Fundamentos teóricos da educação ambiental final

8,337 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
8,337
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
105
Actions
Shares
0
Downloads
141
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Fundamentos teóricos da educação ambiental final

  1. 1. LIGADO NO AMBIENTEPrograma de Educação AmbientalPALESTRA: FUNDAMENTOS TEÓRICOS DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL
  2. 2. OBJETIVOS instrumentos Prática pedagógica abordagens
  3. 3. PRINCIPAIS INSTRUMENTOS CONFERÊNCIA DE ESTOLCOLMO (1972)Conferência das Nações Unidas sobreAmbiente Humano.Primeiras discussões sobre educação ambiental –É um campo de ação pedagógico. Princípio 19: é indispensável um trabalhode educação em questões ambientais dirigidoàs gerações jovens como e adultos.
  4. 4. PRINCIPAIS INSTRUMENTOS Princípios da Educação Ambiental (UNESCO em 1974), Seminário na Finlândia: educação ambiental permite alcançar os objetivos da proteção ambiental, não se trata de um ramo da ciência ou matéria de estudo, mas um marco de educação integral e permanente. Considerar “os princípios da ecologia” – gerou uma visão equivocada e fortemente ecológica da ea, desconsiderando as relações existentes entre ordem social, econômica, política e cultural e a ordem natural.
  5. 5. PRINCIPAIS INSTRUMENTOS CARTA DE BELGRADO (UNESCO E PNUMA em 1975): Foram apontados metas, objetivos e princípios para programas de educação ambiental – marco histórico da educação ambiental
  6. 6. CARTA DE BELGRADO: OBJETIVOS EACONSCIÊNCIA CONHECIMENTO ATITUDES CAPACIDADE DE HABILIDADES AVALIAÇÃO PARTICIPAÇÃ O
  7. 7. CARTA DE BELGRADO: DIRETRIZES• CENTRAR EM • ENFOQUE • PARTICIPAÇÃO SITUAÇÕES INTERDISCIPLINAR ATIVA NA ATUAIS E • PONTO DE VISTA PREVENÇÃO E FUTURAS MUNDIAL E SOLUÇÃO DOS• DESENVOLVIMEN DIFERENÇAS PROBLEMAS. TO COM REGIONAIS • COOPERAÇÃO NA PERPECTIVA • DENTRO/FORA DA RESOLUÇÃO DE AMBIENTAL ESCOLA PROBLEMAS.• MEIO NATURAL E ARTIFICIAL EM SUA TOTALIDADE.
  8. 8. PRINCIPAIS INSTRUMENTOS CONFERÊNCIA DE TBILISI: primeira conferência intergovernamental sobre ea (UNESCO/PNUMA, em 1977). Reforça Belgrado e complementa princípios. Recomenda ea em políticas governamentais. Contribuições ao marco histórico ea: 41 recomendações – plano de ação de ea Definição de meio ambiente ampliada (meio social, cultural, além do biótico) – problemas ambientais x modelos de
  9. 9. PRINCIPAIS INSTRUMENTOS IICONGRESSO INTERNACIONAL SOBRE EA (1987, em MOSCOU) dimensão ambiental nos currículos de todos os níveis de forma transversal CONFERÊNCIA RIO 92: Agenda 21 FÓRUM GLOBAL: Tratado de Educação Ambiental para as Sociedades Sustentáveis. I CONFERÊNCIA NACIONAL DE EA (1997, Brasília) – Declaração de Brasília
  10. 10. PRINCIPAIS INSTRUMENTOS CONFERÊNCIA DE TESSALONICA (1997, Grécia):foi reafirmada a importância da ea, que juntamente com legislação, economia e tecnologia deve ser um dos pilares da sustentabilidade.
  11. 11. PRINCIPAIS INSTRUMENTOS NO BRASIL PRONEA - PROGRAMA NACIONAL DE EA, 1994: princípios orientadores e linhas de ação para a educação ambiental no Brasil.PCN’S: 1997 – Dimensão ambientalcomo tema transversal permeandotodas as disciplinas.
  12. 12. PRINCIPAIS INSTRUMENTOS NO BRASIL POLÍTICA NACIONAL DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL – LEI Nº 9.795 de 27/04/99 “Entende-se por ea os processos por meio dos quais o indivíduo e a coletividade constroem valores sociais, conhecimentos, habilidades, atitudes e competências voltadas à conservação do meio ambiente bem comum do povo, essencial à sadia qualidade de vida e sua sustentabilidade”. Quem executa: Sisnama, instituições educacionais públicas e privadas, órgãos públicos da união, estados e municípios, entidades de classe, meios de comunicação e demais segmentos da sociedade. Regulamento: Decreto nº 4.281, 25/06/02
  13. 13. PRINCIPAIS INSTRUMENTOS NO BRASIL POLÍTICA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO DO RJ – LEI Nº 3325 DE 17/12/99. “ A Política Estadual de EA do RJ engloba o conjunto de iniciativas para a formação de cidadãos e comunidades capazes de tornar compreensíveis a problemática ambiental e de promover uma atuação responsável para a solução dos problemas ambientais”.
  14. 14. ABORDAGENSPEDAGÓGICAS TRADICIONAL: transmissão do conhecimento TECNICISTA: educação é na base do treinamento. SÓCIO-CULTURAL: conhecimento da realidade e capacidade de transformá-la (Paulo Freire). CONSTRUTIVISTA: conhecimento a partir da prática e experimentação (Jean Piaget). HISTÓRICO-CRÍTICA – formação do aluno crítico (Saviani). SÓCIO-INTERACIONISTA: experiências educativas que permitam o desenvolvimento social e cognitivo das crianças, o desenvolvimento das interações sociais, a ação conjunta entre professor e aluno, além do desenvolvimento do pensamento crítico (Vygoski).
  15. 15. PRINCIPAIS CORRENTES TEÓRICOMETODOLÓGICAS • Foco na preservação daPRESERVACIONISTA fauna, flora e recursos naturais. • Combate a visão analítica HOLÍSTICA e racional do ma. • Enfoque sensorial, afetivo, intuitivo, criativo, trabalha interior das pessoas.
  16. 16. PRINCIPAIS CORRENTES TEÓRICOMETODOLÓGICAS • Estreita relação problemas sociais x estado deSÓCIOAMBIENTAL degradação do planeta. • Leva em conta aspectos CRÍTICA históricos, sociais e políticos do ambiente.
  17. 17. PROJETO LIGADO NO AMBIENTE Programa de Educação Ambiental"O educador se eterniza em cada ser que educa". Paulo Freire OBRIGADA!  gerusa.bueno@gmail.com

×