WC LC – 68 reps, 2003 WC LC – 70 reps, 2004 WC LC – 68 reps, 2005 WC e HMS (Honored Master of Sports - RU)
  39. 39. Características únicas do KB Sport - por Arsenij Zhernakov Tradução: Prof. Claudio Novelli, CREF 35.946-G/SP 1 - Nas repetições do KB Sport,TODOS os músculos do corpo são ativados (especialmente no Long Cycle), desde os dedos nas mãos até os artelhos nos pés. Talvez só a região inferior dos peitorais não tenha significância tão grande na execução de cada repetição.
  40. 40. Características únicas do KB Sport - por Arsenij Zhernakov Tradução: Prof. Claudio Novelli, CREF 35.946-G/SP 2 - O KB Sport é o único esporte moderno onde o vencedor é aquele que faz mais repetições do que os outros competidores em um tempo pré-determinado. Isso implica ao esportista um aumento dramático em seu trabalho total durante seus treinos.
  41. 41. Características únicas do KB Sport - por Arsenij Zhernakov Tradução: Prof. Claudio Novelli, CREF 35.946-G/SP 3 - A divisão clássica de 10min das disciplinas competitivas cobre todas as zonas principais de ressíntese de ATP: Fosfagênica, Glicolítica eOxidativa mista.Todas trabalham durante o intervalo clássico do KB Sport.A maioria das provas esportivas em solo, água e atletismo, têm distâncias médias que são cobertas em intervalos de 7-8min, 12-15min, e assim por diante. 10min é um formato único.
  42. 42. Características únicas do KB Sport - por Arsenij Zhernakov Tradução: Prof. Claudio Novelli, CREF 35.946-G/SP O quadro ao lado mostra a curva real de Frequência Cardíaca (FC) em atletas russos de alto rendimento na execução do Long Cycle no tempo clássico de 10min. Apesar de o intervalo de execução entre as repetições ser idêntico ao longo do tempo, ele eleva dramaticamente a FC a cada minuto, chegando a atingir 197bpm ao final. Tempo (min) FC (bpm) 200 190 180 170 160 150 140 130 120
  43. 43. Características únicas do KB Sport - por Arsenij Zhernakov Tradução: Prof. Claudio Novelli, CREF 35.946-G/SP 4 - KB sport é o único esporte moderno de endurance onde temos categorias definidas por peso. Isso carrega uma estrita contradição: manter uma alta resistência e apresentar perda de peso corporal para encaixar-se numa certa categoria. Ao baixar para uma determinada categoria de peso, você precisa adequar sua dieta e hidratação. Isso tudo reduz sua endurance, e daí temos que resolver essa tarefa muito interessante – PERDER PESO SEM REDUZIRA RESISTÊNCIA.
  44. 44. Características únicas do KB Sport - por Arsenij Zhernakov Tradução: Prof. Claudio Novelli, CREF 35.946-G/SP 5 - Esportistas no KB Sport estão sempre embaixo de carga, lutando contra a gravidade! Mesmo se você ficar na posição de Rack (descanso do peso de trabalho sobre o peito), sua FC pode pular para uma zona que indica esforço anaeróbio. O esportista tem que combater isso, encontrando micro intervalos para relaxar. Essa é uma habilidade técnica fascinante! O esportista tem que se acostumar à dor causada pela pressão da gravidade. Não fique com medo. É POSSÍVEL!
  45. 45. Características únicas do KB Sport - por Arsenij Zhernakov Tradução: Prof. Claudio Novelli, CREF 35.946-G/SP 6 - Com pesos elevados, o esportista de KB sente dor nos pontos de contato do KB com seu corpo, especialmente na região do antebraço. Muitas pessoas usam protetores como escudos especiais para evitar essa dor, mas também não fique com medo. Seu corpo se acostuma.
  46. 46. Características únicas do KB Sport - por Arsenij Zhernakov Tradução: Prof. Claudio Novelli, CREF 35.946-G/SP 7 - Há uma alta probabilidade de danos à pele das mãos nas disciplinas de Snatch e Long Cycle. O esportista tem que treinar a durabilidade da sua pele para dispor-se a grandes volumes de treinamento sem escoriações. Mas esse ponto ainda é muito discutível.Talvez no futuro próximo o esportista de KB venha a usar equipamentos especiais de proteção como na ginástica artística e olímpica.
  47. 47. Características únicas do KB Sport - por Arsenij Zhernakov Tradução: Prof. Claudio Novelli, CREF 35.946-G/SP 8 - Alto nível de dor para um alto nível de depleção de produtos e substratos em anaerobiose no sangue e nas células musculares. Esses agentes, como piruvato, prótons (H+), lactato, déficit de O2, atingem níveis tão elevados que tornam o sprint final no KB Sport uma das coisas mais duras e insuportáveis de se executar dentre todos os esportes modernos.
  48. 48. Características únicas do KB Sport - por Arsenij Zhernakov Tradução: Prof. Claudio Novelli, CREF 35.946-G/SP 9 - A mais alta intensidade está no treinamento com KB. Nossas mensurações (Rússia, São Petesburgo) em esportistas de elite mostram resultados de 950 a 1000kCal por hora!! Esse resultado é realmente único e move o KB Sport para o topo da queima calórica dentre todos os esportes modernos.
  49. 49. Características únicas do KB Sport - por Arsenij Zhernakov Tradução: Prof. Claudio Novelli, CREF 35.946-G/SP 10 - O tempo de competição relativamente longo permite a você alterar seu ritmo de acordo com a situação nas plataformas de levantamento vizinhas, o que geralmente não se vê em muitos esportes.A estratégia leva à problemática da formação tática do esportista, levando em conta cada nova leitura do estado atual do atleta em relação a si e aos demais, a fim de corrigir seu ritmo.
  50. 50. Características únicas do KB Sport - por Arsenij Zhernakov Tradução: Prof. Claudio Novelli, CREF 35.946-G/SP 11 - Apesar de todos os pontos que descrevem o KB Sport como um esporte extra-difícil-intenso, ao mesmo tempo, o KB pode ser muito suave e efetivo como ferramenta de reabilitação na medicina esportiva.A variação dos pesos dos KBs e alguns outros parâmetros fornecem uma ótima ferramenta para uso médico. Não podemos afirmar o mesmo sobre outros esportes modernos similares, aos quais vinculam-se práticas mais adequadas a padrões atléticos e não a protocolos de reabilitação.
  51. 51. Muito Obrigado! Prof Claudio Novelli CREF 35.946-G/SP novelli.claudio@gmail.com www.kgb.pro.br Facebook: KGB – KETTLEBELL GROUP OF STUDIES BRAZIL

×