Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Atenção Primária Leonardo Cançado Monteiro Savassi [email_address] Introdução a Prática em Saúde da Família
<ul><li>Objetivos de hoje: </li></ul><ul><li>Algumas definições </li></ul><ul><li>Evolução histórica da APS </li></ul><ul>...
Definição de alguns termos (OU: vamos deixar claro do que estamos falando aqui…)
Definição de alguns termos APS :  Atenção Primária a Saúde: “Atenção de primeiro contato. Continua, global e coordenada qu...
Definição de alguns termos PSF:   Estratégia  que visa a reestruturação da APS do SUS. Equipes com no mínimo médico/ enfer...
Definição de alguns termos Médico de Família e Comunidade:   “ Especialista Clínico da Integralidade” (SBMFC).  “ Médico p...
Definição de alguns termos Médico Generalista:  “O profissional médico que não se especializa em nenhuma área particular d...
APS = atenção primária à saúde - “LUGAR” MFC = Medicina de Família e Comunidade – Especialidade Enfermeiro de Família – Es...
Evolução e consolidação da APS
<ul><li>Evolução Histórica da APS </li></ul><ul><li>1910  “Relatório Flexner”,  </li></ul><ul><li>Luta pelo ideário cientí...
<ul><li>Alma-Ata (1977)  vem de movimentos de valori- </li></ul><ul><li>zação da APS em vários países, dentre eles: </li><...
<ul><li>Evolução Histórica da APS </li></ul><ul><li>Rússia 1864  - Projeto “Zemstvo” (distrito)  </li></ul><ul><li>Assembl...
<ul><li>Evolução Histórica da APS </li></ul><ul><li>Inglaterra 1920  </li></ul><ul><li>Regionalização  dos serviços de  </...
Evolução Histórica da APS Inglaterra 1920 ( Dawson Report, 1920)
<ul><li>Evolução Histórica da APS </li></ul><ul><li>China – 1965  </li></ul><ul><li>Comitês Comunais Chineses promoviam ca...
<ul><li>Evolução Histórica da APS </li></ul><ul><li>EEUU 1961 </li></ul><ul><li>NEJM, “The Ecology of Medical Care”  (Whit...
1961 ( White, 1961 )
2001 (Green , 2001 )
Fonte: Revista Radis (Fiocruz) n º  96  –  Agosto de 2010.
Evolução Histórica da APS Canadá 1974  - Relatório Lalonde (1974):  Conceito de Campo da Saúde (Health Field):  ampliar a ...
ALMA ATA 1977 FONTE: OPAS http://www.paho.org/english/dd/pin/almaata25.htm
Definição de APS Alma Ata (Cazaquistão)“Saúde para todos até o ano 2000”. “ Atenção Primária à Saúde é a assistência sanit...
<ul><li>Definição de APS </li></ul><ul><li>Alma Ata: “personalização” da APS em cada país </li></ul><ul><li>Apesar do cará...
Definição de APS Estratégia:   compreende e afeta  todo  um sistema de saúde e  toda  a população à qual esse sistema deve...
<ul><li>Definição de APS </li></ul><ul><li>Primeiro nível do sistema: complexo mas com baixa densidade tecnológica (≠ baix...
<ul><li>Princípios da APS </li></ul><ul><li>Características Fundamentais   </li></ul><ul><li>Acessibilidade ; </li></ul><u...
<ul><li>Princípios do SUS: </li></ul><ul><li>Os Princípios Doutrinários do SUS   </li></ul><ul><li>Universalidade  de aces...
Referencias Aguiar; Raphael AT.  A construção internacional do conceito de atenção primária a saúde (APS) e sua influência...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

1. Introdução pratica ESF e APS

6,183 views

Published on

SAVASSI, LCM. Introdução a Prática de ESF e APS. Diamantina: Faculdade Senac, 2011.[aula][online][disponivel em https://sites.google.com/site/leosavassi/senac-diamantina][acesso em ##/##/20##]

Published in: Health & Medicine
  • Be the first to comment

1. Introdução pratica ESF e APS

  1. 1. Atenção Primária Leonardo Cançado Monteiro Savassi [email_address] Introdução a Prática em Saúde da Família
  2. 2. <ul><li>Objetivos de hoje: </li></ul><ul><li>Algumas definições </li></ul><ul><li>Evolução histórica da APS </li></ul><ul><li>Definição de APS </li></ul><ul><li>Os princípios da APS </li></ul>
  3. 3. Definição de alguns termos (OU: vamos deixar claro do que estamos falando aqui…)
  4. 4. Definição de alguns termos APS : Atenção Primária a Saúde: “Atenção de primeiro contato. Continua, global e coordenada que se proporciona à população sem distinção de gênero, ou enfermidade, ou sistema orgânico” (B. Starfield). Atenção Básica : “ A Atenção Básica é um conjunto de ações, de caráter individual e coletivo, situadas no primeiro nível de atenção dos sistemas de saúde, voltadas para a promoção da saúde, a prevenção de agravos, o tratamento e a reabilitação.” (MS) “interpretação oficial (brasileira) da APS, baseada no Programa Saúde da Família” (Aguiar)
  5. 5. Definição de alguns termos PSF: Estratégia que visa a reestruturação da APS do SUS. Equipes com no mínimo médico/ enfermeiro/ auxiliar de enfermagem/ 4 ACS que devem atender de forma integral a no máximo 800 famílias ou 4.000 pessoas. (MS). “ (...) reorganizar a prática da atenção à saúde e substituir o modelo tradicional . (...) ações de prevenção, promoção e recuperação da saúde, de forma integral e contínua. (...)atendimento na unidade básica de saúde ou no domicílio. (...) Assim, esses profissionais e a população acompanhada criam vínculos de co-responsabilidade (DeCS)
  6. 6. Definição de alguns termos Médico de Família e Comunidade: “ Especialista Clínico da Integralidade” (SBMFC). “ Médico para a vida toda” (SBMFC). “ Especialidade médica reconhecida pelo CNRM desde 2001 (desde 1981 como MGC)” (CNRM) “ Médicos pessoais, responsáveis pela prestação de cuidados abrangentes e continuados a indivíduos independente da idade, sexo ou afecção. Prestam cuidados a indivíduos no contexto das respectivas famílias, comunidades e culturas, respeitando sua autonomia”. (WONCA)
  7. 7. Definição de alguns termos Médico Generalista: “O profissional médico que não se especializa em nenhuma área particular da medicina, não é sujeito à certificação de especialista e geralmente provê cuidados primários” (Gusso) Clínico Geral: Especialidade médica reconhecida pelo CNRM que trata de adultos e ocupa a maior parte do tempo em atividades intrahospitalares. É também conhecida como medicina interna” (CNRM) “ Especialidade médica voltada para o diagnóstico e tratamento das doenças dos sistemas de órgãos internos dos adultos” (sinônimo de clinica geral e medicina interna) (DeCS)
  8. 8. APS = atenção primária à saúde - “LUGAR” MFC = Medicina de Família e Comunidade – Especialidade Enfermeiro de Família – Especialidade PSF = Programa Saúde da Família – Estratégia/política de Estado ( Gusso 2005)
  9. 9. Evolução e consolidação da APS
  10. 10. <ul><li>Evolução Histórica da APS </li></ul><ul><li>1910 “Relatório Flexner”, </li></ul><ul><li>Luta pelo ideário científico </li></ul><ul><li>Medicina como ciência embasada. </li></ul><ul><li>Define padrões de entrada, amplia para 4 anos </li></ul><ul><li>a duração dos cursos de medicina; introdução </li></ul><ul><li>do ensino laboratorial; estímulo à docência em </li></ul><ul><li>tempo integral; expansão do ensino clínico, especialmente em hospitais ; vinculação das escolas médicas às universidades; ênfase na pesquisa biológica; vinculação da pesquisa ao ensino; estímulo à especialização médica ; controle do exercício profissional pela profissão organizada. </li></ul>( Aguiar 2005) Abraham Flexner http://www.nndb.com/people/241/000115893
  11. 11. <ul><li>Alma-Ata (1977) vem de movimentos de valori- </li></ul><ul><li>zação da APS em vários países, dentre eles: </li></ul><ul><li>Alemanha 1847 </li></ul><ul><li>“ A medicina é uma ciência social e a política nada </li></ul><ul><li>mais é do que a medicina em grande escala.” </li></ul><ul><li>Conceito da Medicina Social: </li></ul><ul><li>Investigando epidemia de F. Tifóide em área rural da Prússia não recomendou soluções médicas, mas investimento na qualidade de vida através de “radical” reforma econômica, política e social; </li></ul><ul><li>Delineamento inicial do conceito ampliado de saúde, de uma seara médica para um objeto da esfera política </li></ul>Rudolf Virchow http://clendening.kumc.edu/dc/pc/v.html ( Aguiar 2005)
  12. 12. <ul><li>Evolução Histórica da APS </li></ul><ul><li>Rússia 1864 - Projeto “Zemstvo” (distrito) </li></ul><ul><li>Assembléias distritais deliberativas compostas por nobres, donos de terra e trabalhadores rurais. </li></ul><ul><li>Rede de centros de saúde em áreas rurais, criação de cargos e organizações sanitárias nas províncias </li></ul><ul><li>Em 1872, o Zemstvo de Perm criou o cargo de médico sanitário, responsável por estudos para evitar surtos em suas áreas. </li></ul><ul><li>Em 1885, o Zemstvo de Moscou criou o primeiro Instituto de Médicos Sanitários. </li></ul><ul><li>A experiência sanitária dos Zemstvo foi ainda aperfeiçoada e levada adiante pelos bolcheviques na revolução de 1917 </li></ul>( Aguiar 2005)
  13. 13. <ul><li>Evolução Histórica da APS </li></ul><ul><li>Inglaterra 1920 </li></ul><ul><li>Regionalização dos serviços de </li></ul><ul><li>saúde com “Primary health centers” com </li></ul><ul><li>serviços de medicina curativa e preventiva </li></ul><ul><li>através de médicos generalistas. </li></ul><ul><li>Hierarquização dos serviços: PHCs como </li></ul><ul><li>porta de entrada para o restante do sistema </li></ul><ul><li>= centros de saúde secundários, unidades de serviços suplementares e um hospital universitário (teaching hospital) </li></ul><ul><li>A APS inglesa beneficia-se da relação simbiótica entre uma emergente camada de “general practitioners” e o NHS. </li></ul>Bertrand Dawson http://www.time.com/time/magazine/0,9263,7601300901,00.html ( Dawson Report, 1920)
  14. 14. Evolução Histórica da APS Inglaterra 1920 ( Dawson Report, 1920)
  15. 15. <ul><li>Evolução Histórica da APS </li></ul><ul><li>China – 1965 </li></ul><ul><li>Comitês Comunais Chineses promoviam campanhas de saúde, saúde ambiental, a realização de cuidados preventivos e tratamento. </li></ul><ul><li>“ Médicos de pés descalços”, treinados a participar das atividades agrícolas, por proventos, e estreitar laços com a comunidade na qual viviam e trabalhavam. </li></ul><ul><li>OMS queria divulgar essa experiência, mas não teve autorização do governo chinês que não a considerou suficientemente madura para ser divulgada. Isto não impediu a influência das idéias chinesas no delineamento da proposta de APS em Alma-Ata. </li></ul>( Aguiar 2005)
  16. 16. <ul><li>Evolução Histórica da APS </li></ul><ul><li>EEUU 1961 </li></ul><ul><li>NEJM, “The Ecology of Medical Care” (White et al., 1961). </li></ul><ul><li>Pouco conhecimento do processo de tomada de decisão pelo paciente – procurar o serviço de saúde, trata seu problema por vias alternativas ou ignora-o. </li></ul><ul><li>Distribuição ecológica do uso dos serviços e das necessidades de saúde, não levada em conta na organização dos serviços de saúde ou treinamento profissional </li></ul>( White, 1961 )
  17. 17. 1961 ( White, 1961 )
  18. 18. 2001 (Green , 2001 )
  19. 19. Fonte: Revista Radis (Fiocruz) n º 96 – Agosto de 2010.
  20. 20. Evolução Histórica da APS Canadá 1974 - Relatório Lalonde (1974): Conceito de Campo da Saúde (Health Field): ampliar a visão corrente de saúde, até então reduzida à existência de “bons serviços de atendimento médico”. Visão de saúde como conseqüência de características presentes em quatro categorias: estilo de vida, condições biológicas, ambiente e serviços de saúde. Reconhece fatores sociais, ambientais e estilos de vida como determinantes da saúde, lançando assim as bases do conceito de promoção de saúde como “uma estratégia eficaz para melhorar a saúde e a qualidade de vida” ( Lalonde, 1974 )
  21. 21. ALMA ATA 1977 FONTE: OPAS http://www.paho.org/english/dd/pin/almaata25.htm
  22. 22. Definição de APS Alma Ata (Cazaquistão)“Saúde para todos até o ano 2000”. “ Atenção Primária à Saúde é a assistência sanitária essencial baseada em métodos e tecnologias práticos, cientificamente fundados e socialmente aceitáveis, acessível a todos os indivíduos e famílias da comunidade, mediante sua plena participação e a um custo que a comunidade e o país possam suportar em todas e em cada uma das etapas de seu desenvolvimento, em um espírito de auto-responsabilidade e autodeterminação. ” (OMS, 1978)
  23. 23. <ul><li>Definição de APS </li></ul><ul><li>Alma Ata: “personalização” da APS em cada país </li></ul><ul><li>Apesar do caráter flexível da proposta, destacam-se ao menos oito ações elementares, cujas execuções seriam desejáveis: </li></ul><ul><li>educação sobre os principais problemas de saúde e métodos para sua prevenção e controle; </li></ul><ul><li>promoção da distribuição de alimentos e nutrição apropriada; </li></ul><ul><li>abastecimento adequado de água potável e saneamento básico; </li></ul><ul><li>assistência materno-infantil e planejamento familiar; </li></ul><ul><li>imunização contra as principais doenças infecciosas; </li></ul><ul><li>prevenção e controle das doenças endêmicas locais; </li></ul><ul><li>tratamento adequado de doenças e traumatismos comuns; </li></ul><ul><li>distribuição de medicamentos essenciais. </li></ul>(OMS, 1978)
  24. 24. Definição de APS Estratégia: compreende e afeta todo um sistema de saúde e toda a população à qual esse sistema deve servir, propondo resolver , ou minimizar, os problemas econômicos e gerenciais que permeiam os serviços de saúde, e lidando com formas apropriadas de gerenciamento dos recursos de saúde disponíveis para estimular ou causar impacto, eqüidade, eficiência e participação sociais, articulação intersetorial e cooperação com outras comunidades ou países que também compartilhem da mesma visão sobre APS.
  25. 25. <ul><li>Definição de APS </li></ul><ul><li>Primeiro nível do sistema: complexo mas com baixa densidade tecnológica (≠ baixa complexidade) </li></ul><ul><li>“ Focar a saúde em uma constelação de outros determinantes de saúde, como o meio social e físico além da enfermidade individual” (Barbara Starfield) </li></ul><ul><li>Problemas mais comuns e menos definidos, pacientes devem ter acesso direto a uma fonte de atenção continuada ao longo do tempo. Problemas freqüentes (não simples) </li></ul><ul><li>É menos intensiva em termos de capital e de trabalho e menos hierárquica, sendo portanto mais maleável e capaz de responder as necessidades sociais de saúde. </li></ul>
  26. 26. <ul><li>Princípios da APS </li></ul><ul><li>Características Fundamentais </li></ul><ul><li>Acessibilidade ; </li></ul><ul><ul><li>Longitudinalidade ; </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Integralidade; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Coordenação </li></ul></ul></ul><ul><li>Aspectos Derivativos </li></ul><ul><ul><ul><ul><li>Centrado na Família </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Competência Cultural </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Orientado para a Comunidade </li></ul></ul></ul></ul></ul>WONCA, 2002
  27. 27. <ul><li>Princípios do SUS: </li></ul><ul><li>Os Princípios Doutrinários do SUS </li></ul><ul><li>Universalidade de acesso; </li></ul><ul><ul><li>Eqüidade na assistência à saúde; </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Integralidade da assistência. </li></ul></ul></ul><ul><li>Os Princípios Organizativos do SUS </li></ul><ul><ul><ul><ul><li>Controle Social (participação da comunidade); </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Descentralização político-administrativa; </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Regionalização/Hierarquização </li></ul></ul></ul></ul></ul>
  28. 28. Referencias Aguiar; Raphael AT. A construção internacional do conceito de atenção primária a saúde (APS) e sua influência na emergência e consolidação do sistema único de saúde no Brasil. UFMG: Dissertação, 2005. Green LA, Fryer GE Jr, Yawn BP, Lanier D, Dovey SM. The ecology of medical care revisited . N Engl J Med. 2001 Jun 28;344(26):2021-5. Gusso; Gustavo F.D. Panorama da Atenção Primária à Saúde no Brasil e no mundo: informações e conceitos. USP: São Paulo, 2005. Palestra. Lord Dawson Of Penn Interim Report on the Future Provision of Medical and Allied Services. London: His majesty's stationery offlce 1920. Net. Cmd. 693 [http://www.sochealth.co.uk/history/Dawson.htm] Savassi, Leonardo C M. Princípios da APS. RMMFC HPRB: Betim, 2008. Palestra. White KL, Williams TF, Greenberg BG. The ecology of medical care . N Engl J Med. 1961 Nov 2;265:885-92. WHO. Declaration of Alma-Ata . International Conference on Primary Health Care, Alma-Ata, USSR, 6-12. September 1978. WONCA. The European Definition Of General Practice / Family Medicine . Wonca Europe, 2002. 34 p. 2002

×