Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

A carta argumentativa na PUC-MG

6,895 views

Published on

PUC-MG, Redação, Redação na PUC-MG, Salinha de redação em Belo Horizonte, Salinha de redação, Manoel Neves, Carta argumentativa, Carta argumentativa na PUC-MG

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

A carta argumentativa na PUC-MG

  1. 1. A CARTA ARGUMENTATIVA NA PUC-MG Manoel Neves
  2. 2. A CARTA ARGUMENTATIVA
  3. 3. definição mensagem, manuscrita ou impressa, dirigida a uma pessoa ou organização para comunicar algo tipos textuais exposição e argumentação intencionalidade cada modalidade de carta argumenta9va atende a uma intencionalidade específica domínios discursivos interpessoal, comercial, jornalís9co, do direito, militar, religioso, social o caráter argumentativo em geral, trata-se de um texto exposi9vo-argumenta9vo com máscara contexto de circulação depende do domínio discursivo e da modalidade de carta ASPECTOS GERAIS
  4. 4. CARACTERÍSTICAS 01. deve-se ar,cular em primeira e em terceira pessoa; 02. tanto o locutor quanto o interlocutor devem ser configurados; 03. locutor: de primeira pessoa, iden,fica-se e indica sua intencionalidade; 04. interlocutor: deve ser referido no voca,vo e no corpo do texto [via pronome de tratamento]; 05. a linguagem varia de acordo com a configuração do gênero textual.
  5. 5. PRINCIPAIS TIPOS DE CARTA ARGUMENTATIVA do leitor aberta circular de apresentação diplomáEca de recomendação revogatória ao leitor locutor manifesta-se acerca de assunto que o mobiliza; carta que se dirige publicamente a alguém por meio da imprensa; a que é endereçada simultaneamente a vários des9natários; apresentação de alguém que vai concorrer a cargo em ins9tuição; governo soberano apresenta o diplomata que o representará; atestado/autorização passado[a] por autoridades civis ou militares; governo encera a missão diplomá9ca que o representava; manifestação des9nada a público abrangente defendendo ideia. e-mail texto epistolar que circula no ambiente eletrônico [gênero ou suporte?].
  6. 6. local e data alto da página, alinhado a uma das margens; lugar referido na proposta ou onde se faz a prova; vocativo espécie de saudação na qual se faz referência ao cargo do interlocutor; introdução contextualização do assunto: indicação de como se entrou em contato com o problema exposto; desenvolvimento argumentação análoga à do ar9go de opinião/dissertação; interlocução direta [contato com o interlocutor]; ESTRUTURA MÍNIMA
  7. 7. conclusão explicitação da solução do problema deba9do / reforço enfá9co do posicionamento do locutor; despedida fecho cordial para seu texto [Cordialmente, Agradeço, Sem mais...]; assinatura proibida numa situação de prova; pode ser genérica [um leitor, um candidato, um cidadão]. ESTRUTURA MÍNIMA
  8. 8. PROPOSTA DE REDAÇÃO PUC-MG: VesEbular 2015/2. Disponível em: hVp://www.pucminas.br/ves9bular/provas_gabaritos/bh_2_2015_caderno_area_1.pdf. Acesso em 16 abr. 2016.
  9. 9. local e data Belo Horizonte, 22 de abril de 2016. vocativo Caro Deputado Federal, introdução IdenEficação do locutor: líder do Movimento Juventude Negra Periférica; IdenEficação do interlocutor: Vossa Senhoria; contextualização: exposição: situação de risco social vivida pelos jovens negros; tese/solicitação: atenção aos projetos que envolvem os jovens e que os podem colocar em risco tese/solicitação: busca de alterna9vas de inclusão e de jus9ça social argumento 01 causas da desigualdade que aEnge os jovens negros das periferias herança histórica, resistência/mobilização de setores conservadores, preconceito sociorracial;
  10. 10. argumento 02 consequências da desigualdade que aEnge os jovens negros das periferias maior vulnerabilidade social, [Mapa da Violência-2014: jovens negros da periferia têm 2,5 mais chances de morrer que a média] [IBGE-2015: negros/pardos: 50,7 da população; e 2,5 dos formandos em Medicina] [2015: Câmara dos Deputados aprovou Lei que reduz a maioridade penal de 18 para 16 anos] conclusão o que fazer: mobilização dos setores excluídos, dos movimentos sociais e dos deputados progressistas como: abaixo-assinados, passeatas, denúncias nos meios de comunicação nacional e estrangeiro; para que 01: impedir avanço das pautas que 9rem direitos dos jovens e das minorias; para que 02: assegurar direitos já existentes e lutar por mais polí9cas e inclusão social. despedida Cordialmente assinatura Líder do Movimento Juventude Negra Periférica
  11. 11. SIGA-ME NAS REDES SOCIAIS! questões de artes na prova de linguagens
  12. 12. hZp://www.slideshare.net/ma.no.el.ne.ves hZps://www.facebook.com/nevesmanoel hZps://www.instagram.com/manoelnevesmn/ hZps://www.youtube.com/user/TheManoelNeves hZps://twiZer.com/Manoel_Neves
  13. 13. Conhece meu livro de redação para o ENEM? Vendas: www.manoelneves.com

×