Climatologia no brasil

797 views

Published on

  • Be the first to comment

Climatologia no brasil

  1. 1. CLIMATOLOGIA Professora Carolina Corrêa
  2. 2. Objetivos Identificar os diferentes climas do Brasil; Compreender os grandes domínios morfoclimáticos do Brasil; Analisar o clima e suas interações com a paisagem.
  3. 3. Climatologia no Brasil Por que se diz que o Brasil é um país tropical?
  4. 4. Fonte : www.clickescolar.com.br-
  5. 5. A configuração climática brasileira chama a atenção, principalmente, pela grande luminosidade/insolação, elevadas temperaturas e índices pluviométricos. Fonte: www.hospitaldaher.com.br-
  6. 6. O conhecimento científico na zona tropical iniciou-se tarde se comparado ao da zona temperada. Por que?
  7. 7. É na zona temperada que se encontram os países mais expressivos economicamente; A parte tropical foi inserida ao processo produtivo mundial recentemente; A colonização desta área foi de caráter exploratório e não de ocupação.
  8. 8. Os primeiros estudos climatológicos tropicais foram acerca do regime de monções na Ásia e do clima do norte da África. Estudo esse que foi realizado por ingleses e franceses quando da consolidação neocolonial dessas áreas.
  9. 9. No Brasil, até meados dos anos 1970 os elementos e fenômenos meteorológicos eram observados e mensurados por aparelhos importados aferidos para nossa realidade. As bases teóricas utilizadas para explicar os fenômenos das regiões tropicais ainda são as produzidas pela análise e observação da zona temperada.
  10. 10. O Brasil é um dos poucos países tropicais a possuir um acervo considerável de documentos sobre sua configuração atmosférica e climática. Essa documentação é recente sendo os primeiros trabalhos das primeiras décadas do séc. XX.
  11. 11. O clima do Brasil sofre algumas influências: situa-se majoritariamente na faixa de baixas latitudes (0º e 30º); Maritimidade na porção oriental; Continentalidade na porção centro- ocidental; Relevos baixos; Dinâmica atmosférica influenciada pelas 5 massas de ar; Grande extensão territorial.
  12. 12. Clima Equatorial  Temperaturas médias elevadas o ano todo;  Baixa amplitude térmica;  Alto índice pluviométrico;  Alto índice de umidade do ar.
  13. 13. Abrange as regiões Centro-Oeste, Nordeste e Sudeste; Temperaturas Elevadas; Duas estações do ano bem definidas; O inverno é ameno e seco; Verão quente e chuvoso. Clima Tropical
  14. 14. Área de 840.000 Km²; Abrange o sertão Nordestino; Temperaturas médias elevadas; Chuvas escassas e irregulares. Clima Semiárido
  15. 15. Semelhante ao clima tropical; Apresenta temperaturas mais amenas; Situa-se em áreas mais elevadas da região Sudeste. Clima Tropical de Altitude
  16. 16. Se estende do Rio Grande do Norte ao Paraná; Temperaturas médias elevadas; Chuvas bem distribuídas; Influência da massa polar atlântica (mPa) durante o inverno. Clima Tropical Litorâneo
  17. 17. Localiza-se ao sul do Trópico de Capricórnio; Temperaturas mais baixas do país; As chuvas são bem distribuídas. Clima Subtropical
  18. 18. Köppen Climatologista Russo naturalizado alemão; Primeiro a mapear regiões climáticas do mundo; Diz que a vegetação natural de cada grande região da Terra é essencialmente uma expressão do clima; Considera a sazonalidade e os valores médios anuais e mensais da temperatura do ar e da precipitação.
  19. 19. Cada clima é representado por um conjunto variável de letras. Primeira letra: — uma maiúscula ("A", "B", "C", "D", "E") que denota a característica geral do clima de uma região, escalonam-se de "A" a "E", indo do equador aos pólos Segunda letra: — uma minúscula, denota as particularidades do regime pluviométrico; Terceira letra: — minúscula, denotando a temperatura média mensal do ar dos meses mais quentes.
  20. 20. A - Clima tropical; B - Clima árido; C - Clima temperado ou Clima temperado quente; D - Clima continental ou Clima temperado frio; E - Clima glacial.
  21. 21. Köppen adaptada para o Brasil
  22. 22. Climograma É um diagrama formado pela superposição da quantidades mensais de chuva, e de uma curva, que mostra a evolução da temperatura média ao longo dos meses do ano.
  23. 23. Tropical
  24. 24. TropicalLitorâneo
  25. 25. DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS BRASILEIROS
  26. 26. A interação e a interdependência entre os diversos elementos da paisagem explicam a existência dos chamados domínios morfoclimáticos, que podem ser entendidos como uma combinação ou síntese dos diversos elementos da natureza, individualizando uma determinada porção do território.
  27. 27. No Brasil eles foram estabelecidos pelo geógrafo Aziz Ab' Saber que agrupou os espaços de acordo com características do relevo juntamente com as influências climáticas. Para tal mapeamento, ele considerou a vegetação natural, como se o homem não tivesse interferido. Os domínios são seis, juntamente com as áreas de transição, que são: Amazônico, Cerrados, Mares de Morros, Caatingas, Araucárias e Pradarias.
  28. 28. Fonte:coceducacao
  29. 29. Domínio Amazônico
  30. 30. É a maior região morfoclimática do Brasil; Equivalente a 60% do território nacional – mas a floresta amazônica 40%; As planícies ocorrem somente ao longo de alguns trechos de rios regionais; Os baixos planaltos (ou platôs), também de origem sedimentar, apresentam a principal e mais abrangente forma de relevo da Amazônia.
  31. 31.  Clima equatorial, é o mais quente e o mais úmido do planeta.  Médias térmicas mensais elevadas entre 24 °C a 27 °C.  A amplitude térmica anual inferiores a 2 °C;  Índices pluviométricos são extremamente elevados, de 1 500 a 2 500 mm ao ano, chegando a atingir 4 000 mm;
  32. 32. O rio Amazonas é altamente favorável à navegação. Por outro lado, o potencial hidráulico dessa bacia é atualmente considerado o mais elevado do Brasil, localizado sobretudo nos afluentes da margem direita que formam grande número de quedas e cachoeiras nas áreas de contatos entre o planalto Brasileiro e as terras baixas amazônicas.
  33. 33. Região das Cachoeiras da Volta Grande do Rio Xingu Fonte: uc.socioambiental.org
  34. 34. Fonte:coceducacao
  35. 35. Domínio Cerrado
  36. 36. Fonte:coceducacao
  37. 37.  O principal clima do Cerrado é o tropical semi-úmido;  Apresenta estações do ano bem definidas, uma bastante chuvosa (verão) e outra seca (inverno);  As médias térmicas são elevadas, oscilando entre 20 °C a 28 °C e os índices pluviométricos variam em torno de 1 500 mm.
  38. 38.  Segundo maior domínio por extensão territorial;  Os solos são muito precários, ácidos, muito porosos, altamente lixiviados e laterizados. Para serem utilizados na agricultura, necessitam de corretivos; Ao sul desse domínio aparecem significativas manchas de terra roxa, de grande fertilidade natural;  É neste domínio do cerrado que estão três importantes nascentes: da bacia Amazônica, do São Francisco e a Platina.
  39. 39. Fonte: http://caliandradocerradogo.blogspot.com.br/2010/05/vegetacao-tipica-do-cerrado.html Arbóreo-arbustivo Herbáceo
  40. 40. Domínio da Caatinga
  41. 41. Fonte:coceducacao
  42. 42.  Marcado pelo clima tropical semi-árido, temperaturas elevadas, chuvas escassas e irregulares;  Relevo erodido, destacando-se o maciço nordestino e a hidrografia intermitente;  Marca a região Nordeste do Brasil, Abrangendo a região dos polígonos das secas;
  43. 43. Fonte:http://interna.coceducacao.com.br/ebook/pages/430.htm
  44. 44.  Os solos são, geralmente, pouco profundos, apresentam boa quantidade de minerais básicos, fator favorável à prática da agricultura; Em algumas áreas, forma-se uma mata rala ou aberta, com muitos arbustos e pequenas árvores; Em outras áreas, o solo apresenta-se quase descoberto, proliferando os vegetais xerófilos, como as cactáceas.
  45. 45. Domínio Mares de Morros
  46. 46. Fonte:coceducacao
  47. 47.  Predomínio do clima tropical úmido; Na região Sudeste, o clima é o tropical de altitude, com médias térmicas anuais entre 14 °C e 22 °C; Entre as várias serras que compõe este domínio podemos citar a do Mar, Mantiqueira, Espinhaço, Geral, Caparaó (Pico da Bandeira = 2 890 m), etc.
  48. 48.  A pluviosidade é elevadíssima, consequência da presença da serra do Mar, que barra a umidade vinda do Atlântico; A principal paisagem vegetal desse domínio era, originariamente, representada pela mata Atlântica.
  49. 49. Domínio das Araucárias
  50. 50. Fonte:coceducacao
  51. 51.  As altitudes variam entre 800 e 1 300 metros;  Apresenta como clima predominante o subtropical, temperaturas médias não muito elevadas; Os índices pluviométricos são elevados, variando de 1 250 a 2 000 mm anuais. Chove durante todo ano;  Solos de grande fertilidade natural, como a terra roxa; solos ácidos, pobres em minerais e de baixa fertilidade natural.
  52. 52. Domínio das Pradarias
  53. 53. Fonte:coceducacao
  54. 54.  Também conhecido como Campanha Gaúcha ou Pampas, abrange vastas áreas (Centro- Sul) do Rio Grande do Sul; Baixo planalto cristalino com altitudes médias entre 200 e 400 metros, onde se destacam conjuntos de colinas onduladas denominadas coxilhas; O clima é subtropical com temperatura média anual baixa, apresentando considerável amplitude térmica e, no verão, as áreas mais quentes são o Vale do Uruguai e a Campanha Gaúcha, que registram máximas diárias acima de 38°. As chuvas são regulares.
  55. 55. Referências  MENDONÇA, Francisco & DANNI-OLIVEIRA, Inês Moresco. Climatologia: noções básicas e climas do Brasil. São Paulo, Oficina de Textos, 2007.  RANGEL. Bruno. Disponível em: <http://pt.slideshare.net/04031303/aula-sobre-climas-do- brasil?qid=eb5a2427-a7f7-4e9f-a7b4- d3205ea997b8&v=qf1&b=&from_search=6>. Acesso em: 22/09/2014.  SILVA, Edilson Adão Cândido da & JUNIOR, Laércio Forquim. Geografia em Rede. São Paulo: FTD, 2013.  SLIDESHARE. Disponível em: <http://pt.slideshare.net/moajr2/climas-5298977?qid=20d4302b- abc3-4be4-bebc-0d24c1974f46&v=default&b=&from_search=3>. Acesso em: 15/09/2014. carolcorreageo.blogspot.com

×