6 PPP - Projeto Informacional

2,208 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
2,208
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
656
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

6 PPP - Projeto Informacional

  1. 1. CmpuICtoTcoogptmtogouocp:jmtoojtooutoof.McGoto ojtoIfomco
  2. 2. ocoomtoouto
  3. 3. ocoomtoouto PRÉ-DESENVOLVIMENTO DESENVOLVIMENTO PÓS-DESENVOLVIMENTO Planej. Acompanhar Estrat. de Retirar o Produto e Produtos Produto Processo Gates Planejamento Projeto Projeto Projeto Preparação Lançamento Projeto Informacional Conceitual Detalhado Produção do Produto PROCESSOS GERENCIAMENTO DE MUDANÇAS DE ENGENHARIA DE APOIO MELHORIA DO PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE PRODUTOS
  4. 4. ocoomtoouto PRÉ-DESENVOLVIMENTO DESENVOLVIMENTO PÓS-DESENVOLVIMENTO Planej. Acompanhar Estrat. de Retirar o Produto e Produtos Produto Processo Gates Planejamento Projeto Projeto Projeto Preparação Lançamento Projeto Informacional Conceitual Detalhado Produção do Produto PROCESSOS GERENCIAMENTO DE MUDANÇAS DE ENGENHARIA DE APOIO MELHORIA DO PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE PRODUTOS
  5. 5. ocoomtoouto DESENVOLVIMENTO Projeto Informacional
  6. 6. ocoomtoouto DESENVOLVIMENTO SAÍDA Projeto Informacional INFORMAÇÕES-META DO PRODUTO ENTRADA PLANO DO PROJETO
  7. 7. Ag
  8. 8. Ag Revisar Escopo do Produto Especificações- Ciclo de Vida Meta Requisitos do Requisitos do Produto Cliente
  9. 9. Ag Revisar Escopo do Produto Especificações- Ciclo de Vida Meta Requisitos do Requisitos do Produto Cliente
  10. 10. Rcopooouto
  11. 11. RcopoooutoAnalisar problema de projetoAnalisar tecnologiasPesquisar padrões e normasPesquisar concorrentes
  12. 12. RcopoooutoAnalisar problema de projetoAnalisar tecnologiasPesquisar padrões e normasPesquisar concorrentes
  13. 13. RcopoooutoAnalisar problema de projeto O escopo do produto contém os objetivos e restrições?Analisar tecnologias O escopo contém informações adicionais necessárias para a busca de novas informações mais detalhadas?Pesquisar padrões e normas Rever e detalhar informações do planejamento estratégico: volume, desejos dos clientes etc.Pesquisar concorrentes Informações sobre componente, materiais, fornecedores
  14. 14. RcopoooutoAnalisar problema de projetoAnalisar tecnologiasPesquisar padrões e normasPesquisar concorrentes
  15. 15. RcopoooutoAnalisar problema de projeto Rever informações do PE de produtos Continuidade da vigilância tecnológicaAnalisar tecnologias Novas pesquisas para complementar e aprofundar conhecimentosPesquisar padrões e normas Considerar também tecnologias de produçãoPesquisar concorrentes
  16. 16. RcopoooutoAnalisar problema de projetoAnalisar tecnologiasPesquisar padrões e normasPesquisar concorrentes
  17. 17. RcopoooutoAnalisar problema de projeto Garantir atendimento a dispositivos legais Identificar aquilo que é protegido legalmenteAnalisar tecnologiasPesquisar padrões e normasPesquisar concorrentes
  18. 18. RcopoooutoAnalisar problema de projetoAnalisar tecnologiasPesquisar padrões e normasPesquisar concorrentes
  19. 19. RcopoooutoAnalisar problema de projeto Tipicamente identificada com a engenharia reversaAnalisar tecnologiasPesquisar padrões e normasPesquisar concorrentes
  20. 20. RcopoooutoAnalisar problema de projeto Tipicamente identificada com a engenharia reversaAnalisar tecnologiasPesquisar padrões e normasPesquisar concorrentes
  21. 21. RcopoooutoAnalisar problema de projeto Relaciona-se, também, com a identificação de oportunidadesAnalisar tecnologiasPesquisar padrões e normasPesquisar concorrentes
  22. 22. RcopoooutoAnalisar problema de projeto Relaciona-se, também, com a identificação de oportunidadesAnalisar tecnologiasPesquisar padrões e normasPesquisar concorrentes
  23. 23. RcopoooutoAnalisar problema de projeto Relaciona-se, também, com a identificação de oportunidadesAnalisar tecnologiasPesquisar padrões e normasPesquisar concorrentes
  24. 24. Ag Revisar Escopo do Produto Especificações- Ciclo de Vida Meta Requisitos do Requisitos do Produto Cliente
  25. 25. CcoV
  26. 26. CcoVDesenvolvimentoLançamentoCrescimentoMaturidadeDeclínio
  27. 27. CcoVDesenvolvimento Desenvolvimento Lançamento Crescimento Maturidade Declínio Vendas VendasLançamento Fluxo de caixa LucroCrescimento TempoMaturidadeDeclínio
  28. 28. CcoVDesenvolvimento Desenvolvimento Lançamento Crescimento Maturidade Declínio Vendas VendasLançamento Fluxo de caixa LucroCrescimento TempoMaturidadeDeclínio
  29. 29. CcoVDesenvolvimento Desenvolvimento Lançamento Crescimento Maturidade Declínio Vendas VendasLançamento Fluxo de caixa LucroCrescimento TempoMaturidade Há apenas desembolsos Atividades de projetoDeclínio
  30. 30. CcoVDesenvolvimento Desenvolvimento Lançamento Crescimento Maturidade Declínio Vendas VendasLançamento Fluxo de caixa LucroCrescimento TempoMaturidadeDeclínio
  31. 31. CcoVDesenvolvimento Desenvolvimento Lançamento Crescimento Maturidade Declínio Vendas VendasLançamento Fluxo de caixa LucroCrescimento TempoMaturidade Clientes inovadores buscam o produto Fluxo de caixa ainda negativoDeclínio
  32. 32. CcoVDesenvolvimento Desenvolvimento Lançamento Crescimento Maturidade Declínio Vendas VendasLançamento Fluxo de caixa LucroCrescimento TempoMaturidadeDeclínio
  33. 33. CcoVDesenvolvimento Desenvolvimento Lançamento Crescimento Maturidade Declínio Vendas VendasLançamento Fluxo de caixa LucroCrescimento TempoMaturidade Clientes “pronto adotadores” Vendas crescem a taxas crescentesDeclínio
  34. 34. CcoVDesenvolvimento Desenvolvimento Lançamento Crescimento Maturidade Declínio Vendas VendasLançamento Fluxo de caixa LucroCrescimento TempoMaturidadeDeclínio
  35. 35. CcoVDesenvolvimento Desenvolvimento Lançamento Crescimento Maturidade Declínio Vendas VendasLançamento Fluxo de caixa LucroCrescimento TempoMaturidade Clientes do Tipo Maioria Inicial Vendes crescem a taxas decrescentesDeclínio
  36. 36. CcoVDesenvolvimento Desenvolvimento Lançamento Crescimento Maturidade Declínio Vendas VendasLançamento Fluxo de caixa LucroCrescimento TempoMaturidadeDeclínio
  37. 37. CcoVDesenvolvimento Desenvolvimento Lançamento Crescimento Maturidade Declínio Vendas VendasLançamento Fluxo de caixa LucroCrescimento TempoMaturidade Produto é comprado por clientes fiéis Vendas decrescem por existir um produto substitutoDeclínio
  38. 38. CcoVModelo do Ciclo de Vida em Espiral
  39. 39. CcoVModelo do Ciclo de Vida em Espiral Projeto Descarte Projeto Conceitual Projeto Detalhado Desativação/ Especificações Reciclagem meta Fabricação Escopo do produto Montagem e Manutenção Embalagem Setores e Consumo Setores Produtivos (Clientes externos) (Clientes internos) Armazenagem Função Uso Transporte Pré- Desenvolvimento Compra Venda Projeto Setores de Mercado Informacional (Clientes intemediários)
  40. 40. Ag Revisar Escopo do Produto Especificações- Ciclo de Vida Meta Requisitos do Requisitos do Produto Cliente
  41. 41. RqutooCt
  42. 42. RqutooCtDiagrama de KANO
  43. 43. RqutooCtDiagrama de KANO Cliente satisfeito O cliente não Quanto maior o esperava, é desempenho, maior a surpreendido satisfação excitação Desempenho Desempenho Pobre Excelente básico O cliente não verbaliza, mas se faltar ele ficará insatisfeito Cliente insatisfeito
  44. 44. RqutooCtIdentificar necessidadesAgrupar e classificarDefinir RequisitosValorar os requisitos
  45. 45. RqutooCtIdentificar necessidadesAgrupar e classificarDefinir RequisitosValorar os requisitos
  46. 46. RqutooCtIdentificar necessidades As necessidades são colocadas pelos clientes de maneira linguística, não técnicaAgrupar e classificarDefinir RequisitosValorar os requisitos
  47. 47. RqutooCtIdentificar necessidades As necessidades são colocadas pelos clientes de maneira linguística, não técnicaAgrupar e classificar SAUDÁVEL COMBODefinir RequisitosValorar os requisitos FÁCIL DE MANUSEAR FÁCIL DE ABRIR
  48. 48. RqutooCtIdentificar necessidades As necessidades são colocadas pelos clientes de maneira linguística, não técnicaAgrupar e classificar Os métodos para ter essas informações são os mesmos do PE de produtosDefinir Requisitos Listas de verificação EnquetesValorar os requisitos Observação direta Grupos de foco Experimentos controlados
  49. 49. RqutooCtIdentificar necessidadesAgrupar e classificarDefinir RequisitosValorar os requisitos
  50. 50. RqutooCtIdentificar necessidades Identifica similaridades Agrupa similaridadesAgrupar e classificar Elimina repetiçõesDefinir Requisitos Elimina necessidades sem relevânciaValorar os requisitos
  51. 51. RqutooCtIdentificar necessidadesAgrupar e classificarDefinir RequisitosValorar os requisitos
  52. 52. RqutooCtIdentificar necessidades Necessidades identificadas são escritas em requisitosAgrupar e classificarDefinir RequisitosValorar os requisitos
  53. 53. RqutooCtIdentificar necessidades Necessidades identificadas são escritas em requisitosAgrupar e classificar Desempenho funcionalDefinir RequisitosValorar os requisitos
  54. 54. RqutooCtIdentificar necessidades Necessidades identificadas são escritas em requisitosAgrupar e classificar ConfiabilidadeDefinir RequisitosValorar os requisitos
  55. 55. RqutooCtIdentificar necessidades Necessidades identificadas são escritas em requisitosAgrupar e classificar Manuseio racionalDefinir RequisitosValorar os requisitos
  56. 56. RqutooCtIdentificar necessidades Necessidades identificadas são escritas em requisitosAgrupar e classificar Ecologicamente corretoDefinir RequisitosValorar os requisitos
  57. 57. RqutooCtIdentificar necessidadesAgrupar e classificarDefinir RequisitosValorar os requisitos
  58. 58. RqutooCtIdentificar necessidades Os diferentes requisitos são valorados Isto significa atribuir pesos com relação à suaAgrupar e classificar importância Fase de julgamento (subjetiva)Definir RequisitosValorar os requisitos
  59. 59. Ag Revisar Escopo do Produto Especificações- Ciclo de Vida Meta Requisitos do Requisitos do Produto Cliente
  60. 60. Rqutooouto
  61. 61. RqutoooutoOs requisitos do cliente já definidos ainda não têm característicasmensuráveis do produtoDeve-se buscar agora uma linguagem técnica de engenharia (dizer emnúmeros)
  62. 62. RqutoooutoOs requisitos do cliente já definidos ainda não têm característicasmensuráveis do produtoDeve-se buscar agora uma linguagem técnica de engenharia (dizer emnúmeros) REQUISITOS DO CLIENTE FÁCIL INSTALAÇÃO
  63. 63. RqutoooutoOs requisitos do cliente já definidos ainda não têm característicasmensuráveis do produtoDeve-se buscar agora uma linguagem técnica de engenharia (dizer emnúmeros) REQUISITOS DO CLIENTE REQUISITOS DO PRODUTO Quantidade de portas Conexão universal Drivers na internet Software tutorial FÁCIL INSTALAÇÃO
  64. 64. Ag Revisar Escopo do Produto Especificações- Ciclo de Vida Meta Requisitos do Requisitos do Produto Cliente
  65. 65. fpcfc-mtopouto
  66. 66. fpcfc-mtopoutoSão parâmetros quantitativos e mensuráveis que o produto projetadodeverá ter além de unidades, deverão haver valores-metaTécnica utilizada: Quality Function Deployment (QFD)
  67. 67. fpcfc-mtopoutoSão parâmetros quantitativos e mensuráveis que o produto projetadodeverá ter além de unidades, deverão haver valores-metaTécnica utilizada: Quality Function Deployment (QFD) Matriz de Correlação 7 Requisitos 4 do Produto 1 2 5 3 Importância Requisitos Matriz de Benchmark dos Clientes Relacionamentos Competitivo Quantificação dos 6 Requisitos do Produto
  68. 68. fpcfc-mtopoutoSão parâmetros quantitativos e mensuráveis que o produto projetadodeverá ter além de unidades, deverão haver valores-metaTécnica utilizada: Quality Function Deployment (QFD) Matriz REQUISITOS DOS CLIENTES de Correlação 7 Requisitos 4 do Produto 1 2 5 3 Importância Requisitos Matriz de Benchmark dos Clientes Relacionamentos Competitivo Quantificação dos 6 Requisitos do Produto
  69. 69. fpcfc-mtopoutoSão parâmetros quantitativos e mensuráveis que o produto projetadodeverá ter além de unidades, deverão haver valores-metaTécnica utilizada: Quality Function Deployment (QFD) Matriz REQUISITOS DOS CLIENTES de Correlação 7 Requisitos do Produto 4 Consiste nos “quês” 1 2 5 3 O que os clientes esperam que o produto faça Importância Requisitos Matriz de Benchmark dos Clientes Relacionamentos Competitivo Utilidade do produto Quantificação dos 6 Requisitos do Produto
  70. 70. fpcfc-mtopoutoSão parâmetros quantitativos e mensuráveis que o produto projetadodeverá ter além de unidades, deverão haver valores-metaTécnica utilizada: Quality Function Deployment (QFD) Matriz IMPORTÂNCIA de Correlação 7 Requisitos 4 do Produto 1 2 5 3 Importância Requisitos Matriz de Benchmark dos Clientes Relacionamentos Competitivo Quantificação dos 6 Requisitos do Produto
  71. 71. fpcfc-mtopoutoSão parâmetros quantitativos e mensuráveis que o produto projetadodeverá ter além de unidades, deverão haver valores-metaTécnica utilizada: Quality Function Deployment (QFD) Matriz IMPORTÂNCIA de Correlação 7 Requisitos do Produto 4 Pesos de cada um dos requisitos do cliente 1 2 5 3 Importância Requisitos Matriz de Benchmark dos Clientes Relacionamentos Competitivo Quantificação dos 6 Requisitos do Produto
  72. 72. fpcfc-mtopoutoSão parâmetros quantitativos e mensuráveis que o produto projetadodeverá ter além de unidades, deverão haver valores-metaTécnica utilizada: Quality Function Deployment (QFD) Matriz BENCHMARKING COMPETITIVO de Correlação 7 Requisitos 4 do Produto 1 2 5 3 Importância Requisitos Matriz de Benchmark dos Clientes Relacionamentos Competitivo Quantificação dos 6 Requisitos do Produto
  73. 73. fpcfc-mtopoutoSão parâmetros quantitativos e mensuráveis que o produto projetadodeverá ter além de unidades, deverão haver valores-metaTécnica utilizada: Quality Function Deployment (QFD) Matriz BENCHMARKING COMPETITIVO de Correlação 7 Requisitos do Produto 4 Comparação do produto com os concorrentes 1 2 5 3 Dá uma medida de posição no mercado Importância Requisitos Matriz de Benchmark dos Clientes Relacionamentos Competitivo Quantificação dos 6 Requisitos do Produto
  74. 74. fpcfc-mtopoutoSão parâmetros quantitativos e mensuráveis que o produto projetadodeverá ter além de unidades, deverão haver valores-metaTécnica utilizada: Quality Function Deployment (QFD) Matriz REQUISITOS DO PRODUTO de Correlação 7 Requisitos 4 do Produto 1 2 5 3 Importância Requisitos Matriz de Benchmark dos Clientes Relacionamentos Competitivo Quantificação dos 6 Requisitos do Produto
  75. 75. fpcfc-mtopoutoSão parâmetros quantitativos e mensuráveis que o produto projetadodeverá ter além de unidades, deverão haver valores-metaTécnica utilizada: Quality Function Deployment (QFD) Matriz REQUISITOS DO PRODUTO de Correlação 7 Requisitos do Produto 4 Refere-se ao produto atendendo o cliente 1 2 5 3 São os “comos” Importância Requisitos Matriz de Benchmark dos Clientes Relacionamentos Competitivo Quantificação dos 6 Requisitos do Produto
  76. 76. fpcfc-mtopoutoSão parâmetros quantitativos e mensuráveis que o produto projetadodeverá ter além de unidades, deverão haver valores-metaTécnica utilizada: Quality Function Deployment (QFD) Matriz MATRIZ DE RELACIONAMENTO de Correlação 7 Requisitos 4 do Produto 1 2 5 3 Importância Requisitos Matriz de Benchmark dos Clientes Relacionamentos Competitivo Quantificação dos 6 Requisitos do Produto
  77. 77. fpcfc-mtopoutoSão parâmetros quantitativos e mensuráveis que o produto projetadodeverá ter além de unidades, deverão haver valores-metaTécnica utilizada: Quality Function Deployment (QFD) Matriz MATRIZ DE RELACIONAMENTO de Correlação 7 Requisitos do Produto 4 São feitas as correlações entre “quês” e “comos” 1 2 5 3 As relações podem existir ou não. Caso Importância Requisitos Matriz de Benchmark dos Clientes Relacionamentos Competitivo existam, podem ser fracas ou fortes Quantificação dos 6 Requisitos do Produto
  78. 78. fpcfc-mtopoutoSão parâmetros quantitativos e mensuráveis que o produto projetadodeverá ter além de unidades, deverão haver valores-metaTécnica utilizada: Quality Function Deployment (QFD) Matriz QUANTIFICAÇÃO DOS REQ. PRODUTO de Correlação 7 Requisitos 4 do Produto 1 2 5 3 Importância Requisitos Matriz de Benchmark dos Clientes Relacionamentos Competitivo Quantificação dos 6 Requisitos do Produto
  79. 79. fpcfc-mtopoutoSão parâmetros quantitativos e mensuráveis que o produto projetadodeverá ter além de unidades, deverão haver valores-metaTécnica utilizada: Quality Function Deployment (QFD) Matriz QUANTIFICAÇÃO DOS REQ. PRODUTO de Correlação 7 Requisitos do Produto 4 Essa quantificação formará o conjunto de especificações do produto em projeto 1 2 5 3 Importância Requisitos Matriz de Benchmark dos Clientes Relacionamentos Competitivo Quantificação dos 6 Requisitos do Produto
  80. 80. fpcfc-mtopoutoSão parâmetros quantitativos e mensuráveis que o produto projetadodeverá ter além de unidades, deverão haver valores-metaTécnica utilizada: Quality Function Deployment (QFD) Matriz MATRIZ DE CORRELAÇÃO de Correlação 7 Requisitos 4 do Produto 1 2 5 3 Importância Requisitos Matriz de Benchmark dos Clientes Relacionamentos Competitivo Quantificação dos 6 Requisitos do Produto
  81. 81. fpcfc-mtopoutoSão parâmetros quantitativos e mensuráveis que o produto projetadodeverá ter além de unidades, deverão haver valores-metaTécnica utilizada: Quality Function Deployment (QFD) Matriz MATRIZ DE CORRELAÇÃO de Correlação 7 Requisitos do Produto 4 Relação existente entre os requisitos do produto 1 2 5 3 Pode ser positiva ou negativa Importância Requisitos Matriz de Benchmark dos Clientes Relacionamentos Competitivo Se negativa, cuidado deve-se ter com os trade-offs Quantificação dos 6 Requisitos do Produto
  82. 82. fpcfc-mtopoutoComparação entre QFD e as atividades de Projeto informacional N Campo do QFD Atividades de Projeto Informacional 1 Requisito dos clientes Identificar requisitos dos clientes do 2 Importância dos requisitos produto 3 Benchmarking 4 Requisitos do produto Definir os requisitos do produto 5 Correlação entre (1) e (4) 6 Valor-meta dos requisitos do produto Definir especicações-meta do 7 Correlação entre (7) e (7) produto
  83. 83. Ag Revisar Escopo do Produto Especificações- Ciclo de Vida Meta Requisitos do Requisitos do Produto Cliente

×