Cultura Coletiva                                                        Gostemos ou não, estamos imersos em               ...
Cultura Coletiva                                 QUADRO COMPARATIVO                        Materiais Didáticos Tradicionai...
ReferênciasMateriais digitais. Disponível em:<http://www.moodle.ufba.br/mod/book/view.php?id=12529&chapterid=10432> Acesso...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Recursos Didáticos Digitais

1,580 views

Published on

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,580
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
17
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Recursos Didáticos Digitais

  1. 1. Cultura Coletiva Gostemos ou não, estamos imersos em uma sociedade digital, que tornou possível uma difusão sem precedentes de informações e conhecimentos, em parte, por indivíduos visionário que compreendeu que "partilha "é a maior e melhor fonte de progresso, riqueza e desenvolvimento. Mas essa rede de informação não teria sentido se não deu conteúdo, no nosso caso, os conteúdos educativos e especificar o conteúdo, mais orientadas para os nossos alunos e nos ajudar a desenvolver o nosso projeto educativo. Cria-se a possibilidade, por meio dos RDD, que diversas fontes de informaçõese conhecimentos surjam e se disseminem. A utilização do computador como recurso deaprendizagem permite a criação de materiais didáticos que reúnem inúmeraspossibilidades para construção e ampliação de conhecimento de forma interativa. A comunicação entre computadores nas redes favorece a formação de umambiente propicio de ensino e aprendizagem, permitindo a integração dos conteúdosdisponíveis em outras mídias, além de permitir a interatividade, a formação de gruposde estudo, à produção colaborativa e a comunicação entre professor e alunos e dessesentre si. Essas condições e recursos permitem a produção de materiais digitaiscapazes de maximizar a autonomia do aluno no processo de aprendizagem. Os materiais didáticos digitais têm como objetivo trabalhar a transposição ecomplementação do conteúdo do material impresso para um ambiente virtual,reorganizando estruturas e significados ao integrar diferentes mídias e possibilitar ainteração do aprendiz com o próprio conteúdo. A vantagem de publicar o conteúdo desses materiais em ambientes virtuais de aprendizagem está relacionada as potencialidades de podermos vivenciar recursos disponíveis, de forma a implementar no desenvolvimento desses cursos. Os ambientes virtuais de aprendizagem são espaços que privilegiam a co-construção do conhecimento, a dialogicidade, a interatividade, a intersubjetividade. Isso significa uma nova concepção de disponibilização e construção de conteúdos para a WEB. Centro de Telemática ComunitárioMorro da Chácara do Céu – Rio de Janeiro – RJ ONG Roda Viva
  2. 2. Cultura Coletiva QUADRO COMPARATIVO Materiais Didáticos Tradicionais Materiais Didáticos Digitais Produzido principalmente no papel. Na Materiais digitais são multimídia. Isso falta de livros: trabalho de texto, com significa a utilização de todos os tipos de cadernos e fotocópias. Este recursos simultâneamente: texto, sons, material inclui textos e imagens também vídeos, linguagem escrita e falada, SUPORTE complementado por recursos como imagens, animações... O que torna a slides, material audiovisual (vídeos) Mas informação mais rica e abrangente, para o sempre como suporte para explicações estudo do conteúdo e entendimento do do professor. contexto. Com materiais tradicionais, o aluno Materiais digitais são interativos. As realiza atividades indivíduais e tem que atividades do aluno são corrigidas esperar o professor corrigir para toda a imediatamente e é possível fornecer AVALIAÇÃO classe, e às vezes um aluno não explicações imediatas para corrigir os concluiu a atividade ou tem dificuldade erros cometidos, de forma que o aluno de acompanhar o grupo. tenha um retorno contínuo. Materiais tradicionais são lineares, Materiais digitais tem uma estrutura seguindo uma seqüência lógica única. O aberta e o estudante tem a opção de ESTRUTURA aluno passa de uma atividade para a escolha entre os diferentes percursos próxima. educa- tivos. Ao trabalhar com materiais tradicio- nais, O aluno utiliza os materiais digitais no é esperado que todos os alunos seu próprio ritmo, podendo receber estejam no mesmo ritmo. Porém, há explicações quantas vezes quiser; heterogeneidade nos grupos de repetir, se necessário, as atividades;INDIVIDUALIZAÇÃO aprendizagem, há sem- pre os Reaprender. alunos que não termi- nam no prazo enquanto outros temi- nam rapidamente e ficam entediados na esperança do restante terminar a lição. O aluno que utiliza materiais O aluno que utiliza materiais digitais tradicionais muitas vezes fica limitado adota um papel mais ativo na própria AUTONOMIA a seguir as instruções detalhada das aprendizagem: explora, pesquisa, atividades. experimenta, toma decisões. A reprodução de materiais tradicionais se As reproduções de materiais digitais, dá por meio de fotocópias com idênticos ao original, é fácil de e muito REPRODUÇÃO consequente perda de qualidade nas barato. E é ecologicamente correto. imagens. Além disso, cortam-se mais árvores. Para publicar materiais tradicio- nais A publicação de material digital é muito deve-se fazer um grande investimento econômico: o valor de um CD é muito CUSTO que só vale a pena para um grande inferior ao de um livro. número de cópias. Para fazer uma ampla distribuição de Sem dúvida, a principal vantagem dos materiais tradicionais tem que se contar materiais digitais é a sua capacidade de com um grande número de divulgação, nomeadamente através da exemplares e distribuí-los pelos Internet. Isso torna possível que o DIFUSÃO meios de comunicação habituais como material chegue a vários lugares, ao correios, agências de transportes... Além mesmo tempo. Isso é notável, já que desses obstáculos, tem que se contar tende a se expandir ainda mais a com muitos recursos (financeiros e medida que possamos integrar as humanos). novas tecnologias ao nosso ensino.
  3. 3. ReferênciasMateriais digitais. Disponível em:<http://www.moodle.ufba.br/mod/book/view.php?id=12529&chapterid=10432> Acesso em 03 mar 2011.MORÁN, José Manoel. Como ver televisão: leitura crítica dos meios de comunicação demassa. São Paulo: Paulinas, 1991. _. O vídeo na sala de aula. Comunicação e Educação, São Paulo, ano 1, n. 2, 1995.RITZEL, M. I. Apresentação de Material Didático à Distância com Controle de Uso e Avaliação deAprendizagem. São Paulo, 2004. Disponível em: <http://www.abed.org.br>. Acesso em: 18 fev. 2004.

×