Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Hipodermica funcionalismo usos satis envio

3,221 views

Published on

Published in: Education
  • Be the first to comment

Hipodermica funcionalismo usos satis envio

  1. 1. O Modelo da Agulha Hipodérmica
  2. 2. Como funciona?
  3. 3. Essa teoria é também chamada de “teoria da correia de transmissão ” ou “teoria mecanicista de estímulo e resposta ”.
  4. 4. Essa teoria baseia-se que as mensagens passadas pela mídia aos receptores eram recebidas de maneira uniforme e estes estímulos provocavam respostas imediatas e diretas.
  5. 5. Com isso as pessoas podiam ser influenciadas e manipuladas pelos MCM (poder dos meios), principalmente se estes se valessem de apelos emocionais.
  6. 6. <ul><li>Os efeitos produzidos pela mídia atingem da mesma forma todas as pessoas, independentemente de suas características sociais, psicológicas ou culturais. </li></ul><ul><li>Ou seja, todos são iguais e respondem de forma igual aos estímulos. </li></ul>
  7. 7. Qual a principal característica desse modelo?
  8. 8. A principal característica desse modelo é a posição privilegiada dada à fonte emissora .
  9. 9. O receptor era colocado em segundo plano.
  10. 10. A mídia era como uma “ seringa ” que destruía as residências e injetava suas idéias como bem entendesse no público.
  11. 11. Público esse que era totalmente sugestionável e receptivo a qualquer manipulação ideológica .
  12. 12. As pessoas se sentiam envolvidas.
  13. 13. A propaganda neste contexto foi vista como meio de manipular a opinião pública e levá-la a acreditar e a defender as idéias desejadas pelo comunicador.
  14. 14. Havia fortes interesses do comunicador.
  15. 15. Teoria Funcionalista (Funcionalismo)
  16. 16. Objeto de estudo: a mensagem na comunicação de massa EUA (década de 30) Principais autores :
  17. 17. Principais autores : Harold Lasswell
  18. 18. Paul Lazarsfeld
  19. 19. Principais autores : Robert Merton
  20. 20. O que são estas imagens
  21. 21. compreensão dos fenômenos sociais
  22. 22. respostas para a organização dessas sociedades
  23. 23. A teoria funcionalista é herdeira direta do positivismo (teoria sociológica que buscava a compreensão dos fenômenos sociais ). Aplicado ao estudo das sociedades, o funcionalismo procura respostas para a organização dessas sociedades, de seus costumes e tradições .
  24. 24. Tem origem na concepção da função e da estrutura social que responde a um modelo organicista spenceriano. Ou seja, de um organismo vivo dotado de “funcionamento próprio”.
  25. 25. <ul><li>O Funcionalismo entende por função a contribuição que cada elemento social dá para a organização ou para a ação do conjunto do qual participa </li></ul>
  26. 26. O funcionalismo preocupa-se com o estudo do público realizando pesquisas de campo sobre o comportamento deste público .
  27. 27. <ul><li>A preocupação com o estudo das comunicações de massa surgiu por volta de 1910. </li></ul><ul><li>Até 1930 </li></ul><ul><li>acreditava-se que </li></ul><ul><li>os meios de </li></ul><ul><li>comunicação </li></ul><ul><li>possuía poder </li></ul><ul><li>absoluto sobre </li></ul><ul><li>o povo. </li></ul>Adoro este programa
  28. 28. <ul><li>O uso que Hitler fazia do rádio começou a preocupar diversos segmentos sociais, desejosos de saber qual a extensão do poder dos meios de comunicação de massa. </li></ul><ul><li>(Hitler 1933 a 1945) </li></ul>
  29. 29. <ul><li>Em 1938, Orson Welles coloca no ar, pelas ondas da CBS, a Guerra dos Mundos, baseado no romance de H. G. Wells, aterrorizando milhares de americanos crédulos com o relato de ficção científica sobre a invasão da terra pelos marcianos. O fenômeno suscita estudos de uma equipe de sociólogos de Princeton. </li></ul>
  30. 30. O funcionalismo estabelece uma relação entre o corpo social e o biológico , através da idéia de que cada parte ajuda a preservar o todo. (rim / coração / pulmão = mantém a vida no ser humano)
  31. 31. Através de pesquisas iniciadas na década de 30 nos EUA, os teóricos funcionalistas objetivaram medir o alcance dos MCM (imprensa e rádio).
  32. 32. Em seguida passaram a analisar a influência desses meios no comportamento, nível cultural e a utilização política dos meios.
  33. 33. O processo de comunicação é explicado, na teoria funcionalista pelo paradigma de Lasswell , que trata da relação entre emissor e receptor. (1948)
  34. 34. Lasswell procurava descrever o ato de comunicação através das seguintes questões: Quem? (emissor) Diz o quê? (mensagem) Em que canal? (meio) Para quem? (receptor) Com que efeito? (feedback) Exemplo Seu Creysson
  35. 35. Quem? (emissor) Diz o quê? (mensagem) Em que canal? (meio) Para quem? (receptor) Com que efeito? (feedback) Exemplo Seu Creysson
  36. 36. <ul><li>A partir do modelo de Lasswell, o processo de comunicação cumpre três funções principais na sociedade. </li></ul><ul><li>A) vigilância do meio, que revela tudo o que pode ameaçar ou afetar o sistema de valores da comunidade. </li></ul>
  37. 37. <ul><li>B) relações entre os componentes da sociedade para produção de resposta ao meio de comunicação. </li></ul>
  38. 38. <ul><li>C) transmissão de herança social . </li></ul>
  39. 39. <ul><li>O psicólogo Lazarsfeld e o sociólogo Merton, da Universidade de Columbia, acrescentam uma </li></ul><ul><li>quarta função : </li></ul>
  40. 40. <ul><li>o entretenimento, promovendo a disfunção narcotizante da mídia, o que gera a apatia política das grandes massas da população. </li></ul>
  41. 41. <ul><li>Lasswell conclui com seus estudos: </li></ul><ul><li>o público é afetado pelos conteúdos disseminados pela mídia; </li></ul>
  42. 42. <ul><li>Lasswell conclui com seus estudos: </li></ul><ul><li>as respostas do público sujeitam-se a identificações, desejos e expectativas; </li></ul>
  43. 43. <ul><li>Lasswell conclui com seus estudos: </li></ul><ul><li>influência social, ideológica e cultural; </li></ul>
  44. 44. <ul><li>Lasswell conclui com seus estudos: </li></ul><ul><li>- os materiais divulgados pela mídia motivam as reações do público; </li></ul>Comercial O Boticário: lenço
  45. 45. <ul><li>Paul Lazarsfeld fez críticas ao modelo de Lasswell. Para ele as pessoas eram capazes de fazer suas próprias escolhas. </li></ul>
  46. 46. <ul><li>Negando assim, que um público considerado massivo só reaja. </li></ul><ul><li>Lazarsfeld colocou em questão os efeitos uniformes da comunicação de massa </li></ul>
  47. 47. <ul><li>Lazarsfeld é diferente da agulha hipodérmica. </li></ul>
  48. 48. <ul><li>AH = público passivo – público mecanicista = estímulo – resposta </li></ul><ul><li>Lazarsfeld = Público capaz de fazer suas próprias escolhas </li></ul><ul><li>Essas escolhas são feitas conforme pré-conceitos já existentes. </li></ul>
  49. 49. <ul><li>Ou seja, um pessoa seleciona na mídia aquilo que deseja. </li></ul><ul><li>Pode ignorar aquilo que </li></ul><ul><li>não condiz com seu </li></ul><ul><li>jeito / personalidade. </li></ul>
  50. 50. <ul><li>Seria muito mais interessante estudar as escolhas dos programas pelas pessoas e o porquê dessas escolhas, do que números em si. </li></ul><ul><li>Na audiência só se mede o que as pessoas fazem. </li></ul>
  51. 51. <ul><li>Lazarsfeld através da Administrative research (Pesquisa Administrativa) buscava estudar o que significavam realmente os meios de comunicação. </li></ul>
  52. 52. <ul><li>Paul Lazarsfeld: </li></ul><ul><li>Pensamento = Teoria dos efeitos limitados </li></ul>
  53. 53. <ul><li>Teoria dos efeitos limitados </li></ul>Visita de Obama ao Brasil. Vídeos: comentário Prates e TV Justiça
  54. 54. <ul><li>Lazarsfeld acreditava que a comunicação, a transmissão de mensagens da mídia para o público, não é feita de forma direta, mas sim em dois estágios. (comunicação face a face) </li></ul><ul><li>Fluxo de comunicação realizado em duplo estágio ( Two-slep flow of communication ) </li></ul>
  55. 55. <ul><li>Primeiro, a informação chegaria as pessoas bem informadas (líderes de opinião), inspiravam confiança. </li></ul><ul><li>E através delas chegariam no público. </li></ul>
  56. 56. <ul><li>Teoria dos efeitos limitados </li></ul>. Vídeo: Comentário de Arnaldo Jabor Sobre Dilma
  57. 57. <ul><li>Esse conceito ficou conhecido como “teoria dos efeitos limitados”. </li></ul><ul><li>Pessoas que residem em um mesmo grupo (família, amigos, colegas) tendem a ter opiniões parecidas sobre um assunto. </li></ul>
  58. 58. <ul><li>Na Teria dos Efeitos Limitados </li></ul><ul><li>O alcance das mensagens midiáticas depende do contexto social em que estão inseridas, </li></ul><ul><li>Neste caso, os filtros individuais pelos quais são filtradas as mensagens seriam de origem muito mais social do que psicológica. </li></ul>
  59. 59. Lazarsfeld , contextualiza o processo de comunicação: - Ocorre numa sociedade de massa; - capitalista; - liberal; - Prevalecendo as leis de mercado (oferta e procura) Os estudos de Lazarsfeld também é chamado de Modelo dos Degraus
  60. 60. <ul><li>Modelo dos Usos e Satisfações </li></ul><ul><li>(Estudos de Blumler e Katz) </li></ul>
  61. 61. <ul><li>Este modelo tentava reunir provas dos efeitos que a mídia exercia sobre o público por ela exposta e por ela formado. </li></ul>
  62. 62. <ul><li>A interação entre público e mídia eram justificados pelos USOS adquiridos ao perceber (ou receber) um conteúdo midiático. </li></ul><ul><li>E pelas SATISFAÇÕES (efeitos) que podem proporcionar. </li></ul><ul><li>USOS = a utilidade do conteúdo adquirido </li></ul><ul><li>SATISFAÇÃO = efeito que esse conteúdo proporciona </li></ul>
  63. 63. <ul><li>Exemplos </li></ul>

×