Cultura organizacional

7,058 views

Published on

Seminário sobre cultura organizacional apresentado na Faculdade Castro Alves para a disciplina Teoria da Administração II - 2º semestre - pelos acadêmicos:
Adriana Souza, Deise Barros, Marco Antonio, Maria Teresa e Shirlene Conceição.

Published in: Education
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
7,058
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
174
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Cultura organizacional

  1. 1. SEMINÁRIO SOBRE
  2. 2. ADRIANA SOUZA DEISE BARROS MARCO ANTONIO SHIRLENE CONCEIÇÃO MARIA TERESAADMINISTRAÇÃO 2011.2 – 2º SEMESTRE
  3. 3.  DISCIPLINA: TEORIA DA ADMINISTRAÇÃO II  ORIENTADORA: CAROLINA SPÍNOLA
  4. 4. GARETH MORGAN
  5. 5.  Este tema emerge com o surgimento do Japão como potência industrial Estuda-se a vinculação entre a cultura japonesa e os princípios que norteiam as organizações do país A cultura japonesa teve papel central na criação do império econômico japonês Uso de livros orientais com foco em gestão de empresas como “A Arte da Guerra”, de Sun Tzu, da China, se tornou moda
  6. 6.  Valores Crenças Ritos Mitos do lugar e das pessoas que rodeiam a empresa.
  7. 7.  As organizações Ocidentais:  Individualistas;  Capitalistas;  Pensam mais em si não na organização. As organizações Orientais:  Pensamento Coletivo;  Trabalho em equipe o tempo todo;  A Organização é a extensão de sua casa.
  8. 8. Dr. Augusto do Couto Maia
  9. 9. Moléstias:1849 – Febre Amarela1853 – Cólera São páginas da história que poucos se1904 – Peste Bubônica dedicam a rever, mas que contribuíram para1918 – Gripe Espanhola fazer do hospital de isolamento um grande1919 – Varíola Centro de Estudos, de Referência Nacional e1924 – Febre Tifoide Internacional.
  10. 10. O que é Cultura dentro de uma Organização ?
  11. 11. A cultura organizacional é o conjunto de valorese pressupostos básicos expressos em elementossimbólicos, que em sua capacidade de ordenar, atribuir significações e construir identidade organizacional, tanto agem como elemento de comunicação e consenso, como ocultam e instrumentalizam as relações de dominação. (Fleury)
  12. 12. ALGUNS ESPECIALISTAS QUE ESTUDARAM A CULTURA ORGANIZACIONAL Edgar Schein Philip Kotler Idalberto Chiavenato Stephen Robbins Fela MoscoviciMaria Tereza Leme Fleury
  13. 13. Cultura e Poder nas Organizações. São Paulo, Atlas,1989. “Foi trazido às ciências administrativas no final da década de 1950 e abandona a ideias de contexto sociocultural como a origem dos fenômenos em estudo, voltando-se para o interior Maria Tereza Leme Fleury das organizações e das corporações”
  14. 14. “Uma missão bem definidadesenvolve nos funcionários um senso comum de oportunidade, direção, significância e realização. Uma missão bem explícitaatua como uma mão invisívelque guia os funcionários para um trabalho independente, mas coletivo, na direção darealização dos potenciais da Philip Kotler empresa.”
  15. 15. ELEMENTOS DA CULTURA  Aprendizagens  NaturezasRefletem:  Relacionamentos  Verdades  Ambiente
  16. 16.  modelo de gestão que recebem o tipo de liderança predominante o comprometimento de seus colaboradores a sub-cultura local com suas respectivas crenças e tabus
  17. 17. “CULTURA ORGANIZACIONAL PODE SER ENTENDIDA COMO SENDO UM CONJUNTO DE ATRIBUTOS FISICOS E PSICOSSOCIAIS DE UMA ORGANIZAÇÃO QUE CARACTERIZA O SEU MODO DE SER E DETERMINA A SUA IDENTIDADE.” RICARDO SILVEIRA LUZ Dissertação apresentada ao Curso de Mestrado em Sistemas de Gestão da Universidade Federal Fluminense GESTÃO DO CLIMA ORGANIZACIONAL: PROPOSTA DE CRITÉRIOS PARAMETODOLOGIA DE DIAGNÓSTICO, MENSURAÇÃO E MELHORIA
  18. 18. Valores Qualidade e melhoria contínua dos produtos e serviços para satisfação dos consumidores Compromisso, valorização e envolvimento dos Recursos Humanos Compromisso com a verdade Comportamento ético Henri Nestlé Aperfeiçoamento das relações com clientes, fornecedores e consumidores Missão
  19. 19. CULTURAS ESUBCULTURAS NAS ORGANIZAÇÕES
  20. 20. • As organizações são minissociedades; • Pode haver: grupos bem integrados; grupos “prepotentes” (somos os melhores); ou grupos divididos.• Para se entender a cultura e subculturas da organização basta a observação. Culturas e Subculturas nas Organizações
  21. 21. • Existem face pública e a face privada na organização • “O caso da companhia de seguros”• O caso HP - Motivação• O caso ITT - Pressão (Harold Geneen) Culturas e Subculturas nas Organizações
  22. 22. Culturas e Subculturas nas Organizações Independente da Cultura adotada na empresa, o que de fato importa é adequar a abordagem gerencial à realidade do mercado, da empresa e, principalmente, das pessoas que trabalham na organização
  23. 23. Ray Kroc
  24. 24.  Esta metáfora dirige a atenção para o significado simbólico da maioria dos aspectos racionais da vida organizacional Mostra que a organização repousa sobre sistemas de significados comuns, ou seja, esquemas representativos que criam e recriam aquele sentido Ajuda a reinterpretar a natureza e o significado das relações da organização com o ambiente Contribui para a compreensão da mudança organizacional
  25. 25. VALORES• respeito ao indivíduo, seja funcionário, cliente, fornecedor ou membro da comunidade em geral, independentemente de etnia, gênero ou opção sexual;• atendimento ao cliente, superando as expectativas de nossos consumidores;• busca pela excelência, inovando sempre na seleção e promoção de produtos e serviços.
  26. 26.  Pode ser usada para apoiar a manipulação e o controle ideológico A cultura é holográfica e não pode ser realmente gerenciada. Importantes dimensões da cultura são sempre invisíveis e o que é facilmente observável é realmente sem importância. A cultura tem uma dimensão política profunda, sendo impossível captar todo seu significado através da metáfora da cultura.
  27. 27. Sr. Akio Toyoda (Atual Presidente) Sr. Kishiro Toyoda (Fundador)
  28. 28. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:MORGAN, Gareth. Imagens da organização: São Paulo: Atlas,1996.FLEURY, Maria Tereza Leme e FISCHER, Rosa Maria(Org.). Cultura e poder nas organizações. São Paulo: Atlas,1990.KOTLER, Philip. Administração de marketing: a edição donovo milênio, São Paulo: Prentice Hall, 2000

×