Successfully reported this slideshow.
Your SlideShare is downloading. ×

Product Management - Proposta de abordagem para atacar problema em produto digital

Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad

Check these out next

1 of 41 Ad

Product Management - Proposta de abordagem para atacar problema em produto digital

Download to read offline

Ano: 2019

A apresentação é uma proposta de abordagem centrada no usuário para atacar problema em um produto digital já lançado.

A melhoria contínua é uma prática que visa otimizar o trabalho e reduzir desperdícios. Com base em estudo sobre Product Management e ferramentas como Design Thinking, Agile, Lean e PDCA, foi estruturada uma sequência de etapas que vai desde a identificação do problema até a implantação de apostas de solução e acompanhamento dos resultados.

Vale ressaltar que a proposta pode ser adaptada caso a caso e a visão de produto deve ser a linha mestra para as tomadas de decisão.

Ano: 2019

A apresentação é uma proposta de abordagem centrada no usuário para atacar problema em um produto digital já lançado.

A melhoria contínua é uma prática que visa otimizar o trabalho e reduzir desperdícios. Com base em estudo sobre Product Management e ferramentas como Design Thinking, Agile, Lean e PDCA, foi estruturada uma sequência de etapas que vai desde a identificação do problema até a implantação de apostas de solução e acompanhamento dos resultados.

Vale ressaltar que a proposta pode ser adaptada caso a caso e a visão de produto deve ser a linha mestra para as tomadas de decisão.

Advertisement
Advertisement

More Related Content

Similar to Product Management - Proposta de abordagem para atacar problema em produto digital (20)

More from Luiz Henrique Pinho de Sá (18)

Advertisement

Recently uploaded (20)

Product Management - Proposta de abordagem para atacar problema em produto digital

  1. 1. Product Management Proposta de abordagem para atacar problema em produto digital Luiz Henrique Pinho de Sá
  2. 2. Produto Potenciais usuários Usuários ... Designers Devs Externos Internos PMs ...
  3. 3. Comportamentos e necessidades mudam! Revisitar de tempos em tempos o que já foi feito
  4. 4. Inspirações para a proposta
  5. 5. Fonte: Medium - Geert Claes (2017)
  6. 6. A P C D 5 Execução6Verificação 7Padronização 8Conclusão 1 Identificação do Problema 2 Análise do Problema 3 Análise de Causas 4 Plano de Ação Situação atual MetaMétodo
  7. 7. Proposta de abordagem
  8. 8. User and Customer Centricity
  9. 9. Dividir para conquistar!
  10. 10. Análise qualitativa Análise quantitativa
  11. 11. 1. Identificar problema 2. Explorar problema, cenários e atores 3. Levantar apostas de solução para as causas raízes priorizadas 4. Implantar apostas de soluções priorizadas 5. Acompanhar resultados
  12. 12. 1. Identificar problema
  13. 13. 1. Definir o problema 2. Definir indicadores a serem monitorados 3. Priorizar segmentos que mais oneram indicadores, com base em análises quantitativas 4. Comparar valores dos indicadores com obtidos no mercado e com melhores resultados internos 5. Estabelecer e desdobrar, em conjunto com stakeholders, metas para os indicadores “Onde quero chegar?”
  14. 14. 1. Definir o problema 2. Definir indicadores a serem monitorados 3. Priorizar segmentos que mais oneram indicadores, com base em análises quantitativas 4. Comparar valores dos indicadores com obtidos no mercado e com melhores resultados internos 5. Estabelecer e desdobrar, em conjunto com stakeholders, metas para os indicadores Exemplo: problema de leads de baixa qualidade em CRM imobiliário Taxa de Qualificação Taxa de Descarte NPS para corretores ROI
  15. 15. Taxas de conversão Tempos médios Quantidades Contato pessoal e visita Aprovação de crédito e assinatura de contrato Pré-atendimento Seleção e proposta Recebimento do imóvel Leads % % % % 1. Definir o problema 2. Definir indicadores a serem monitorados 3. Priorizar segmentos que mais oneram indicadores, com base em análises quantitativas 4. Comparar valores dos indicadores com obtidos no mercado e com melhores resultados internos 5. Estabelecer e desdobrar, em conjunto com stakeholders, metas para os indicadores Exemplo: problema de leads de baixa qualidade em CRM imobiliário
  16. 16. 1. Definir o problema 2. Definir indicadores a serem monitorados 3. Priorizar segmentos que mais oneram indicadores, com base em análises quantitativas 4. Comparar valores dos indicadores com obtidos no mercado e com melhores resultados internos 5. Estabelecer e desdobrar, em conjunto com stakeholders, metas para os indicadores
  17. 17. 1. Definir o problema 2. Definir indicadores a serem monitorados 3. Priorizar segmentos que mais oneram indicadores, com base em análises quantitativas 4. Comparar valores dos indicadores com obtidos no mercado e com melhores resultados internos 5. Estabelecer e desdobrar, em conjunto com stakeholders, metas para os indicadores Taxa de Qualificação Mercado: 7% Ideal: 15 a 20% Fonte: Vídeo suahouse (2019) MelhorMeu valor Taxa de Descarte Mercado: 42% Exemplo: problema de leads de baixa qualidade em CRM imobiliário
  18. 18. 1. Definir o problema 2. Definir indicadores a serem monitorados 3. Priorizar segmentos que mais oneram indicadores, com base em análises quantitativas 4. Comparar valores dos indicadores com obtidos no mercado e com melhores resultados internos 5. Estabelecer e desdobrar, em conjunto com stakeholders, metas para os indicadores Meta = Objetivo + Valor + Prazo Percentual da lacuna
  19. 19. 2. Explorar problema, cenários e atores
  20. 20. Possibilidades de estratificação Por tempo Por região Por usuário Por potencial usuário Por preço ... Possibilidade de utilizar IA (ex.: clusterização) 1. Levantar todos os fatos e dados disponíveis sobre o problema 2. Estratificar dados de diversas formas, procurando identificar aspectos diferenciados do problema 3. Priorizar aspectos mais relevantes 4. Levantar hipóteses de causas 5. Definir stakeholders a serem entrevistados através de análise de dados 6. Entrevistar stakeholders 7. Criar personas 8. Construir com stakeholders jornadas das personas 9. Construir com stakeholders réguas de comunicação para as jornadas de cada persona 10. Obter e priorizar com stakeholders causas raízes
  21. 21. 1. Levantar todos os fatos e dados disponíveis sobre o problema 2. Estratificar dados de diversas formas, procurando identificar aspectos diferenciados do problema 3. Priorizar aspectos mais relevantes 4. Levantar hipóteses de causas 5. Definir stakeholders a serem entrevistados através de análise de dados 6. Entrevistar stakeholders 7. Criar personas 8. Construir com stakeholders jornadas das personas 9. Construir com stakeholders réguas de comunicação para as jornadas de cada persona 10. Obter e priorizar com stakeholders causas raízes Pré-atendimento não está atuando da forma adequada? Método e critérios de Qualificação e Lead Scoring não estão adequados? Comunicação e/ou Marketing digital de conteúdo não estão efetivos (sem qualificar leads durante as diferentes etapas do funil)? Anúncios em buscadores, redes sociais e portais verticais não estão trazendo leads qualificados? Preenchimento incorreto no CRM por parte do corretor? Falta de assiduidade no preenchimento do CRM por parte do corretor? ... Exemplo: problema de leads de baixa qualidade em CRM imobiliário
  22. 22. 1. Levantar todos os fatos e dados disponíveis sobre o problema 2. Estratificar dados de diversas formas, procurando identificar aspectos diferenciados do problema 3. Priorizar aspectos mais relevantes 4. Levantar hipóteses de causas 5. Definir stakeholders a serem entrevistados através de análise de dados 6. Entrevistar stakeholders 7. Criar personas 8. Construir com stakeholders jornadas das personas 9. Construir com stakeholders réguas de comunicação para as jornadas de cada persona 10. Obter e priorizar com stakeholders causas raízes Dimensões e critérios de segmentação: • Geográficos • Demográficos • Socioeconômicos • Psicográficos • Comportamentais • Entendimento de cenário • Validação das hipóteses • Input para construção das personas Entrevistar pessoas com características variadas, a fim de cobrir o máximo possível do universo! Por quê?
  23. 23. 1. Levantar todos os fatos e dados disponíveis sobre o problema 2. Estratificar dados de diversas formas, procurando identificar aspectos diferenciados do problema 3. Priorizar aspectos mais relevantes 4. Levantar hipóteses de causas 5. Definir stakeholders a serem entrevistados através de análise de dados 6. Entrevistar stakeholders 7. Criar personas 8. Construir com stakeholders jornadas das personas 9. Construir com stakeholders réguas de comunicação para as jornadas de cada persona 10. Obter e priorizar com stakeholders causas raízes Citação Dia típico Dores ObjetivosBio NomeFoto Personas criadas com base em dados e entrevistas
  24. 24. 1. Levantar todos os fatos e dados disponíveis sobre o problema 2. Estratificar dados de diversas formas, procurando identificar aspectos diferenciados do problema 3. Priorizar aspectos mais relevantes 4. Levantar hipóteses de causas 5. Definir stakeholders a serem entrevistados através de análise de dados 6. Entrevistar stakeholders 7. Criar personas 8. Construir com stakeholders jornadas das personas 9. Construir com stakeholders réguas de comunicação para as jornadas de cada persona 10. Obter e priorizar com stakeholders causas raízes Ações Buyer personas
  25. 25. 1. Levantar todos os fatos e dados disponíveis sobre o problema 2. Estratificar dados de diversas formas, procurando identificar aspectos diferenciados do problema 3. Priorizar aspectos mais relevantes 4. Levantar hipóteses de causas 5. Definir stakeholders a serem entrevistados através de análise de dados 6. Entrevistar stakeholders 7. Criar personas 8. Construir com stakeholders jornadas das personas 9. Construir com stakeholders réguas de comunicação para as jornadas de cada persona 10. Obter e priorizar com stakeholders causas raízes Ações Réguas de comunicação Buyer personas Dimensões: • Canal • Forma • Conteúdo (relevância!) • Periodicidade
  26. 26. 1. Levantar todos os fatos e dados disponíveis sobre o problema 2. Estratificar dados de diversas formas, procurando identificar aspectos diferenciados do problema 3. Priorizar aspectos mais relevantes 4. Levantar hipóteses de causas 5. Definir stakeholders a serem entrevistados através de análise de dados 6. Entrevistar stakeholders 7. Criar personas 8. Construir com stakeholders jornadas das personas 9. Construir com stakeholders réguas de comunicação para as jornadas de cada persona 10. Obter e priorizar com stakeholders causas raízes Ações Réguas de comunicação Problemas Buyer personas
  27. 27. 5 Porquês Efeito / Sintoma 1. Levantar todos os fatos e dados disponíveis sobre o problema 2. Estratificar dados de diversas formas, procurando identificar aspectos diferenciados do problema 3. Priorizar aspectos mais relevantes 4. Levantar hipóteses de causas 5. Definir stakeholders a serem entrevistados através de análise de dados 6. Entrevistar stakeholders 7. Criar personas 8. Construir com stakeholders jornadas das personas 9. Construir com stakeholders réguas de comunicação para as jornadas de cada persona 10. Obter e priorizar com stakeholders causas raízes
  28. 28. 3. Levantar apostas de solução para as causas raízes priorizadas
  29. 29. 1. Benchmarking de práticas do mercado e analisar práticas internas 2. Idear com stakeholders apostas de solução 3. Prototipar MVP das apostas de solução 4. Validar protótipos de MVP com stakeholders 5. Mapear para as apostas validadas os requisitos, premissas, necessidades e atuação de Negócios, Design e Tecnologia 6. Estimar ganhos esperados das apostas, com base em análises quantitativas e tendo em vista metas estabelecidas 7. Priorizar com stakeholders apostas de solução, considerando possibilidades de make or buy 8. Definir estratégia e roadmap de implantação das apostas de solução “O que os melhores fazem de diferente? Como?”
  30. 30. 1. Benchmarking de práticas do mercado e analisar práticas internas 2. Idear com stakeholders apostas de solução 3. Prototipar MVP das apostas de solução 4. Validar protótipos de MVP com stakeholders 5. Mapear para as apostas validadas os requisitos, premissas, necessidades e atuação de Negócios, Design e Tecnologia 6. Estimar ganhos esperados das apostas, com base em análises quantitativas e tendo em vista metas estabelecidas 7. Priorizar com stakeholders apostas de solução, considerando possibilidades de make or buy 8. Definir estratégia e roadmap de implantação das apostas de solução Ações Réguas de comunicação Problemas Apostas de solução Buyer personas
  31. 31. Criar notificações push para lembrar corretores de atualizar CRM 1. Benchmarking de práticas do mercado e analisar práticas internas 2. Idear com stakeholders apostas de solução 3. Prototipar MVP das apostas de solução 4. Validar protótipos de MVP com stakeholders 5. Mapear para as apostas validadas os requisitos, premissas, necessidades e atuação de Negócios, Design e Tecnologia 6. Estimar ganhos esperados das apostas, com base em análises quantitativas e tendo em vista metas estabelecidas 7. Priorizar com stakeholders apostas de solução, considerando possibilidades de make or buy 8. Definir estratégia e roadmap de implantação das apostas de solução Possibilidade de usar IA Revisar método de priorização e Lead Scoring Substituir alguns campos abertos do CRM por opções fechadas Revisar campanhas de Marketing digital (canal, formato, conteúdo e periodicidade) Para trazer leads mais qualificados, priorizando segmentos que mais convertem Revisar campos dos formulários de coleta de lead Revisar réguas de comunicação (canal, formato, conteúdo e periodicidade) Para cada jornada, configurando ações automáticas e alertas de estagnação de leads Criar campo de opções fechadas de motivos de descarte Divulgar, conscientizar e capacitar corretores e pré-atendentes sobre CRM e conceitos de vendas Implantar chatbot para geração e qualificação de leads ... Exemplo: problema de leads de baixa qualidade em CRM imobiliário
  32. 32. 1. Benchmarking de práticas do mercado e analisar práticas internas 2. Idear com stakeholders apostas de solução 3. Prototipar MVP das apostas de solução 4. Validar protótipos de MVP com stakeholders 5. Mapear para as apostas validadas os requisitos, premissas, necessidades e atuação de Negócios, Design e Tecnologia 6. Estimar ganhos esperados das apostas, com base em análises quantitativas e tendo em vista metas estabelecidas 7. Priorizar com stakeholders apostas de solução, considerando possibilidades de make or buy 8. Definir estratégia e roadmap de implantação das apostas de solução
  33. 33. 1. Benchmarking de práticas do mercado e analisar práticas internas 2. Idear com stakeholders apostas de solução 3. Prototipar MVP das apostas de solução 4. Validar protótipos de MVP com stakeholders 5. Mapear para as apostas validadas os requisitos, premissas, necessidades e atuação de Negócios, Design e Tecnologia 6. Estimar ganhos esperados das apostas, com base em análises quantitativas e tendo em vista metas estabelecidas 7. Priorizar com stakeholders apostas de solução, considerando possibilidades de make or buy 8. Definir estratégia e roadmap de implantação das apostas de solução
  34. 34. 1. Benchmarking de práticas do mercado e analisar práticas internas 2. Idear com stakeholders apostas de solução 3. Prototipar MVP das apostas de solução 4. Validar protótipos de MVP com stakeholders 5. Mapear para as apostas validadas os requisitos, premissas, necessidades e atuação de Negócios, Design e Tecnologia 6. Estimar ganhos esperados das apostas, com base em análises quantitativas e tendo em vista metas estabelecidas 7. Priorizar com stakeholders apostas de solução, considerando possibilidades de make or buy 8. Definir estratégia e roadmap de implantação das apostas de solução
  35. 35. 4. Implantar apostas de soluções priorizadas
  36. 36. 1. Para cada aposta de solução validada e priorizada, executar etapas de framework ágil com os squads 2. Definir formas de divulgação de nova feature, conscientização e capacitação dos stakeholders 3. Divulgar nova feature, conscientizar e capacitar stakeholders 4. Coletar feedbacks de ajuste e melhoria 5. Incluir ajustes e melhorias no product backlog
  37. 37. 5. Acompanhar resultados
  38. 38. 1. Acompanhar periodicamente o desempenho dos indicadores e atingimento das metas previamente estabelecidas 2. Realizar ações corretivas para tratar desvios
  39. 39. 1. Acompanhar periodicamente o desempenho dos indicadores e atingimento das metas previamente estabelecidas 2. Realizar ações corretivas para tratar desvios
  40. 40. 1. Identificar problema 2. Explorar problema, cenários e atores 3. Levantar apostas de solução para as causas raízes priorizadas 4. Implantar apostas de soluções priorizadas 5. Acompanhar resultados
  41. 41. Luiz Henrique Pinho de Sá lhpinhos@gmail.com | linkedin.com/in/lhpinho | slideshare.net/lhpinho Há uma forma de fazer isso melhor – encontre-a.

×