Apa referencias

4,632 views

Published on

0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
4,632
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
69
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Apa referencias

  1. 1. Regras Básicas para a redacção de trabalhos, segundo Manual de Estilo da American Psychologist Association (APA).Bibliografia:Manual de estilo da APA: regras básicas/American Psychological Association. (2006).Porto Alegre: Artmed.1) Tabelas e Figuras: como apresentar a) TabelasPermitem apresentar uma grande quantidade de dados em pouco espaço. Astabelas, em geral, apresentam valores numéricos exactos e os dados são dispostosordenadamente em linhas e colunas, facilitando a leitura dos dados e suacomparação.As tabelas devem ser de leitura simples, devendo estar organizadas de forma amostrarem os dados de uma forma clara e que permita a comparação dosdiferentes dados.Cada tabela deve ser compreensível por si só, sendo parte integrante do texto. Seesta contiver abreviaturas estas devem ser explicadas, ou no texto ou em nota derodapé da tabela.Uma tabela suplementa o texto. No texto deve estar feita a referência a todas astabelas que este contém assim como os itens relevantes da mesma, de forma aoleitor poder integrar o texto com os dados apresentados na tabela.As tabelas devem ser numeradas segundo a ordem em que são referidas eapresentadas no texto por números árabes (tabela 1, Tabela 2, etc).As tabelas devem ter sempre um título, que seja sintético, claro e que refira oconteúdo da mesma. Este deve aparecer no topo da mesma. Por vezes podem ternotas de rodapé de forma a clarificar um dado parâmetro (exemplo significadoestatístico, abreviatura usada,etc ).Exemplo retirado de: Klein, M., Weerman, F.M. & Thornberry, T.P. (2006). Street GangViolence in Europe. European Journal of Criminology 3:413-437 1
  2. 2. b) FigurasPode ser um quadro, um gráfico, uma fotografia, um desenho, um esquema ououtra forma de representação gráfica. Tal como as tabelas devem ser de fácilleitura, visualização e compreensão.Exemplos de gráficos mais comuns:- gráficos de linha, constituídos por linhas contínuas e claras, com a unidade demedida indicada nos eixos. Com as legendas contidas dentro dos limites do gráficoe com símbolos de fácil diferenciação. São usados para mostrar a relação entreduas variáveis quantitativas. A variável independente é projectada no eixohorizontal (x) e a dependente no eixo vertical (y).-gráficos de barras, em que as barras se diferenciam umas das outras, os eixossão rotulados de forma visível. A legenda aparece dentro dos limites do gráfico.Usado quando a variável independente é categórica. Cada barra sólida representaum tipo de dado.-gráficos de dispersão, em que os círculos sólidos representam pontos de dados.Constituídos por pontos isolados projectados para representar eventos isoladosem duas variáveis (em escala nos eixos das abcissas e das ordenadas.As legendas são parte integrante da figura e essenciais para a compreensão desta.Os títulos devem estar na parte inferior da figura. As figuras devem ser numeradas 2
  3. 3. segundo a ordem em que são referidas e apresentadas no texto no texto pornúmeros arábes (figura 1, Figura 2, etc).2) Citações, Chamadas de citações no texto e lista de referências a) Citações de fontesTexto directamente citado da obra de outro autor ou de obra anteriormentepublicada do próprio autor devem ser reproduzidos palavra por palavra. Incorporeuma citação curta no texto (< 40 palavras) colocando-a entre aspas duplas.Se o texto citado for superior a 40 palavras, faça-o em bloco e omita as aspas. Aofazer esta citação, forneça o nome do autor, ano e página específica da citação notexto e inclua a referência completa na lista de referências.Caso sejam suprimidas partes do texto, use (…) no local onde foram suprimidasessas partes. b) Citações de TextoO estudo deve ser documentado com o trabalho de outros e que são usados napesquisa documental. Para tal sempre que se citar dados e outra informação detrabalho de outros investigadores, deve-se incluir a referência do autor assimcomo a data em que esses trabalhos foram publicados, e depois a referênciacompleta deve ser listada na lista de referências no final do documento.Todas as citações mencionadas no texto devem aparecer na lista dereferências, assim como a entrada na lista de referências deve ser citada notexto. Podendo esta ser feita de duas formas.Exemplos de citações de texto: Trabalho de apenas um autor Walker (2000) compared reaction times…ou In a recent study of reaction times (Walker, 2000) Trabalho de múltiplos autoresSe tem dois autores, devem ser referidos os dois autores na citação de texto:Ex: como Nightlinger e Littlewood (1993) demonstraramComo foi demonstrado (Nightlinger & Littlewood, 1993)… 3
  4. 4. Se tem mais de dois autores, então refere-se o primeiro autor do estudo seguido deet al. Entidade como autor:Por vezes os nomes das entidades actuam como autores (ex. associações,corporações, órgãos governamentais, etc) geralmente são escritas por extensocada vez que aparecem em uma chamada no texto. Nalguns casos, após a primeiracitação podem ser abreviadas nas citações seguintes.Ex.Entrada na Lista de referênciasNational Institute of Health (1999)Primeira citação no texto(National Institute of Health [NIH], 1999) enas citações subsequentes(NIH, 1999). Trabalhos sem autor (inclusive documentos jurídicos) ou com autor anónimoQuando um trabalho não tem um autor, faça a chamada do texto pelas primeiraspalavras da entrada do item na lista de referências (em geral o título). Use as aspasduplas no título do artigo ou capítulo e italize o título do periódico, livro, folheto ourelatório.Ex:… sobre o atendimento gratuito (“Study finds”, 1982)O livro College Bound Seniors (1979)…As citações de textos jurídicos são tratadas como trabalhos sem autor, isto é, notexto faça a chamada de documentos como casos judiciais, estatutos e legislaçãopelas primeiras palavras da referência e o ano. Dois ou mais trabalhos dentro do mesmo parênteseOrganize dois ou mais trabalhos dos mesmos autores por ano de publicaçãoEx:Pesquisas anteriores (Edeline & Walker, 1992, 1996) revelaram…. 4
  5. 5. Liste dois ou mais trabalhos de diferentes autores que são citados dentro domesmo parêntese por ordem alfabética do sobrenome do primeiro autor e separeas citações com um ponto e vírgula. Comunicações PessoaisApenas são citadas no texto. Referem-se a informação comunicada pelo autor masnão está publicada.Ex. Lutes (comunicação pessoal, Setembro 1998) ou (Lutes, comunicação pessoal,Setembro 1998).3) Lista de ReferênciasA lista de referências encontra-se no fim do documento e fornece a informaçãonecessária para identificar e ter acesso a cada fonte citada no corpo de texto. Asfontes devem ser escolhidas criteriosamente e incluídas na lista de referênciasapenas aquelas que foram usadas na pesquisa e preparação do documento.As referências devem ser listadas por ordem alfabética do sobrenome do primeiroautor. No caso de haver mais do que um trabalho com o mesmo primeiro autor,indique o nome do autor na primeira referência e também nas referênciassubsequentes. a) Como citar livros:Author, A. A. (Year of publication). Title of work: Capital letter also for subtitle. Location:Publisher.Livros de um autor apenasSheril, R. D. (1956). The terrifying future: Contemplating color television. San Diego:Halstead.Livros de mais do que um autorSmith, J., & Peter, Q. (1992). Hairball: An intensive peek behind the surface of anenigma. Hamilton, ON: McMaster University Press. 5
  6. 6. b) Capítulo de um livroAuthor, A. A., & Author, B. B. (Year of publication). Title of chapter. In A. Editor & B. Editor(Eds.), Title of book (pages of chapter). Location: Publisher.Mcdonalds, A. (1993). Practical methods for the apprehension and sustainedcontainment of supernatural entities. In G. L. Yeager (Ed.), Paranormal and occultstudies: Case studies in application (pp. 42–64). London: OtherWorld Books. c) Artigo numa revista científicaAuthor, A. A., Author, B. B., & Author, C. C. (Year). Title of article. Title of Periodical,volume number(issue number), pages.Artigo numa revista científica sem paginação contínua:Crackton, P. (1987). The Loonie: Gods long-awaited gift to colourful pocketchange? Canadian Change, 64(7), 34–37.Artigo numa revista científica com paginação contínuaRottweiler, F. T., & Beauchemin, J. L. (1987). Detroit and Narnia: Two foes on thebrink of destruction. Canadian/American Studies Journal, 54, 66-146.Artigo num jornal semanalHenry, W. A., III. (1990, April 9). Making the grade in todays schools. Time, 135,28–31.Artigo num jornal diárioWrong, M. (2005, August 17). "Never Gonna Give You Up" says Mayor. Toronto Sol,p. 4. d) Documento GovernamentalRevenue Canada. (2001). Advanced gouging: Manual for employees (MP 65–347/1124). Ottawa: Minister of Immigration and Revenue. 6
  7. 7. e) Notas Relevantes:Sempre que um artigo tiver mais de seis autores:Listam-se os primeiros seis autores seguindo-se os restastes por et al.Harris, M., Karper, E., Stacks, G., Hoffman, D., DeNiro, R., Cruz, P., et al. (2001).Writing labs and the Hollywood connection. Journal of Film and Writing, 44(3),213-245.Autor como organizaçãoAmerican Psychological Association. (2003).Autor desconhecidoMerriam-Websters collegiate dictionary (10th ed.).(1993). Springfield, MA:Merriam-Webster.Dois ou mais trabalhos do mesmo autor:Segue-se por ordem cronológicaBerndt, T.J. (1981).Berndt, T.J. (1999).Se num dos trabalhos aparece sozinho e no outro trabalho citado em co-autoria,primeiro coloca-se aquele trabalho em que é autor sozinho e depois o trabalho emco-autoria, independentemente da data de publicação.Berndt, T. J. (1999). Friends influence on students adjustment to school.Educational Psychologist, 34, 15-28.Berndt, T. J., & Keefe, K. (1995). Friends influence on adolescents adjustment toschool. Child Development, 66, 1312-1329.Se o primeiro autor tem mais do que uma referência em co-autoria listam-se asreferências por ordem alfabética de segundo autorWegener, D. T., Kerr, N. L., Fleming, M. A., & Petty, R. E. (2000). Flexible correctionsof juror judgments: Implications for jury instructions. Psychology, Public Policy, &Law, 6, 629-654.Wegener, D. T., Petty, R. E., & Klein, D. J. (1994). Effects of mood on highelaboration attitude change: The mediating role of likelihood judgments. EuropeanJournal of Social Psychology, 24, 25-43.Duas ou mais obras do(s) autor(es) no mesmo anoListam-se as referências pela ordem alfabética do título. Atribui-se uma letra a, b,c…No texto deve-se referir claramente a qual referência se está a usar da seguinteforma 7
  8. 8. Citação de texto:"Berdnt (1981a) makes similar claims..."Lista de referências:Berndt, T. J. (1981a). Age changes and changes over time in prosocial intentionsand behavior between friends. Developmental Psychology, 17, 408-416.Berndt, T. J. (1981b). Effects of friendship on prosocial intentions and behavior.Child Development, 52, 636-643.É de notar que cada tipo de periódico ou livro pode adoptar estilos de citaçãopróprios (ver, como exemplo as normas do Journal of Quantitative Criminology,anexadas). No entanto estes podem servir de referência. 8

×