TCE - Demo - Tecnologia Educacao Aprendizagem

3,235 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
3,235
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
19
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

TCE - Demo - Tecnologia Educacao Aprendizagem

  1. 1. <ul><li>Tecnologia em Educação e Aprendizagem </li></ul>In: DEMO, Pedro. Conhecimento e aprendizagem na nova mídia . Brasília: Plano, 2001. p. 11-32.
  2. 2. <ul><li>Necessidade de mudança das regras da aprendizagem: recusa ao instrucionismo. </li></ul><ul><li>Tecnologia: porque filha do conhecimento, abriga suas contradições (questionamento x ignorância; verdade x poder). </li></ul><ul><li>Papel decisivo do domínio do conhecimento e da tecnologia. </li></ul>Cenário atual
  3. 3. <ul><li>Rede hierarquizada na sociedade do conhecimento (centro x periferia). </li></ul><ul><li>Toda educação será teleducação mediada pela nova mídia (internet e TV). </li></ul><ul><li>Sociedade do conhecimento: competitividade globalizada; valorização restrita do saber pensar (manejo produtivo do conhecimento x cidadania). </li></ul>Cenário atual
  4. 4. <ul><li>Emergência: a realidade produz fenômenos distintos de sua origem (Física Quântica). </li></ul><ul><li>Realidade material: qualitativa e quantitativa. </li></ul><ul><li>Dinâmica não linear da emergência. </li></ul><ul><li>Prigogine: estruturas dissipativas; irreversibilidade; complexidade (resgate da dialética da natureza, Engels – contradições da realidade dinâmica não linear). </li></ul>Emergência e Pensamento
  5. 5. <ul><li>Complexo: tecido junto, ambivalente. </li></ul><ul><li>Pensamento: imaterial, mas com origem material. </li></ul><ul><li>O pensamento não pode ser refletido, copiado, mas reconstruído. </li></ul><ul><li>Realidade em devir: unidade dos contrários. </li></ul>Emergência e Pensamento
  6. 6. <ul><li>Assim como a realidade, constitui-se em fenômeno reconstrutivo, dinâmico, multifacetado, complexo e contraditório. </li></ul><ul><li>Achados da física contemporânea: a realidade é complexa. </li></ul><ul><li>Ditadura do método: enquadrar a realidade em nossos métodos lineares. </li></ul><ul><li>Como sujeitos, não representamos a realidade, mas a interpretamos. </li></ul><ul><li>Maturana: ontologia do observador. </li></ul>Aprendizagem
  7. 7. <ul><li>Enação em Varela: relação dinâmica entre a realidade externa e nosso aparato de percepção, enquanto observadores. </li></ul><ul><li>Crítica ao instrucionismo: treinamento, domesticação, transmissão e aquisição de conhecimento. </li></ul><ul><li>Aprendizagem: reconstrutiva e política. </li></ul>Aprendizagem
  8. 8. <ul><li>Aprendizagem reconstrutiva: </li></ul><ul><ul><li>Por ser um fenômeno interpretativo. </li></ul></ul><ul><ul><li>Construtivismo piagetiano e equilibração majorante. </li></ul></ul><ul><ul><li>Aprendizagem autêntica e criatividade. </li></ul></ul><ul><ul><li>Porque articulada à pesquisa. </li></ul></ul><ul><ul><li>Atenção à sintaxe e à semântica. </li></ul></ul>Aprendizagem
  9. 9. <ul><li>Aprendizagem política: </li></ul><ul><ul><li>Por implicar atividade do sujeito realizador de sua própria história. </li></ul></ul><ul><ul><li>Por ser um processo de emancipação (mediada pelo outro, que pode ser o professor). </li></ul></ul><ul><ul><li>Por se tratar de locus de constituição do sujeito social. </li></ul></ul>Aprendizagem
  10. 10. <ul><li>Tecnologia: filha do conhecimento apropriada pelo mercado liberal. </li></ul><ul><li>A educação transmissiva é passível de ser apropriada pelos processos informatizados. </li></ul><ul><li>Fascínio da tecnologia pelo mundo da informação. </li></ul><ul><li>Contraponto positivo: comunidades de aprendizagem no ciberespaço (Palloff & Pratt, 1999). </li></ul>Tecnologia em Educação
  11. 11. <ul><li>Características da teleducação mediada pelo computador: </li></ul><ul><ul><li>Processo instrucional (professor x aluno). </li></ul></ul><ul><ul><li>Uso da mídia educacional para trabalhar o conteúdo do curso. </li></ul></ul><ul><ul><li>Professor / tutor / egância educacional e aluno. </li></ul></ul><ul><ul><li>Separação do professor e do aluno no tempo e no espaço. </li></ul></ul><ul><ul><li>Controle da aprendizagem pelos estudantes. </li></ul></ul>Tecnologia em Educação
  12. 12. <ul><li>Virtual não é falta de presença, mas outra forma de presença. </li></ul><ul><li>Hegemonia atual do instrucionismo. </li></ul><ul><li>O contato pessoal não é substituível. </li></ul><ul><li>Educação não formal: tendência à virtualização. </li></ul><ul><li>Escola: ambiente privilegiado da aprendizagem, sobretudo da educação básica formal. </li></ul><ul><li>Desafio maior: garantir aprendizagem autêntica, refutando o instrucionismo. </li></ul>Tecnologia em Educação
  13. 13. <ul><li>De que modo as TIC podem ser incorporadas nas práticas pedagógicas com um caráter libertador, que pensa a formação no sentido pleno, para além do caráter instrumental e sua ligação com as demandas do mercado? </li></ul><ul><li>Qual o papel do projeto pedagógico para a utilização das TIC em uma perspectiva construcionista e emancipadora? </li></ul>Questões para discussão

×