Oficina de Desafios
em Educação Criativa
Produção de Vídeo
[ Playstorm ]
www.posidaam.com.br
Esta é uma publicação do Departamento de Comunicação
da Pós-Graduação IDAAM e Posgrado.
Distribuição o...
[ Playstorm ]
Usando o Vídeo como Estratégia
Criativa para a Educação
Estratégias Criativas
Usar vídeo para a educação não...
[ Playstorm ]
Como escolher câmeras de vídeo
para o Projeto?
Existem câmeras de vídeo que gravam em diferentes formatos e ...
[ Playstorm ]
Roteiro
O roteiro é a forma escrita de um produto audiovisual, com as indicações de local, personagens,
estr...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Playstorm: Oficina de Produção de Vídeo

449 views

Published on

Apostila de Produção de Vídeos da Oficina de Playstorm: Desafios em Educação Criativa .
Esta série incentiva o uso de Design Thinking e Playstorm nos Ensino Médio e Fundamental (K12) como estratégia de aprendizagem, principalmente para o ensino de ciências e tecnologia.

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
449
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
18
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Playstorm: Oficina de Produção de Vídeo

  1. 1. Oficina de Desafios em Educação Criativa Produção de Vídeo [ Playstorm ]
  2. 2. www.posidaam.com.br Esta é uma publicação do Departamento de Comunicação da Pós-Graduação IDAAM e Posgrado. Distribuição online gratuita. Laurianne Franco Texto Philipe Teixeira Diagramação Laurianne Franco Coordenação Editorial Projeto Editorial Departamento de Comunicação Pós-Graduação IDAAM Vicente Fernandes Tino Coordenador Acadêmico Pós-Graduação IDAAM José Carlos Reston Filho Coordenador Acadêmico Pós-Graduação IDAAM Manaus, Amazonas 2013
  3. 3. [ Playstorm ] Usando o Vídeo como Estratégia Criativa para a Educação Estratégias Criativas Usar vídeo para a educação não se trata apenas de aprender a usar uma câmera e equipamento de edição, e sim de incentivar a formação crítica com uma linguaguem e ferramentas de mídia que estimulem a criatividade. Produzir vídeos representa uma etapa de uma ideia central que é auxiliar o aluno no desenvolvimento de suas próprias mensagens. Vídeos bem feitos exigem um trabalho de planejamento que significa escrever um roteiro, elaborar um cronograma de produção, a definição da equipe de trabalho, o acompanhamento das metas de cada etapa, o apoderamento sobre a ferramenta, e o tempo para a reflexão sobre o processo. Vale lembrar que o resultado final de um vídeo é uma construção coletiva, um trabalho em equipe num processo técnico e criativo que oferece muitas oportunidades pedagógicas que estrapolam o tema do vídeo. Acaba sendo um aprendizado humano . Ao final do processo, é gerado um produto de autoria coletiva que os alunos podem usar no futuro como uma materialização do aprendizado que levarão para a vida inteira. O vídeo deve sempre tratar de um assunto que seja de interesse da equipe, de forma que todos se envolvam no processo com a mesma motivação e afinidade. O tema deve ser trabalhado sob o enfoque escolhido e as equipe devem ser orientadas a documentar cada etapa para que o relatório do processo também conte pontos para uma avaliação final, na qual se discutirá a base qualitativa do aprendizado e a avaliação do aspecto técnico: o que faltou, o que podia melhorar, o que funcionou, se o produto final saiu como planejado, se atendeu ou não as expectativas. Stop Motion Stop motion é uma técnica de animação quadro a quadro que pode ser feita com câmara de vídeo, máquina fotográfica ou por computação gráfica. Em geral, usa-se massa de modelar ou bonecos articulados que são modificadas a cada quadro para criar a impressão de movimento. Para saber mais sobre o tema, acesse http://pt.wikipedia.org/wiki/Stop_motion Dramatização ou ficcção Gênero de produto audiovisual que trata da encenação de uma história real ou fictícia. Possui um enredo principal escrito em um roteiro para ser encenado por atores profissionais ou amadores. Documentário Gênero de produto audiovisual que possui um compromisso maior com os fatos reais que a ficção. Em geral, estabelece-se uma tese a qual se tenta provar através de argumentos discursivos e imagéticos, nos quais se usa a narrativa, entrevistas, imagens, documentos,
  4. 4. [ Playstorm ] Como escolher câmeras de vídeo para o Projeto? Existem câmeras de vídeo que gravam em diferentes formatos e qualidades, além de vários dispositivos que podem ser usados para facilitar e baixar o custo de produção do vídeo. Câmeras de vídeo semi-profissionais possuem um funcionamento mais elaborado e podem ser usadas de acordo com a idade dos alunos. Quanto mais velhos, mais eles conseguirão manuseá-las por causa do peso, tamanho e funções do menu. Elas possuem uma imagem e qualidade do som melhor que a maioria dos dispositivos com esta função (celulates, tablets, etc.). Alguns modelos antigos operam com fitas do tipo mini-DV e mini-DVDs. Não seriam as mais indicadas por precisarem de um cabo “firewire” para a captura de dados para concetar ao computador. As câmeras mais atuais gravam somo e imagem em cartões de memória chamados SD e podem também ser ligadas ao computador através de um cabo USB, muito parecidas com os atuais aparelhos celulares, o que torna o processo mais fácil de aprender. Lembre-se: quanto maior for a qualidade da imagem, mais pesado será o arquivo. Também é indicado fazer testes de som e imagem nas câmeras que serão usadas nos ambientes onde você irá gravar, para ter certeza que o som sairá audível e com o mínimo de ruídos e a iluminação será suficiente. Para melhorar o som, desligue o ar-condicionado e outros aparelhos elétricos. Para uma melhor iluminação, leve luminárias e iluminação de apoio. Caso estas atitudes não resolvam, pense em mudar de local de gravação ou mudar de equipamentos. Alguns smartphones possuem formatos de gravação de vídeo em alta qualidade, sendo uma opção mais prática e barata, pois quase todo mundo tem um smartphone hoje em dia. É importante que, para um mesmo vídeo, sempre seja usada a mesma câmera em todas as cenas para que não haja incompatibilidade na hora de editar. Alguns smartphones e tablets já possuem um software de edição de vídeo, mas aconselhamos que seja usado um software em computador do tipo Desktop, como o Windows Movie Maker, que é um software presente em muitos computadores que rodam o sistema Windows e gera títulos, pode incluir narração gravada pela webcam no computador ou mesmo no celular, e possui alguns efeitos básicos para deixar o vídeo mais atraente, sendo o seu uso bem intuitivo . Existe também a possibilidade do vídeo ser gravado por uma máquina fotográfica digital comum, que também é um meio bem acessível. Basta certificar-se que a mesma grava com qualidade aceitável. animação e demais recursos para ressaltar sua validade. Para saber mais sobre o tema, acesse http://pt.wikipedia.org/wiki/Document%C3%A1rio Podem-se fazer outras combinações de estratégias, como misturar documentário com drama (docudrama) , ou tentar o modelo de telejornal com a apresentação do conteúdo como se fosse notícia, etc.
  5. 5. [ Playstorm ] Roteiro O roteiro é a forma escrita de um produto audiovisual, com as indicações de local, personagens, estruturas narrativas e demais informações que servem como diretriz para a sua execução. Vale ressaltar que cada tipo de produto tem seu roteiro específico, por exemplo, o roteiro de fição deve ser escrito numa estrutura diferente de um telejornal ou documentário. O roteiro é dividido por cena. Cada cena geralmente se localiza inteiramente no mesmo ambiente (local). Em geral, quando se troca de lugar e de temporalidade, troca-se de cena. Em geral, as indicações são de tempo ("Dia", Noite", "Pôr-do-sol", "Amanhecer", etc.), se a cena é "Externa" (filmada ao ar livre) ou "Interna" (gravada em estúdio ou locação). O roteiro técnico é preparado pelo diretor e tem informações técnicas da filmagem, dá indicações de posicionamento de câmeras, uso de eqipamentos e iluminação, etc. Em geral, pode-se usar storyboards, que são desenhos de como se imagina o enquadramento de cada cena, para ilustrar cada sequencia de filmagem. Acesse diferentes tipos de formatação de roteiro em http://pt.scribd.com/doc/40385154/13-Modelos-de-roteiro Veja aqui como são feitos os Storyboards http://pt.wikipedia.org/wiki/Storyboard A Edição A edição é a arte de montar o video na melhor sequência para a compreensão da mensagem. Em geral, é um processo de grupo que resulta da discussão entre a equipe. Dependendo da faixa de idade, você pode usar softwares mais simples e intuitivos, como o Windows Movie Maker (Windows) e o iMovie (iOS), que oferecem todos os componentes básicos de edição. Para alunos mais velhos, voce pode usar softwares que ofereçam mais recursos como o Sony Vegas e outros. Acesse uma lista completa de softwares de edição gratuitos e pagos no link http://en.wikipedia.org/wiki/List_of_video_editing_software Como Compartilhar? Existem atualmente duas grandes e populares plataformas de disponibilização de vídeo, que são o Youtube e Vimeo. Elas possuem a melhor indexação nos mecanismos de buscas e possuem interface traduzida para o português, mas nada impede que você procure plataformas alternativas. Nestas plataformas, os vídeos ficam online e acessíveis para quem tiver o link ou para quem achá-los nos mecanismos de busca, como Google e Bing. Há plataformas para professores, como o teachertube.com, mas a interface é em inglês. Nestes portais, você pode carregar gratuitamente seu vídeo. Ao fazer o upload, não se esqueça de indicar o título do vídeo, a permissão de privacidade do mesmo (se é público ou particular). Em geral, as extensões de arquivo aceitas pelo Youtube e Vimeo são MOV (quicktime), WMV (Windows Media) , Mpeg 4 e variações, SWF (flash) e FLV (Youtube Player).

×