OBJETIVO



    Implantar uma rede de
competências em prestação de
  serviços de Tecnologia da
  Informação em padrão de
 ...
APOIADORES
ESTRUTURAIS
NOSSOS ASSOCIADOS
ENTIDADES CORRELATAS
COM ATUAÇÃO CONJUNTA
PRINCIPAIS RESULTADOS

SGQ-TEC
• 23 empresas certificadas, 11 em
processo de Certificação.
• Redução no ISS de Vitória par...
PRINCIPAIS RESULTADOS


PROGRAMA TRAINEE:
• 7 empresas do pólo de TIC.

CAPACITAÇÃO
• Capacitação gerencial de 306 pessoas...
PRINCIPAIS AÇÕES
             PARA 2007

  Capacitar para o aumento da competitividade
(COMPETE/PQES/PNQ);

  Certificaçõe...
SITE DO PÓLO DE SOFTWARE
REVISTA DO
  PÓLO DE
 SOFTWARE
PUBLICAÇÃO - 2006
MERCADO MUNDIAL

                 Pesquisa IDC (jun. 2006)

      Total do Mercado = US$ 1,1 tri

                        ...
MERCADO MUNDIAL




       O IDC estima que o mercado de TIC faturou algo em torno de
US$ 16.7 bilhões, no Brasil, com um ...
A INDÚSTRIA DE TIC
     NO BRASIL

• O segmento de TIC representa
atualmente um dos setores que mais
se desenvolvem no paí...
A INDÚSTRIA DE TIC
                             NO BRASIL
              Levantamento SOFTEX (2005) e IDC (jun. 2006)


Mer...
A INDÚSTRIA DE TIC
             NO BRASIL
Levantamento SOFTEX (2005) e IDC (jun. 2006)


  CARACTERÍSTICAS:
  - Micro e Pe...
POLÍTICA INDUSTRIAL
         BRASILEIRA


 Software é tema prioritário;
 Ampliar a fatia das empresas
brasileiras de 17% p...
PESQUISA NAS EMPRESAS FORNECEDORAS
   DE SOFTWARE E SERVIÇOS CORRELATOS
       SEDIADAS NA GRANDE VITÓRIA



  O instrumen...
PESQUISA NAS EMPRESAS FORNECEDORAS
     DE SOFTWARE E SERVIÇOS CORRELATOS
         SEDIADAS NA GRANDE VITÓRIA


    Distri...
PESQUISA NAS EMPRESAS FORNECEDORAS
 DE SOFTWARE E SERVIÇOS CORRELATOS
     SEDIADAS NA GRANDE VITÓRIA


Faturamento Anual ...
PESQUISA NAS EMPRESAS FORNECEDORAS
 DE SOFTWARE E SERVIÇOS CORRELATOS
     SEDIADAS NA GRANDE VITÓRIA


       Praças de A...
PESQUISA NAS EMPRESAS FORNECEDORAS
 DE SOFTWARE E SERVIÇOS CORRELATOS
     SEDIADAS NA GRANDE VITÓRIA


     Segmentos de ...
EMPRESAS QUE FAZEM
         PARTE DO PÓLO
Grande parte das MPE que participam do pólo de
software prestam serviços para o ...
Visite no nosso site: www.es.sebrae.com.br
              0800.399192
Evandro Millet - Desenvolvimento do Pólo da Tecnologia da Informação e Comunicação do Espírito Santo
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Evandro Millet - Desenvolvimento do Pólo da Tecnologia da Informação e Comunicação do Espírito Santo

820 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
820
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
28
Actions
Shares
0
Downloads
19
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Evandro Millet - Desenvolvimento do Pólo da Tecnologia da Informação e Comunicação do Espírito Santo

  1. 1. OBJETIVO Implantar uma rede de competências em prestação de serviços de Tecnologia da Informação em padrão de qualidade mundial, visando o incremento do volume de negócios do setor.
  2. 2. APOIADORES ESTRUTURAIS
  3. 3. NOSSOS ASSOCIADOS
  4. 4. ENTIDADES CORRELATAS COM ATUAÇÃO CONJUNTA
  5. 5. PRINCIPAIS RESULTADOS SGQ-TEC • 23 empresas certificadas, 11 em processo de Certificação. • Redução no ISS de Vitória para empresas certificadas. MPS.Br • 5 empresas em processo de capaci- tação com o apoio do BID e SEBRAE/ES. CMMI • 1 empresa certificada e mais duas buscando a certificação.
  6. 6. PRINCIPAIS RESULTADOS PROGRAMA TRAINEE: • 7 empresas do pólo de TIC. CAPACITAÇÃO • Capacitação gerencial de 306 pessoas de 164 empresas. PORTAL DO PÓLO: Criação do portal de negócios e serviços do pólo de TIC. PLANO DE MARKETING: elaboração do plano de marketing focado nas necessidades das empresas do pólo, maximizando os recursos aplicados.
  7. 7. PRINCIPAIS AÇÕES PARA 2007 Capacitar para o aumento da competitividade (COMPETE/PQES/PNQ); Certificações: CMMI, MPSBR, SGQTEC; Produção da Revista da Indústria Capixaba de Tecnologia da Informação/2007; Estudos de viabilidade para o projeto básico de implantação do Parque Tecnológico Metropolitano; Implantar Programa Trainee no Pólo; Central de Negócios; Capacitação Gerencial, Mercadológica e Tecnológica – Genesis.
  8. 8. SITE DO PÓLO DE SOFTWARE
  9. 9. REVISTA DO PÓLO DE SOFTWARE PUBLICAÇÃO - 2006
  10. 10. MERCADO MUNDIAL Pesquisa IDC (jun. 2006) Total do Mercado = US$ 1,1 tri Principais Verticais: Estados Unidos 37,8% Comunicações Europa 30,5% Finanças Japão 9,8% Indústria América Latina 2,8% RoW 28,1% Setores: Hardware 38,7% Software 20,5% Serviços 40,8%
  11. 11. MERCADO MUNDIAL O IDC estima que o mercado de TIC faturou algo em torno de US$ 16.7 bilhões, no Brasil, com um crescimento de 15% em relação a 2005.
  12. 12. A INDÚSTRIA DE TIC NO BRASIL • O segmento de TIC representa atualmente um dos setores que mais se desenvolvem no país e no Estado, assim como em todo o mundo. • As empresas capixabas, principalmente as micro e pequenas, enfrentam um desafio diário para competir com grandes empresas, enfrentando um mercado globalizado e altamente qualificado.
  13. 13. A INDÚSTRIA DE TIC NO BRASIL Levantamento SOFTEX (2005) e IDC (jun. 2006) Mercado = US$ 12 bi (16° do mundo) Aproximadamente 10.000 empresas de TIC 2% (5.400 de software) 12% Modelos de negócio Principais verticais 8% Pacotes 27% Finanças Desenvolvimento 28% Segurança 58% Embarcado 7% e-Gov Ferramentas 18% Telecom, mídia e Internet Internet 20% MRP/ERP 21% Serviços As empresas brasileiras detém 17% deste mercado
  14. 14. A INDÚSTRIA DE TIC NO BRASIL Levantamento SOFTEX (2005) e IDC (jun. 2006) CARACTERÍSTICAS: - Micro e Pequenas Empresas (< R$ 1,2 M / ano); - Poucos Empregados – Muitos sócios. FRAGILIDADES: - Focada em um Cliente; - Carente de Talentos Humanos; - Baixo Planejamento; - Pouco Capital; - Pouca Especialização Gerencial.
  15. 15. POLÍTICA INDUSTRIAL BRASILEIRA Software é tema prioritário; Ampliar a fatia das empresas brasileiras de 17% para 25% do mercado doméstico +US$ 840M; Disponibilidade de recursos para Inovação; Lei Geral das Micros e Pequenas Empresas;
  16. 16. PESQUISA NAS EMPRESAS FORNECEDORAS DE SOFTWARE E SERVIÇOS CORRELATOS SEDIADAS NA GRANDE VITÓRIA O instrumento de pesquisa foi projetado para coletar informações de 32 empresas visando mapear a oferta de produtos e serviços do pólo de TIC do Espírito Santo; A seguir, serão exibidos os gráficos com as principais informações obtidas em Novembro/2006:
  17. 17. PESQUISA NAS EMPRESAS FORNECEDORAS DE SOFTWARE E SERVIÇOS CORRELATOS SEDIADAS NA GRANDE VITÓRIA Distribuição dos Serviços de TIC g
  18. 18. PESQUISA NAS EMPRESAS FORNECEDORAS DE SOFTWARE E SERVIÇOS CORRELATOS SEDIADAS NA GRANDE VITÓRIA Faturamento Anual Médio
  19. 19. PESQUISA NAS EMPRESAS FORNECEDORAS DE SOFTWARE E SERVIÇOS CORRELATOS SEDIADAS NA GRANDE VITÓRIA Praças de Atuação
  20. 20. PESQUISA NAS EMPRESAS FORNECEDORAS DE SOFTWARE E SERVIÇOS CORRELATOS SEDIADAS NA GRANDE VITÓRIA Segmentos de Atuação
  21. 21. EMPRESAS QUE FAZEM PARTE DO PÓLO Grande parte das MPE que participam do pólo de software prestam serviços para o setor de logística do estado. Veja a seguir alguns projetos desenvolvidos: Openport Consultoria e Sistemas Ltda Desenvolve sistemas informatizados para gestão de operações portuárias. Engesys: Desenvolve sistemas de automação da circulação de trens (operando também nos EUA). SLE: Desenvolve sistemas de Logística de Portos - Port Solutions.
  22. 22. Visite no nosso site: www.es.sebrae.com.br 0800.399192

×