Successfully reported this slideshow.
Your SlideShare is downloading. ×

Conjuntura Semanal #094 J. S. Gabrielli

Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Loading in …3
×

Check these out next

1 of 4 Ad

Conjuntura Semanal #094 J. S. Gabrielli

Download to read offline

Cai ministro de economia da Argentina, substituido por uma mulher com apoio do prewsidente e da vice. Gustavo Petro, na Colombia, escolhe ex-diretor da CEPAL como ministro da Economia e Gabriel Boric no Chile aumenta a tributação sobre os mais ricos. No Brasil, Lula, Bolsonaro e Ciro fazem campanha na Bahia no dia da Independencia do Brasil (2 de julho). A economia continua mal e as disputas estaduais ainda não permitiram a definição das chapas estaduais. O assédio sexual derrubou o presidente da CEF substituido por uma mulher.

Cai ministro de economia da Argentina, substituido por uma mulher com apoio do prewsidente e da vice. Gustavo Petro, na Colombia, escolhe ex-diretor da CEPAL como ministro da Economia e Gabriel Boric no Chile aumenta a tributação sobre os mais ricos. No Brasil, Lula, Bolsonaro e Ciro fazem campanha na Bahia no dia da Independencia do Brasil (2 de julho). A economia continua mal e as disputas estaduais ainda não permitiram a definição das chapas estaduais. O assédio sexual derrubou o presidente da CEF substituido por uma mulher.

Advertisement
Advertisement

More Related Content

Similar to Conjuntura Semanal #094 J. S. Gabrielli (20)

More from TRAMPO Comunicação e Eventos Soares (20)

Advertisement

Recently uploaded (20)

Conjuntura Semanal #094 J. S. Gabrielli

  1. 1. Conjuntura Semanal 04 de julho de 2022 Jose Sergio Gabrielli de Azevedo. jsgazevedo@gmail.com EUA e Venezuela: n e g o c i a ç õ e s prosseguem Pressionado pela guerra da Ucrânia em busca da substituição do petroleo russo, os EUA mandam a segunda delegação em três meses para negociações bilaterais com a Venezuela. Caracas quali fi ca a delegação de alto nível e Washington diz que a mesma foi tratar de presos americanos na Venezuela. R o m b o fi s c a l e d i v i d e n d o s d a Petrobras e BNDES O governo espera obter 54 bilhões de reais de receitas de dividendos da Petrobras e BNDES para cobrir os rombos provocados por seus gastos eleitorais em 2022. Conta de luz sobe nos estados Depois da autorização da ANEEL começam a ser implementados os aumentos das contas de luz para os consumidores, compensando a potencial perda de caixa das concessionárias, com efeitos retardados sobre 2023. A redução do ICMS ameniza o efeito sobre a conta dos consumidores fi nais. UE bane motores a combustão até 2035 Os 27 países da União Europeia (UE) decidiram uma politica de emissões zero e o banimento das vendas de veículos novos com motores a combustão até 2035. 50 mortos na travessia Mexico-EUA No que é considerado o mais letal dos casos de mortes associadas com a tentativa de atravessar a fronteira Mexico-EUA, 50 corpos foram encontrados em um caminhão abandonado em uma estrada do Texas. Argentina caminha para agravar crise cambial A necessidade de expansão doméstica da oferta de moeda para rolagem da dívida interna, a queda de atividade que afeta o equilíbrio fi scal e a queda do valor das exportações têm pressionado a taxa de cambio do peso argentino em relação ao dólar. O mercado paralelo apresenta grande depreciação da moeda e a taxa o fi cial deve aumentar até o fi nal do ano, agravando a crise nacional. Silvina Batakis: nova ministra da economia da Argentina A crise economica se expandiu para a crise politica entre o presidente Fernandez e a vice Kirchner resultando no pedido de demissão do ministro da Economia Martin Guzman, que tinha feito o acordo com o FMI. A nova ministra Silvina Batakis obteve o apoio do presidente e da vice. Petrobras e construção de plataformas A Petrobras contratou com a Keppel de Cingapura a construção da P80 e P-82 por cerca de 3 bilhões de dólares cada, os maiores valores da história. As duas plataformas construídas no exterior seguem a politica de abandono da construção no Brasil que fi ca muito mais sujeito às fl utuações internacionais do mercado de plataformas do tipo FPSO. TSE de fi niu teto para c a n d i d a t u r a s majoritárias O TSE de fi niu que os partidos só podem gastar até 132 milhões para as candidaturas de presidente nos 2 turnos, abrindo mais espaços para uso do Fundo Eleitoral em outras candidaturas estaduais e proporcionais. Nº 94 Fonte: Redes sociais Fonte: https://tinyurl.com/bdex8h6t F o n t e : h t t p s : / / t i n y u r l . c o m / ac8ssvmb F o n t e : h t t p s : / / tinyurl.com/5apmmpts
  2. 2. 01 Acompanhando Movimentações políticas • Radicalizando seu discurso, Ciro Gomes quer encarnar o candidato anti- sistema (“nem-nem”) para tentar sair da estagnação em que se encontra nas pesquisas. • Marcio França (PSB), com di fi culdades de ampliar apoios depois da aproximação de Kassab (PSD) com Tarcisio de Freitas (Republicanos), pode desistir de sua candidatura ao governo de SP e sair como candidato ao senado na chapa de Haddad (PT). • O resultado da pesquisa do DataFolha, colocando Haddad na frente, com 34% das intenções de voto e a desistência de Datena concorrer ao Senado na chapa de Tarcisio, aumenta a pressão para Marcio França (PSB) desistir da candidatura ao governo e compor a chapa de Haddad no Senado em SP. • A posição de Kassab, que teria sido convidado a ser suplente de Datena na chapa de Tarcisio, também pode pender para Marcio França, di fi cultando sua ida para o Senado. • O PSB negocia com o PT simultaneamente a solução dos impasses em SP, ES, RS, RJ, AC, SC e RN. • Marcelo Freixo (PSB) quer Cesar Maia (PSDB), potencial candidato a seu vice, no palanque, quando Lula for ao RJ para o lançamento da chapa. Lula quer fazer o lançamento da candidatura de André Ceciliano (PT) ao Senado. Alessandra Molon (PSB) ainda insiste na candidatura ao Senado. • Cesar Maia não deve ir ao ato de Lula no RJ alegando cumprir determinação da direção nacional do PSDB, mas mantem as conversas com Freixo e o PSB-RJ. • A disputa para o Senado ainda está inde fi nida numa grande quantidade de estados, di fi cultando a fi nalização das chapas que serão apresentadas as convenções que começarão a ser realizadas em 20/07. • Dois de Julho é a data que celebra a expulsão dos portugueses do Brasil na Bahia e é uma festa popular. Três pré candidatos a presidente- Lula, Ciro e Bolsonaro- estiveram em Salvador nessa data em eventos distintos para evitar con fl itos. A segurança foi reforçada. • Como disse um jornalista baiano: “Dois de Julho na Bahia: Lula brilha, Ciro torce o pé e o inominável xinga a moto. Ê Bahia sábia”. • Lula cobrou compromisso dos militares com democracia, criticou o orçamento secreto e rea fi rmou os compromissos de lutar contra a pobreza e desigualdade. • Bolsonaro voltou a culpar os governadores pelo preço dos combustíveis e participou de uma motociata relativamente pequena. • Ciro se encontrou com Simone Tebet em Salvador. • Bolsonaro desmarca almoço com o presidente de Portugal em Brasilia, depois de saber que ele se encontrara com Lula no dia anterior. O presidente Marcelo Rebelo de Souza minimizou a desfeita dizendo que quem convida é que pode cancelar os eventos. • O Novo terá chapa “puro sangue” na disputa presidencial defendendo ideias da direita liberal, em particular o livre mercado. O cientista politico Felipe D´Avila é o candidato a presidente e o deputado Tiago Mitraud (Novo-MG) será o vice, mesmo sem chances de ganhar. • Com a queda do presidente da CEF, acusado de assédio sexual, cai o ultimo representante da “ala ideológica” do bolsonarismo no primeiro escalão do governo. Centrão, militares e evangélicos continuam como sustentadores principais do presidente. • Pelo terceiro ano, o TCU aprovou com ressalvas as contas do governo Bolsonaro, destacando em 2021, despesas de ensino nas contas da previdência, falta de controle nos gastos da pandemia e benefícios fi scais sem compensações. Combustíveis CPI do MEC • Os governadores de PE, MA, PB, PI, BA, MS, RS, SE, RN, AL, CE e DF entraram com nova ação no STF contra o corte das alíquotas de ICMS. • Erosão do pacto federativo e crise fi scal são alegadas pelos governadores contra a lei complementar 192, sancionada por Bolsonaro, sem compensações para os cortes de receitas dos estados. • ANP anuncia aumento de 13,4% do re fi no de petroleo brasileiro nos cinco primeiros meses de 2022 em relação a 2021. Maio teve o maior volume mensal re fi nado desde 2015. O petroleo brasileiro foi 89,6% da carga das re fi narias. • Depois de vários estados reduzirem o ICMS, os preços das bombas começaram a cair, menos do que a redução do imposto estadual. Depois da adesão de Jarbas Vasconcelos (MDB-PE) chega a 31 os senadores que assinaram o pedido de CPI para investigar a atuação dos pastores no MEC sob a direção do pastor Milton Ribeiro. Os bolsonaristas estão tentando impedir a instalação da CPI que pode atingir o Planalto. Rodrigo Pacheco (PSD) é peça chave nessa instalação que depende de sua leitura no plenário do Senado. Ele promete uma posição na próxima semana. Enquanto isso Carmen Lucia, do STF, intima a PGR para providenciar investigações sobre as denuncias envolvendo o MEC e a interferência de Bolsonaro nas investigações. O FNDE, área de atuação dos pastores do gabinete paralelo do MEC, é objeto de quatro investigações da CGU.
  3. 3. 02 Detalhamentos Economia Criativa • Carnaval fora de época em SP movimenta 216 blocos de rua, mobilizando milhares de pessoas e ativando o setor informal. • A Folha revela o papel do paywall, forma de pagamento dos assinantes que controla o acesso ao conteúdo do jornal como peça chave na transição do jornal impresso para o digital. Hoje a FSP tem 300 mil assinaturas digitais. • A FGV estudou os impactos dos programas culturais ligados a Lei Aldir Blanc, o ProAC e o Juntos pela Cultura na economia de SP e concluiu que cada R$1 investido na cultura por esses programas gerou R$1,6 reais de atividades econômicas. • Aumenta a oferta de equipamentos e serviços adaptados às novas tecnologia, mesmo antes da implantação do 5G, sinalizando novos horizontes de expansão digital. • Postos de trabalho na economia criativa cresceram 12% em1T22/1T21. Militares e evangélicos • Os lideres das grandes igrejas evangélicas não assinaram o acordo com o TSE para inibir a difusão de fake news durante as eleições. Nenhuma das grandes lideranças assinaram o acordo da reunião com 33 pastores e o TSE, mas somente 13 aderiram. • Depois de derrotado na pretensão de emplacar Tereza Cristina como vice de Bolsonaro, o núcleo politico da sua campanha quer que o general Braga Neto, além das relações com os militares, tenha atuação mais ativa na arrecadação de recursos para a campanha. • A Frente Parlamentar Evangélica pode vir a apoiar o pastor Marco Feliciano, da igreja Catedral do Avivamento, no lugar de Datena que desistiu da candidatura ao Senado por SP. • As igrejas evangélicas estão concentrando recursos para as eleições de deputados estaduais e federais na sua bancada. Orçamento Secreto incluído na LDO. Farra na execução de 2022. Senado aprova PEC Emergencial O PT foi derrotado na Comissão de Orçamento que incluiu na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2023 a obrigatoriedade de pagamento das emendas secretas. O Centrão articulou medidas para proteger o orçamento secreto em 2023, caso Lula vença as eleições. Os seus deputados querem ampliar o poder das emendas de relator para o presidente da Comissão de Orçamento e para o relator da LDO. O Centrão quer tornar o orçamento secreto uma obrigação do Executivo a partir de 2023. Depois de aprovado na Comissão do Orçamento o texto agora vai para o Plenário. A oposição através do líder Randolfe Rodrigues(Rede) e do senador Alessandro Vieira(PSD), além dos deputados Felipe Rigoni (UB) e Tabata Amaral (PSB), entrou com um pedido de mandato de segurança no STF contra o dispositivo incluído na LDO que torna as emendas secretas obrigatórias. Enquanto isso, Artur Lira, presidente da Câmara, instala gabinete especial para atendimento aos deputados aliados do governo para liberação dos recursos ainda em junho para evitar os limites da execução orçamentária depois de julho, devido a Lei Eleitoral. A movimentação na ultima semana contrastava com o marasmo do Congresso com deputados e representantes buscando agilizar o processo de transferência de recursos para as prefeituras de forma a executar obras em seus redutos eleitorais ampliando suas possibilidades de disputas dos votos locais. O efeito desses gastos principalmente nas cidades pequenas é gigantesco no resultado das eleições parlamentares, reforçando o poder do Centrão após 2023. Se tornado obrigatório, o Orçamento Secreto di fi cultará enormemente a gestão do Orçamento no proximo governo. Acusações de assedio derrubam presidente da CEF Várias funcionárias mulheres denunciaram atitudes de assédio sexual do presidente da CEF contra elas. Pedro Guimarães, presidente da CEF era um dos auxiliares mais próximos de Bolsonaro.As acusações seguem investigadas em sigilo. As funcionários receberam a solidariedade de várias entidades e pessoas. Temendo as repercussões eleitorais, Bolsonaro demitiu Guimarães e nomeou Daniela Marques, assessora de Paulo Guedes para a presidência da CEF tentando minimizar os impactos do comportamento de seu aliado próximo nas eleições, especialmente entre as mulheres. O Senado apoiou, e agora vai para a Câmara, a PEC que decreta estado de emergência para permitir ultrapassar o teto dos gastos e que permite vários programas até 31/12/2022. A PEC possibilita acabar com o a fi la do Auxilio Brasil e seu aumento, cria o vale-caminhoneiro, além de um auxilio taxista, aumenta o vale gas e estabelece subsídios para a passagem de idosos no transporte coletivo. Os programas focados para reduzir o impacto dos preços dos combustíveis tem duração de alguns meses até a eleição e custará mais de 40 bilhões aos cofres públicos. Os recursos serão obtidos através de créditos extraordinários, sem criação de novas fontes especí fi cas para custear as despesas. Além do caráter eleitoreiro, a não criação de novas fontes de recursos como impostos sobre exportações de petroleo cru e alíquotas maiores para os impostos e contribuições dos lucros do setor, assim como a não solução das compensações para os estados e municípios que perderão receita com a queda do ICMS deixa uma potencial bomba fi scal para os novos governos depois de 2023.
  4. 4. 03 Gráficos e Números Notícias do Agronegócio por Clovis Caribé Movimentações no “andar de cima” N o ano eleitoral, o governo lança o Plano Safra 2022/2023 com valor acima de R$ 320 bilhões, valor considerado recorde, que supera em 36% o do plano da safra anterior É um percentual elevado, mas apertado para cobrir os fortes reajustes dos insumos ocorridos no setor nos dois últimos anos. Deputados ligados aos agronegócios/ CNA dizem que governo atendeu às expectativas do setor para a próxima safra. Desa fi niu um plano de negócios arrojado para entrar no mercado brasileiro de transporte coletivo elétrico. Os operadores do sistema não precisarão comprar os ônibus nem se preocupar com o seu abastecimento. Os veículos e seu carregamento serão alugados. O onibus elétrico custa hoje o dobro do custo de um veiculo a diesel. A Higer quer fi rmar parcerias com concessionárias da distribuição de eletricidade nas grandes cidades para garantir o suprimentos para os ônibus, como já fez com a Enel para a cidade de SP. O Brasil só fi ca atrás da China no mercado de transporte urbano coletivo no mundo, que transporta 83% dos usuários de transportes público no pais. A MarcoPolo brasileira produz metade dos ônibus da America Latina, mas não prioriza os veículos elétricos, foco da Higer, que pode ameaçar a criação de empregos no Brasil. A proposta chinesa é de facilitar as importações o que provavelmente pode inviabilizar a reconversão de algumas plantas da industria automotiva brasileira. Os chineses estão chegando: ônibus elétrico e industria brasileira Segundo pesquisa divulgada pelo Globo, o brasileiro que se autodenomina de direita tem o dobro da proporção na população daqueles que se auto-intitulam de esquerda. As mulheres são menos conservadoras, ainda que não sejam diferentes dos homens em atributos avaliados como apoio a redução da maioridade penal e a legalização do aborto e das drogas. Diferem em relação ao apoio a adoção de crianças por casais gays, Em relação à democracia, a preferencia em relação a outros regimes políticos alcançou o máximo de apoio (65%) em 2019, caindo para 59% em 2022, enquanto a soma de o estar insatisfeito e muito insatisfeito com a democracia variou de 65% para 66% nos dois anos. A pesquisa mostrou uma radicalização de posições de extrema direita, crescendo em 2022 referente aos anos anteriores apesar do reconhecido fracasso do governo nas áreas da economia, saude e educação. A combinação de dois terços dos pesquisados insatisfeitos com a democracia e aumento dos que se autodenominam de extrema direita preocupa a realidade politica e a possibilidade de golpes.

×