Fontes de inovacao

6,695 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
6,695
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
582
Actions
Shares
0
Downloads
115
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Fontes de inovacao

  1. 1. Universidade Federal do Vale do São Francisc Campus de Juazeiro Colegiado de Engenharia de Produção Fontes de Inovação na Empresa Disciplina: Gestão da Tecnologia e Inovação Professor: Marcel de Gois Pinto
  2. 2. Importância da inovação Ser a mola propulsora da economia Crescimento empresarial Produto Interno Bruto (PIB) Diferenciação no mercado
  3. 3. Fontes de inovação Diversas origens Interna Externa
  4. 4. Fontes de inovação Diversas origens Interna Externa P&D Produtos – Processos Sistemas de gerenciamento da qualidade, da Gestão qualificação das pessoas
  5. 5. Fontes de inovação Diversas origens Interna Aprofundemos cada uma destas origens Externa Aquisição - Cursos e treinamentos externos - Consultorias - Licenças de fabricação - Tecnologia embutida em máquinas e equipamentos
  6. 6. Desenvolvimento tecnológico próprio Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) Básica – foco no desenvolvimento científico Aplicada – foco na solução de problemas práticos Desenvolvimento experimental – voltado à geração de novos produtos e processos
  7. 7. Desenvolvimento tecnológico próprio Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) Básica – foco no desenvolvimento científico Aplicada – foco na solução de problemas práticos Desenvolvimento experimental – voltado à geração de novos produtos e processos Características - Longo prazo - Incerteza de resultados, porém inovações radicais - Evitado por empresas - Assumido por governos e institutos sem fins lucrativos
  8. 8. Desenvolvimento tecnológico próprio Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) Básica – foco no desenvolvimento científico Aplicada – foco na solução de problemas práticos Desenvolvimento experimental – voltado à geração de novos produtos e processos Características Produtos - Médio prazo Protótipo Processos - Incertezas menores - Altos investimentos em tecnologia
  9. 9. Desenvolvimento tecnológico próprio Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) Observação: FOCO DEVE ESTAR NO SETOR PRODUTIVO Resultado da pesquisa Setor básica e aplicada produtivo A força desta transferência depende de: - Flexibilidade organizacional - Capacidade cognitiva das pessoas - Laboratórios participarem da difusão
  10. 10. Desenvolvimento tecnológico próprio Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) Cooperação em P&D Complexidade científica Causas Convergência tecnológica Custo da pesquisa Empresas de uma cadeia Tipos Empresas concorrentes Descentralização do desenvolvimento em Tendência multinacionais
  11. 11. Desenvolvimento tecnológico próprio Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) - esforços Atividade típica de grande empresa Esforços medidos em % do faturamento empregado Indicador não conveniente: avalia o passado a partir de investimentos atuais Cada setor tem uma necessidade específica – diferentes % de investimento
  12. 12. Desenvolvimento tecnológico próprio Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) - esforços Setores % de Investimento Alimentos e bebidas 0,2 Celulose e papel 0,4 Farmacêutico 0,9 Materiais elétricos 1,8 Aeronaves 8,0
  13. 13. Desenvolvimento tecnológico próprio Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) - esforços Atividade típica de grande empresa Temas críticos: Avaliação e seleção dos projetos: tomada de decisões Capacitação técnica: dinâmica e flexível Questões éticas e ambientais
  14. 14. Transferência tecnológica Principais formas: Contratos de assistência técnica Obtenção de licenças de fabricação de produtos Licenças para utilização de marcas Aquisição de serviços técnicos ou de engenharia Atividade mais internacional que doméstica Mais presente em tecnologias maduras Licenciadas buscam vantagens locacionais
  15. 15. Transferência tecnológica Tipos de eficiência: Estática Dinâmica
  16. 16. Transferência tecnológica Tipos de eficiência: Estática Dinâmica Adaptação Condições locais e inovações incrementais REALIZADA POR FORNECEDORES: Disponibilidade e custos dos fatores de produção Necessidade dos clientes Escala de produção Cultura organizacional
  17. 17. Transferência tecnológica Tipos de eficiência: Estática Dinâmica Adaptação Condições locais e inovações incrementais Firma recipiente: capacidade de selecionar tecnologia (defasagem)
  18. 18. Transferência tecnológica Tipos de eficiência: Estática Dinâmica Adaptação Condições locais e inovações incrementais Nível de participação das recipientes: - Mais baixo – simples importação (incrementais) - Mais alto – incorporada ao P&D
  19. 19. Tecnologia incorporada Tecnologia embutida em máquinas e equipamentos Benefícios esperados: Ampliação da escala de produção Redução de custos Lançamento de novos produtos (indireto) Considerada por Adam Smith como uma das mais importantes para aumentar a produtividade
  20. 20. Tecnologia incorporada Esforço tecnológico de países em desenvolvimento
  21. 21. Tecnologia incorporada Sucesso da transferência depende de: Suporte técnico Documentação oferecida (manuais) Esforços do usuário em aprendizado
  22. 22. Tecnologia incorporada A tecnologia apropriada deve ser adaptada para: Atender mercados de menor poder aquisitivo Adequar os processos de produção aos baixos custos de mão-de- obra e às dificuldades de acesso ao capital Contornar dificuldades de acesso a matérias-primas Evitar problemas de manutenção e falta de serviços técnicos
  23. 23. Conhecimento tácito e codificado
  24. 24. Conhecimento tácito e codificado Tipos de conhecimento Explícito Codificado em manuais, livros, revistas, textos Tácito Envolve experiências e habilidades pessoais Tácito é de mais difícil transmissão, porém gera diferenciação mais duradoura
  25. 25. Conhecimento tácito e codificado Tipos de conhecimento Explícito Codificado em manuais, livros, revistas, textos Tácito Envolve experiências e habilidades pessoais Tácito é de mais difícil transmissão, porém gera diferenciação mais duradoura
  26. 26. Aprendizado acumulativo Ocorre em todas as esferas da empresa Abastecido por fontes internas e externas Processo cumulativo que visa desenvolver capacitação: Produtiva Organizacional Tecnológica
  27. 27. Aprendizado acumulativo Ocorre em todas as esferas da empresa Abastecido por fontes internas e externas Processo cumulativo que visa desenvolver capacitação: Produtiva - Uso de equipamentos Organizacional - Desenvolvimento de rotinas, métodos e Tecnológica sistemas organizacionais - Capacidade de combinação de insumos
  28. 28. Aprendizado acumulativo Ocorre em todas as esferas da empresa Abastecido por fontes internas e externas Processo cumulativo que visa desenvolver capacitação: Produtiva - Habilidades técnicas Organizacional - Conhecimento individual e coletivo Tecnológica - Experiência tácita
  29. 29. Aprendizado acumulativo Taxonomia dos processos de aprendizado Aprender... Características Fazendo Interno. Relacionado com o processo Usando Insumos, equipamentos e software Procurando Busca de informações e atividades de P&D Interagindo Fornecedores, clientes e setores da empresa “spill-overs” Imitação e contratação de técnicos de concorrentes Ciência Sistemas nacionais de C&T (ciência e tencnologia)
  30. 30. Trabalho em classe Leia o texto “A universidade, a empresa e a pesquisa que o país precisa” responda, em grupo, às seguintes questões: Qual a diferença, na visão do autor, entre desenvolvimento científico e tecnológico? Por que um não acompanha o outro no Brasil? Vocês concordam concordam com a visão do autor com relação à interação empresa-universidade? Argumente utilizando dados do texto. Qual(is) a(s) intereção(ões) empresa-universidade propostas pelo autor como sendo a(s) mais benéfica(S) para ambas instituições? Qual ou quais as razões pelas quais ele pensa dessa forma?
  31. 31. Universidade Federal do Vale do São Francisc Campus de Juazeiro Colegiado de Engenharia de Produção Fontes de Inovação na Empresa Disciplina: Gestão da Tecnologia e Inovação Professor: Marcel de Gois Pinto

×