O Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares: metodologias de operacionalização (Parte II)
                       ...
objectivos do Projecto Educativo e, consequentemente, para a afirmação
                                    da BE como plat...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Dominio D Accoes Futuras

228 views

Published on

Published in: Technology, Travel
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Dominio D Accoes Futuras

  1. 1. O Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares: metodologias de operacionalização (Parte II) 2009/ 2010 Acções Futuras Domínio D – Gestão da BE Subdomínio D3 - Gestão da Colecção / da Informação Planificar sem analisar os resultados obtidos com o trabalho já 1ª realizado, sem ouvir os utilizadores e sem seguir os objectivos prioritários subjacentes ao Projecto Educativo da Agrupamento.  Na verdade, para a BE ir ao encontro dos objectivos do agrupamento não pode trabalhar isoladamente, sendo que só desta forma se tornará O que a BE deve deixar de fazer essencial para o sucesso do processo de ensino/aprendizagem. Tornar-se um espaço onde os alunos cumprem castigos quando 2ª revelam comportamentos disruptivos.  Todos os elementos da comunidade educativa são bem-vindos à BE, no entanto os alunos devem rever-se neste espaço, devem sentir que na BE podem desenvolver as suas competências, devem querer estar neste lugar privilegiado porque nele encontram todos os recursos que necessitam para o seu crescimento intelectual, social e pessoal. Desenvolver os seu trabalho em clara e sistemática articulação 1ª com os vários departamentos e com todos os órgãos directivos e pedagógicos do Agrupamento, nunca descurando a Associação de Pais e/ou Encarregados de Educação. O que a BE deve continuar a fazer  O trabalho colaborativo é imprescindível para a consecução dos
  2. 2. objectivos do Projecto Educativo e, consequentemente, para a afirmação da BE como plataforma colaborativa e centro de aprendizagem. Divulgar, através de suportes variados, as potencialidades da BE 2ª e as actualizações da colecção.  Só quando todos os utilizadores são regularmente informados de tudo o que têm ao dispor, os objectivos da BE podem ser cumpridos e os seus recursos ajustados às necessidades. Informatizar o acervo da BE e torná-lo acessível, on-line, a todos 1ª os utilizadores.  Esta acção torna-se essencial, por um lado, porque garantimos a transmissão das informações essenciais ao trabalho da BE e, por outro, porque as novas tecnologias são essenciais ao desenvolvimento integral dos indivíduos e são imprescindíveis na sociedade do audiovisual em que O que a BE deve começar a fazer vivemos. Estabelecer, periódica e rigorosamente, as tarefas que os 2ª elementos da BE devem cumprir.  Esta acção torna-se indispensável para que o trabalho a desenvolver pela BE seja profícuo e adequado às necessidades dos seus utilizadores. A Formanda: Luísa Nogueira

×