Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Onde mora o abandono - Rio Comprido

1,152 views

Published on

Published in: News & Politics
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Onde mora o abandono - Rio Comprido

  1. 1. 24/01/13 Onde mora o abandono? Rio Comprido Onde mora o abandono? Rio Comprido Moradores do bairro cobram recapeamento melhor, entre outros serviços de conservação Mauricio Peixoto As principais vias do Rio Comprido parecem ter sido esquecidas por órgãos públicos. Além de problemas como iluminação precária, calçadas com lixo acumulado e ausência de guardas municipais e PMs, a Avenida Paulo de Frontin e as ruas Aristides Lobo e Santa Alexandrina apresentam asfalto cheio de buracos e com trechos desnivelados. — Precisamos de uma Operação Asfalto Liso realmente eficiente. Não adianta fazer remendos. O material usado se deteriora rapidamente — reclama Eriberto Alves, morador da Rua Aristides Lobo. Segundo Alves, uma ação recente comprova que autoridades do município deixaram o Rio Comprido em segundo plano. — Recapearam quase toda a Rua Haddock Lobo, menos a parte que fica no nosso bairro, depois do viaduto. É um absurdo — denuncia o morador. A Avenida Paulo de Frontin, uma das mais movimentadas vias de ligação entre as zonas Norte e Sul, além de estar com asfalto em más condições, pena com a iluminação precária e a falta de grades de proteção às margens do rio que divide suas pistas. — Já fiz mais de uma dezena de pedidos e reclamações pelo telefone 1746, mas nunca tomaram uma atitude — lamenta a moradora Cristina Magalhães. Na Rua Aristides Lobo, que tem várias malharias, motoristas de caminhões estacionam na calçada, dificultando a passagem de pedestres. — Infelizmente, não há guardas municipais na rua — afirma Cristina, acrescentando que, na Aristides Lobo, vazamentos de esgoto são comuns e ganham grandes proporções devido ao desnivelamento do asfalto. Procurada para comentar os problemas, a Secretaria municipal de Conservação e Serviços Públicos informou que, no ano passado, fez diversas ações, inclusive de recuperação de pavimentação asfáltica, no Rio Comprido. URL: http://glo.bo/Wj5OmQ Notícia publicada em 10/01/13 - 9h00 Atualizada em 9/01/13 - 15h41 Impressa em 24/01/13 - 21h45oglobo.globo.com/zona-norte/onde-mora-abandono-rio-comprido-7239660?service=print 1/1

×