Adaptação curricular

15,382 views

Published on

Published in: Education

Adaptação curricular

  1. 1. ADAPTAÇÃO CURRICULAR<br />VIDEOCONFERÊNCIA<br />PROFº ELADIO HEREDERO<br />Adaptado por Karen<br />
  2. 2. PCN:<br />Caráter aberto e flexível<br />Equilíbrio entre os diferentes conteúdos e seu grau de aquisição<br />Desenvolvimento de diferentes capacidades<br />CONTEXTUALIZAÇÃO<br />
  3. 3. CURRÍCULO:<br />Adequação dos objetivos dentro das possibilidades dos alunos<br />Atenção à diversidade<br />CONTEXTUALIZAÇÃO<br />
  4. 4. Resolução CNE – nº02/01<br />“Artigo 8 – As escolas da rede regular de ensino devem prever e prover na organização de suas classes comuns:<br />III – flexibilização e adaptações curriculares que considerem o significado prático e instrumental dos conteúdos básicos, metodologias e ensino e recursos didáticos diferenciados e processos de avaliação adequados ao desenvolvimento dos alunos que apresentam necessidades educacionais especiais, em consonância com o projeto pedagógico da escola, respeitada a frequência obrigatória.”<br />CONTEXTUALIZAÇÃO<br />
  5. 5. Os princípios da escola inclusiva:<br />A Inclusão é um direito;<br />A educação deve discriminar positivamente<br />Importância do aluno e sua singularidade<br />Interdisciplinaridade<br />Ensino em equipe<br />CONTEXTUALIZAÇÃO<br />
  6. 6. FORMAS DE ADAPTAÇÃO<br />Adaptações de pequeno porte,<br />ordinárias e não significativas<br />Repetição da série<br />Programas de reforço e <br />apoio (SAPE)<br />Adaptações em grupo<br />Adaptações de grande porte,<br />extraordinárias e significativas<br />
  7. 7. ASPECTOS POSITIVOS:<br />Solidariedade dos demais alunos;<br />Boa integração social;<br />Socialização rápida;<br />O aluno com n.e. aprende a conviver em grupo;<br />Empenho dos professores;<br />Valorização de todos os envolvidos no processo;<br />Os alunos com n.e. passam a ser mais respeitados e acolhidos pelos alunos.<br />ANÁLISE DA INCLUSÃO NO BRASIL<br />
  8. 8. ASPECTOS NEGATIVOS:<br />Carência de recursos técnico-pedagógicos especializados;<br />Espaço físico inadequado;<br />Falta de preparo técnico do professor para ensinar na diversidade;<br />Carência de suporte técnico;<br />Agressividade do aluno com necessidades especiais;<br />Número alto de alunos em sala de aula;<br />Dificuldade de comunicação com alunos surdos;<br />Falta de participação dos pais.<br />ANÁLISE DA INCLUSÃO NO BRASIL<br />
  9. 9. ALUNOS COM NECESSIDADES EDUCATIVAS<br />Alunos com dificuldades de aprendizagem<br />Alunos com condutas típicas<br />Alunos com deficiência<br />Alunos com superdotação<br />
  10. 10. TIPOS DE ADAPTAÇÕES CURRICULARES<br />
  11. 11. TIPOS DE ADAPTAÇÕES CURRICULARES<br />
  12. 12. ADAPTAÇÕES NOS ELEMENTOS BÁSICOS<br />
  13. 13. Elementos do plano geral de inclusão:<br />Ações<br />Competências de cada um<br />Tarefas e responsabilidades<br />Cronograma e metodologia<br />Avaliação.<br />COMO FAZER A ADAPTAÇÃO<br />
  14. 14. Critérios para a adaptação individualizada:<br />Partir sempre do currículo comum.<br />Assegurar-se que foram esgotados todos os recursos comuns.<br />Levar em conta os aspectos positivos do aluno.<br />Considerar o processo de adaptação dinâmico e flexível.<br />Buscar que o aluno vá superando metas para que ele precise sempre de menos adaptações.<br />Tentar se aproximar ao máximo dos objetivos e conteúdos comuns.<br />Partir sempre do que o aluno já sabe e identificar suas possibilidades.<br />Sempre registrar tudo.<br />COMO FAZER A ADAPTAÇÃO<br />
  15. 15. COMO FAZER A ADAPTAÇÃO<br />

×