Modelo do Processo de Desenvolvimento de Produtos (continuação)

2,699 views

Published on

parte 2

Published in: Business, Technology
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
2,699
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
71
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Modelo do Processo de Desenvolvimento de Produtos (continuação)

  1. 1. Modelo Unificado do Processo de Desenvolvimento de Produtos (continuação) Universidade Federal da Paraíba Campus I – Centro de Tecnologia Curso de Graduação em Engenharia de Produção Prof. MSc. Marcel de Gois Pinto
  2. 2. 1 Pré-desenvolvimento
  3. 3. 1 Pré-desenvolvimento  Antes de projetar é preciso reunir ideias. Muita coisa deve acontecer precedendo os desenhos
  4. 4. 1 Pré-desenvolvimento  Antes de projetar é preciso reunir ideias. Muita coisa deve acontecer precedendo os desenhos Engenharia Vendas Diretoria Clientes Distribuidores SAC
  5. 5. 1 Pré-desenvolvimento  Antes de projetar é preciso reunir ideias. Muita coisa deve acontecer precedendo os desenhos Engenharia Vendas Diretoria Geração de Infinitas possibilidades Ideias Clientes Distribuidores SAC
  6. 6. 1 Pré-desenvolvimento  Entretanto, apenas uma parcelas destas oportunidades pode ser explorada  Por que?
  7. 7. 1 Pré-desenvolvimento  Entretanto, apenas uma parcelas destas oportunidades pode ser explorada  Por que? Restrições
  8. 8. 1 Pré-desenvolvimento  Entretanto, apenas uma parcelas destas oportunidades pode ser explorada  Por que? Capital Físicas Restrições Institucionais Capacitação
  9. 9. 1 Pré-desenvolvimento  Entretanto, apenas uma parcelas destas oportunidades pode ser explorada  Por que? Capital Físicas Restrições Institucionais Capacitação
  10. 10. 1 Pré-desenvolvimento  Entretanto, apenas uma parcelas destas oportunidades pode ser explorada  Por que?  Por maior que seja a empresa, a capacidade Capital de investir é limitada Físicas Restrições Institucionais Capacitação
  11. 11. 1 Pré-desenvolvimento  Entretanto, apenas uma parcelas destas oportunidades pode ser explorada  Por que? Capital Físicas Restrições Institucionais Capacitação
  12. 12. 1 Pré-desenvolvimento  Entretanto, apenas uma parcelas destas oportunidades pode ser explorada  Por que?  Capacidade de produção limitada Capital Físicas Restrições Institucionais Capacitação
  13. 13. 1 Pré-desenvolvimento  Entretanto, apenas uma parcelas destas oportunidades pode ser explorada  Por que? Capital Físicas Restrições Institucionais Capacitação
  14. 14. 1 Pré-desenvolvimento  Entretanto, apenas uma parcelas destas oportunidades pode ser explorada  Por que?  Não ter fornecedores de matéria-prima Capital Físicas Restrições Institucionais Capacitação
  15. 15. 1 Pré-desenvolvimento  Entretanto, apenas uma parcelas destas oportunidades pode ser explorada  Por que? Capital Físicas Restrições Institucionais Capacitação
  16. 16. 1 Pré-desenvolvimento  Entretanto, apenas uma parcelas destas oportunidades pode ser explorada  Por que?  Gente capacitada para determinados projetos Capital Físicas Restrições Institucionais Capacitação
  17. 17. 1 Pré-desenvolvimento  Portanto, há dois lados da moeda
  18. 18. 1 Pré-desenvolvimento  Portanto, há dois lados da moeda Oportunidades Restrições
  19. 19. 1 Pré-desenvolvimento  Portanto, há dois lados da moeda  Desse modo, que projetos priorizar? Oportunidades  Qual a aposta correta dentre as ideias existentes? Estratégia competitiva A resposta não está no feeling, Restrições mas no plano estratégico
  20. 20. 1 Pré-desenvolvimento  Portanto, há dois lados da moeda Níveis de planejamento estratégico Oportunidades Corporativa Objetivos, metas... Negócios Objetivos, metas... Restrições Produtos Linha de produtos e tecnologia
  21. 21. 1 Pré-desenvolvimento  Assim sendo, essa macrofase tem uma razão de ser Objetivos
  22. 22. 1 Pré-desenvolvimento  Assim sendo, essa macrofase tem uma razão de ser Objetivos Portfólio Especificação
  23. 23. 1 Pré-desenvolvimento  Assim sendo, essa macrofase tem uma razão de ser Objetivos Portfólio Especificação
  24. 24. 1 Pré-desenvolvimento  Assim sendo, essa macrofase tem uma razão de ser Objetivos  Garantir a melhor decisão sobre o portfólio de produtos e projetos Portfólio  Respeitanto a estratégia da empresa Especificação  Respeitando as restrições tecnológicas e mercadológicas
  25. 25. 1 Pré-desenvolvimento  Assim sendo, essa macrofase tem uma razão de ser Objetivos Portfólio Especificação
  26. 26. 1 Pré-desenvolvimento  Assim sendo, essa macrofase tem uma razão de ser Objetivos  Garantir que haja uma definição mínima e um entendimento claro do objetivo de cada projeto Portfólio  Metas do projeto para a equipe, evitando Especificação desvios de rota  Entender o papel de cada produto no portfólio
  27. 27. 1 Pré-desenvolvimento  É realizado em duas etapas, observando os dados de entrada a seguir
  28. 28. 1 Pré-desenvolvimento  É realizado em duas etapas, observando os dados de entrada a seguir Processos Planejamento estratégico Pré-desenvolvimento Fases PE Corporação PE Negócio PE Produtos Planej. Projeto Documentos Plano Estrat. C Plano Estrat. N Portfólio Plano do projeto
  29. 29. 1 Pré-desenvolvimento  É realizado em duas etapas, observando os dados de entrada a seguir Processos Planejamento estratégico Pré-desenvolvimento Fases PE Corporação PE Negócio PE Produtos Planej. Projeto Documentos Plano Estrat. C Plano Estrat. N Portfólio Plano do projeto
  30. 30. 1 Pré-desenvolvimento  É realizado em duas etapas, observando os dados de entrada a seguir Processos Planejamento estratégico Pré-desenvolvimento Fases PE Corporação PE Negócio PE Produtos Planej. Projeto Documentos Plano Estrat. C Plano Estrat. N Portfólio Plano do projeto  Decisões que levam em consideração os produtos atuais da empresa, aqueles em projeto e novos planos de desenvolvimento  Nas três frentes podem ser descontinuados produtos  O portfólio deve ser visto como um todo
  31. 31. 1 Pré-desenvolvimento  É realizado em duas etapas, observando os dados de entrada a seguir Processos Planejamento estratégico Pré-desenvolvimento Fases PE Corporação PE Negócio PE Produtos Planej. Projeto Documentos Plano Estrat. C Plano Estrat. N Portfólio Plano do projeto
  32. 32. 1 Pré-desenvolvimento  É realizado em duas etapas, observando os dados de entrada a seguir Processos Planejamento estratégico Pré-desenvolvimento Fases PE Corporação PE Negócio PE Produtos Planej. Projeto Documentos Plano Estrat. C Plano Estrat. N Portfólio Plano do projeto  Realizado sob demanda (um novo projeto à partir do portfólio)  Independência entre os projetos Determinar o escopo  Atividades Planejamento macro Constatar a viabilidade Gate
  33. 33. 1 Pré-desenvolvimento  Por que tudo isso é importante?
  34. 34. 1 Pré-desenvolvimento  Por que tudo isso é importante? Projetos de Objetivos da desenvolvimento empresa  Romper com a ideia de perguntar ao cliente o que ele quer e sentar na “prancheta”  Gerenciamento estratégico dos produtos  Evitar o jogo de empurra quando há problemas
  35. 35. 1 Pré-desenvolvimento  Pré-desenvolvimento é para todos?
  36. 36. 1 Pré-desenvolvimento  Pré-desenvolvimento é para todos? Escolha de projetos baseada na missão da empresa  Quanto maior a concorrência, nível de inovação, menor ciclo de vida e maior competitividade ele é mais requerido  Mesmo assim, essa atividade é recomendada a TODAS empresas Setor Concorrência Produto complexo
  37. 37. 2 Desenvolvimento
  38. 38. 2 Desenvolvimento  Onde o produto é desenvolvido de fato
  39. 39. 2 Desenvolvimento  Onde o produto é desenvolvido de fato Características  Subdividida em fases, que variam de acordo com os autores ou as empresas  Fases terminam com a entrega de resultados e os gates Projeto Projeto Projeto Preparação Lançamento Informacional Conceitual Detalhado Produção do Produto  Mudanças ocorrem. Através da engenharia simultânea busca- se que ocorram o mais cedo possível
  40. 40. 2 Desenvolvimento  Onde o produto é desenvolvido de fato Características  Custo da modificação cresce à medida que se avança no desenvolvimento do produto Custo Custo comprometido Margem para redução de custos na 80 a produção 90% Custo incorrido Desenvolvimento Produção Tempo
  41. 41. 2 Desenvolvimento Time de desenvolvimento
  42. 42. 2 Desenvolvimento Time de desenvolvimento Áreas de Projeto Projeto Projeto Preparação Lançamento conhecimento Informacional Conceitual Detalhado Produção do Produto Gestão de projetos Meio ambiente Marketing Engenharia de produto Engenharia de processo Produção Suprimentos Qualidade Custos
  43. 43. 2 Desenvolvimento  Como acontece o desenvolvimento
  44. 44. 2 Desenvolvimento  Como acontece o desenvolvimento Pré Desenvolvimento Pós PE dos Acompanhar Descontinu Produtos Produto/ ar Processo Produto Planejamento Projeto Projeto Projeto Preparação Lançamento Projeto Informacional Conceitual Detalhado Produção do Produto
  45. 45. 2 Desenvolvimento  A partir dos dados de entrada Pré Desenvolvimento Pós PE dos Acompanhar Descontinu Produtos Produto/ ar Processo Produto Planejamento Projeto Projeto Projeto Preparação Lançamento Projeto Informacional Conceitual Detalhado Produção do Produto
  46. 46. 2 Desenvolvimento  A partir dos dados de entrada Pré Desenvolvimento Pós PE dos Acompanhar Descontinu Produtos Produto/ ar Processo Produto Planejamento Projeto Projeto Projeto Preparação Lançamento Projeto Informacional Conceitual Detalhado Produção do Produto  Escopo do projeto  Critérios e normas da qualidade  Escopo do produto  Análise de riscos  Orçamento e responsáveis  Indicadores de desempenho do projeto e do produto (com metas) Atividades, duração e prazos
  47. 47. 2 Desenvolvimento  Acontece o desenvolvimento do produto Pré Desenvolvimento Pós PE dos Acompanhar Descontinu Produtos Produto/ ar Processo Produto Planejamento Projeto Projeto Projeto Preparação Lançamento Projeto Informacional Conceitual Detalhado Produção do Produto
  48. 48. 2 Desenvolvimento  Acontece o desenvolvimento do produto Pré Desenvolvimento Pós PE dos Acompanhar Descontinu Produtos Produto/ ar Processo Produto Planejamento Projeto Projeto Projeto Preparação Lançamento Projeto Informacional Conceitual Detalhado Produção do Produto Resultado da macrofase  Informações técnicas e detalhadas (produção e comercial)  Protótipo e estrutura comercial (vendas e suporte)  Lotes piloto aprovados
  49. 49. 2 Desenvolvimento  Acontece o desenvolvimento do produto Pré Desenvolvimento Pós PE dos Acompanhar Descontinu Produtos Produto/ ar Processo Produto Planejamento Projeto Projeto Projeto Preparação Lançamento Projeto Informacional Conceitual Detalhado Produção do Produto PRIMEIRO PASSO  Entendimento comum sobre o que está no plano  Qual é o problema de projeto?  Qual o objetivo do produto?
  50. 50. 2 Desenvolvimento  Acontece o desenvolvimento do produto Pré Desenvolvimento Pós PE dos Acompanhar Descontinu Produtos Produto/ ar Processo Produto Planejamento Projeto Projeto Projeto Preparação Lançamento Projeto Informacional Conceitual Detalhado Produção do Produto INFORMAÇÕES-META  Definição dos stakeholders envolvidos e suas necessidade (ACV)  Determinar informações precisas sobre Peso, aparência, tamanho, parceiros-chave, verificação tecnológica, mercado (consumidor e concorrente), viabilidade financeira
  51. 51. 2 Desenvolvimento  Acontece o desenvolvimento do produto Pré Desenvolvimento Pós PE dos Acompanhar Descontinu Produtos Produto/ ar Processo Produto Planejamento Projeto Projeto Projeto Preparação Lançamento Projeto Informacional Conceitual Detalhado Produção do Produto ESTABELECER ESTRUTURAS FUNCIONAIS DO PRODUTO  Determinar função (física, qualidade, estética)  Definir infomações técnicas (sistemas, subsistemas, arquitetura)  Atualizar estudo econômico-financeiro
  52. 52. 2 Desenvolvimento  Acontece o desenvolvimento do produto Pré Desenvolvimento Pós PE dos Acompanhar Descontinu Produtos Produto/ ar Processo Produto Planejamento Projeto Projeto Projeto Preparação Lançamento Projeto Informacional Conceitual Detalhado Produção do Produto PROJETO E IMPLANTAÇÃO  Ciclo PROJETAR – CONSTRUIR – TESTAR – OTIMIZAR  Preparar para a produção (gabaritos, ferramentas, máquinas…)  Lote piloto e aprovação e lançamento no mercado
  53. 53. 3 Pós-desenvolvimento
  54. 54. 3 Pós-desenvolvimento  Em muitas empresas, após o lançamento é finalizadas a engenharia do produto  Então, por que um pós-desenvolvimento?
  55. 55. 3 Pós-desenvolvimento  Em muitas empresas, após o lançamento é finalizadas a engenharia do produto  Então, por que um pós-desenvolvimento? Lições aprendidas Rastreabilidade Previsão para próximos
  56. 56. 3 Pós-desenvolvimento  Em muitas empresas, após o lançamento é finalizadas a engenharia do produto  Então, por que um pós-desenvolvimento? Lições aprendidas Rastreabilidade Previsão para próximos
  57. 57. 3 Pós-desenvolvimento  Em muitas empresas, após o lançamento é finalizadas a engenharia do produto  Então, por que um pós-desenvolvimento?  Acumular conhecimento sobre o Lições aprendidas projeto na prática  O que foi bom e o que não Rastreabilidade funcionou Previsão para próximos  Incorporar nos novos produtos
  58. 58. 3 Pós-desenvolvimento  Em muitas empresas, após o lançamento é finalizadas a engenharia do produto  Então, por que um pós-desenvolvimento? Lições aprendidas Rastreabilidade Previsão para próximos
  59. 59. 3 Pós-desenvolvimento  Em muitas empresas, após o lançamento é finalizadas a engenharia do produto  Então, por que um pós-desenvolvimento?  Ao aparecer um problema no Lições aprendidas mercado, a equipe vai identificar melhor as causas Rastreabilidade  A equipe sabe porque cada decisão foi tomada Previsão para próximos  Evitam-se correções “passo atrás”
  60. 60. 3 Pós-desenvolvimento  Em muitas empresas, após o lançamento é finalizadas a engenharia do produto  Então, por que um pós-desenvolvimento? Lições aprendidas Rastreabilidade Previsão para próximos
  61. 61. 3 Pós-desenvolvimento  Em muitas empresas, após o lançamento é finalizadas a engenharia do produto  Então, por que um pós-desenvolvimento?  A acumulação da experiência Lições aprendidas cria padrões  Padrões transformam-se em Rastreabilidade previsões de funcionamento e de mercado Previsão para próximos
  62. 62. Modelo Unificado do Processo de Desenvolvimento de Produtos (continuação) Universidade Federal da Paraíba Campus I – Centro de Tecnologia Curso de Graduação em Engenharia de Produção Prof. MSc. Marcel de Gois Pinto

×