SlideShare a Scribd company logo
1 of 12
Jean Piaget (1896-1980) PESQUISOU  e elaborou uma  TEORIA  sobre os  mecanismos cognitivos  da espécie (sujeito epistêmico) e dos indivíduos (sujeito psicológico). Desenvolvimento da Inteligência Construção do conhecimento Epistemologia Genética
A grande questão: Como os homens  constróem  conhecimento??? Ao elaborar a  Teoria Psicogenética , procurou mostrar quais as mudanças qualitativas por que passa a criança, desde o estágio inicial de uma inteligência prática (período sensório-motor), até o pensamento formal, lógico-dedutivo, a partir da adolescência. O conhecimento não pode ser concebido como algo predeterminado desde o nascimento (inatismo), nem como resultado do simples registro de percepções e informações (empirismo).  Resulta das ações e interações do sujeito com o ambiente onde vive.
Construtivismo Piaget  – dois filões de pesquisa com caráter  construtivista . Sociogênese : produção do conhecimento enquanto um empreendimento da humanidade; dinamismo próprio de toda construção sócio-histórica. Para Piaget, a sociogênese pode ser estudada valendo-se das estruturas internas. Psicogênese : formação dos conhecimentos do sujeito .
CONCEITOS: Processo de Inteligência: 1)  Assimilação:  o sujeito entra em contato com o objeto (com o meio), retira informações e interpreta-as... assimila-as. 2)  Acomodação:  os objetos do conhecimento apresentam propriedades e particularidades que nem sempre são assimiladas (incorporadas) pelos esquemas já estruturados no sujeito. A este mecanismo de ampliação ou modificação de um esquema de assimilação, Piaget chamou de  acomodação .  Assim, conhecer um objeto é assimilá-lo. No entanto, quando um objeto apresenta certas resistências ao conhecimento, a organização mental se modifica e a esse processo chamamos acomodação.
Por aproximações sucessivas, articulando assimilações e acomodações, completa-se o processo a que Piaget chamou de  adaptação .  A cada adaptação realizada, novo esquema assimilador se torna estruturado e disponível para que o sujeito realize novas acomodações e assim sucessivamente. O que promove este movimento é o  processo de equilibração , conceito central na teoria construtivista. Abstração Empírica:  informações retiradas do meu objeto. Abstração Reflexiva:  informações retiradas do minha ação sobre o objeto.
CONCEITOS Equilibração cognitiva  – produto das trocas do sujeito com o mundo; síntese provisória, pois todo conhecimento aponta novos problemas a investigar. Equilibração majorante  – movimento em espeiral, em que cada equilíbrio de nível superior funciona como novo ponto de partida para formações mais amplas, elaboradas e complexas . Sujeito epistêmico  – sujeito ideal, universal, que representa o conjunto de possibilidades a que pôde chegar o ser humano (pensamento hipotético-dedutivo). O sujeito crítico e criativo da pedagogia progressista encontra respaldo no construtivismo.
Os Estágios: O desenvolvimento da Inteligência não é linear...Se dá por saltos e não podem ser “pulados”. A  qualidade da inteligência se modifica...é quando ocorrem as mudanças de estágio. Piaget dividiu os estágios de desenvolvimento em 3: 1)  Sensório-motor  (0 a 24 meses) ==> Ação 2)  Pré-Operatório  (2 a 7 anos) ==> Ação Interiorizada 3)  Operatório  ( 7 anos em diante) ==> Ação Interiorizada Reversível Operatório Concreto (até 12 anos) Operatório Formal (a partir dos 12 anos)
Piaget e a Educação Ele  não era um educador , como alguns pensam, e não fez uma teoria ou proposta pedagógica. Ele foi um  estudioso  também na área da  psicologia , cujas teorias dão base de  sustentação a diversos movimentos pedagógicos , inclusive os que ocorreram anteriormente. Como enfatiza Piaget, a lógica, a moral, a linguagem e a compreensão de regras sociais não são inatas, ou seja, pré-formadas na criança, nem são impostas de fora para dentro, por pressão do meio. São  construídas por cada um dos indivíduos  ao longo do processo de desenvolvimento, processo este entendido como sucessão de estágios que se diferenciam uns dos outros, por mudanças qualitativas.  Para que o processo (assimilação-acomodação-adaptação) se efetive, é importante considerar o principal objetivo da educação, que é a  autonomia , tanto  intelectual  como  moral .
Construtivismo Piaget  dizia que sua psicologia e sua epistemologia, são pautadas no  construtivismo . É preciso compreender, no entanto, que hoje podemos falar de construtivismo piagetiano, vygotskyniano, walloniano, etc. Esta é uma das contribuições mais promissoras do construtivismo para a Educação:  partir do ponto em que o aluno se encontra  significa, do ponto de vista cognitivo, levar em consideração sua forma de pensar, perceber contradições, inconsistências, enfim, procurar identificar o que ele sabe e o que ainda precisa saber.
Dois dos equívocos  mais freqüentes por parte de alguns estudiosos, em relação à teoria piagetiana: 1º)  Piaget nunca desenvolveu uma teoria maturacional , ou seja, que só considera os aspectos endógenos. Muito pelo contrário, sua teoria é interacionista, considera e propõe a articulação entre os aspectos internos e externos para o desenvolvimento harmonioso do ser humano. 2º)  Negação do social na teoria da inteligência . Esta é uma afirmação completamente equivocada. O fato de não ter aprofundado seus estudos sobre esse aspecto não significa sua negação. Encontramos em sua obra referências a esse respeito.
O método de Pesquisa Trabalhou especialmente com situações-problema, buscando apontar resoluções e dificuldades em seu processo de estudo. Desenvolveu estudos de observação com seus filhos na faixa de 0 a 2 anos. No entanto, a maior parte de suas pesquisas teve como campo de investigação crianças de 06 a 12 anos, que não seus filhos.
Referências: Centro de Informações Multieducação - Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro.  Os pressupostos da Teoria Construtivista de Jean Piaget . <http://www.rio.rj.gov.br/multirio/cime/dapiaget.html>  GIUSTA, A. S. Concepções do processo ensino-aprendizagem. In: ______. & FRANCO, I. M. (org.).  Educação a distância:  uma articulação entre a teoria e a prática. Belo horizonte: PUC Minas Virtual, 2003. p. 45-74. OLIVEIRA, C. C. (org.).  Ambientes informatizados de aprendizagem:  produção e avaliação de software educativo. Campinas: Papirus, 2001.  Vídeo: Jean Piaget (por Ives de La Taille). Coleção Grandes Educadores. S. P.: Atta Mídia e Educação.

More Related Content

What's hot

Epistemologia genética – jean piaget
Epistemologia genética – jean piagetEpistemologia genética – jean piaget
Epistemologia genética – jean piaget
Roxana Alhadas
 
1 - Jean Piaget - Histórias e suas Teorias
1 - Jean Piaget - Histórias e suas Teorias 1 - Jean Piaget - Histórias e suas Teorias
1 - Jean Piaget - Histórias e suas Teorias
Bruno Djvan Ramos Barbosa
 
Desenvolvimento Cognitivo: Piaget
Desenvolvimento Cognitivo: PiagetDesenvolvimento Cognitivo: Piaget
Desenvolvimento Cognitivo: Piaget
Manô Araújo
 
Psicologia do desenvolvimento e da aprendizagem
Psicologia do desenvolvimento e da aprendizagemPsicologia do desenvolvimento e da aprendizagem
Psicologia do desenvolvimento e da aprendizagem
Débora Silveira
 
Jean piaget trabalho de grupo
Jean piaget   trabalho de grupoJean piaget   trabalho de grupo
Jean piaget trabalho de grupo
9iulian0
 

What's hot (20)

Psicologia do desenvolvimento
Psicologia do desenvolvimentoPsicologia do desenvolvimento
Psicologia do desenvolvimento
 
Epistemologia genética – jean piaget
Epistemologia genética – jean piagetEpistemologia genética – jean piaget
Epistemologia genética – jean piaget
 
Teoria de piaget (slides)
Teoria de piaget (slides)Teoria de piaget (slides)
Teoria de piaget (slides)
 
Teoria da aprendizagem de vygotsky
Teoria da aprendizagem de vygotskyTeoria da aprendizagem de vygotsky
Teoria da aprendizagem de vygotsky
 
1 - Jean Piaget - Histórias e suas Teorias
1 - Jean Piaget - Histórias e suas Teorias 1 - Jean Piaget - Histórias e suas Teorias
1 - Jean Piaget - Histórias e suas Teorias
 
Jean piaget
Jean piagetJean piaget
Jean piaget
 
Epistemologia genética de jean piaget primeira parte
Epistemologia genética de jean piaget primeira parteEpistemologia genética de jean piaget primeira parte
Epistemologia genética de jean piaget primeira parte
 
Desenvolvimento Cognitivo: Piaget
Desenvolvimento Cognitivo: PiagetDesenvolvimento Cognitivo: Piaget
Desenvolvimento Cognitivo: Piaget
 
Vygotsky
VygotskyVygotsky
Vygotsky
 
Psicologia do desenvolvimento e da aprendizagem
Psicologia do desenvolvimento e da aprendizagemPsicologia do desenvolvimento e da aprendizagem
Psicologia do desenvolvimento e da aprendizagem
 
Piaget - Desenvolvimento Cognitivo 1
Piaget - Desenvolvimento Cognitivo 1Piaget - Desenvolvimento Cognitivo 1
Piaget - Desenvolvimento Cognitivo 1
 
Piaget x Vygotsky
Piaget x VygotskyPiaget x Vygotsky
Piaget x Vygotsky
 
Jean piaget trabalho de grupo
Jean piaget   trabalho de grupoJean piaget   trabalho de grupo
Jean piaget trabalho de grupo
 
Teorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagemTeorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagem
 
Teoria De Vygotyski
Teoria De VygotyskiTeoria De Vygotyski
Teoria De Vygotyski
 
8.teorias psicogeneticas
8.teorias psicogeneticas8.teorias psicogeneticas
8.teorias psicogeneticas
 
A teoria de ensino-aprendizagem de Vygotsky
A teoria de ensino-aprendizagem de VygotskyA teoria de ensino-aprendizagem de Vygotsky
A teoria de ensino-aprendizagem de Vygotsky
 
Biografia de Lev Vygotsky
Biografia de Lev VygotskyBiografia de Lev Vygotsky
Biografia de Lev Vygotsky
 
Jean Piaget
Jean PiagetJean Piaget
Jean Piaget
 
Jean piaget 1
Jean piaget  1Jean piaget  1
Jean piaget 1
 

Viewers also liked (10)

Piaget e a teoria psicogenética
Piaget e a teoria psicogenéticaPiaget e a teoria psicogenética
Piaget e a teoria psicogenética
 
Hannah Arendt
Hannah ArendtHannah Arendt
Hannah Arendt
 
Aula sobre wallon
Aula sobre wallonAula sobre wallon
Aula sobre wallon
 
Hannah Arendt Filosofia
Hannah Arendt FilosofiaHannah Arendt Filosofia
Hannah Arendt Filosofia
 
Hannah apresentacao (1)
Hannah apresentacao (1)Hannah apresentacao (1)
Hannah apresentacao (1)
 
Os estádios do desenvolvimento cognitivo segundo Jean Piaget
Os estádios do desenvolvimento cognitivo segundo  Jean PiagetOs estádios do desenvolvimento cognitivo segundo  Jean Piaget
Os estádios do desenvolvimento cognitivo segundo Jean Piaget
 
Teoria da Aprendizagem Social - Albert Bandura
Teoria da Aprendizagem Social - Albert BanduraTeoria da Aprendizagem Social - Albert Bandura
Teoria da Aprendizagem Social - Albert Bandura
 
Epistemología genética de jean piaget
Epistemología  genética de jean piagetEpistemología  genética de jean piaget
Epistemología genética de jean piaget
 
Manual metodo 28-palavras-outras-fichas.pdf.z65lmcv
Manual metodo 28-palavras-outras-fichas.pdf.z65lmcvManual metodo 28-palavras-outras-fichas.pdf.z65lmcv
Manual metodo 28-palavras-outras-fichas.pdf.z65lmcv
 
Apostila 28 palavras parte 1
Apostila 28 palavras parte 1Apostila 28 palavras parte 1
Apostila 28 palavras parte 1
 

Similar to Epistemologia Genética de Jean Piaget

Biografia de jean piaget
Biografia de jean piagetBiografia de jean piaget
Biografia de jean piaget
veralicepeq
 
ApresentaçãO1 Faculdade Faccamp
ApresentaçãO1 Faculdade FaccampApresentaçãO1 Faculdade Faccamp
ApresentaçãO1 Faculdade Faccamp
Jesse Felipe
 

Similar to Epistemologia Genética de Jean Piaget (20)

Gean Piaget o gênio Henrique A. G.
Gean Piaget o gênio Henrique A. G.    Gean Piaget o gênio Henrique A. G.
Gean Piaget o gênio Henrique A. G.
 
epistemologia genetia - Piaget
epistemologia genetia - Piagetepistemologia genetia - Piaget
epistemologia genetia - Piaget
 
Construtivismo
ConstrutivismoConstrutivismo
Construtivismo
 
Construtivismo piaget
Construtivismo  piagetConstrutivismo  piaget
Construtivismo piaget
 
Biografia de jean piaget
Biografia de jean piagetBiografia de jean piaget
Biografia de jean piaget
 
AD1 2023.02 DIDÁTICA.pdf
AD1 2023.02 DIDÁTICA.pdfAD1 2023.02 DIDÁTICA.pdf
AD1 2023.02 DIDÁTICA.pdf
 
Piaget e o desenvolvimento cognitivo
Piaget e o desenvolvimento cognitivoPiaget e o desenvolvimento cognitivo
Piaget e o desenvolvimento cognitivo
 
Vocês dizematualizado
Vocês dizematualizado Vocês dizematualizado
Vocês dizematualizado
 
ApresentaçãO1 Faculdade Faccamp
ApresentaçãO1 Faculdade FaccampApresentaçãO1 Faculdade Faccamp
ApresentaçãO1 Faculdade Faccamp
 
trabalhao de Didática.pdf
trabalhao de Didática.pdftrabalhao de Didática.pdf
trabalhao de Didática.pdf
 
trabalhao de Didática.pdf
trabalhao de Didática.pdftrabalhao de Didática.pdf
trabalhao de Didática.pdf
 
Didática -Piaget
Didática -PiagetDidática -Piaget
Didática -Piaget
 
Jean Piaget
Jean Piaget Jean Piaget
Jean Piaget
 
trabalhao de Didática.pdf
trabalhao de Didática.pdftrabalhao de Didática.pdf
trabalhao de Didática.pdf
 
ED1979DC-81D4-4CB5-AD72-C178288CE160.pdf
ED1979DC-81D4-4CB5-AD72-C178288CE160.pdfED1979DC-81D4-4CB5-AD72-C178288CE160.pdf
ED1979DC-81D4-4CB5-AD72-C178288CE160.pdf
 
A epistemologia genetica piaget
A epistemologia genetica piagetA epistemologia genetica piaget
A epistemologia genetica piaget
 
Sensorio motor fases
Sensorio motor fasesSensorio motor fases
Sensorio motor fases
 
Introdução as teorias de jean piaget
Introdução as teorias de  jean  piagetIntrodução as teorias de  jean  piaget
Introdução as teorias de jean piaget
 
Jean piaget
Jean piagetJean piaget
Jean piaget
 
JEAN PIAGET E SUAS CONTRIBUIÇÕES PARA A EDUCAÇÃO.pdf
JEAN PIAGET E SUAS CONTRIBUIÇÕES PARA A EDUCAÇÃO.pdfJEAN PIAGET E SUAS CONTRIBUIÇÕES PARA A EDUCAÇÃO.pdf
JEAN PIAGET E SUAS CONTRIBUIÇÕES PARA A EDUCAÇÃO.pdf
 

More from Lucila Pesce

Tce freitas da escrita_a_internet
Tce freitas da escrita_a_internetTce freitas da escrita_a_internet
Tce freitas da escrita_a_internet
Lucila Pesce
 
E moderacao - Paulo Dias
E moderacao - Paulo DiasE moderacao - Paulo Dias
E moderacao - Paulo Dias
Lucila Pesce
 
TCE - Valente - Uso da internet na sala de aula
TCE - Valente - Uso da internet na sala de aulaTCE - Valente - Uso da internet na sala de aula
TCE - Valente - Uso da internet na sala de aula
Lucila Pesce
 
TCE - Santaella - Interatividade no ciberespaco
TCE - Santaella - Interatividade no ciberespacoTCE - Santaella - Interatividade no ciberespaco
TCE - Santaella - Interatividade no ciberespaco
Lucila Pesce
 
TCE - Pesce - O professor em foco
TCE - Pesce - O professor em focoTCE - Pesce - O professor em foco
TCE - Pesce - O professor em foco
Lucila Pesce
 
Tce levy nova_relacao_com_o_saber
Tce levy nova_relacao_com_o_saberTce levy nova_relacao_com_o_saber
Tce levy nova_relacao_com_o_saber
Lucila Pesce
 
TCE - Kenski - nova logica do ensino na sociedade da informacao
TCE - Kenski - nova logica do ensino na sociedade da informacaoTCE - Kenski - nova logica do ensino na sociedade da informacao
TCE - Kenski - nova logica do ensino na sociedade da informacao
Lucila Pesce
 
TCE - Demo - Tecnologia Educacao Aprendizagem
TCE - Demo - Tecnologia Educacao AprendizagemTCE - Demo - Tecnologia Educacao Aprendizagem
TCE - Demo - Tecnologia Educacao Aprendizagem
Lucila Pesce
 
TCE Belloni tecnologia
TCE Belloni tecnologiaTCE Belloni tecnologia
TCE Belloni tecnologia
Lucila Pesce
 
TCE Belloni Midia e educacao
TCE Belloni Midia e educacaoTCE Belloni Midia e educacao
TCE Belloni Midia e educacao
Lucila Pesce
 

More from Lucila Pesce (20)

Versão correta - Docência universitária e cultura digital: contribuições e de...
Versão correta - Docência universitária e cultura digital: contribuições e de...Versão correta - Docência universitária e cultura digital: contribuições e de...
Versão correta - Docência universitária e cultura digital: contribuições e de...
 
Linguagens hipermidiáticas e processos formativos: uma inovação?
Linguagens hipermidiáticas e processos formativos: uma inovação?Linguagens hipermidiáticas e processos formativos: uma inovação?
Linguagens hipermidiáticas e processos formativos: uma inovação?
 
Paulo Freire e educação mediada: inspirações
Paulo Freire e educação mediada: inspiraçõesPaulo Freire e educação mediada: inspirações
Paulo Freire e educação mediada: inspirações
 
DIGITAL TECHNOLOGIES OF INFORMATION AND COMMUNICATION
DIGITAL TECHNOLOGIES OF INFORMATION AND COMMUNICATIONDIGITAL TECHNOLOGIES OF INFORMATION AND COMMUNICATION
DIGITAL TECHNOLOGIES OF INFORMATION AND COMMUNICATION
 
Cepem 2018 apresentacao_silvia_lucila_short
Cepem 2018 apresentacao_silvia_lucila_shortCepem 2018 apresentacao_silvia_lucila_short
Cepem 2018 apresentacao_silvia_lucila_short
 
Educação híbrida, práticas sociais e cibercultura
Educação híbrida, práticas sociais e ciberculturaEducação híbrida, práticas sociais e cibercultura
Educação híbrida, práticas sociais e cibercultura
 
Lec 2019 ufopa
Lec 2019 ufopaLec 2019 ufopa
Lec 2019 ufopa
 
Educação Aberta, Recursos Educacionais Abertos e Redes Sociais
Educação Aberta, Recursos Educacionais Abertos e Redes SociaisEducação Aberta, Recursos Educacionais Abertos e Redes Sociais
Educação Aberta, Recursos Educacionais Abertos e Redes Sociais
 
Cultura digital, racionalidade comunicativa e empoderamento em tempos de pand...
Cultura digital, racionalidade comunicativa e empoderamento em tempos de pand...Cultura digital, racionalidade comunicativa e empoderamento em tempos de pand...
Cultura digital, racionalidade comunicativa e empoderamento em tempos de pand...
 
Fundamentos ontológicos e epistemológicos da aprendizagem online em tempos de...
Fundamentos ontológicos e epistemológicos da aprendizagem online em tempos de...Fundamentos ontológicos e epistemológicos da aprendizagem online em tempos de...
Fundamentos ontológicos e epistemológicos da aprendizagem online em tempos de...
 
Tce freitas da escrita_a_internet
Tce freitas da escrita_a_internetTce freitas da escrita_a_internet
Tce freitas da escrita_a_internet
 
E moderacao - Paulo Dias
E moderacao - Paulo DiasE moderacao - Paulo Dias
E moderacao - Paulo Dias
 
TCE - Valente - Uso da internet na sala de aula
TCE - Valente - Uso da internet na sala de aulaTCE - Valente - Uso da internet na sala de aula
TCE - Valente - Uso da internet na sala de aula
 
TCE - Santaella - Interatividade no ciberespaco
TCE - Santaella - Interatividade no ciberespacoTCE - Santaella - Interatividade no ciberespaco
TCE - Santaella - Interatividade no ciberespaco
 
TCE - Pesce - O professor em foco
TCE - Pesce - O professor em focoTCE - Pesce - O professor em foco
TCE - Pesce - O professor em foco
 
Tce levy nova_relacao_com_o_saber
Tce levy nova_relacao_com_o_saberTce levy nova_relacao_com_o_saber
Tce levy nova_relacao_com_o_saber
 
TCE - Kenski - nova logica do ensino na sociedade da informacao
TCE - Kenski - nova logica do ensino na sociedade da informacaoTCE - Kenski - nova logica do ensino na sociedade da informacao
TCE - Kenski - nova logica do ensino na sociedade da informacao
 
TCE - Demo - Tecnologia Educacao Aprendizagem
TCE - Demo - Tecnologia Educacao AprendizagemTCE - Demo - Tecnologia Educacao Aprendizagem
TCE - Demo - Tecnologia Educacao Aprendizagem
 
TCE Belloni tecnologia
TCE Belloni tecnologiaTCE Belloni tecnologia
TCE Belloni tecnologia
 
TCE Belloni Midia e educacao
TCE Belloni Midia e educacaoTCE Belloni Midia e educacao
TCE Belloni Midia e educacao
 

Recently uploaded

Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
azulassessoria9
 
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
azulassessoria9
 
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
azulassessoria9
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
azulassessoria9
 
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
azulassessoria9
 
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
azulassessoria9
 
Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...
Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...
Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...
azulassessoria9
 
atividade-de-portugues-pontuação-4º-ou-5º-ano-respostas.pdf
atividade-de-portugues-pontuação-4º-ou-5º-ano-respostas.pdfatividade-de-portugues-pontuação-4º-ou-5º-ano-respostas.pdf
atividade-de-portugues-pontuação-4º-ou-5º-ano-respostas.pdf
Autonoma
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
azulassessoria9
 

Recently uploaded (20)

Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja
 
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
 
M0 Atendimento – Definição, Importância .pptx
M0 Atendimento – Definição, Importância .pptxM0 Atendimento – Definição, Importância .pptx
M0 Atendimento – Definição, Importância .pptx
 
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
 
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Cantos do fim do século
Sistema de Bibliotecas UCS  - Cantos do fim do séculoSistema de Bibliotecas UCS  - Cantos do fim do século
Sistema de Bibliotecas UCS - Cantos do fim do século
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
 
13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 
Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...
Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...
Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
 
atividade-de-portugues-pontuação-4º-ou-5º-ano-respostas.pdf
atividade-de-portugues-pontuação-4º-ou-5º-ano-respostas.pdfatividade-de-portugues-pontuação-4º-ou-5º-ano-respostas.pdf
atividade-de-portugues-pontuação-4º-ou-5º-ano-respostas.pdf
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxSlides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 

Epistemologia Genética de Jean Piaget

  • 1. Jean Piaget (1896-1980) PESQUISOU e elaborou uma TEORIA sobre os mecanismos cognitivos da espécie (sujeito epistêmico) e dos indivíduos (sujeito psicológico). Desenvolvimento da Inteligência Construção do conhecimento Epistemologia Genética
  • 2. A grande questão: Como os homens constróem conhecimento??? Ao elaborar a Teoria Psicogenética , procurou mostrar quais as mudanças qualitativas por que passa a criança, desde o estágio inicial de uma inteligência prática (período sensório-motor), até o pensamento formal, lógico-dedutivo, a partir da adolescência. O conhecimento não pode ser concebido como algo predeterminado desde o nascimento (inatismo), nem como resultado do simples registro de percepções e informações (empirismo). Resulta das ações e interações do sujeito com o ambiente onde vive.
  • 3. Construtivismo Piaget – dois filões de pesquisa com caráter construtivista . Sociogênese : produção do conhecimento enquanto um empreendimento da humanidade; dinamismo próprio de toda construção sócio-histórica. Para Piaget, a sociogênese pode ser estudada valendo-se das estruturas internas. Psicogênese : formação dos conhecimentos do sujeito .
  • 4. CONCEITOS: Processo de Inteligência: 1) Assimilação: o sujeito entra em contato com o objeto (com o meio), retira informações e interpreta-as... assimila-as. 2) Acomodação: os objetos do conhecimento apresentam propriedades e particularidades que nem sempre são assimiladas (incorporadas) pelos esquemas já estruturados no sujeito. A este mecanismo de ampliação ou modificação de um esquema de assimilação, Piaget chamou de acomodação . Assim, conhecer um objeto é assimilá-lo. No entanto, quando um objeto apresenta certas resistências ao conhecimento, a organização mental se modifica e a esse processo chamamos acomodação.
  • 5. Por aproximações sucessivas, articulando assimilações e acomodações, completa-se o processo a que Piaget chamou de adaptação . A cada adaptação realizada, novo esquema assimilador se torna estruturado e disponível para que o sujeito realize novas acomodações e assim sucessivamente. O que promove este movimento é o processo de equilibração , conceito central na teoria construtivista. Abstração Empírica: informações retiradas do meu objeto. Abstração Reflexiva: informações retiradas do minha ação sobre o objeto.
  • 6. CONCEITOS Equilibração cognitiva – produto das trocas do sujeito com o mundo; síntese provisória, pois todo conhecimento aponta novos problemas a investigar. Equilibração majorante – movimento em espeiral, em que cada equilíbrio de nível superior funciona como novo ponto de partida para formações mais amplas, elaboradas e complexas . Sujeito epistêmico – sujeito ideal, universal, que representa o conjunto de possibilidades a que pôde chegar o ser humano (pensamento hipotético-dedutivo). O sujeito crítico e criativo da pedagogia progressista encontra respaldo no construtivismo.
  • 7. Os Estágios: O desenvolvimento da Inteligência não é linear...Se dá por saltos e não podem ser “pulados”. A qualidade da inteligência se modifica...é quando ocorrem as mudanças de estágio. Piaget dividiu os estágios de desenvolvimento em 3: 1) Sensório-motor (0 a 24 meses) ==> Ação 2) Pré-Operatório (2 a 7 anos) ==> Ação Interiorizada 3) Operatório ( 7 anos em diante) ==> Ação Interiorizada Reversível Operatório Concreto (até 12 anos) Operatório Formal (a partir dos 12 anos)
  • 8. Piaget e a Educação Ele não era um educador , como alguns pensam, e não fez uma teoria ou proposta pedagógica. Ele foi um estudioso também na área da psicologia , cujas teorias dão base de sustentação a diversos movimentos pedagógicos , inclusive os que ocorreram anteriormente. Como enfatiza Piaget, a lógica, a moral, a linguagem e a compreensão de regras sociais não são inatas, ou seja, pré-formadas na criança, nem são impostas de fora para dentro, por pressão do meio. São construídas por cada um dos indivíduos ao longo do processo de desenvolvimento, processo este entendido como sucessão de estágios que se diferenciam uns dos outros, por mudanças qualitativas. Para que o processo (assimilação-acomodação-adaptação) se efetive, é importante considerar o principal objetivo da educação, que é a autonomia , tanto intelectual como moral .
  • 9. Construtivismo Piaget dizia que sua psicologia e sua epistemologia, são pautadas no construtivismo . É preciso compreender, no entanto, que hoje podemos falar de construtivismo piagetiano, vygotskyniano, walloniano, etc. Esta é uma das contribuições mais promissoras do construtivismo para a Educação: partir do ponto em que o aluno se encontra significa, do ponto de vista cognitivo, levar em consideração sua forma de pensar, perceber contradições, inconsistências, enfim, procurar identificar o que ele sabe e o que ainda precisa saber.
  • 10. Dois dos equívocos mais freqüentes por parte de alguns estudiosos, em relação à teoria piagetiana: 1º) Piaget nunca desenvolveu uma teoria maturacional , ou seja, que só considera os aspectos endógenos. Muito pelo contrário, sua teoria é interacionista, considera e propõe a articulação entre os aspectos internos e externos para o desenvolvimento harmonioso do ser humano. 2º) Negação do social na teoria da inteligência . Esta é uma afirmação completamente equivocada. O fato de não ter aprofundado seus estudos sobre esse aspecto não significa sua negação. Encontramos em sua obra referências a esse respeito.
  • 11. O método de Pesquisa Trabalhou especialmente com situações-problema, buscando apontar resoluções e dificuldades em seu processo de estudo. Desenvolveu estudos de observação com seus filhos na faixa de 0 a 2 anos. No entanto, a maior parte de suas pesquisas teve como campo de investigação crianças de 06 a 12 anos, que não seus filhos.
  • 12. Referências: Centro de Informações Multieducação - Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro. Os pressupostos da Teoria Construtivista de Jean Piaget . <http://www.rio.rj.gov.br/multirio/cime/dapiaget.html> GIUSTA, A. S. Concepções do processo ensino-aprendizagem. In: ______. & FRANCO, I. M. (org.). Educação a distância: uma articulação entre a teoria e a prática. Belo horizonte: PUC Minas Virtual, 2003. p. 45-74. OLIVEIRA, C. C. (org.). Ambientes informatizados de aprendizagem: produção e avaliação de software educativo. Campinas: Papirus, 2001. Vídeo: Jean Piaget (por Ives de La Taille). Coleção Grandes Educadores. S. P.: Atta Mídia e Educação.