Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Negocio dos sites de Conteúdo Contribuído pelo Utilizador

1,781 views

Published on

  • Be the first to comment

Negocio dos sites de Conteúdo Contribuído pelo Utilizador

  1. 1. PHP ClassesO Negócio dos Sites de Conteúdo Contribuído pelo Utilizador Manuel Lemos mlemos@acm.org http://www.ManuelLemos.net/ Conversas 2.0 Universidade de Aveiro 17 de Dezembro de 2010
  2. 2. Manuel Lemos● Formado em Eng. Electrónica e Telecomunicações pela Universidade de Aveiro em 1994● Autor do Livro “Estar na Internet” publicado pela McGraw-Hill em Portugal em 1998● Radicado no Brasil desde 1998● Criador do site PHP Classes em 1999 →
  3. 3. Origem do site PHP Classes● 1997 – Participação em listas de discussão● 1998 – PHP 3 lançado com suporte a OOP● Componentes prontos resolviam problemas frequentes de outros utilizadores● Divulgação de classes prontas nas listas de discussão aumentaram muito a procura● 1999 – Lançamento do site PHP Classes →
  4. 4. Objectivos● Meio de distribuição automática de classes Minimizar esforço dos autores na divulgação● Aumentar a base de utilizadores das classes Alertar utilizadores por e-mail sobre novas classes e suas actualizações● Estimular a partilha de conhecimento Contribuição de novas classes e mais conteúdo →
  5. 5. Crescimento interminável Web 2.0: Regra do 1%● Site de conteúdo contribuído pelos utilizadores● Por cada 100 novos utilizadores, 1 contribui● Mais contribuições atraiem mais utilizadores● Quanto mais utilizadores, mais contribuidores →
  6. 6. Propaganda viral Divulgação que traz mais divulgação● Troca de anúncios com sites parceiros● Top de autores● Iniciativa amigos do site● Lista de grupos regionais de utilizadores de PHP● Divulgação de novidades através de RSS/Twitter● Espelhos do site →
  7. 7. As dores do crescimento Problemas do crescimento interminável1. Qualidade das contribuições2. Custos de operação →
  8. 8. Qualidade das contribuições O problema de ter muito do mesmo● Sistema de votação – Utilidade, consistência, exemplos, documentação, tutoriais em vídeo, e testes de unidade – Top das classes mais votadas● Prémio de inovação – Nomeação de classes inovadoras em cada mês – Prémios patrocinados para todos os nomeados →
  9. 9. Custos de operação Nada é de graça● Custos de alojamento – Capacidade de processamento – Largura de banda – Espaço em disco● Custos de pessoal – Atendimento aos utilizadores – Desenvolvimento de novas capacidades →
  10. 10. Redução de custos Melhor software consome menos recursos● Cache e mais cache – eAccelerator para cache de PHP compilado – Classe File Cache em PHP para cache de conteúdo – Lighttpd: cache de acessos a conteúdo estáctico● Compressão de conteúdo – mod_deflate reduz tamanho de páginas até 5 vezes – Todos os browsers modernos suportam – Páginas carregam mais rapidamente →
  11. 11. Mais redução de custos Aceleração com software automático● Atendimento self-service – Robôs de resposta a e-mail de desinscrição de newsletters e mensagens de alerta – Páginas com respostas a perguntas frequentes● Ferramentas de geração de código – Metastorage gera código de acesso a objectos em base de dados definidos a partir de modelos – Redução do tempo de escrita, teste e correcção →
  12. 12. Geração de Receita Como convencer clientes a pagar por algo? 3 modelos para descoberta e análise de necessidades latentes dos clientes:1. Modelo de Juvenal (Romano)2. Modelo de Maslow3. As minhas necessidades →
  13. 13. Modelo de Juvenal● Juvenal: poeta romano do século I● “Panem et Circenses”: pessoas necessitam de Pão e Circo 1. Pão: alimento que simboliza a sobrevivência 2. Circo: actividade que simboliza o entretenimento →
  14. 14. Modelo de Maslow● Maslow: psicólogo americano do século XX● Pirâmide das necessidades humanas
  15. 15. As minhas necessidades● Se eu preciso de algo, outros como eu também precisam● Eu serei o meu primeiro cliente: Eu pagaria por algo que eu preciso?● Repetível: Eu pagaria frequentemente para satisfazer a mesma necessidade?● Crescimento em escala: Quantos outros também pagariam pelo mesmo? →
  16. 16. Fontes de Receita Alternativas consideradas1. Doações2. Publicidade paga3. Serviços premium (pagos) exclusivos para assinantes4. Anúncios de vagas de emprego →
  17. 17. Doações● Doação de alojamento – Troca de alojamento por publicidade – Sites espelhos● Doação de dinheiro – Não é garantido – Não é recorrente →
  18. 18. Publicidade paga● Pagamento por: exibição, clique ou tempo● Receita cresce com a audiência● Negociação directa é difícil à distância● Intermediação por agências – Google AdSense, Tribalfusion, Fastclick, etc. – Facilidade de alcance a grandes anunciantes – Agências ficam com comissão elevada – Pagamento Paypal ou transferência →
  19. 19. Assinaturas premium (pagas)● Serviços exclusivos assinantes – Navegação do site sem publicidade – Acesso a fóruns de especialistas para resolver problemas difíceis – Buscas e páginas favoritas personalizadas – Catálogo de profissionais disponíveis para prestar consultoria paga, acesso imediato a vagas● Adesão duma pequena parte dos utilizadores● Pagamento pelo Paypal ou 2Checkout● Receita recorrente (em Todos Meses Pinga) →
  20. 20. Anúncios de vagas de emprego● Preço conforme a urgência - assinantes premium têm acesso imediato● Gratuito para anúncio de vagas não urgentes - não assinantes premium têm de esperar● Receita depende de esforço de prospecção →
  21. 21. SEO Optimização da visibilidade em sites de busca● Fonte gratuita de visitantes● Análise de alertas no Google Webmaster Tools● Search + Folksonomy = Searchonomy: Atribuição de palavras-chave a páginas● PHP Zeitgeist: tendências de busca →
  22. 22. Interacção Social● Utilizadores são encorajados a divulgar no Twitter, Facebook, StumbleUpon e Delicious● Autores são encorajados a divulgar no Freshmeat e HotScripts● Anúncios de artigos do blog e podcast no Digg e Dzone● Página automática no Facebook● Vigilância de comentários no Twitter →
  23. 23. Prioritização do desenvolvimento do site O que desenvolver a seguir?● Análise de sugestões e reclamações dos utilizadores● Avaliação de possíveis produtos virados para necessidades mal atendidas pelo mercado● Detecção de pontos dolorosos para o utilizador através de análise de comentários no Twitter →
  24. 24. Web Design 2.0● Design do site foi um ponto doloroso: reclamações frequentes no Twitter e e-mail● Sobre estética, sempre ocorrem divergências● Concurso de design para minimizar a rejeição● Designers proposurem novos temas● Utilizadores testaram em páginas reais● Design mais votado foi adoptado● Designers mais votados ganharam prêmios →
  25. 25. Futuro● Mais serviços pagos para assinantes● Catálogo de empresas de alojamento● Sincronização de classes a partir de repositórios CVS, Subversion ou GIT● Divisão de lucros com os melhores autores● O que mais os utilizadores reclamarem ou sugerirem● Sites para outras linguagens: dependem de parcerias com terceiros para gerir →
  26. 26. Crescimento horizontal● Variantes do site para outras linguagens● Mesmo código, mas configuração e design diferentes● Contas de utilizador reutilizadas: single sign- on usando OpenID● JSClasses: Site para JavaScript (Agosto 2010)● PyClasses: Site para Python (2011) →
  27. 27. Curiosidades Dezembro de 2010● Utilizadores: ~956000 (~8300 novos por mês)● Autores: ~2950 contribuiram ~5650 componentes● Audiência: 1.8M de páginas, 500K visitas/mês● Servidores: 1 dedicado (USD $180/mês)● Linhas de código: ~272000 em PHP (8.2MB) →
  28. 28. Perguntas?● Manuel Lemos mlemos@acm.org● Repositório PHPClasses http://www.phpclasses.org/● Repositório JSClasses http://www.jsclasses.org/

×