Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

A eficácia dos aparelhos orais no tratamento da apneia obstrutiva grave

596 views

Published on

A eficácia dos aparelhos orais no tratamento da apneia obstrutiva grave

Published in: Health & Medicine
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

A eficácia dos aparelhos orais no tratamento da apneia obstrutiva grave

  1. 1. Lam B1, Sam K, Lam JC, Lai AY, Lam CL, MS de Ip. 2011 maio; 2:195-201. doi: 10.1007/s11325-011-0496-y. Fev 20 2011 ePub.
  2. 2. OBJETIVOS: O objetivo deste estudo é avaliar a eficácia do tratamento do aparelho bucal (OA) para indivíduos com apneia obstrutiva do sono (OSA) grave. Determinar os parâmetros dentais associados com os resultados do tratamento.
  3. 3. PROJETO DE ESTUDO: Este estudo longitudinal prospectivo. População Amostra Seleção da amostra
  4. 4. Foram recrutados chineses com OSA severo que recusaram o tratamento de pressão positiva contínua nas vias aéreas foram recrutados(CPAP). Suas medições dentárias foram tiradas radiografias cefalométricas laterais. Polysomnograms com OA foram repetidas em 3 meses e 1 ano. Pressão arterial foi tirada de manhã depois de estudos do sono.
  5. 5. RESULTADOS: Trinta e quatro indivíduos foram avaliados em 3 meses e 1 ano de acordo com o princípio da análise de intenção de tratar. AHI: redução de 49,3 (37,4-67) para 12,5 (6.1-15,7), p < 0,001 em 3 meses e de 47,5 (41,1-72,9) para 13,1 (6.0-14,0), p < 0,001 em 1 ano. Redução do overjet Pressão arterial sistólica foi significativamente reduzida em sujeitos hipertensos com OSA após 3 meses e 1 ano de tratamento.
  6. 6. CONCLUSÕES: OA reduz a severidade da apnéia do sono, o efeito é mantido em 1 ano em indivíduos com retrognatismo. Pressão arterial sistólica foi significativamente reduzida em sujeitos hipertensos com OSA após 3 meses e 1 ano de tratamento.

×