Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Arcadismo no enem

1,123 views

Published on

Arcadismo, Arcadismo no ENEM, Literatura no ENEM, Salinha de redação, Salinha de redação em BH, Salinha de redação em Belo Horizonte, Manoel Neves

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Arcadismo no enem

  1. 1. Arcadismo no ENEM Manoel Neves
  2. 2. Onde estou? Este sí-o desconheço: Quem fez tão diferente aquele prado? Tudo outra natureza tem tomado; E em contemplá-lo Amido esmoreço. Uma fonte aqui houve; eu não me esqueço De estar a ela um dia reclinado: Ali em vale um monte está mudado: Quanto pode dos anos o progresso! Árvores aqui vi tão florescentes, Que faziam perpétua a primavera: Nem troncos vejo agora decadentes. Eu me engano: a região esta não era; Mas que venho a estranhar, se estão presentes Meus males, com que tudo degenera! COSTA, C. M. Poemas. Disponível em: www.dominiopublico.gov.br. Acesso em: 7 jul. 2012.
  3. 3. QUESTÃO 01 arcadismo no ENEM No soneto de Cláudio Manuel da Costa, a contemplação da paisagem permite ao eu lírico uma reflexão em que transparece uma a) angús-a provocada pela sensação de solidão. b) resignação diante das mudanças do meio ambiente. c) dúvida existencial em face ao espaço desconhecido. d) intenção de recriar o passado por meio da paisagem. e) empa-a entre os sofrimentos do eu e a agonia da terra.
  4. 4. SOLUÇÃO COMENTADA arcadismo no ENEM No soneto em análise, percebe-se que o locutor apresenta subje-vamente a paisagem. Tal perspec-va contraria as convenções do arcadismo, es-lo em que se costuma inserir a poesia de Cláudio Manuel da Costa, na medida em que os textos produzidos nesse período primavam pela obje-vidade e pela ausência de envolvimento emocional na condução temá-ca. Cumpre informar, entretanto, que, na obra do poeta mineiro, convivem aspectos barrocos, árcades e pré- român-cos. Nesse sen-do, no poema em análise, o lugar ^sico a que se refere o sujeito poé-co apresenta-se totalmente contaminado pelas emoções do sujeito poé-co. Evidentemente, nada é mais óbvio que fato de o estado emocional do sujeito que fala alterar sua percepção de mundo. Por isso, deve-se assinalar a alterna-va “e”.
  5. 5. SIGA-ME NAS REDES SOCIAIS!!! http://www.slideshare.net/ma.no.el.ne.ves https://www.facebook.com/nevesmanoel https://www.instagram.com/manoelnevesmn/ h t t p s : / / w w w . y o u t u b e . c o m / u s e r / TheManoelNeves https://twitter.com/Manoel_Neves
  6. 6. Conhece meu livro de redação para o ENEM? Vendas: www.manoelneves.com

×