Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Escola Técnica Senai Cabo - PE Instrutor : Luciano Santos [email_address]
Introdução à Programação CNC <ul><li>Objetivos </li></ul><ul><li>Compreender o sistema de coordenadas cartesianas; </li></...
Introdução à Programação CNC <ul><li>Conhecer e verificar as funções preparatórias e auxiliares; </li></ul><ul><li>Escreve...
Introdução à Programação CNC O que é CNC?
Introdução à Programação CNC <ul><li>Comando Numérico (CN) </li></ul><ul><li>É um equipamento capaz de: </li></ul><ul><li>...
Introdução à Programação CNC <ul><li>Aplicação </li></ul><ul><li>O comando numérico pode ser utilizado em qualquer tipo de...
Introdução à Programação CNC <ul><li>Vantagens </li></ul><ul><li>fabricação de peças com geometrias complexas, com menores...
Introdução à Programação CNC <ul><li>Vantagens </li></ul><ul><li>redução de tarefas repetitivas para os operadores – esses...
 
Introdução à Programação CNC <ul><li>Programas CNC’s </li></ul><ul><li>“ É um conjunto finito de regras bem definidas, par...
Introdução à Programação CNC <ul><li>Programas CNC’s </li></ul><ul><li>é um conjunto de informações com ordens diversas pa...
Introdução à Programação CNC <ul><li>CN e CNC </li></ul><ul><li>- CN: Numerical Control “Controle Numérico”; </li></ul><ul...
Introdução à Programação CNC <ul><li>No sistema CN  pode-se introduzir o programa, iniciá-lo e interrompe-lo, mas não modi...
Introdução à Programação CNC <ul><li>No sistema CNC  pode-se introduzir o programa, iniciar a execução e alterar no própri...
Introdução à Programação CNC <ul><li>A  interface  homem-máquina CNC realiza-se através de meios de entrada e saída de dad...
Introdução à Programação CNC <ul><li>A  entrada de dados  consiste nos meios de introdução de informações ao comando pelo ...
Fita perfurada
Introdução à Programação CNC <ul><li>A  saída de dados  consiste nos meios de saída de informações pelo comando para o usu...
Introdução à Programação CNC <ul><li>Linguagens de Programação CNC </li></ul><ul><li>A programação nas máquinas CNC tem co...
Introdução à Programação CNC <ul><li>Linguagens de Programação CNC </li></ul><ul><li>São diversos os meios de elaboração d...
Introdução à Programação CNC <ul><li>Linguagens de Programação CNC </li></ul><ul><li>2. Linguagem EIA/ISO:  Linguagem de c...
Introdução à Programação CNC <ul><li>Linguagens de Programação CNC </li></ul><ul><li>4. Produção gráfica via &quot;CAM&quo...
Introdução à Programação CNC <ul><li>Norma ISO 6983 </li></ul><ul><li>A Norma ISO 6983 descreve o formato das instruções d...
Introdução à Programação CNC <ul><li>Métodos de Programação CNC </li></ul><ul><li>Em relação ao processo de  geração de pr...
Introdução à Programação CNC <ul><li>Construção e formato dos elementos de um programa </li></ul><ul><li>Um programa é for...
Introdução à Programação CNC <ul><li>Construção e formato dos elementos de um programa </li></ul><ul><li>Os símbolos admis...
Introdução à Programação CNC <ul><li>Construção e formato dos elementos de um programa </li></ul><ul><li>Para ISO e EIA: <...
Introdução à Programação CNC <ul><li>Construção e formato dos elementos de um programa </li></ul><ul><li>O programa CN é f...
Introdução à Programação CNC <ul><li>Construção e formato dos elementos de um programa </li></ul><ul><li>- O programa é fo...
 
Introdução à Programação CNC <ul><li>Sistemas de Coordenadas Cartesianas </li></ul><ul><li>Um sistema de coordenadas garan...
Introdução à Programação CNC <ul><li>Sistemas de Coordenadas Cartesianas </li></ul>
Introdução à Programação CNC <ul><li>Sistemas de Coordenadas Cartesianas </li></ul><ul><li>Para o torno CNC são utilizados...
Introdução à Programação CNC <ul><li>Sistemas de Coordenadas Cartesianas </li></ul><ul><li>No torno CNC, a peça é rotacion...
Introdução à Programação CNC <ul><li>Sistemas de Coordenadas Cartesianas </li></ul><ul><li>Já no caso da fresadora CNC, o ...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×
Upcoming SlideShare
CNC
Next
Download to read offline and view in fullscreen.

16

Share

Download to read offline

Introdução a CNC

Download to read offline

Related Audiobooks

Free with a 30 day trial from Scribd

See all

Introdução a CNC

  1. 1. Escola Técnica Senai Cabo - PE Instrutor : Luciano Santos [email_address]
  2. 2. Introdução à Programação CNC <ul><li>Objetivos </li></ul><ul><li>Compreender o sistema de coordenadas cartesianas; </li></ul><ul><li>Entender o funcionamento de máquinas com comando numérico; </li></ul><ul><li>Revisar conceitos de avanço, profundidade e velocidade de corte; </li></ul>
  3. 3. Introdução à Programação CNC <ul><li>Conhecer e verificar as funções preparatórias e auxiliares; </li></ul><ul><li>Escrever programas para peças a serem fabricadas; </li></ul><ul><li>Inserir programas na máquina CNC; </li></ul><ul><li>Preparar máquina de acordo com programa escrito para fabricação da peça; </li></ul><ul><li>Operar a máquina em modos manual e automática. </li></ul>
  4. 4. Introdução à Programação CNC O que é CNC?
  5. 5. Introdução à Programação CNC <ul><li>Comando Numérico (CN) </li></ul><ul><li>É um equipamento capaz de: </li></ul><ul><li>Receber informações por algum meio de entrada de dados; </li></ul><ul><li>Transformar e compilar informações; </li></ul><ul><li>E transmiti-las ao comando mecânico da máquina operatriz. </li></ul>
  6. 6. Introdução à Programação CNC <ul><li>Aplicação </li></ul><ul><li>O comando numérico pode ser utilizado em qualquer tipo de máquina-ferramenta. </li></ul>
  7. 7. Introdução à Programação CNC <ul><li>Vantagens </li></ul><ul><li>fabricação de peças com geometrias complexas, com menores tolerâncias dimensionais e melhor acabamento; </li></ul><ul><li>repetibilidade maior sobre as características do produto, sendo idênticas umas às outras; </li></ul>
  8. 8. Introdução à Programação CNC <ul><li>Vantagens </li></ul><ul><li>redução de tarefas repetitivas para os operadores – esses agora responsáveis pela preparação, programação e controle das máquinas; </li></ul><ul><li>flexibilidade da produção, pequenos lotes e grande variedade de produtos, tudo isso com ajustes rápidos nas máquinas. </li></ul>
  9. 10. Introdução à Programação CNC <ul><li>Programas CNC’s </li></ul><ul><li>“ É um conjunto finito de regras bem definidas, para a solução de um problema em um tempo finito”, ou seja, </li></ul>
  10. 11. Introdução à Programação CNC <ul><li>Programas CNC’s </li></ul><ul><li>é um conjunto de informações com ordens diversas para a máquina dispostas numa forma a seguir, uma seqüência normal de operações para produzir várias peças idênticas ou não, num tempo determinado. </li></ul>
  11. 12. Introdução à Programação CNC <ul><li>CN e CNC </li></ul><ul><li>- CN: Numerical Control “Controle Numérico”; </li></ul><ul><li>- CNC: Computadorized Numerical Control “Controle Numérico Computadorizado” . </li></ul>
  12. 13. Introdução à Programação CNC <ul><li>No sistema CN pode-se introduzir o programa, iniciá-lo e interrompe-lo, mas não modificá-lo. Seus movimentos são somente lineares (em linha reta), alguns movimentos angulares e nenhum movimento circular. </li></ul>
  13. 14. Introdução à Programação CNC <ul><li>No sistema CNC pode-se introduzir o programa, iniciar a execução e alterar no próprio comando os seus dados. O sistema executa movimentos lineares, em ângulo, circulares e todos estes calculados e controlados pelo comando. </li></ul>
  14. 15. Introdução à Programação CNC <ul><li>A interface homem-máquina CNC realiza-se através de meios de entrada e saída de dados. </li></ul><ul><li>Interface - circuito eletrônico capaz de fazer com que dois aparelhos de características diferentes possam ser interligados entre si. </li></ul>
  15. 16. Introdução à Programação CNC <ul><li>A entrada de dados consiste nos meios de introdução de informações ao comando pelo usuário, deles destacam-se: </li></ul><ul><li>a) fita perfurada (meio em desuso); </li></ul><ul><li>b) entrada manual (meio indispensável até o momento); </li></ul><ul><li>c) Sistema de linha de comunicação com computador (meio de entrada de dados atual em expansão). </li></ul>
  16. 17. Fita perfurada
  17. 18. Introdução à Programação CNC <ul><li>A saída de dados consiste nos meios de saída de informações pelo comando para o usuário, dando-lhe informações de status (situação) atual da máquina. </li></ul>
  18. 19. Introdução à Programação CNC <ul><li>Linguagens de Programação CNC </li></ul><ul><li>A programação nas máquinas CNC tem como base a orientação da ferramenta para usinagem de peças. A máquina executa a programação na ordem que lhe foi fornecida, por isso é importante uma seqüência correta das informações. </li></ul>
  19. 20. Introdução à Programação CNC <ul><li>Linguagens de Programação CNC </li></ul><ul><li>São diversos os meios de elaboração de programas CNC, sendo os mais usados: </li></ul><ul><li>1. Linguagem de programação automática APT: primeira linguagem de programação utilizada - APT (Automatic Programmed Tool) </li></ul>
  20. 21. Introdução à Programação CNC <ul><li>Linguagens de Programação CNC </li></ul><ul><li>2. Linguagem EIA/ISO: Linguagem de códigos, também conhecida como códigos G e M. É na atualidade a mais utilizada. </li></ul><ul><li>3. Linguagem interativa: Programação por blocos parametrizados, possui blocos prontos e não usa códigos. Ex. linguagem MAZATROL aplicado às máquinas MAZAK. </li></ul>
  21. 22. Introdução à Programação CNC <ul><li>Linguagens de Programação CNC </li></ul><ul><li>4. Produção gráfica via &quot;CAM&quot; (Computer Aided Manufacturing): Não é mais uma linguagem de programação e sim uma forma de programar em que o programador entra com o desenho da peça, que pode ser feito no próprio CAM ou em desenhos recebidos do CAD (Computer Aided Designed). </li></ul>
  22. 23. Introdução à Programação CNC <ul><li>Norma ISO 6983 </li></ul><ul><li>A Norma ISO 6983 descreve o formato das instruções do programa para máquinas de Controle Numérico. Trata-se de um formato geral de programação e não um formato para um tipo de máquina específica. A flexibilidade desta norma não garante intercambiabilidade de programas entre máquinas. </li></ul>
  23. 24. Introdução à Programação CNC <ul><li>Métodos de Programação CNC </li></ul><ul><li>Em relação ao processo de geração de programas CNC, três diferentes formas devem ser analisadas: </li></ul><ul><li>- Programação direta na máquina (MID - Material Data Input); </li></ul><ul><li>- Programação Manual (manuscrita); </li></ul><ul><li>- Programação Gráfica (que utiliza o CAM). </li></ul>
  24. 25. Introdução à Programação CNC <ul><li>Construção e formato dos elementos de um programa </li></ul><ul><li>Um programa é formado por uma seqüência ordenada de comandos (códigos ou não) padronizados que representam procedimentos (condições ou operações) normais de um ser humano, para a usinagem de uma determinada peça. </li></ul>
  25. 26. Introdução à Programação CNC <ul><li>Construção e formato dos elementos de um programa </li></ul><ul><li>Os símbolos admissíveis para a programação são os mostrados a seguir. Outros símbolos não permitidos serão caracterizados com erro. </li></ul>
  26. 27. Introdução à Programação CNC <ul><li>Construção e formato dos elementos de um programa </li></ul><ul><li>Para ISO e EIA: </li></ul><ul><li>I. Números: 0, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9. </li></ul><ul><li>II. Letras: A, B, C, D, E, F, G, H, I, J, K, L, M, N, O, P, Q, R, S, T, U, V, X, Z, W, Y, Z. </li></ul><ul><li>Também, existem símbolos especiais reproduzíveis pelo comando como: %, (,), *, +, -, ., e outros. </li></ul>
  27. 28. Introdução à Programação CNC <ul><li>Construção e formato dos elementos de um programa </li></ul><ul><li>O programa CN é formado inicialmente na primeira linha pelo símbolo “O” seguido de um valor numérico, formando assim o cabeçalho. Em seguida a cada nova linha, iniciam-se estas por números de “BLOCO” (linha) “N”, seguido de um valor identificador do bloco. O passe entre blocos é livre. </li></ul>
  28. 29. Introdução à Programação CNC <ul><li>Construção e formato dos elementos de um programa </li></ul><ul><li>- O programa é formado por blocos, linhas ou sentenças; </li></ul><ul><li>- Os blocos, linhas ou sentenças são formados por palavras; </li></ul><ul><li>- as palavras são formadas por endereço, sinal, números e ponto decimal. </li></ul>
  29. 31. Introdução à Programação CNC <ul><li>Sistemas de Coordenadas Cartesianas </li></ul><ul><li>Um sistema de coordenadas garante a localização de um ponto. Utilizando a mão como ferramenta, pode-se ter idéia das coordenadas que são utilizadas em máquinas CNC. </li></ul>
  30. 32. Introdução à Programação CNC <ul><li>Sistemas de Coordenadas Cartesianas </li></ul>
  31. 33. Introdução à Programação CNC <ul><li>Sistemas de Coordenadas Cartesianas </li></ul><ul><li>Para o torno CNC são utilizados os eixos X (diâmetro) e Z (comprimento) como padrão. Já a fresadora utiliza três coordenadas, X, Y e Z, definindo assim um ponto no espaço. </li></ul>
  32. 34. Introdução à Programação CNC <ul><li>Sistemas de Coordenadas Cartesianas </li></ul><ul><li>No torno CNC, a peça é rotacionada em torno do eixo Z. </li></ul>
  33. 35. Introdução à Programação CNC <ul><li>Sistemas de Coordenadas Cartesianas </li></ul><ul><li>Já no caso da fresadora CNC, o eixo Z é utilizado por convenção para rotacionar a ferramenta. A peça é fixada no plano XY, tendo como maior eixo o X. </li></ul>
  • jalencars

    Oct. 5, 2020
  • 120485

    Jun. 15, 2020
  • AercioMendes

    Feb. 10, 2020
  • gersonneto902

    Jun. 3, 2019
  • LuizGalletti

    Mar. 20, 2019
  • IcaroFerreira7

    Oct. 28, 2018
  • ElvisBuenodasilva

    Aug. 6, 2018
  • moisestosta

    Jul. 10, 2018
  • GuilhermeCosta231

    Apr. 22, 2018
  • verutska

    Oct. 23, 2017
  • PabloPaganotti

    Oct. 17, 2017
  • carpe1diemdt

    Jul. 15, 2016
  • PalazzoAri

    Aug. 7, 2015
  • TiagoNunes39

    May. 22, 2015
  • x_p_t_o

    Mar. 19, 2013
  • Vechi

    Aug. 23, 2011

Views

Total views

30,716

On Slideshare

0

From embeds

0

Number of embeds

334

Actions

Downloads

946

Shares

0

Comments

0

Likes

16

×