Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Apresentação institucional port

840 views

Published on

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Apresentação institucional port

  1. 1. 1Agosto, 2012
  2. 2. Agenda1. Visão geral da Companhia2. Principais divisões de negócios Aluguel de carros Aluguel de frotas Seminovos3. Consolidado4. Dívida e caixa5. Principais vetores de valor 2
  3. 3. Marcos da CompanhiaFase I – Crescimento para #1 Fase II – Expansão Fase III – Ganhando escala1973 – Fundada em Belo Horizonte/MG 1984 – Estratégia de expansão por 2005 – IPO: market cap de US$ 295 mi adjacências: FranchisingFinal da década de 70 – Aquisições no 2011 – Classificada como investmentnordeste do Brasil 1991 – Estratégia de expansão por grade pela Moody’s, Fitch e mais adjacências: Seminovos recentemente pela S&P1981 – Líder brasileira em aluguel decarros em número de agências 1997 – Entrada da empresa de PE DL&J 2012 – ADR nível I com um market cap de US$ 150 mi 30/06/2012 – Market cap de US$3,1 bi 1997 – Estratégia de expansão por com ADTV de 37,1 million adjacências: Aluguel de frotas 1973 1982 1983 1990 2004 2005 2011 3
  4. 4. Estrutura societária FundadoresSalim Mattar Eugenio Mattar Antonio Claudio Flavio Resende Free-float Resende 9,0% 7,1% 10,5% 7,1% 66,3% 100,0% 100,0% 100,0% 4
  5. 5. A Companhia: plataforma integrada de negócios 58.436 carros 31.412 carros 3,1 milhões de clientes 699 clientes 253 agências 343 colaboradores 4.057 colaboradores Sinergias: poder de barganha redução de custo cross selling 13.389 carros 66,6% vendido a consumidor final 201 agências no Brasil 71 lojas 48 agências no exterior 951 colaboradores 34 colaboradoresA plataforma integrada proporciona à Localiza flexibilidade e performance superior. 5 Números do 2T12
  6. 6. Divisões da plataforma de negóciosAluguel de carros Franchising Aluguel de frotas SeminovosA Localiza aluga para Negócio suplementar, com Total Fleet, oferece frota Área de suporte, com oindivíduos ou empresas em o propósito de expandir a personalizada em contratos objetivo de vender osaeroportos e outras distribuição geográfica da de 2-3 anos. veículos utilizados pelalocalidades. marca. Companhia, adquirir know- how na compra dos carros e estimar seu valor residual.Espinha dorsal da Localiza. O Franchising é visto como Total Fleet é vista como um Como atividade de suporteNa sua enorme frota, uma importante estratégias negócio adicional que gera ao negócio, o Seminovosrenovada anualmente, recai de negócio pela valor por alavancar permite a venda de 70%a base de todos os efeitos administração – as receitas sinergias criadas pela dos veículos direto aode escala capturados pelo geradas são baixas, plataforma integrada de consumidor final,grupo como um todo. contudo a expansão da negócios. maximizando o valor marca e rede é feita com residual dos carros usados um mínimo desembolso de no aluguel. capital. 6
  7. 7. Agenda1. Visão geral da Companhia2. Principais divisões de negócios Aluguel de carros Aluguel de frotas Seminovos3. Consolidado4. Dívida e caixa5. Principais vetores de valor 7
  8. 8. Overview Tamanho da frota corporativa Número de agências corporativas2007 35.686 2007 1782009 47.517 2009 2142011 64.688 2011 247 Composição da frota Performance financeira 23,0% CAGR: 980,7 1 1 . 00 , 0 0 63,1% 9 0 , 0 % 9 00 0 0 , 585,2 Carros populares 7 00 0 0 , 5 00 0 0 , 428,0 3 00 0 0 , 46,0% 46,9% 4 0 , 0 % 1 00 0 0 , 41,9%36,9% 1 - 00 0 0 , 3 - 00 0 0 , 2007 2009 2011Outros 5 - 00 0 0 , 1 - 0 , 0 % Receita líquida de aluguel de carros Margem de EBITDA (%) 8
  9. 9. Overview Número de agências de aluguel (Brasil) 415 449 452 346 381 312 254 279 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 1S12 # de agências # de cidades 452 318 289 62 107 71 60 32 120 Localiza Hertz Unidas AvisLocaliza detém forte posição no mercado brasileiro e, ao longo das décadas, vêm competindo com sucesso contra os maiores players globais através de sua escala regional. 9 Fonte: Website de cada Companhia (Maio, 2012)
  10. 10. Overview Market share da divisão de Aluguel de Carros - Brasil (# de carros) 36,5% Agências de Aluguel de Carros no Brasil Agências de aeroporto Agências fora de aeroporto Outros LocalizaAvis 36 Localiza 351 Hertz 35 101 78 Unidas 73 Avis 27 OutrosUnidas Hertz 2079 34 42 Mercado fora dos aeroportos ainda fragmentado. 10 Fonte: ABLA e website de cada Companhia (Maio, 2012)
  11. 11. Principais competidoresMarket share* 6,7% 3,1% 2,8%Agências de aeroporto 34 35 42Agências fora de aeroporto 73 27 78 • Capitalizado por três fundos • Marca internacional • Marca internacionalForças de Private Equity • Expertise local • Expertise local • Expertise local • Fraca distribuição • Marca relativamente fraca • Fraca distribuição no Brasil • Fraca distribuição no • Incerteza nas prioridades • Franqueadora master no Brasil BrasilFraquezas entre aluguel de carros e de em recuperação judicial • Rede de venda de carros frotas • Rede de venda de carros usados • Rede de venda de carros usados usados 11 *Fonte: Relatório Roland Berger,em 21 de Junho de 2012, baseado nos dados de 2010
  12. 12. Drivers Investimentos no Brasil # de passageiros - milhões 679 % % 16,2 20,3 179 % 154 343 80,3 128 182 71 85 83 107 2003 2009 2010 2011 ria s e ás de to ro rt en /G st a o ut id sp dú m O ic eo an a In r ne et ól Tr El tr SaPe Acessibilidade ao aluguel de carros PIB per capita 645 (R$ mil) 545 51% 510 465 19,0 21,3 415 38% 380 16,0 16,6 37% 35% 350 300 14,2 11,7 12,8 260 10,7 240 9,5 180 200 7,5 8,4 151 31% 6,9 27% 22% 20% 18% 16% 15% 15% 13% 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012e 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 Salário m ínim o (R$) Preço diária / salário m ínim o 12
  13. 13. Pesquisa de satisfação 2011 – Você recomendaria a Localiza? SIM! 95,9%94,6% 94,8% 96,0% 95,5% 95,3% 96,3% 95,9% 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 Clientes reconhecem o serviço premium e recomendam! 13Fonte: baseado na pesquisa de satisfação “Fale Fácil” respondida por mais de 350.000 clientes em 2011
  14. 14. Ciclo financeiro Receita líquida na ciclo de 1 ano venda de carros $26,4 Receita 1 2 3 4 5 Despesas, juros e imposto 20 21 22 23 24 $27,5Compra de carros Fleet Rental Seminovos Total por carro operacional por carro operacional por ano 2011 R$ % R$ % R$ Receitas 19,1 100,0% 29,2 100,0% 48,3 Custos (7,4) - 0,0% (7,4) SG&A (2,7) -14,1% (2,8) -9,6% (5,5) Receita líquida de venda 26,4 90,4% 26,4 Valor residual do carro vendido (25,7) -90,0% (25,7) EBITDA 9,0 47,2% 0,7 2,4% 9,7 Depreciação (carro) (2,0) -6,8% (2,0) Depreciação (não-carro) (0,3) -1,6% (0,3) Juros sobre a dívida (2,4) -8,2% (2,4) IR (2,7) -14,2% 1,1 3,8% (1,6) LUCRO LÍQUIDO 6,0 31,5% (2,6) -8,9% 3,4 NOPAT (anualizado) 5,2 ROIC 18,9% Spread Custo da dívida após impostos 8,6% 10,3p.p. SPREAD 10,3% 14
  15. 15. Resultados Por carro operacional Alugando carros 2010 2011 2010 2011Receita líquida 802,2 980,7 18,7 19,1EBITDA 363,3 460,3 8,5 9,0Depreciação (81,1) (103,4) (1,9) (2,0)EBIT 282,2 356,9 9,5 10,1Despesas financeiras (87,1) (123,8) (2,0) (2,4)EBT 195,1 233,1 4,5 4,5 Por carro vendido Vendendo carros 2010 2011 2010 2011Receita líquida 1.101,1 1.241,1 27,8 29,2EBITDA 32,1 30,0 0,8 0,7Depreciação (5,1) (6,1) (0,1) (0,1)EBIT 27,0 23,9 0,7 0,6EBT 27,0 23,9 0,7 0,6Frota de final de período 61.445 64.688 - -Frota média operacional 42.903 51.285 - -Frota média alugada 29.646 35.348 - -Número de carros vendidos 39.658 42.483 - - 15
  16. 16. Volumes e receitas # diárias (mil) 12.794 24,6% CAGR: 10.734 7.940 8.062 6,8% 5.793 6.243 6.664 4,9% 4.6683.411 3.179 3.334 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 1S11 1S12 2T11 2T12 Receita líquida (R$ milhões) 24,9% 980,7 CAGR: 802,2 585,2 12, 7 % 565,2 10, 4 % 532,3 428,0 472,4 346,1258,6 239,4 264,32005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 1S11 1S12 2T11 2T12 A receita cresceu acima do volume em razão do aumento da diária média por carro. 16
  17. 17. Frota e taxa de utilização Frota ,9% -8,0% CAGR: 17 61.445 64.688 63.500 58.436 47.517 39.112 31.373 35.68624.1032005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 1S11 1S12 Taxa de utilização 65,5% 70,7% 67,9% 68,8% 69,1% 68,9% 68,9% 74,2%58,8%2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 1T11 1T12 17
  18. 18. Depreciação média por carro Mercado de carros usados aquecido Reflexo da crise financeira 5.468,2 Reflexo da 2.546,0 2.577,0 1.683,9 2.062,3 1.536,0 Redução do IPI 492,3 939,1 332,9 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 Jan-Abr/12* 1S12* * Anualizado Depreciação adicional referente à redução do IPI em maio de 2012 R$ milhões Frota em maio/12 Depreciação adicional estimada Carros por ano de vencimento da vida útilDivisão 2T12 Após 2T12 Total 2012 2013 2014 2015 TotalAluguel de 85 (*) 31 116 45.486 12.187 143 5 57.821 carros 73% 27% 100% 79% 21% 0% 0% 100% (*) A depreciação adicional estimada de R$31 milhões será registrada prospectivamente nos próximos 12 meses A depreciação foi impactada pela queda nos preços dos carros, em razão da redução de IPI 18
  19. 19. Agenda1. Visão geral da Companhia2. Principais divisões de negócios Aluguel de carros Aluguel de frotas Seminovos3. Consolidado4. Dívida e caixa5. Principais vetores de valor 19
  20. 20. Overview Tamanho da frota Número de clientes2007 17.790 2007 4562009 22.778 2009 5842011 31.629 2011 687 Composição da frota Performance financeira 19.0% 5 0 00 0 , CAGR: 455,0 1 0 0 , 0 % 4 5 0, 0 0 4 0 00 0 , 303,2 42,6% 3 5 0, 0 0 219,8 3 0 00 0 , Carros populares 2 2 5 0, 0 0 0 00 0 , 71,3% 68,7% 68,6% 1 5 0, 0 0 1 0 00 0 , 5 0, 0 0 0, 0 0 5 0 , 0 %57,4% 2007 2009 2011Outros Receita líquida de Aluguel de Frotas Margem de EBITDA (%) 20
  21. 21. Overview Divisão de Aluguel de Frotas - Brasil (# de carros) 13,9%Este negócio se beneficia das sinergias com a Divisão de Aluguel de Carros e, à medida que a economia brasileira amadurece, pode-se esperar que um grande número de companhias opte vantagem do aluguel de frotas 21 Fonte: Anuário ABLA 2012
  22. 22. Principais competidoresMarket share* 9,5% 7,1%Receita (R$ milhões) 272,5 204,7Tamanho da frota 27.262 16.418 • Capitalizada • Segundo maior player brasileiroForças • Sinergia com sua área de aluguel • IPO bem sucedido em 04/2012 de carros • Baixa rentabilidade (competindo em • Prejuízo nos últimos seis anos preço buscando ganho de share) (competindo em preço buscandoFraquezas • Cálculo da depreciação ganho de share) • Rede de venda de carros usados • Rede de venda de carros usados 22 *Fonte: Relatório Roland Berger,em 21 de Junho de 2012, baseado nos dados de 2011
  23. 23. Drivers Penetração da frota terceirizadaMercado brasileiro Mundo 58,3%Frota corporativa: 46,9% 4.200.000 37,4% 24,5% Frota-alvo: 16,5% 500.000 8,9% 13,3% 5,4% Frota alugada: a ça da ia l do ca a si nh h n 245.000 an an ra he ni an lô pa B U Fr ol Tc Po m Es no H le a A ei ic R ú bl ep R 31.629 Menos de 50% da frota-alvo está alugada. 23 Fonte: ABLA e Datamonitor
  24. 24. Ciclo financeiro Receita líquida na venda 2 - year cycle de carros $26,3 Receita 1 2 3 4 5 Despesa, juros e imposto 20 21 22 23 24 $36,1Compra de carros Fleet Rental Seminovos Total por carro operacional por carro operacional por ano 2011 R$ % R$ % R$ Receitas 16,3 100,0% 28,6 100,0% 44,9 Custos (4,2) - 0,0% (4,2) Custos (0,9) -5,5% (2,3) -8,0% (3,2) Receita líquida de venda 26,3 92,0% 26,3 Valor residual do carro vendido (24,9) -90,0% (24,9) EBITDA 11,2 68,7% 1,4 4,9% 12,6 Depreciação (carro) (4,2) -14,7% (4,2) Depreciação (não-carro) (0,1) -0,3% (0,1) Juros sobre a dívida (2,0) -7,0% (2,0) IR (3,4) -20,6% 1,4 5,0% (1,9) LUCRO LÍQUIDO 7,8 47,8% (3,4) -11,7% 4,4 NOPAT (anualizado) 5,8 ROIC 16,2% Spread Custo da dívida após impostos 8,6% 7,6p.p. SPREAD 7,6% 24
  25. 25. Resultados Por carro operacional Alugando carros 2010 2011 2010 2011Receita líquida 361,1 455,0 15,8 16,3EBITDA 245,6 312,1 10,7 11,2Depreciação (81,1) (115,8) (3,5) (4,2)EBIT 164,5 196,3 7,2 7,0Despesas financeiras (43,4) (57,0) (1,9) (2,0)EBT 121,1 139,3 5,3 5,0 Por carro vendido Vendendo carros 2010 2011 2010 2011Receita líquida 220,8 227,0 28,9 28,6EBITDA 2,3 11,4 0,3 1,4Depreciação (0,1) - (0,0) -EBIT 2,2 11,4 0,3 1,4EBT 2,2 11,4 0,3 1,4Frota de final de período 26.615 31.629 - -Frota média operacional 22.916 27.858 - -Frota média alugada 22.343 26.676 - -Número de carros vendidos 7,627 7.929 - - 25
  26. 26. Pesquisa de satisfação 2011 – Você recomendaria a Total Fleet? SIM! 98,0% 98,0% 99,0% 93,0% Usuários Usuários VIP Administradores dos contratos Clientes reconhecem o bom serviço e recomendam! 26Fonte: Usuários e usuários VIP baseada em entrevistas feitas pela Companhia com os clientes através do telefone. Administradores dos contratos: Vox Populi
  27. 27. Volumes e receitas # diárias (mil) 19,2% CAGR: 9.603 8.044 6.437 7.099 13, 5 % 4.188 5.144 4.625 5.248 11, 2 %3.351 2.372 2.6372005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 1S11 1S12 2T11 2T12 Receita líquida (R$ milhões) 21,4% 455,0 CAGR: 361,1 268,4 303,2 21,1% 261,3 18, 7 % 219,8 215,7 184,0142,0 131,8 111,02005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 1S11 1S12 2T11 2T12 As receitas refletem as premissas de juros e depreciação à época da contratação. 27
  28. 28. Frota e taxa de utilização Frota ,9% 9,6% CAGR: 17 31.629 31.412 28.654 26.615 23.403 22.778 17.790 14.63011.7622005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 1S11 1S12 Taxa de utilização96,9% 96,5% 96,1% 94,0% 96,8% 97,5% 95,8% 96,1% 97,7%2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 1T11 1T12 28
  29. 29. Depreciação média por carro 5.083,1 5.406,3 4.371,7 4.133,0 4.289,3 Reflexo da2.981,3 3.509,7 Redução do IPI 2.383,3 2.395,8 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 Jan-Abr/12* 1S12* * Anualizado Depreciação adicional referente à redução do IPI em maio de 2012 R$ milhões Frota em maio/12 Depreciação adicional estimada Carros por ano de vencimento da vida útil Divisão 2T12 Após 2T12 Total 2012 2013 2014 2015 Total Aluguel de 15 (*) 49 64 5.340 10.303 11.590 4.055 31.288 frotas 23% 77% 100% 17% 33% 37% 13% 100% (*) A depreciação adicional estimada de R$49 milhões será registrada prospectivamente ao longo da vida útil do carro. A depreciação foi impactada pela queda nos preços dos carros em razão da redução de IPI. 29
  30. 30. Agenda1. Visão geral da Companhia2. Principais divisões de negócios Aluguel de carros Aluguel de frotas Seminovos3. Consolidado4. Dívida e caixa5. Principais vetores de valor 30
  31. 31. OverviewA Localiza lançou o Seminovos em 1993, um novo conceito envolvendo carros mais novos. Combinar a marca Localiza com uma rede de lojas em expansão possibilita a Companhia vender seus carros a preços de mercado. 31 Fonte: Fenabrave 2011
  32. 32. Overview Receita líquida do Seminovos Carros vendidos 1.468,11 7 . 00 , 0 01 5 . 00 , 0 01 3 . 00 , 0 0 2007 30.0931 1 . 00 , 0 0 850,5 922,4 9 00 0 0 , 7 00 0 0 , 5 00 0 0 , 2009 34.519 3 00 0 0 , 1 00 0 0 , 1 - 00 0 0 , 2011 50.772 2007 2009 2011 0,6% 1,5% 10,6% 2011 Carros usados 2011 Carros 0Km 8.862.951 2011 Até 2 anos 3.425.499 476.827 32
  33. 33. Principais competidores • “Shopping do • Concessionária • Locadoras de veículos • Revenda a varejo automóvel” eExemplos • Fiat, VW, Ford, GM como • Locamerica, Hertz • “Loja do carro” “Cidade do principais automóvel” • Customizado à • Usualmente voltados • Conforto e • Marca, imagem demanda popular, ao para clientes de baixa conveniência percebida e experiência mesmo tempo em que renda, com carros • Variedade de marcasForças • Suporte das montadoras se apresenta como uma mais velhos e modelos • Flexibilidade na troca proposta de valor • Eventualmente • Flexibilidade na • Forte presença na mídia atrativa para especializados em troca consumidor nichos • Estigma de “carro de • Sem poder de marca • Baixa presença na locadora” • A venda de usados não (mercado de baixa mídia • Pouca distribuição é o principal negócio reputação) • Baixo estoque deFraquezas • Concentração • Baixo estoque de carros • Opções de carros até 2 anos geográfica (SP) até 2 anos financiamentos com • Não tem apresentado • Menor presença na taxas mais altas sucesso mídiaPontos de venda • 3.714 (Anfavea) • 95* • 45.600 (Fenauto) • 71 (Fenauto) * Seminovos Localiza e principais locadoras, estimativa 33
  34. 34. Drivers # de habitantes por carro (2011) # de habitantes por carro - Brasil 8,0 7,9 EUA 1,3 Reino Unido 1,8 7,4 Alemanha 1,9 6,9 França 2,0 6,5 Japão 2,1 5,9Coréia do Sul 3,6 5,5 Rússia 4,0 Argentina 4,2 Brasil 5,5 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 Mercado brasileiro: carros novos x usados e acessibilidade Indivíduos com 17,4 renda para 15,8 comprar um carro novo* 11,9 8,9 7,9 8,9 7,0 8,4 Carros usados 6,8 7,1 7,3 7,1 5,6 6,7 2,6x 2,7x 2,4x 2,5x 4,4x 3,7x 3,1x 3,3 3,5 Carros novos 2,3 2,7 3,0 1,6 1,8 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 * População com acessibilidade para comprar um carro novo popular (R$25.000) com 20% de entrada 34
  35. 35. Pesquisa de satisfação 2011 – Você recomendaria o Seminovos? SIM! 94,0% 94,0% 92,3% 94,0% 2009 2010 2011 Clientes reconhecem a qualidade e recomendam! 35Fonte: baseda em pesquisa feita pela Companhia com seus clientes através do telefone, iniciada em 2009
  36. 36. Ampliação da rede # de pontos de venda +5 71 66 55 49 32 35 26132005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 1S12 A rede de Seminovos foi ampliada em 5 lojas. 36
  37. 37. Venda de carros por loja de rua Média mensal # de carros vendidos por loja/mês 82 82 82 74 73 70 74 59 2008 2009 2010 2011 1T12 abr/12 mai/12 jun/12 Número de carros vendidos é ponderado pela quantidade de lojas abertas no período.A produtividade melhorou, contribuindo para a redução do custo fixo por carro vendido. 37
  38. 38. Agenda1. Visão geral da Companhia2. Principais divisões de negócios Aluguel de carros Aluguel de frotas Seminovos3. Consolidado4. Dívida e caixa5. Principais vetores de valor 38
  39. 39. DRE consolidada 2011 DRE 2010 2011 16% 34%Receita líquida 2.497,2 2.918,1 ReceitasEBITDA 649,5 821,3Depreciação (167,4) (225,6) 50%EBIT 482,1 595,7Despesas financeiras (130,1) (179,0)EBT 352,0 416,7Dados operacionaisFrota média operacional 65.819 79.143Carros comprados 65.934 59.950Carros vendidos 47.285 50.772 57% EBITDA 38% 5% 39
  40. 40. Investimento líquido Aumento da frota * (quantidade) 18.649 9.178 9.930 8.642 65.934 10.346 7.957 59.950 7.342 47.285 4.608 44.211 50.772 (5.868) 43.161 8.124 38.050 34.281 34.519 (1.306) 33.520 30.093 28.66726.105 27.789 23.174 24.059 21.921 20.602 18.763 14.504 12.478 13.198 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 1S11 1S12 2T11 2T12 Comprados Vendidos * Não considera os carros roubados / sinistrados. Investimento líquido (R$ milhões) 588,5 308,4 354,5 1.910,4 210,4 281,8 1.776,5 341,5 1.468,1 132,3 243,5 1.335,3 1.321,9 (134,2) 1.204,2 241,1 (10,3) 1.060,9 980,8 930,3 850,5 922,4 825,6 690,0 693,3 762,7 588,8 628,5 593,8 446,5 352,7 379,0 389,3 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 1S11 1S12 2T11 2T12 Compras (inclui acessórios) Receita líquida de venda As compras de carro foram ajustadas para melhor produtividade da frota. 40
  41. 41. Frota de final de período Quantidade -2,5% ,9% CAGR: 17 96.317 92.154 89.848 88.060 70.295 26.615 31.629 28.654 62.515 31.412 53.476 22.778 46.003 23.40335.865 17.790 14.63011.762 61.445 64.688 63.500 58.436 35.686 39.112 47.51724.103 31.3732005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 1S11 1S12 Aluguel de carros Aluguel de frotas A frota está ajustada à demanda. 41
  42. 42. Receita líquida consolidada R$ milhões : 22,7% CAGR 2.918,1 2.497,2 7% 1.823,7 1.820,9 1.468,1 12, 1.505,5 1.321,9 1.564,3 1.387,9 1.126,2 8%854,9 980,8 922,4 762,7 11, 850,5 693,3 706,4 789,6 588,8 1.450,0 4% 446,5 842,9 898,5 1.175,3 15, 801,6 352,7 % 389,3 408,4 537,4 655,0 694,6 353,7 1 3,2 400,3 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 1S11 1S12 2T11 2T12 Aluguéis Seminovos No 2T12, a receita consolidada cresceu em razão do aumento de 13,2% na receita de aluguel e 10,4% na receita de Seminovos. 42
  43. 43. EBITDA R$ milhões : 19,8% CAGR 821,3 649,5 10,1% 403,5 504,1 469,7 425,7 7,5% 311,3 386,8 277,9 200,6 215,7 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 1S11 1S12 2T11 2T12Divisões 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 1S11 1S12 2T11 2T12Aluguel de carros 47,5% 43,4% 46,0% 45,9% 41,9% 45,3% 46,9% 45,1% 41,3% 46,1% 40,6%Aluguel de frotas 65,5% 71,4% 71,3% 69,1% 68,7% 68,0% 68,6% 67,1% 66,0% 68,5% 65,8%Aluguel Consolidado 53,6% 52,9% 54,5% 53,3% 51,1% 52,3% 53,8% 52,0% 49,4% 53,1% 48,9%Seminovos 13,2% 4,6% 5,5% 5,6% 1,1% 2,6% 2,8% 3,7% 3,9% 3,6% 5,1% A margem de EBITDA do 2T12 foi impactada pelo complemento de bônus e custos de acessórios. 43
  44. 44. Lucro líquido consolidado R$ milhões % 16,4 291,6 250,5 -39,4 190,2 % 138,2 127,4 137,6 -85,5 106,5 116,3 % 83,4 74,0 10,7 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 1S11 1S12 2T11 2T12Reconciliação EBITDA x lucro líquido 2009 2010 2011 Var. R$ Var. % 1S11 1S12 Var. R$ Var. % 2T11 2T12 Var. R$ Var. % 469,7 649,5 821,3 171,8 26,5% 386,8 425,7 38,9 10,1% 200,6 215,7 15,1 7,5%EBITDA Consolidado (172,3) (146,3) (201,5) (55,2) 37,7% (89,7) (223,3) (133,6) 148,9% (43,3) (165,3) (122,0) 281,8%Depreciação de carrosDepreciação de outros imobilizados (21,0) (21,1) (24,1) (3,0) 14,2% (12,3) (15,6) (3,3) 26,8% (6,3) (8,1) (1,8) 28,6%Despesas financeiras, líquidas (112,9) (130,1) (179,0) (48,9) 37,6% (88,0) (77,7) 10,3 -11,7% (45,2) (34,1) 11,1 -24,6%Imposto de renda e contribuição social (47,2) (101,5) (125,1) (23,6) 23,3% (59,2) (25,7) 33,5 -56,6% (31,8) 2,5 34,3 -107,9%Lucro líquido do período 116,3 250,5 291,6 41,1 16,4% 137,6 83,4 (54,2) -39,4% 74,0 10,7 (63,3) -85,5% Excluindo a depreciação adicional, o lucro do 1S12 alcançaria R$149,5 milhões. 44
  45. 45. Análise SWOT: Plataforma de negócios da Localiza De acordo com estudo da Roland Berger em 21 de junho de 2012 Forças Fraquezas• Escala local incomparável • Forte foco em agências de aeroportos•Integração vertical, criando sinergias para todos os • Custo da renovação das concessões de aeroportosquatro negócios •Dependência de passageiros viajando pelo ar• Forte performance operacional do negócio e (crescimento limitado pela infraestrutura brasileira)liderança experiente • Fraca presença fora do Brasil, resultando em• Forte presença nos locais de fluxo intenso no Brasil exposição ao desenvolvimento econômico nacional •Dependência do capital de longo prazo para financiar a renovação da frota Oportunidades Ameaças• Aumento do market share através da consolidação •Qualquer medida do governo brasileiro que possado mercado de aluguel de carros brasileiro impactar os preços de venda dos carros, potencialmente diminuindo o valor do ativo (ex:• Baixa penetração da terceirização de frotas no imposto para carros novos)Brasil • Novos competidores entrando no mercado (aluguel• Aproximação dos mega eventos no Brasil de carros ou aluguel de frotas)• Perspectiva positiva para os negócios e turismo no • Aumento no preço do combustívelBrasil A marca da Localiza é top of mind no Brasil. Localiza não vê como fraqueza ou ameaça 45
  46. 46. Agenda1. Visão geral da Companhia2. Principais divisões de negócios Aluguel de carros Aluguel de frotas Seminovos3. Consolidado4. Dívida e caixa5. Principais vetores de valor 46
  47. 47. Fluxo de caixa livre - FCLFluxo de Caixa Livre - R$ milhões 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 1S12EBITDA 277,9 311,3 403,5 504,1 469,7 649,5 821,3 425,7Receita na venda dos carros líquida de impostos (446,5) (588,8) (850,5) (980,8) (922,4) (1.321,9) (1.468,1) (762,7)Custo depreciado dos carros vendidos (*) 361,2 530,4 760,0 874,5 855,1 1.203,2 1.328,6 687,7(-) Imposto de Renda e Contribuição Social (32,7) (42,7) (63,4) (52,8) (49,0) (57,8) (83,0) (54,9)Variação do capital de giro (24,2) (4,8) 13,3 (44,8) (11,5) 54,5 (83,9) (18,9)Caixa gerado antes do capex 135,7 205,4 262,9 300,2 341,9 527,5 514,9 276,9Receita na venda dos carros 446,5 588,8 850,5 980,8 922,4 1.321,9 1.468,1 762,7Capex de carros para renovação (496,0) (643,3) (839,0) (1.035,4) (947,9) (1.370,1) (1.504,5) (628,5)Capex líquido para renovação da frota (49,5) (54,5) 11,5 (54,6) (25,5) (48,2) (36,4) 134,2Capex outros imobilizados (28,0) (32,7) (23,7) (39,9) (21,0) (51,1) (63,0) (36,0)Fluxo de caixa livre antes do crescimento 58,2 118,2 250,7 205,7 295,4 428,2 415,5 375,1Capex de carros para crescimento da frota (194,0) (287,0) (221,9) (299,9) (241,1) (540,3) (272,0) -Variação na conta de fornecedores de carros (capex) (25,5) 222,0 (51,0) (188,9) 241,1 111,3 32,7 (132,8)Capex líquido para crescimento da frota (219,5) (65,0) (272,9) (488,8) 0,0 (429,0) (239,3) (132,8)Aumento da frota – quantidade 7.342 10.346 7.957 9.930 8.642 18.649 9.178 (5.868)Fluxo de Caixa Livre depois do crescimento (161,3) 53,2 (22,2) (283,1) 295,4 (0,8) 176,2 242,3 47 (*) Sem a dedução dos descontos técnicos até 2010 (vide item 18 – Glossário)
  48. 48. Movimentação da dívida líquida no 1S12 (R$ milhões) FCL 242,3Dívida líquida Dívida líquida 31/12/2011 30/06/2012- 1.363,4 - 1.254,9 (78,9) (54,9) Juros Dividendos incorridos A dívida líquida foi reduzida em R$108,5 milhões (-8,0%). 48
  49. 49. Dívida – perfil R$ milhões Perfil da dívida em 30/06/2012- principal (R$ milhões) 562,0 432,0 323,5 303,5 161,8 16,5 26,0 52,02012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019Caixa673,9 Forte posição de caixa e confortável perfil de dívida. Spread “all in” no 1S12 foi 1,3p.p. acima do CDI. 49
  50. 50. Dívida - ratios 2.681,7 2.446,7 2.391,2 1.907,8 1.752,6 1.492,9 1.363,4 1.247,7 1.254,5 1.281,1 1.254,9 1.078,6 900,2 765,1535,8 440,4 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 1S12 Dívida líquida Valor da frotaSALDOS EM FINAL DE PERÍODO 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011(**) 1S12 (**)Dívida líquida / Valor da frota 60% 36% 51% 72% 57% 52% 51% 52%Dívida líquida / EBITDA (*) 1,9x 1,4x 1,9x 2,5x 2,3x 2,0x 1,7x 1,5xDívida líquida / Patrimônio líquido 1,4x 0,7x 1,3x 2,0x 1,5x 1,4x 1,2x 1,1xEBITDA / Despesas financeiras líquidas 3,3x 4,8x 5,4x 3,8x 4,2x 5,0x 4,6x 5,5x (*) anualizado (**) A partir de 1 de janeiro de 2011, contempla as demonstrações financeiras em IFRS A Companhia possui ratios conservadores de endividamento. 50
  51. 51. Agenda1. Visão geral da Companhia2. Principais divisões de negócios Aluguel de carros Aluguel de frotas Seminovos3. Consolidado4. Dívida e caixa5. Principais vetores de valor 51
  52. 52. Principais vetores de geração de valor Adicionando valor  aos acionistas Spread ROIC > Custo de dívida Crescimento Capacidade de sustentar (vantagens competitivas) (1) (2) (3)1- Spread em torno de 8,0p.p. entre o capital investido e o custo da dívida apósimpostos.2- Crescimento: a elasticidade com o PIB tem sido 5,7x nos últimos 6 anos.3- Vantagens competitivas da Localiza: as vantagens competitivas em cada etapa doprocesso possibilitam a Companhia sustentar o crescimento com rentabilidade. 52
  53. 53. Spread 24,80% 21,25% 18,70% 17,03% 16,94% 17,12% 11,2p.p. 15,10% 7,8p.p. 12,9p.p. 11,54% 8,2p.p. 9,6p.p. 8,5p.p. 8,1p.p. 13,60% 4,0p.p. 10,90% 8,40% 8,84% 7,59% 8,60% 7,33% 7,05% 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 1S12 anualizado Juros da dívida após impostos ROIC 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 1S12 aInvestimento médio de capital - R$ milhões 606,3 986,2 1.137,5 1.642,3 1.702,3 1.984,6 2.445,3 2.645,6Margem NOPAT (sobre receita líquida de aluguel) 37,0% 34,5% 36,9% 32,1%* 21,9% 28,6% 28,9% 24,9%*Giro do investimento médio de capital(sobre receita líquida de aluguel) 0,67x 0,55x 0,58x 0,53x 0,53x 0,59x 0,59x 0,61xROIC 24,8% 18,7% 21,3% 17,0% 11,5% 16,9% 17,1% 15,1%Juros da dívida após impostos 13,60% 10,90% 8,40% 8,84% 7,59% 7,33% 8,60% 7,05%Spread (ROIC – Juros após impostos) - p.p. 11,2 7,8 12,9 8,2 4,0 9,6 8,5 8,1 O ROIC e o spread refletem a estratégia de competitividade na precificação adotada pela Companhia. 53 * Exclui a depreciação adicional, seguindo os conceitos recomendados pela Stern Stewart
  54. 54. Elasticidade do PIB Elasticidade de crescimento real da receita de aluguel x PIB Localiza 5,7x Setor PIB 2,9x 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011Os drivers e as vantagens competitivas da Localiza resultaram em crescimento superior ao do setor. 54

×