Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Palestra atendimento pré hospitalar

686 views

Published on

Palestra atendimento Pré Hospitalar.
Ressuscitação cárdio pulmonar - RCP

Published in: Health & Medicine
  • Login to see the comments

Palestra atendimento pré hospitalar

  1. 1. CRÉDITOS: TENENTE Luis Cesar Silva Martins – Bacharel em Segurança Publica e do trabalho pela UEMA, Especialista em Instrução de Combate a incêndio pelo CBMDF – Coordenador do Núcleo de Educação À Distância do CBMMA.
  2. 2. Objetivos Ao final da aula o aluno será capaz de: • Conhecer as principais lesões decorrentes em vítimas de incêndio; • Aplicar os principais procedimentos Pré – hospitalares em vítimas de incêndio; • Aplicar as técnicas de transporte de emergência e suas indicações; • Aplicar o processo de triagem, tratamento e transporte em acidentes de múltiplas vítimas (sistema START);
  3. 3. Lesões em incêndio 1. Produtos da fumaça Os incêndios produzem fumaça e calor.  Cerca de 80% das vítimas de um incêndio morrem por intoxicação e parada cardiorrespiratória, decorrente da inalação da fumaça e de queimaduras, principalmente da vias aéreas.
  4. 4. Lesões em incêndio 2. Efeitos do calor O calor é a causa direta da queima e de outras formas de danos pessoais. Danos causados Pelo calor incluem desidratação, insolação, fadiga e problemas para o aparelho respiratório, Além de queimaduras, que nos casos mais graves (1º, 2º e 3º graus) podem levar até a Morte.
  5. 5. Lesões em incêndio 2. Efeitos da fumaça A fumaça é uma mistura de partículas sólidas, vapores e gases, formada a partir da decomposição de algum material combustível. A composição química da fumaça depende do material queimado, mas sempre contém monóxido de carbono, dióxido de nitrogênio e dióxido de enxofre, dentre outras substâncias geralmente tóxicas.
  6. 6. Lesões em incêndio 2. Efeitos da fumaça São vários os efeitos da fumaça sobre as pessoas: • Diminuição da visibilidade. • Lacrimejamento e irritações dos olhos. • Aceleração da respiração e das batidas do coração. • Intoxicação e asfixia. • Vômitos e tosse. • Morte.
  7. 7. Lesões em incêndio 2. Efeitos da fumaça
  8. 8. Lesões em incêndio 2. Consequências do efeito do calor e da fumaça • Queimaduras • Asfixia • Intoxicação Todas podem levar a uma parada cardiorrespiratória !
  9. 9. Parada cardiorrespiratória - PCR 3. Classificação 1. Primárias 2. Secundárias
  10. 10. Parada cardiorrespiratória - PCR Primárias A causa principal é a isquemia cardíaca Deve-se um problema do problema do próprio coração, causado por uma arritmia cardíaca geralmente a fibrilação ventricular e atrial.
  11. 11. Parada cardiorrespiratória – PCR Primárias
  12. 12. Parada cardiorrespiratória – PCR Secundárias São a causa principal de PCR em crianças e adultos vítimas de traumatismos. Causas: • Oxigenação deficiente • Transporte inadequado de oxigênio • Ação de fatores externos sobre o coração
  13. 13. Parada cardiorrespiratória – PCR Sinais de PCR 1. Ausência de pulso 2. Ausência de respiração 3. Inconsciência 4. Dilatação pupilar 5. Aparência de morte
  14. 14. Procedimento Pre – hospitalar - RCP Objetivos da RCP 1. Oxigenar e circular o sangue 2. Prolongar a duração da fibrilação ventricular 3. Reverter a PCR* * A única forma de reverter a fibrilação ventricular é a desfibrilação (que pode ser realizada com um desfibrilador externo automático – DEA).
  15. 15. Procedimento Pre – hospitalar - RCP Objetivos da RCP
  16. 16. Suporte Básico de Vida 1. Abertura de vias aéreas; 2. Ventilação artificial; 3. Suporte circulatório; 4. Desfibrilação.
  17. 17. Suporte Básico de Vida - SBV
  18. 18. Suporte Básico de Vida As compressões torácicas devem ser realizadas com as técnicas adequadas, caso contrário serão ineficazes.
  19. 19. 5. RESGATE E TRANSPORTE Extricação Conjunto de manobras para retirar uma vítima de um local onde ele não pode ou deve sair por seus próprios meios. Pode ser: • Padrão • Rápida
  20. 20. 5. RESGATE E TRANSPORTE Desencarceramento É a retirada da vítima presa em obstáculos físicos Nesta técnica retira-se os obstáculos físicos da vítima e não a vítima dos obstáculos físicos.
  21. 21. 5. RESGATE E TRANSPORTE Transporte de emergência É o transporte necessário a remoção da vítima rapidamente em situação de risco iminente no local. Exemplo: • Incêndio • Desabamento • tiroteio
  22. 22. 5. RESGATE E TRANSPORTE Técnicas de transporte de emergência • Arrastamento pela roupa • Arrastamento por cobertor • Transporte tipo Bombeiro • Apoio lateral Simples • Transporte nos Braços • Transporte pelas extremidades • Transporte em cadeiras • Elevação manual direita • Apoio lateral simples • Transporte em incêndio simples • Transporte em incêndio duplo
  23. 23. Obrigado pela atenção e Boa Tarde !
  24. 24. 5. RESGATE E TRANSPORTE Técnicas de transporte de emergência • Arrastamento pela roupa • Arrastamento por cobertor • Transporte tipo Bombeiro • Apoio lateral Simples • Transporte nos Braços • Transporte pelas extremidades • Transporte em cadeiras • Elevação manual direita • Apoio lateral simples • Transporte em incêndio simples • Transporte em incêndio duplo • Transporte em prancha longa

×