Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
1
Universidade Católica de Pelotas
Centro Politécnico
Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas
ENGENHARIA DE SO...
2
ENGENHARIA DE SOFTWARE
Tecnologia em Camadas
 Qualidade: gerenciamento da qualidade.
 Processo: desenvolvimento de sof...
3
PROCESSO DE SOFTWARE
Modelo Sequencial - Linear
4
PROCESSO DE SOFTWARE
Modelo Seqüencial - Linear
 Engenharia de Sistemas: coleta de requisitos em nível
do sistema. Visã...
5
PROCESSO DE SOFTWARE
Modelo Seqüencial - Linear
 Codificação: tradução do projeto para uma linguagem que
resulte em ins...
6
PROCESSO DE SOFTWARE
Modelo Seqüencial - Linear
 Problemas do modelo:
 Projetos reais raramente seguem o fluxo seqüenc...
7
PROCESSO DE SOFTWARE
Modelo Prototipação
 Modelo do software que deve ser construído.
 Mecanismo para identificar os r...
8
PROCESSO DE SOFTWARE
Modelo Prototipação
 Obtenção dos Requisitos:
desenvolvedor e cliente definem
os objetivos gerais ...
9
PROCESSO DE SOFTWARE
Modelo Prototipação
 Refinamento dos Requisitos:
cliente e desenvolvedor refinam
os requisitos do ...
10
PROCESSO DE SOFTWARE
Modelo Prototipação
 Problemas com o modelo:
 Cliente não sabe que o software que ele vê não
con...
11
PROCESSO DE SOFTWARE
Modelo RAD
 Modelo seqüencial linear,
mas que enfatiza um
desenvolvimento rápido.
 A “alta veloc...
12
PROCESSO DE SOFTWARE
Modelo RAD (Rapid Application Development)
 Modelagem do Negócio: fluxo de informação entre as fu...
13
PROCESSO DE SOFTWARE
Modelo RAD
 Quando Usar o Modelo RAD:
 Quando a aplicação pode ser modularizada de forma que cad...
14
PROCESSO DE SOFTWARE
Modelos Evolucionários - Incremental
15
PROCESSO DE SOFTWARE
Modelos Evolucionários - Incremental
 Combina elementos do Modelo Linear com a filosofia da
Proto...
16
PROCESSO DE SOFTWARE
Modelos Evolucionários - Espiral
 Comunicação com o
Cliente: tarefas requeridas
para estabelecer ...
17
PROCESSO DE SOFTWARE
Modelos Evolucionários - Espiral
 Engenharia: tarefas
requeridas para construir uma
ou mais repre...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Es2 modelo de processo de software

2,512 views

Published on

Published in: Technology
  • Be the first to comment

Es2 modelo de processo de software

  1. 1. 1 Universidade Católica de Pelotas Centro Politécnico Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas ENGENHARIA DE SOFTWARE MODELOS DE PROCESSO DE SOFTWARE Prof. Eduardo B Kickhöfel
  2. 2. 2 ENGENHARIA DE SOFTWARE Tecnologia em Camadas  Qualidade: gerenciamento da qualidade.  Processo: desenvolvimento de software racional e em tempo.  Métodos: conjunto de tarefas. Análise de requisitos, projeto, construção, teste e manutenção.  Ferramentas: suporte automatizado ou semi- automatizado ao processo e aos métodos.
  3. 3. 3 PROCESSO DE SOFTWARE Modelo Sequencial - Linear
  4. 4. 4 PROCESSO DE SOFTWARE Modelo Seqüencial - Linear  Engenharia de Sistemas: coleta de requisitos em nível do sistema. Visão da interface com outros elementos (hardware, pessoas e banco de dados).  Análise de Requisitos: compreender o domínio da informação, a função, desempenho e interfaces exigidos.  Os requisitos (para o sistema e para o software) são documentados e revistos com o cliente.  Projeto: tradução dos requisitos do software para um conjunto de representações que podem ser avaliadas quanto à qualidade.
  5. 5. 5 PROCESSO DE SOFTWARE Modelo Seqüencial - Linear  Codificação: tradução do projeto para uma linguagem que resulte em instruções executáveis pelo computador.  Testes:  Aspectos lógicos internos do software, garantindo que todas as instruções tenham sido testadas.  Aspectos funcionais externos, para descobrir erros e garantir que a entrada definida produza resultados que concordem com os esperados.  Manutenção: o software deverá sofrer mudanças depois que for entregue ao cliente.  Causas das mudanças: erros, adaptação do software (mudanças no ambiente externo e acréscimos funcionais e de desempenho).
  6. 6. 6 PROCESSO DE SOFTWARE Modelo Seqüencial - Linear  Problemas do modelo:  Projetos reais raramente seguem o fluxo seqüencial.  No início é difícil estabelecer explicitamente todos os requisitos.  O cliente deve ter paciência. Uma versão executável do software só fica disponível em uma etapa avançada do desenvolvimento.  Muitas vezes os desenvolvedores ficam ociosos desnecessariamente, devido a estados bloqueadores (quando existem tarefas dependentes, membros da equipe devem aguardar que outros terminem).
  7. 7. 7 PROCESSO DE SOFTWARE Modelo Prototipação  Modelo do software que deve ser construído.  Mecanismo para identificar os requisitos de software.  Apropriado quando o cliente definiu um conjunto de objetivos gerais para o software, mas não identificou requisitos de entrada, processamento e saída com detalhes.
  8. 8. 8 PROCESSO DE SOFTWARE Modelo Prototipação  Obtenção dos Requisitos: desenvolvedor e cliente definem os objetivos gerais do software.  Projeto Rápido: aspectos do software que são visíveis ao usuário (abordagens de entrada e formatos de saída).  Construção do Protótipo: implementação rápida do projeto.  Avaliação do Protótipo: cliente e desenvolvedor avaliam o protótipo.
  9. 9. 9 PROCESSO DE SOFTWARE Modelo Prototipação  Refinamento dos Requisitos: cliente e desenvolvedor refinam os requisitos do software a ser desenvolvido.  Construção do Produto: identificados os requisitos, o protótipo deve ser descartado e a versão de produção deve ser construída considerando os critérios de qualidade.
  10. 10. 10 PROCESSO DE SOFTWARE Modelo Prototipação  Problemas com o modelo:  Cliente não sabe que o software que ele vê não considerou, durante o desenvolvimento, a qualidade global e a manutenibilidade em longo prazo.  Não aceita bem a idéia de que a versão final do software vai ser construída e "força" a utilização do protótipo como produto final.
  11. 11. 11 PROCESSO DE SOFTWARE Modelo RAD  Modelo seqüencial linear, mas que enfatiza um desenvolvimento rápido.  A “alta velocidade” é conseguida através de uma abordagem de construção baseada em componentes.  Usado quando os requisitos são bem definidos e o escopo do sistema é restrito.
  12. 12. 12 PROCESSO DE SOFTWARE Modelo RAD (Rapid Application Development)  Modelagem do Negócio: fluxo de informação entre as funções do negócio.  Modelagem dos Dados: fluxo de informação é refinado em um conjunto de objetos de dados.  Modelagem do Processo: criadas as descrições dos processamentos necessários para manipular esses objetos de dados.  Geração da Aplicação: reutiliza componentes quando possível ou cria componentes reutilizáveis. Prevê o uso de ferramentas automatizadas para gerar software.  Teste e Modificação: a reutilização de componentes reduz o tempo de teste. Os novos componentes e as interfaces devem ser testados.
  13. 13. 13 PROCESSO DE SOFTWARE Modelo RAD  Quando Usar o Modelo RAD:  Quando a aplicação pode ser modularizada de forma que cada grande função possa ser completada em menos de 3 meses.  Cada grande função pode ser alocada para uma equipe distinta e, depois são integradas para formar o todo.  Problemas com o Modelo:  Para projetos grandes, o RAD requer recursos humanos suficientes para criar um número adequado de equipes.  RAD requer um comprometimento entre desenvolvedores e clientes para que as atividades possam ser realizadas rapidamente e o sistema seja concluído em um tempo abreviado.
  14. 14. 14 PROCESSO DE SOFTWARE Modelos Evolucionários - Incremental
  15. 15. 15 PROCESSO DE SOFTWARE Modelos Evolucionários - Incremental  Combina elementos do Modelo Linear com a filosofia da Prototipação.  Aplica seqüências lineares numa abordagem de “saltos” à medida que o tempo progride.  Cada seqüência linear produz um incremento do software.  O processo se repete até que um produto completo seja produzido.  Difere da Prototipação, pois a cada incremento produz uma versão operacional do software.
  16. 16. 16 PROCESSO DE SOFTWARE Modelos Evolucionários - Espiral  Comunicação com o Cliente: tarefas requeridas para estabelecer uma efetiva comunicação entre desenvolvedor e cliente.  Planejamento: tarefas requeridas para definir recursos, referenciais de tempo e outras informações de projeto.  Análise de Risco: tarefas requeridas para fazer levantamento de riscos técnicos e de gerenciamento.
  17. 17. 17 PROCESSO DE SOFTWARE Modelos Evolucionários - Espiral  Engenharia: tarefas requeridas para construir uma ou mais representações da aplicação.  Construção e Release: tarefas requeridas para construir, testar, instalar e dar suporte ao usuário (documentação e treinamento, por exemplo).  Avaliação do Cliente: tarefas requeridas para obter um feedback do cliente.

×