BREVE PSICOPATOLOGIA – MÓDULO VI <ul><li>As Funções psíquicas : </li></ul><ul><li>1 -  Aparência  1 4 -  Inteligência </li...
<ul><li>1 – APARÊNCIA </li></ul><ul><li>Primeiro elemento observado no paciente </li></ul><ul><li>Seu exame oferece elemen...
<ul><li>2 – ATITUDE </li></ul><ul><li>Restrita à relação paciente/examinador, na entrevista. </li></ul><ul><li>Nos quadros...
<ul><li>3 - CONSCIÊNCIA  – Lucidez de consciência </li></ul><ul><li>4 – CONSCIÊNCIA DO EU </li></ul><ul><li>Identidade = D...
<ul><li>5 – ORIENTAÇÃO </li></ul><ul><li>Quadros Paranóides = Falsa-orientação delirante – Síndrome de </li></ul><ul><li>F...
<ul><li>6 – ATENÇÃO </li></ul><ul><li>Dificuldade de concentração em função de estímulos irrelevantes. </li></ul><ul><li>G...
<ul><li>7 – SENSOPERCEPÇÃO </li></ul><ul><li>Quadros Paranóides = Alucinação auditivas – vozes que dialogam entre si </li>...
<ul><li>8 – MEMÓRIA </li></ul><ul><li>Hipomnésia de fixação = apatia, desinteresse ansiedade, agitação e para fatos  </li>...
<ul><li>9 – LINGUÁGEM </li></ul><ul><li>∙  Mussitação – fala em sussurro, baixa, para si </li></ul><ul><li>∙   Solilóquio ...
<ul><li>Na catatonia pode ser encontrado: </li></ul><ul><li>Ecolalia – repetição como um eco da última(s) palavra(s) falad...
<ul><li>10 – PENSAMENTO (EXCETO DELÍRIO) </li></ul><ul><li>CURSO DO PENSAMENTO – Interrompido  -> Bloqueio </li></ul><ul><...
<ul><li>11- DELÍRIO (fora do sulco) - Alteração do juízo </li></ul><ul><li>Juízo patologicamente falso acompanhado de: </l...
<ul><li>Delírio Primário x Delírio Secundário x Idéia Sobrevalorada </li></ul><ul><li>Delírio Secundário – Idéia deliróide...
<ul><li>Tema do Delírio </li></ul><ul><li>Delírio de Perseguição </li></ul><ul><li>Delírio de Prejuízo </li></ul><ul><li>D...
12 - PROSPECÇÃO Planejamento que o indivíduo faz da própria vida Reflete a expectativa que tem do futuro. Pacientes delira...
<ul><li>14 – INTELIGÊNCIA </li></ul><ul><li>Forma hebefrênica e residual – deterioração intelectiva (relacionada as  </li>...
<ul><li>16 – VONTADE –  Processo psíquico de escolha de uma entre  </li></ul><ul><li>várias possibilidades de ação. </li><...
<ul><li>17 – PRAGMATISMO </li></ul><ul><li>Capacidade de colocar em prática de forma eficaz àquilo que foi  </li></ul><ul>...
<ul><li>18 - PSICOMOTRICIDADE </li></ul><ul><li>CATATONIA -  ecopraxia, estereotipias, flexibilidade céracea, </li></ul><u...
<ul><li>19 – AFETIVIDADE </li></ul><ul><li>Hipotimia (embotamento, distanciamento, empobrecimento, esmaecimento, esvaziame...
<ul><li>Humor – somatório ou síntese dos afetos presentes em um dado momento. </li></ul><ul><li>Estado afetivo basal e fun...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

CóPia De Breve Psicopatologia MóDulo Vi

5,808 views

Published on

Published in: Travel, Technology
0 Comments
9 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
5,808
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
41
Actions
Shares
0
Downloads
171
Comments
0
Likes
9
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

CóPia De Breve Psicopatologia MóDulo Vi

  1. 1. BREVE PSICOPATOLOGIA – MÓDULO VI <ul><li>As Funções psíquicas : </li></ul><ul><li>1 - Aparência 1 4 - Inteligência </li></ul><ul><li>2 - Atitude 15 - Imaginação </li></ul><ul><li>3 - A consciência (Vigilância) 16 - Vontade </li></ul><ul><li>4 - Consciência do Eu 17 - Pragmatismo </li></ul><ul><li>5 - Orientação Alopsíquica 18 - Psicomotricidade </li></ul><ul><li>6 - Atenção 19 -Afetividade </li></ul><ul><li>7 - Sensopercepção </li></ul><ul><li>8 - Memória </li></ul><ul><li>9 - Linguagem </li></ul><ul><li>10 - Pensamento (exceto delírio) </li></ul><ul><li>11 - Delírio </li></ul><ul><li>12 - Prospecção </li></ul><ul><li>13 - Consciência de Morbidade </li></ul>
  2. 2. <ul><li>1 – APARÊNCIA </li></ul><ul><li>Primeiro elemento observado no paciente </li></ul><ul><li>Seu exame oferece elementos sobre o estado de várias funções </li></ul><ul><li>Nos quadros apato-abúlicos = descuidada </li></ul><ul><li>Na Hebefrenia = bizarra </li></ul><ul><li>Nos quadros Paranóides = bizarro (atividade delirante) </li></ul>
  3. 3. <ul><li>2 – ATITUDE </li></ul><ul><li>Restrita à relação paciente/examinador, na entrevista. </li></ul><ul><li>Nos quadros com sintomatologia negativa ou catatonia = indiferença </li></ul><ul><li>Na catatonia = também, atitude de oposição e reação de último momento. </li></ul><ul><li>Nos quadros Paranóides = atitude suspicaz, hostil, querelante ou de fuga </li></ul><ul><li>Na Hebefrenia = atitude pueril </li></ul>
  4. 4. <ul><li>3 - CONSCIÊNCIA – Lucidez de consciência </li></ul><ul><li>4 – CONSCIÊNCIA DO EU </li></ul><ul><li>Identidade = Despersonalização (início) </li></ul><ul><li>Unidade = Dupla orientação delirante (SQZ Paranóide) </li></ul><ul><li>Atividade = sensações corporais imposta; roubo; imposição </li></ul><ul><li>e divulgação do pensamento; sentimentos, </li></ul><ul><li>impulsos e vontades impostas e controladas </li></ul><ul><li>Oposição eu-mundo = perda da oposição; extensão de seu </li></ul><ul><li>eu nos objetos e pessoas </li></ul><ul><li>Consciência de existência = Síndrome de Cotard (delírio </li></ul><ul><li>de negação do próprio eu) </li></ul>
  5. 5. <ul><li>5 – ORIENTAÇÃO </li></ul><ul><li>Quadros Paranóides = Falsa-orientação delirante – Síndrome de </li></ul><ul><li>Fregoli = reconhecer incorretamente um </li></ul><ul><li>familiar em um estranho - déjá vu </li></ul><ul><li>Dupla orientação delirante </li></ul><ul><li>Dupla cronologia </li></ul><ul><li>Dupla localização no espaço </li></ul><ul><li>Síndrome de Capgras - jamais vu </li></ul><ul><li>Quadros apato-abúlicos = desorientação apática </li></ul><ul><li>reificação do tempo (tratado como </li></ul><ul><li>entidade concreta) . </li></ul>
  6. 6. <ul><li>6 – ATENÇÃO </li></ul><ul><li>Dificuldade de concentração em função de estímulos irrelevantes. </li></ul><ul><li>Globalmente diminuída = apatia, desinteresse e sintomas negativos </li></ul><ul><li>Estupor Catatônico = aprosexia </li></ul><ul><li>Síndromes alucinatórias = rigidez ou labilidade de atenção </li></ul><ul><li>Delírios persecutórios e intensa ansiedade = atenção espontânea </li></ul><ul><li>se intensifica </li></ul>
  7. 7. <ul><li>7 – SENSOPERCEPÇÃO </li></ul><ul><li>Quadros Paranóides = Alucinação auditivas – vozes que dialogam entre si </li></ul><ul><li>Alucinações cenestésicas </li></ul><ul><li>Alucinações visuais (raras) </li></ul><ul><li>Pseudo-alucinações. </li></ul><ul><li>Quadros apático-abúlicos = hipoestesias </li></ul>
  8. 8. <ul><li>8 – MEMÓRIA </li></ul><ul><li>Hipomnésia de fixação = apatia, desinteresse ansiedade, agitação e para fatos </li></ul><ul><li>que possam contradizer um delírio </li></ul><ul><li>Hipermnésia seletiva para fatos que possam confirmar um delírio. </li></ul><ul><li>Lembranças podem ser distorcidas ou criadas (alomnésia e paramnésia) em </li></ul><ul><li>Consonância com a temática delirante. </li></ul><ul><li>OBS: Testagens Neuropsicológicas mais detalhadas em alguns </li></ul><ul><li>esquizofrênicos = distúrbio de memória semelhante aos dos quadros </li></ul><ul><li>demenciais </li></ul>
  9. 9. <ul><li>9 – LINGUÁGEM </li></ul><ul><li>∙ Mussitação – fala em sussurro, baixa, para si </li></ul><ul><li>∙ Solilóquio – falar sozinho (indício de atividade alucinatória auditiva) </li></ul><ul><li>∙ Jargonofasia (salada de palavras, esquizofasia ou confusão de </li></ul><ul><li>linguagem) - desorganização da linguagem, dos nexos ideativos, da </li></ul><ul><li>sintaxe </li></ul><ul><li>∙ Neologismo – palavras novas criadas ou palavras já existentes com </li></ul><ul><li>um novo valor. </li></ul><ul><li>∙ Maneirismo – fala pouco natural seja, quanto a escolha de palavras </li></ul><ul><li>(rebuscamento, uso de palavras difíceis, formalismo), à </li></ul><ul><li>pronuncia, ao sotaque ou à inflexão verbal (disprosódia </li></ul><ul><li>ou paraprosódia) </li></ul><ul><li>∙ Para resposta – respostas desparatadas </li></ul><ul><li>∙ Aprosódia - perda ou diminuição da modulação afetiva </li></ul>
  10. 10. <ul><li>Na catatonia pode ser encontrado: </li></ul><ul><li>Ecolalia – repetição como um eco da última(s) palavra(s) falada(s) </li></ul><ul><li>pelo entrevistador </li></ul><ul><li>Estereotipia verbal – repetição monótona, inadequada e sem sentido </li></ul><ul><li>comunicativo de palavras ou frases. </li></ul><ul><li>Mutismo – ausência de fala (negativismo ou inibição psíquica) </li></ul>
  11. 11. <ul><li>10 – PENSAMENTO (EXCETO DELÍRIO) </li></ul><ul><li>CURSO DO PENSAMENTO – Interrompido -> Bloqueio </li></ul><ul><li>Normal </li></ul><ul><li>Acelerado </li></ul><ul><li>Alentecido </li></ul><ul><li>FORMA DO PENSAMENTO - </li></ul><ul><li>Desagregado – fusão e justaposição absurda de idéias e conteúdos </li></ul><ul><li>heterogêneos </li></ul><ul><li>Prolixo - pensamento superinclusivo, idéias irrelevantes, distantes da </li></ul><ul><li>idéia principal, incapacidade de preservar os limites conceituais </li></ul><ul><li>Perseverante - </li></ul><ul><li>Afrouxamento dos nexos ideativos (distúrbio 1º - Bleuler) </li></ul><ul><li>CONTEUDO DO PENSAMENTO </li></ul><ul><li>Concretismo </li></ul><ul><li>Reificação – símbolos são usados como coisas concreta </li></ul><ul><li>Empobrecimento </li></ul>
  12. 12. <ul><li>11- DELÍRIO (fora do sulco) - Alteração do juízo </li></ul><ul><li>Juízo patologicamente falso acompanhado de: </li></ul><ul><li>Uma convicção extraordinária, não susceptível a influências (certeza subjetiva </li></ul><ul><li>absoluta, firmeza irremovível da convicção, impossibilidade de comunicação </li></ul><ul><li>diante do desmentido dos fatos) e, </li></ul><ul><li>Com conteúdo impossível. (Karl Jasper) </li></ul><ul><li>Delírio x erro. </li></ul><ul><li>Saber x Acreditar = delírio x crença </li></ul><ul><li>Vivência individual idiossincrásica </li></ul><ul><li>Auto referente </li></ul><ul><li>Eixo principal da vida do enfermo </li></ul><ul><li>Em função da convicção extraordinária = sem necessidade de comprovação. </li></ul>
  13. 13. <ul><li>Delírio Primário x Delírio Secundário x Idéia Sobrevalorada </li></ul><ul><li>Delírio Secundário – Idéia deliróide (Ex: Secundário a Quadro Maníaco </li></ul><ul><li>– Idéia de Grandeza) </li></ul><ul><li>Idéia Sobrevalorada – (influência catatímica) </li></ul><ul><li>Classificação </li></ul><ul><li>Delírio Sistematizado x Delírio Não Sistematizados </li></ul><ul><li>Mecanismos formadores: </li></ul><ul><li>Cognição Delirante – Esquizofrenia </li></ul><ul><li>Delírio Imaginativo – Parafrenia </li></ul><ul><li>Delírio Catatímico – Mania </li></ul><ul><li>Delírio Interpretativo – Transtornos Delirantes </li></ul><ul><li>Delírio Sensorial – Secundário a ilusões e alucinações -Alucinose, SQZ </li></ul><ul><li>Delírio Onírico – Alt. Sensoperceptiva e do pensamento – Delirium </li></ul><ul><li>Delírio Mnêmico – Secundário à atividade fabulatória – amnésia, demências </li></ul>
  14. 14. <ul><li>Tema do Delírio </li></ul><ul><li>Delírio de Perseguição </li></ul><ul><li>Delírio de Prejuízo </li></ul><ul><li>Delírio de Reivindicação </li></ul><ul><li>Delírio de Influência </li></ul><ul><li>Delírio de Grandeza </li></ul><ul><li>Delírio de Ciumes </li></ul><ul><li>Delírio Erotomaníaco </li></ul><ul><li>Delírio auto-referente </li></ul><ul><li>Delírio Somático </li></ul><ul><li>Delírio de Negação </li></ul><ul><li>Delírio Místico </li></ul><ul><li>Delírio Fantástico </li></ul><ul><li>Delírio de Identificação </li></ul>
  15. 15. 12 - PROSPECÇÃO Planejamento que o indivíduo faz da própria vida Reflete a expectativa que tem do futuro. Pacientes delirantes – planos absurdos Pacientes com sintomatologia negativa – sem planos 13 - CONSCIÊNCIA DE MORBIDADE Quadros Psicóticos = Bastante comprometida Alucinações = tidas como reais Delírio = sofrimento causado pelos perseguidores.
  16. 16. <ul><li>14 – INTELIGÊNCIA </li></ul><ul><li>Forma hebefrênica e residual – deterioração intelectiva (relacionada as </li></ul><ul><li>alterações formais, empobrecimento do pensamento e ao embotamento </li></ul><ul><li>afetivo). </li></ul><ul><li>Alterações psicóticas – perturbação do contato = prejuízo ao desempenho </li></ul><ul><li>intelectivo. </li></ul><ul><li>15 – IMAGINAÇÃO </li></ul><ul><li>CAPACIDADE DE CRIAÇÃO DE NOVAS IMAGENS OU CONCEITOS OU NOVAS CONEXÕES </li></ul><ul><li>ENTRE AS REPRESENTAÇÕES E CONCEITOS PREEXISTENTES. </li></ul><ul><li>Estados Psicóticos = Imaginação pode ser a base da atividade delirante (delírios fantásticos) </li></ul>
  17. 17. <ul><li>16 – VONTADE – Processo psíquico de escolha de uma entre </li></ul><ul><li>várias possibilidades de ação. </li></ul><ul><li>CONAÇÃO = IMPULSO E VONTADE </li></ul><ul><li>IMPULSO = estado interno, uma vivência afetiva que induz o indivíduo atuar para </li></ul><ul><li>satisfazer uma necessidade (basicamente corporal) </li></ul><ul><li>Instintos – comportamentos complexos, esteriotipados e inatos compartilhados pelos animais de uma mesma espécie para conservar e perpetuar a mesma </li></ul><ul><li>Hipobulia – sintoma negativo da SQZ (Simples, Hebefrênico, Residual) </li></ul><ul><li>Ato impulsivos </li></ul><ul><li>Suicídio </li></ul><ul><li>Ambitendência – incapacidade para decidir em função de duas tendências volitivas opostas. </li></ul><ul><li>Negativismo (Catatonia) – resistência não deliberada, imotivada, </li></ul><ul><li>incompreensível à solicitações externas </li></ul><ul><li>Reação de Último Momento (Catatonia) </li></ul><ul><li>Sugestionabilidadee Patológica (Catatonia) – oposta ao negativismo </li></ul><ul><li>Obediência Automática (Catatonia) – extremo da sugestionabilidade </li></ul><ul><li>patológica </li></ul>
  18. 18. <ul><li>17 – PRAGMATISMO </li></ul><ul><li>Capacidade de colocar em prática de forma eficaz àquilo que foi </li></ul><ul><li>Planejado. </li></ul><ul><li>SQZ = hipopragmatismo </li></ul>
  19. 19. <ul><li>18 - PSICOMOTRICIDADE </li></ul><ul><li>CATATONIA - ecopraxia, estereotipias, flexibilidade céracea, </li></ul><ul><li>maneirismo, interceptação cinética, perseveração motora, </li></ul><ul><li>hipocinesia, acinesia, hipercinesia. </li></ul><ul><li>HEBEFRENIA - maneirismos </li></ul>
  20. 20. <ul><li>19 – AFETIVIDADE </li></ul><ul><li>Hipotimia (embotamento, distanciamento, empobrecimento, esmaecimento, esvaziamento, aplainamento afetivo) está entre os sintomas negativos </li></ul><ul><li>Mória (alegria vazia, tola, pueril) – hebefrenia. </li></ul><ul><li>Rigidez afetiva – perda da capacidade em modular as respostas afetivas </li></ul><ul><li>Paratimias – incongruência afetiva (afeto X vivência; afeto X expressão do afeto) </li></ul><ul><li>desarmonia entre afeto e pensamento. </li></ul><ul><li>Ambitimia (Ambivalência afetiva) - presença de sentimentos opostos ou </li></ul><ul><li>contraditórios simultâneos </li></ul><ul><li>Neotimias – vivência inteiramente nova (mística, êxtase, elação, desolação e </li></ul><ul><li>terror) – esquizofrenia na fase de trema (Conrad) </li></ul><ul><li>Hipertimia (ansiedade) – Quadros delirantes </li></ul>
  21. 21. <ul><li>Humor – somatório ou síntese dos afetos presentes em um dado momento. </li></ul><ul><li>Estado afetivo basal e fundamental – não relacionado a um objeto </li></ul><ul><li>específico – persistente e não reativo – oscila entre os pólos da alegria, </li></ul><ul><li>tristeza e irritabilidade ou da calma e ansiedade. </li></ul><ul><li>Esquizofrenia – humor delirante = ansiedade difusa. </li></ul>

×