Tipos e modelos de organização

2,062 views

Published on

Tipos e modelos de administração

Published in: Economy & Finance
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
2,062
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
9
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Tipos e modelos de organização

  1. 1. Tipos e modelos de organização 4.1. Modelos organizacionais 4.1.1 Escolas de Gestão 4.2. Teorias clássicas 4.2.1. Escola da Administração Científica (Taylor) 4.2.2. Teoria Clássica da Administração (Fayol) 4.3. Modelos organizacionais da era do Conhecimento 4.4 Evolução das teorias organizacionais: contributos para gestão Estrutura do Trabalho 1- Introdução 2- Desenvolvimento 2.1. Antecedentes Históricos da Administração 2.2. Escola da Administração Científica (Taylor) Breve Referência a Taylor Apreciação Critica (Aspectos Negativos e Positivos) 2.2.1. Princípios Gerais da Administração Científica 2.2.2. Outros Princípios 2.2. Teoria Clássica da Administração (Fayol) Breve Referência a Fayol Apreciação Critica (Aspectos Negativos e Positivos) 2.3.1. Princípios Gerais da Administração Clássica 2.3.2. Seis Funções essenciais de uma empresa - Funções técnicas - Funções comerciais - Funções financeiras - Funções de segurança - Funções contábeis - Funções administrativas 2.4. Comparação entre as duas teorias 2.5. A influência, contribuições e aplicabilidade de Taylor e Fayol nas Organizações contemporâneas
  2. 2. 3- Conclusão 4- Referências/Bibliografia
  3. 3. Antecedentes Históricos da Administração No decorrer da história da humanidade sempre existiu forma de administrar as organizações sendo elas, simples ou complexas. No século XIX, o desenvolvimento das ideias e teorias foi extremamente demorado, tendo no século XX sofrido grandes desenvolvimentos . A história da Administração foi influenciada por muitas correntes , contámos com a influência de filósofos como Sócrates, Platão e Aristóteles, surgiu a filosofia moderna onde se destacaram Bacon e Descartes. Muitos princípios da Administração, como o da divisão do trabalho, da ordem e do controle surgiram por meio dos pensamentos filosóficos da época. Porém, a filosofia antiga preocupava-se muito com as questões organizacionais, o que deixa de ser objecto de preocupação da Filosofia Moderna. A organização eclesiástica da igreja católica também influenciou o pensamento administrativo, assim como, a organização militar fornecendo princípios que a teoria clássica incorporou posteriormente, tais como, a organização linear, o princípio da unidade de comando e a escala hierárquica. Decorrentes destes princípios surgem ainda a centralização do comando e a descentralização da execução, o que forma um modelo bastante utilizado em outras organizações. Com a revolução industrial surgiu o contexto industrial, tecnológico, social, político e económico de situações, problemas e variáveis a partir do qual teria inicio a Teoria Geral das Administração. Houve portanto, um avanço e descoberta de novas formas de energia, substituindo o modo artesanal por um industrial de produção obrigando os empresários, à busca de expansão das suas organizações. Influência dos Economistas Liberais, como Adam Smith, James Mill, David Ricardo, entre outros, origina o conceito de livre concorrência e de liberalismo económico os quais contribuíram de forma notável para o aparecimento de alguns princípios de administração que posteriormente tiveram enorme aceitação. Adam Smith funda a economia clássica, com ponto principal voltado para competição. Smith ainda cria os conceitos de racionalização da produção, especialização e divisão do trabalho. Ele reforçou a importância do planejamento e da
  4. 4. organização dentro das funções da administração. Aquando do aparecimento do novo capitalismo, surgem Marx e Engels com a publicação do Manifesto Comunista, livro que faz toda uma análise sobre os regimes económicos, sociais e políticos da época. O socialismo e o sindicalismo obrigam o capitalismo ao caminho do aperfeiçoamento de todos os meios de produção e a adequada remuneração. Surgem, então, os primeiros esforços no sentido de racionalização do trabalho como um todo. Influência dos Pioneiros e Empreendedores caracteriza-se como a consolidação das condições necessárias para o surgimento das novas teorias administrativas: crescimento da preocupação com o consumo directo, surgimento das indústrias ferroviárias, de ferro e de aço, surgimento dos impérios industriais e dos gerentes profissionais, surgimento do ramo de bens duráveis, preocupação com as vendas (marketing de hoje), desenvolvimento da organização do tipo funcional, preocupação com os meios de redução de custos. Todos estes factores impulsionaram a busca pelas bases científicas que melhorariam a prática empresarial e daria espaço para o surgimento da teoria administrativa.
  5. 5. Bibliografias/Referências Fonte: http://pt.shvoong.com/humanities/4661-antecedentes-hist%C3%B3ricos-da-administra% C3%A7%C3%A3o/#ixzz1hwaKedrR

×