Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Indicadores bibliometricos com dados do JCR E Google Scholar

5,051 views

Published on

Published in: Technology, News & Politics
  • Be the first to comment

Indicadores bibliometricos com dados do JCR E Google Scholar

  1. 1. Portal Google Scholar e Web of Science<br />Ms. Letícia Strehl<br />Doutoranda do Programa de Pós-graduação em Comunicação e Informação – Universidade Federal do Rio Grande do Sul<br />Biblioteca Central – Universidade Federal do Rio Grande do Sul<br />23 abr. 2009<br />
  2. 2. Conteúdos da Apresentação<br />Elementos condicionantes da visibilidade de um periódico <br />Ontem<br />Hoje<br />A visibilidade dos periódicos medida por indicadores de impacto<br />O FI do JCR<br />O impacto para além do JCR com o Google Acadêmico<br />
  3. 3. Elementos condicionantes da visibilidade de um periódico ontem<br />
  4. 4. A importância das bases de dados especializadas comerciais para a visibilidade<br />Ontem<br />Periódicos dos países periféricos<br />?<br />
  5. 5. A metáfora do Iceberg para ilustrar a visibilidade da produção científica dos países periféricos<br />Ontem<br />Artigos em periódicos nacionais não indexados<br />Artigos em periódicos indexados<br />No Brasil, estima-se que 80% dos artigos sejam publicados em periódicos nacionais<br /><ul><li>Avaliação da produção científica e o projeto SciELO. Ciência da Informação, v.27, n.2, p.219-220. 1998.</li></li></ul><li>A temática ou a qualidade das publicações definiam a indexação/visibilidade?<br />Abordagem de problemas de caráter<br /> predominantemente nacional<br />(Produção Endógena)<br />X<br />Tratamento de temáticas comuns aos interesses dos países desenvolvidos – mainstream<br />(Produção Exógena)<br />Ontem<br />FORATTINI, O.P. A tríade da publicação científica. Revista de Saúde Pública,  São Paulo,  v. 30,  n. 1,  1996.<br />
  6. 6. Elementos condicionantes da visibilidade de um periódico hoje<br />
  7. 7. Motores de busca: visibilidade não condicionada?<br />Hoje<br />Publicações dos países periféricos<br />
  8. 8. Hoje<br />A importância dos motores de busca<br />Já em 2005, 72% dos autores de trabalhos científicos utilizavam o Google para realização de pesquisas bibliográficas<br />Swan, A. e S. Brown. Open access self-archiving: An author study. Citeseer, 2005.<br />
  9. 9. Os periódicos periféricos nas bases de dados especializadas: o caso brasileiro na Web ofScience<br />Hoje<br />MCT<br />
  10. 10. A recuperação não é mais um problema! Mas, e a visibilidade?O que nos dizem os indicadores de impacto?<br />
  11. 11. Requisitos para o cálculo dos índices de impacto<br />Existência de bases de dados que indexem:<br />uma quantidade representativa de documentos;<br />as referências citadas nas publicações.<br />Atualmente, as principais bases de dados para o cumprimento desta finalidade são a Web ofScience, a Scopus e o Google Acadêmico<br />
  12. 12. O sentido social de qualidade como base conceitual dos indicadores de impacto<br />Qualidade: o que está sendo útil para a comunidade em um dado momento<br />COLE, Jonathan; COLE, Stephen. Social stratification in science. Chicago: The University of Chicago Press, c1973. Cap 2: Measuring the quality of scientific research, p. 21-36.<br />
  13. 13. O fator de impacto (FI)<br />Há décadas, o principal indicador de visibilidade das publicações<br />Idealizado por Eugene Garfield e Irving Sher<br />Publicado anualmente no JournalCitationReports (JCR) edições:<br />Science (Web ofScience é a versão ScienceExpanded)<br />Social Science<br />
  14. 14. O FI como critério de avaliação da produção científica<br />Trabalhos publicados em periódicos com alto FI são considerados melhores do que os publicados em periódicos com FI menores.<br />
  15. 15. Como o FI é calculado?<br />
  16. 16. Motivos do sucesso do FI como critério de avaliação da produção científica<br />Dificuldades relacionadas com o levantamento de dados de citações a trabalhos individuais<br /> Facilidade de compreensão<br /> “Robustez” (pequena variação de um ano para outro)<br /> Rápida disponibilidade<br />GLÄNZEL, W.; MOED, H. F. Journal impact measures in bibliometric research. Scientometrics, <br />v. 53, n.2, p.171-193, 2002.<br />
  17. 17. Todavia...<br />a comparação de fatores de impacto de periódicos de áreas de diferentes ou, até mesmo, de sub-áreas diversas de uma mesma área é impraticável<br />
  18. 18. Comparação de valores absolutos de FI de periódicos de diferentes áreas<br />
  19. 19. Variação dos valores médios de FI por área do conhecimento<br />AMIN, M.; MABE, M. Impact factors: use and abuse. Perspectives in Publising, n. 1, p. 3, Oct. 2000.<br />
  20. 20.
  21. 21. Diferenças nos valores de FI das(sub-)áreas: principais fatores<br />Pelo menos dois fatores contribuem para as diferenças de FI<br />Densidade dos artigos: número médio de referências citadas por artigo<br />Idade das citações/Ritmo de obsolescência: número médio de referências recentes citadas por artigo<br />
  22. 22. Densidade e idade das citações: exemplo<br />Matemática<br />Densidade dos artigos<br />Idade das citações<br />Oncologia<br />Densidade dos artigos<br />Idade das citações<br />
  23. 23. Densidade e idade das citações da área de Enfermagem<br />Densidade dos artigos<br />Idade das citações<br />
  24. 24. O FI de 5 anos para áreas que citam referências mais antigas<br />
  25. 25. E para o periódicos que ainda não estão indexados no JCR, podemos calcular índices de impacto?<br />
  26. 26. O Google Acadêmico (GA) com uma alternativa?<br />O que é:<br />Versão especializada do Google para documentos científicos<br />Lançado em nov. 2004<br />Como funciona:<br />Robôs recompilam as informações disponíveis nos domínios institucionais, com permissão dos produtores, na filosofia dos Arquivos Abertos<br />Não utiliza os metadados dos editores das publicações<br />Não possui ferramenta própria para sistematização de informações das citações para cálculo dos indicadores<br />Torres-Salinas, D., R. Ruiz-Perez, et al. Google Scholar as a tool for research assessment. Profesional De La Informacion, v.18, n.5, Sep-Oct, p.501-510. 2009.<br />
  27. 27. “Publish or Perish”: umaferramentabibliométricapara o GA<br />
  28. 28. Indicadores calculados pelo “Publish or Perish”<br />Formas de busca<br />Índices principais<br />Autores<br />Periódicos<br />Palavras-chave<br />Número total:<br />trabalhos<br />Citações<br />Númeromédio de:<br />citaçõesporartigo<br />citaçõesporautor<br />citaçõesporano<br />trabalhosporautor<br />Índice H e indicadoresrelacionados<br />
  29. 29. Problemas!<br />Cobertura extensa, mas indenfinida<br />Forma de coleta dos metadados acarreta muitas inconsistências nos dados<br />Jacsó, P. Google Scholar&apos;s Ghost Authors. Library Journal. 2009.<br />
  30. 30. Tipos de inconsistências na forma do GA de coletar os metadados<br />Jacsó, P. Google Scholar&apos;s Ghost Authors. Library Journal. 2009.<br />
  31. 31. Duplicação de artigos<br />1 em 4<br />
  32. 32. Duplicação de citações<br />7 em 3<br />
  33. 33. Autores?<br />Autor fantasma: P Login ou seja PleaseLogin (2.340 artigos)<br />Autores perdidos<br />
  34. 34. TODAS as bases possuem inconsistências!TODO o levantamento biliométrico exige limpeza de dados!<br />
  35. 35. Todavia, para PeterJácsoas inconsistências do GA são tantas que inviabilizam por completo o uso dos dados para cálculo de índices bibliométricosMas, para a recuperação, o GA é uma excelente ferramenta<br />Jacsó, P. Google Scholar&apos;s Ghost Authors. Library Journal. 2009.<br />
  36. 36. O desafio em termos de indicadores<br />A avaliação capaz de considerar as diferenças existentes entre as várias (sub-)áreas<br />Desenvolvimento de indicadores que valorizem os periódicos de qualidade que tratam de problemas regionais<br />
  37. 37. E as perspectivas são boas?<br />Parece que sim!<br />King, C. Brazilian Science on the Rise. Science Watch. July/Aug. 2009.<br />
  38. 38. Muito obrigada!<br />Contato:<br />leticia.strehl@ufrgs.br<br />

×