Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Com origens no
final do século
XIX, o
é
uma manifestação
da cultura corporal
tipicamente
pernambucana.
Não é novidade
afir...
A culinária pernambucana teve
influência indígena, africana e
portuguesa
.
. No contexto
do Candomblé axé
representa um poder
de força sobrenatural.
A palavra também
pode ser usada para
se referir ...
Falar da Bahia sem falar de sua
culinária é impossível. A
culinária é uma das expressões
mais autênticas da identidade
e d...
o
é uma
das mais fortes
expressões
culturais da nossa
Gente. Executado
especialmente por
homens, que
dançam e cantam
em lo...
A
gastronomia
tradicional
estadual é
uma mistura
de várias
contribuições
das muitas
migrações
ocorridas em
seu território.
A Catira é uma dança brasileira
de origem desconhecida. Ela é
realizada por homens que,
estando em frente um para o
outro,...
os pratos mais
tradicionais, apesar
de que, o povo
goianense tem
costumes do sul do
Brasil, Minas Gerais e
algumas outras
...
Danças tipicas
Danças tipicas
Danças tipicas
Danças tipicas
Danças tipicas
Danças tipicas
Danças tipicas
Danças tipicas
Danças tipicas
Danças tipicas
Danças tipicas
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Danças tipicas

8,454 views

Published on

para uso de educação fisica

Published in: Education
  • Be the first to comment

Danças tipicas

  1. 1. Com origens no final do século XIX, o é uma manifestação da cultura corporal tipicamente pernambucana. Não é novidade afirmar que o termo frevo se deve a uma alteração popular da palavra ferver.
  2. 2. A culinária pernambucana teve influência indígena, africana e portuguesa .
  3. 3. . No contexto do Candomblé axé representa um poder de força sobrenatural. A palavra também pode ser usada para se referir ao terreiro, Ilê (Casa de Axé). Mistura de dança com luta, a tem sua origem na África, trazida ao Brasil pelas mãos dos escravos, como forma de defesa. Ao som ritmado e bem marcado do berimbau de barriga, caxixi, atabaque, pandeiro e reco-reco, dois participantes ensaiam coreografias sincronizadas, gingadas de perna, braços, mãos, pés, cabeça e ombros.
  4. 4. Falar da Bahia sem falar de sua culinária é impossível. A culinária é uma das expressões mais autênticas da identidade e da cultura do povo Baiano. Ela se destaca pela grande variedade e pela influência predominante da África. Os escravos vindo de Angola, Moçambique, Costa do Marfim, Nigéria, Libéria e Congo trouxeram seus temperos e condimentos exóticos que hoje dão o "toque especial" aos pratos típicos da cozinha Baiana.
  5. 5. o é uma das mais fortes expressões culturais da nossa Gente. Executado especialmente por homens, que dançam e cantam em louvor aos santos de Devoção, citando passagens da Bíblia, saudando pessoas da comunidade ou fazendo referência aos acontecimentos políticos.
  6. 6. A gastronomia tradicional estadual é uma mistura de várias contribuições das muitas migrações ocorridas em seu território.
  7. 7. A Catira é uma dança brasileira de origem desconhecida. Ela é realizada por homens que, estando em frente um para o outro, sapateiam e batem palmas no ritmo da viola. Primeiramente, o violeiro começa a dança e os homens que vão dançar fazem um passo que consiste em bater o pé e a mão e depois dar seis pulos. O violeiro passa a entoar a moda de viola e os homens continuam a executar os passos da dança, que recebem o nome de “Serra Abaixo” e “Serra Acima”. A Catira termina quando eles executam o passo chamado Recortado e as duas fileiras mudam de lugar, sendo que o violeiro passa de uma extremidade a outra.
  8. 8. os pratos mais tradicionais, apesar de que, o povo goianense tem costumes do sul do Brasil, Minas Gerais e algumas outras localidades que cada pessoa que migrou acabou levando uma novidade para a cozinha.. Por isso as comidas típicas se confundem com os estados de São Paulo, Rio Grande do Sul e Minas Gerais:

×