Apresentação hotspot

297 views

Published on

Primeira apresentação no Hotspot no Grupo RBS

Published in: Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
297
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Apresentação hotspot

  1. 1. #1 @hotspot_cinco
  2. 2. GlassFish V3
  3. 3. Oque é O Glassfish é um servidor de aplicacções Open Surce e é a implementação de referência da especificação JEE.
  4. 4. Timeline
  5. 5. Arquitetura
  6. 6. Características Administração atravez do modulo web ou pela camada de serviços RESTful http://localhost:4848/management/domain http://localhost:4848/monitoring/domain - Shared –libs: suporte a múltiplas versões de uma mesma lib. - Java EE 6 Full (ou Web Profile). - Linguagens dinamicas: ruby (Jruby), scala/lift, groove, grails. - Arquitetura plugavel atravéz de OSGI (Apache Felix) - Kernel Hk2 - Suporte a Clusterização(Projeto Shoal)
  7. 7. Utilização
  8. 8. Java EE 6 Novidades DI 1.0 CDI 1.0 Bean Validation 1.0 Managed Beans 1.0 JAX-RS 1.1 Atualizações EJB 3.1 JSF 2.0 Servlet 3.0 JPA 2.0 Interceptors 1.1 Connectors 1.1 JAX-WS 2.2 JSP 2.2 / EL 2.2 Annotations 1.1
  9. 9. WebProfile Servlet 3.0 JSF 2.0 JSP 2.2 e EL 1.2 JSTL 1.2 DI 1.0 CDI 1.0 JPA 2.0 Annotations 1.1 JTA 1.1 Bean Validation 1.0
  10. 10. DI API padronizada de injeção de dependências @Inject – identifica construtores, métodos ou atributos que podem ser injetados @Named – Disponibiliza determinado componente para ser referenciado na camada de apresentação atravéz da EL @Qualifier – qualificadores pra injeção de determinado componente @Scope – define o escopo do componente @Singleton – Apenas uma instancia de um determinado componente
  11. 11. CDI Context and Dependency Injection, gerencia o ciclo de vida e as iterações de componentes stateful garantindo contextos bem definidos. Annotations: @SessionScoped,@ApplicationScoped,@RequestScoped, @Dependent, @ConversationalScoped
  12. 12. JPA 2.0 A JPA foi desmembrada do EJB tornando-se uma api distinta. Criteria Coleções de tipos primitivos Lock Pessimista API de Cache Suporte ao inlist
  13. 13. EJB no pacote war EJB 3.1 Não é mais necessário definir a interface local @Singleton – apenas uma instancia do bean no conteiner @Schedule – agendamento de tarefas baseadas no cron, simples e declarativa @Asynchonous – suporte a invocações assincronas EJB Lite –usado quando nao se precisa de todos recursos ejb, reunindo o conjunto de recursos essenciais
  14. 14. JSF 2.0 Utilização do faces-config.xml é opicional Facelets nativo como parte a specifiação Componentização atravéz do facelets Suporte nativo a ajax Suporte de parametros via get ( <f:viewParam> ) @ManagedBean – anotação que define um ManagedBean
  15. 15. Servlet 3.0 Não é mais obrigatorio criar o arquivo web.xml Suporte a servlets assíncronos Mapeamento de servlets e filters atravéz de anotações @WebServlet – (urlPattern,name,asincSupported) Suporte nativo ao upload de arquivos (Multiplos), request.getParts e request.getPart(name)
  16. 16. WebSockets Suporte a WebSockets a partir na versão 3.1 do Glassfish junto com Grizzly( Web Framework
  17. 17. Glassfish embbeded

×