Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Fontes de
    Informação para
        Negócios




                                                MBA em Negócios Jurídic...
LEMBRANDO

“NA    ECONOMIA       DA     INFORMAÇÃO,         A
CONCORRÊNCIA ENTRE AS EMPRESAS BASEIA-SE EM
SUA    CAPACIDAD...
FONTES DE INFORMAÇÃO

 Tradicionalmente, o estudo das fontes de informação estão
  relacionados aos estudos dos registros...
FONTES DE INFORMAÇÃO

 Numa perspectiva organizacional esse conceito amplia-se para
  as fontes formais e não formais, or...
LEMBRANDO

“INFORMAÇÃO É UM FATOR (RECURSO) DE
PRODUÇÃO COMO O TRABALHO, CAPITAL E TERRA;
COMO TAL, ELA TEM UM VALOR (É MU...
IMPORTÂNCIA DAS FONTES
• PORTER (1989) foi um dos primeiros a indicar as fontes
  de informação que permitem vantagem comp...
AVALIÇÃO DAS FONTES

Há diversas formas de abordar a avaliação de
 informação. Duas se destacam:

  pensar a avaliação a...
AVALIÇÃO DAS FONTES

O sistema de informação é medido pelo
 resultado que gera e não pela
 capacidade de registro
  Faci...
PRINCIPAIS TIPOS DE
 INFORMAÇÃO “PROCURADAS”

Informação financeira

Informação estatística

Informação jurídica

Info...
TIPOS DE FONTE DE
   INFORMAÇÃO
ALGUNS PRODUTOS DE
 INFORMAÇÃO PARA EMPRESAS
 BASES DE DADOS: conjunto de dados estruturados
  sobre determinado assunto,...
ALGUNS PRODUTOS DE
 INFORMAÇÃO PARA EMPRESAS
 GUIAS DE FONTES DE INFORMAÇÃO: compilação e
  registro (em meio eletrônico ...
OFERTA DA INFORMAÇÃO
  Necessidades humanas   Estoque de informação
BIBLIOGRAFIA
 Borges, MN; Campelo, BS. A organização das informações para negócios no
  Brasil. Perspecticas em CI, v2, n...
BIBLIOGRAFIA
 DACOL, Maria Elizabeth. Informação para processos de benchmarking:
  proposta de um modelo para avaliação d...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Fontes De Informação Para Negócios

2,551 views

Published on

Published in: Business
  • Be the first to comment

Fontes De Informação Para Negócios

  1. 1. Fontes de Informação para Negócios MBA em Negócios Jurídicos Disciplina: Gestão da Informação e do Conhecimento em Negócios Jurídicos Prof. Leonardo Barbosa de Moraes
  2. 2. LEMBRANDO “NA ECONOMIA DA INFORMAÇÃO, A CONCORRÊNCIA ENTRE AS EMPRESAS BASEIA-SE EM SUA CAPACIDADE DE ADQUIRIR, TRATAR, INTERPRETAR E UTILIZAR A INFORMAÇÃO DA FORMA MAIS EFICAZ... NESSE TIPO DE ECONOMIA, O SUCESSO É GERALMENTE DETERMINADO PELO QUE VOCÊ SABE E NÃO APENAS PELO QUE VOCÊ POSSUI.” MCGEE & PRUSAK,(1994)
  3. 3. FONTES DE INFORMAÇÃO  Tradicionalmente, o estudo das fontes de informação estão relacionados aos estudos dos registros do conhecimento (no sentido mais amplo), para garantir seu uso mais efetivo (através de sua seleção, organização e disseminação).  Nesse sentido são privilegiados a informação e o conhecimento organizado (ex.: enciclopédias) e as instituições culturais encarregadas de reunir conjuntos organizados de registros (biblioteca, arquivos e museus).
  4. 4. FONTES DE INFORMAÇÃO  Numa perspectiva organizacional esse conceito amplia-se para as fontes formais e não formais, organizadas ou não, em formatos diversos, incluindo as recentes possibilidades eletrônicas.  O enfoque passa a ser o da ótica organizacional e a denominação FONTES DE INFORMAÇÕES PARA NEGÓCIOS; englobando preocupações amplas – de econômicas a tecnológicas, como veremos.
  5. 5. LEMBRANDO “INFORMAÇÃO É UM FATOR (RECURSO) DE PRODUÇÃO COMO O TRABALHO, CAPITAL E TERRA; COMO TAL, ELA TEM UM VALOR (É MUITO ÚTIL NO PROCESSO DE TOMADA DE DECISÕES), UM CUSTO (DE COLETA, ARMAZENAMENTO, PROCESSAMENTO E DISSEMINAÇÃO), CERTOS ATRIBUTOS (EXATIDÃO, FORMATO, COMPLETEZA) E PODE SER CONTROLÁVEL (GERENCIADA).” (Synnott, 1988)
  6. 6. IMPORTÂNCIA DAS FONTES • PORTER (1989) foi um dos primeiros a indicar as fontes de informação que permitem vantagem competitiva: os clientes, os fornecedores, os concorrentes e as fontes de desenvolvimento tecnológico. • A seleção das fontes depende dos objetivos a cumprir, da área técnica, das necessidades dos usuários, do nível de recursos disponíveis. As fontes devem compreender os tipos fundamentais da informação, tanto registrada formal como informalmente, ou também classificada como informação primária e secundária.
  7. 7. AVALIÇÃO DAS FONTES Há diversas formas de abordar a avaliação de informação. Duas se destacam: pensar a avaliação através do conteúdo da informação, privilegiando os aspectos objetivos; direcionar a avaliação para o usuário, enfatizando os aspectos subjetivos da busca da informação, ajudando o usuário a resolver o problema, esclarecer uma situação ou tomar uma decisão.
  8. 8. AVALIÇÃO DAS FONTES O sistema de informação é medido pelo resultado que gera e não pela capacidade de registro Facilidade de uso (recuperação de informação) Adaptabilidade (clareza, objetividade, flexibilidade de abordagens e combinações) Qualidade (validade : confiabilidade, precisão e relevância)
  9. 9. PRINCIPAIS TIPOS DE INFORMAÇÃO “PROCURADAS” Informação financeira Informação estatística Informação jurídica Informação tecnológica, etc.
  10. 10. TIPOS DE FONTE DE INFORMAÇÃO
  11. 11. ALGUNS PRODUTOS DE INFORMAÇÃO PARA EMPRESAS  BASES DE DADOS: conjunto de dados estruturados sobre determinado assunto, registrados em meio eletrônico.  BOLETINS ELETRÔNICOS: publicação periódica que veicula breves informações, sendo direcionado a um determinado público, com base num plano editorial pré-estabelecido. (DISSEMINAÇÃO SELETIVA DA INFORMAÇÃO)  CLIPPINGS(ESTRATÉGICOS): relatórios periódicos com síntese e análise de fatos, notícias e eventos sobre determinados temas pré-selecionados pelo cliente
  12. 12. ALGUNS PRODUTOS DE INFORMAÇÃO PARA EMPRESAS  GUIAS DE FONTES DE INFORMAÇÃO: compilação e registro (em meio eletrônico ou impresso) de um conjunto de dados cadastrais sobre entidades, especialistas, bases de dados, publicações, eventos, fornecedores, insumos, matérias primas, etc. que contém muitas informações sobre determinado tema.  RESPOSTA TÉCNICA: informações, previamente selecionadas e analisadas, para uma resposta à uma questão específica relacionada, por exemplo, a processos de produção, gestão empresarial etc.
  13. 13. OFERTA DA INFORMAÇÃO Necessidades humanas Estoque de informação
  14. 14. BIBLIOGRAFIA  Borges, MN; Campelo, BS. A organização das informações para negócios no Brasil. Perspecticas em CI, v2, n2, p149-161, jul/dez 1997  Branski, RM. Localização de informações na Internet : características e formas de funcionamento dos mecanismos de busca. Disponível em http://www.eco.unicamp.br/cefi/artigos.html  Campbell, MJ. Business information service : some aspects of structure organization and problems. 2.ed. London. Redwood Bum, 1981  Cendón B. V. Bases de dados de informações para negócios. Ciência da Informação, Brasília, v.31, n.2, p. 30-43, mai./ago. 2002.  Costa, MD; Silva, IS. Inteligência competitiva : uma abordagem sobre a coleta de informações publicadas. Informação e sociedade, v9, n1, 1999  Dorodame, ML. A informação como insumo estratégico. Ciência da informação, v22, n2, p118-123. Maio/ago 1993.
  15. 15. BIBLIOGRAFIA  DACOL, Maria Elizabeth. Informação para processos de benchmarking: proposta de um modelo para avaliação de fontes de informação. Rio de Janeiro: IBICT/UFRJ/INT, 1998. Monografia apresentada ao curso CEIC.  Freitas, SH. O uso da informação para a alta administração das instituições financeiras bancárias no Brasil. Dissertação de mestrado. ECI. UFMG. 2000.  KIELGAST, S. e HUBBARD, B. A. Valor agregado à informação – da teoria à prática. Ciência da Informação, Brasília, v.26, n.3, p. 271-276, set/dez.. 1997.  Lie, LG. The emergence business information resources and services on the Internet and its impact on business libraianship. Online Information Review, v24,n3, p2434-254, 2000  PORTER, Michael E. Vantagem competitiva. 14 ed. Rio de Janeiro: Campus, 1989.

×