Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Vamos acabar com os problemas? (3ºencontro )

4,260 views

Published on

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Vamos acabar com os problemas? (3ºencontro )

  1. 1. Luciana Barbosa Candido Carniello
  2. 2. AS CRIANÇAS CRESCEM OUVINDO A VISÃO DOS ADULTOS ACERCA DE “PROBLEMAS” Dificuldades Obstáculos Luciana Barbosa Candido Carniello Impressões negativas Longe de ser algo fácil e simples Diferença entre o vocabulário do cotidiano e o vocabulário matemático...  As crianças chegam à escola enxergando várias palavras carregadas de emoções e sentimentos.
  3. 3. ALGUNS EXEMPLOS... Carlos tem R$ 10,00. Vai à padaria e compra meio quilo de pão. A operadora de caixa devolve a ele o troco que lhe é Luciana Barbosa Candido Carniello devido, sabendo que o quilo do pão naquele dia custou R$ 4,00. Quanto a operadora devolveu para Carlos? ISTO NÃO É UM PROBLEMA!!!! É apenas uma situação em que uma pessoa tem uma certa quantidade de dinheiro, vai à padaria comprar pães, paga a quantia referente à quantidade de pães que comprou e vê com quanto dinheiro ficou depois de pagar.
  4. 4. “Aprendi que me concentrar no problema me paralisa, enquanto Luciana Barbosa Candido Carnielloprocurar soluções transforma minha atitude, diminui a tensão, desembaralha a visão, acalma os sentimentos e me coloca em ação.” Luzia Faraco Ramos (2009)
  5. 5. QUE TAL APELIDAR OS “PROBLEMAS”? Situação-problema – ainda tem “problema” para assustar os alunos.... Luciana Barbosa Candido Carniello Que tal:  Desafios matemáticos  Desafios  Histórias matemáticas  Adivinhe se puder  Você é o detetive  Brincando com a matemática  Gincana dos números  Encontre a resposta certa
  6. 6. É DE MAIS OU DE MENOS? Quando estávamos na escola, o que aprendemos primeiro: “problemas” ou contas? Luciana Barbosa Candido Carniello  Contas para resolver os problemas (explicação/justificativa da escola para manter esta “ordem” de apresentação : contas e depois problemas)  Os problemas só podem ser resolvidos por meio das contas (crença arraigada)
  7. 7. É DE MAIS OU DE MENOS?Quando a criança faz esta pergunta, ela está Luciana Barbosa Candido Carniello querendo que você explique a ela como pensar para resolver o desafio?! Somente as contas têm os sinais das operações. Se elaO que ela quer na verdade?! quer o sinal, ela não está pensando na situação...Ela quer o “sinal” da conta, pois foi treinada para fazer contas e não teve a oportunidade de ser instruída a resolver desafios/problemas...
  8. 8. COMO AS CRIANÇAS APRENDEM AS IDEIASOPERACIONAIS? Crianças compreendem a ideia das operações com as experiências do cotidiano. Luciana Barbosa Candido Carniello  Exemplos de como elas compreendem  Adição  Subtração  Multiplicação  Divisão Os cálculos numéricos, registros escritos (algoritmos) aparecem só para representar estas ações. Vivenciar e explorar situações matemáticas para só depois representá-las
  9. 9. Luciana Barbosa Candido CarnielloRAMOS, Luzia Faraco. Conversas sobre números, ações e operações: uma propostacriativa para o ensino da matemática nos primeiros anos. São Paulo: Ática, 2009.Página 85
  10. 10. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICASDANTE, Luiz Roberto. Formulação e resolução de problemas de matemática: teoria e prática. São Paulo: Ática, 2009. Carniello Luciana Barbosa CandidoRAMOS, Luzia Faraco. Conversas sobre números, ações e operações: uma proposta criativa para o ensino da matemática nos primeiros anos. São Paulo: Ática, 2009.

×