Internet e Pesquisa Escolar

3,474 views

Published on

PESQUISA ESCOLAR EM BASE DE DADOS: Palestra proferia no 13º Encontro Regional do PROLER Blumenau.

Published in: Education, Technology, Design
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
3,474
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
14
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Internet e Pesquisa Escolar

  1. 1. PESQUISA ESCOLAR EM BASES DE DADOS: O USO DA INTERNET COMO FONTE DE INFORMAÇÃO Karyn Munyk Lehmkuhl Bibliotecária CRB14/906 Mestranda PGCIN/UFSC BSCCA/UFSC | Contato: k [email_address] 13º Encontro Regional do PROLER - 17 de maio de 2010 - Blumenau – SC TEMA CENTRAL: Uso das Tecnologias na Pesquisa Escolar
  2. 2. PESQUISA ESCOLAR E INTERNET <ul><li>Década de 60 : A pesquisa escolar é introduzida no Brasil ao lado de outros métodos de ensino considerados ativos, ou seja, que visavam uma educação menos centrada no professor; </li></ul><ul><li>Atualmente a participação mais construtiva do aluno em sua própria aprendizagem é enfatizada pelos Parâmetros Curriculares Nacionais; </li></ul><ul><li>(CAMPELLO et al, 2000) </li></ul>
  3. 3. PESQUISA ESCOLAR E INTERNET <ul><li>Aprender a aprender é uma habilidade fundamental dos indivíduos que crescem numa sociedade em acelerada transformação, não só no que se refere ao arsenal tecnológico disponível como também nas relações sociais afetivas ; </li></ul><ul><li>Essa sociedade é marcada, entre outras características, pela abundância informacional, a qual é representada claramente pela Internet. </li></ul><ul><li>(CAMPELLO et al, 2000) </li></ul>
  4. 4. PESQUISA ESCOLAR E INTERNET <ul><li>Quanto a Internet, mais especificamente o uso de computadores os PCNs enfatizam que </li></ul><ul><li>“ É indiscutível a necessidade crescente do uso de computadores pelos alunos como instrumento de aprendizagem escolar, para que possam estar atualizados em relação às novas tecnologias da informação e se instrumentalizarem para as demandas sociais presentes e futuras”. </li></ul><ul><li>(BRASIL, 1997) </li></ul>
  5. 5. PESQUISA ESCOLAR E INTERNET <ul><li>Um outro aspecto muito importante é que as crianças e jovens de hoje são de uma geração cada vez mais ligada às novas tecnologias; </li></ul><ul><li>São indivíduos que, desde </li></ul><ul><li>cedo, tem contato com jogos </li></ul><ul><li>eletrônicos, telefones </li></ul><ul><li>celulares, computadores, </li></ul><ul><li>aparelhos como mp3 </li></ul><ul><li>players e, é claro, computadores. </li></ul>
  6. 6. PESQUISA ESCOLAR E INTERNET <ul><li>Portanto, no contexto da pesquisa escolar a Internet pode ser tanto uma aliada como uma inimiga… </li></ul><ul><li>A Internet é aliada pelo manacial informacional que representa, porém tornou-se inimiga da pesquisa por facilitar o plágio ou seja o famigerado “copia e cola”. </li></ul>
  7. 7. PESQUISA ESCOLAR E INTERNET A era digital mudou o acesso a informação de forma tremenda; setores educacionais e intelectuais foram revolucionados pela Internet e pela Web. Quase todos as fontes escritas produzidas recentemente estão disponíveis no formato digital. Provavelmente a melhor ferramenta para obter informação atualmente é a Internet e é muito difícil imaginar a pesquisa sem ela. (MAURER, 2007)
  8. 8. PESQUISA ESCOLAR E INTERNET Essa facilidade nunca vista antes para acessar informações aumentou as possibilidades e a tentação de copiar ou reutilizar conteúdos. Quando essa atividade é realizada sem dar o devido crédito aos autores originais está constituido o plágio. (MAURER, 2007)
  9. 9. PESQUISA ESCOLAR E INTERNET Ferramentas para detectar o plágio:
  10. 10. http://copyscape.com
  11. 11. Como exemplo vamos verificar se o conteúdo deste blog sobre ciência, física e astronomia está sendo usado em algum lugar da Web. O primero passo é copiar o endereço: http://pordentrodaciencia.blogspot.com/
  12. 12. pordentrodaciencia.blogspot.com O endereço deve ser digitado no campo de pesquisa do site “Copyscape” e, em seguida, clicar em “Go”.
  13. 13. A pesquisa recuperou diversos resultados. Ao clicar em um deles o conteúdo é apresentado com destaques coloridos. Assim é possível verificar se o site foi devidamente referenciado ou se realmente trata-se de plágio.
  14. 14. http://approbo.citilab.eu/
  15. 15. Primeiro realizar uma inscrição no site. O serviço é gratuito.
  16. 16. Após clicar em enviar aparecerá uma mensagem avisando para verificar o e-mail. Essa verificação é necessária para completar o registro.
  17. 17. Após a confirmação do registro por e-mail clicar em “Analizar”. É possível fazer o “upload” do documento a ser verificado.
  18. 21. http://www.plagium.com/ Serviço semelhante ao Approbo. Dispensa registro. Não permite upload de arquivos, o trecho a ser verificado precisa ser digitado no campo de pesquisa.
  19. 22. http://www.duplichecker.com/ Aqui tanto é possível digitar o texto como fazer upload de arquivos para verificação. Entretanto não permite formatos de documentos tão variados quanto o Approbo.
  20. 23. A Pesquisa Avançada do Google dispõe de uma série de recursos para filtrar conteúdos. http://www.google.com/
  21. 24. Acima recomenda-se ler as “Dicas de Pesquisa”.
  22. 25. PESQUISA ESCOLAR E INTERNET <ul><li>Formas de evitar o plágio: </li></ul><ul><li>Ensinar aos estudantes o conceito de plágio e as as implicações dessa prática; </li></ul><ul><li>Discutir a importância de se produzir trabalhos criativos e originais; </li></ul><ul><li>Apresentar as formas corretas de utilizar trechos de trabalhos de outros autores (citação); </li></ul><ul><li>Ensinar não somente a localizar a informação, mas formas de ler e estudar os textos para que haja entendimento e uma visão geral do assunto; </li></ul>
  23. 26. PESQUISA ESCOLAR E INTERNET <ul><li>Bom uso da internet e seu potencial informacional : </li></ul><ul><li>Critérios para seleção de sites </li></ul>
  24. 27. <ul><li>Critérios para avaliar as fontes e as informações disponíveis online. </li></ul><ul><li>Precisão das informações </li></ul><ul><ul><li>Quem escreveu as informações e é possível contactá-lo? </li></ul></ul><ul><ul><li>Qual o propósito do documento? </li></ul></ul><ul><ul><li>O autor é qualificado para escrever sobre o assunto? </li></ul></ul><ul><ul><li>Verificar se há E-mail, endereços ou telefones para entrar em contato com o autor. </li></ul></ul><ul><ul><li>É importante não confundir o autor do conteúdo com o webmaster. </li></ul></ul>
  25. 28. <ul><li>Critérios para avaliar as fontes e as informações disponíveis online. </li></ul><ul><li>Autoridade </li></ul><ul><ul><li>Quem publicou o documento? </li></ul></ul><ul><ul><li>Verificar domínio. É ligado a alguma instituição? </li></ul></ul><ul><ul><li>O publicador informou suas qualificações? </li></ul></ul><ul><ul><li>Verificar credenciais </li></ul></ul><ul><ul><li>Verificar URL </li></ul></ul>
  26. 29. <ul><li>Critérios para avaliar as fontes e as informações disponíveis online. </li></ul><ul><li>Objetividade </li></ul><ul><ul><li>Quais objetivos do site ou página? </li></ul></ul><ul><ul><li>Quão detalhadas são as informações? </li></ul></ul><ul><ul><li>Quais opiniões são expressas pelo autor? </li></ul></ul><ul><ul><li>Verificar se a página é pretexto para propaganda ou se é tendenciosa </li></ul></ul><ul><ul><li>Perguntar a si mesmo por quê e para quem a informação está voltada </li></ul></ul>
  27. 30. <ul><li>Critérios para avaliar as fontes e as informações disponíveis online. </li></ul><ul><li>Vigência </li></ul><ul><ul><li>Quando o site ou página foi produzido? </li></ul></ul><ul><ul><li>Quando foi atualizado? </li></ul></ul><ul><ul><li>Quão atualizados são os link, quando existirem </li></ul></ul><ul><ul><li>Verificar links inativos </li></ul></ul><ul><ul><li>Verificar se a atualização é regular </li></ul></ul><ul><ul><li>Verificar se o conteúdo é desatualizado </li></ul></ul>
  28. 31. <ul><li>Critérios para avaliar as fontes e as informações disponíveis online. </li></ul><ul><li>Cobertura </li></ul><ul><ul><li>Se fornece links, são avaliados e complementam a informação do conteúdo do site? </li></ul></ul><ul><ul><li>Existe equilíbrio entre quantidade de texto e imagens? </li></ul></ul><ul><ul><li>A informação apresentada é citada corretamente? </li></ul></ul><ul><ul><li>Verificar se há formatos diferentes de visualização da página e se é indicada a melhor configuração </li></ul></ul>
  29. 32. <ul><li>Portanto, se... </li></ul><ul><li>A página informa o autor e instituição que a publica e oferece formas de contatos com eles (Precisão das informações); </li></ul><ul><li>A página apresenta as credenciais do autor e o domínio é, preferencialmente .edu, .gov, .org, ou .net (Autoridade); </li></ul><ul><li>A página oferece informação correta e objetiva, com o mínimo de propagandas comerciais (Objetividade); </li></ul><ul><li>A página é atualizada com frequência e seus links, quando apresentados, estão em dia e funcionando (Vigência); </li></ul><ul><li>A informação é citada corretamente e fornece links que complementam a informação apresentada (Cobertura); </li></ul><ul><ul><li>Você pode estar diante de uma página ou site que pode ser válido para sua pesquisa! </li></ul></ul>
  30. 33. <ul><li>Bom uso da internet e seu potencial informacional : </li></ul><ul><li>Sites recomendados para pesquisa escolar e uso em sala de aula </li></ul>PESQUISA ESCOLAR E INTERNET
  31. 34. Google Earth: http://earth.google.com
  32. 35. Google Livros: http://books.google.com.br
  33. 36. Google Tradutor: http://translate.google.com.br Ferramenta de Tradução para diversos idiomas
  34. 37. Google Mapas: http://maps.google.com.br
  35. 38. Google Acadêmico: http://scholar.google.com
  36. 39. KidRex: http://www.kidrex.org
  37. 40. Portal Domínio Público: http://www.dominiopublico.gov.br
  38. 43. Na página principal do Portal Domínio Público também é possível encontrar na íntegra a obra completa de Machado de Assis
  39. 44. Portal do Grupo Virtuous http://www.grupovirtuous.com.br/
  40. 45. Guia de Pesquisa Escolar http://www.sobresites.com/pesquisa/
  41. 46. REFERÊNCIAS <ul><li>BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais : introdução aos parâmetros curriculares nacionais. Brasília: Mec/sef, 1997. 126 p. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/livro01.pdf>. Acesso em: 16 maio 2010. </li></ul><ul><li>CAMPELLO, Bernadete Santos et al.  A internet na pesquisa escolar : um panorama do uso da Web por alunos do ensino fundamental. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE BIBLIOTECONOMIA E DOCUMENTAÇÃO, 19., 2000, Porto Alegre.  Anais ... Porto Alegre: Associação Rio-Grandense de Bibliotecários, 2000. Disponível em: <http://gebe.eci.ufmg.br/?download=T029.pdf>. Acesso em: 14 maio 2010. </li></ul><ul><li>FIVE criteria for evaluating web pages Disponível em: <http://www.library.cornell.edu/olinuris/ref/research/webcrit.html>. Acesso em: 08 maio 2008. </li></ul><ul><li>MAURER, Hermann et al. Report on dangers and opportunities posed by large search engines, particularly Google. Graz, Áustria: Graz University Of Technology, 2007. Disponível em: <http://www.google-watch.org/gpower.pdf>. Acesso em: 01 fev. 2010. </li></ul>

×